OS ANOS DOURADOS

INTERNET - DIVULGAÇÃO
1
raphaelreys · Montes Claros, MG
3/9/2008 · 207 · 66
 

Amostra do texto


Nos anos dourados acontecia à literatura de Kerouac, o rock de garagem, os movimentos feministas, a viagem psicodélica e os movimentos civis em favor dos negros. Havia os hippies, o Concílio Vaticano II, o mito JK e a taça do bi no Campeonato Mundial de Futebol no Chile a raquete de Maria Ester Bueno e o Pagador de Promessas de Anselmo Duarte.
Surgiram os grandes festivais de música brasileira com composições de Torquato Neto, Vandré e Alciole Carlos. Carlos Imperial fundava no Rio o Clube do Rock e os mitos Roberto e Erasmo Carlos iniciavam a carreira. Aí vieram os Baianos e o Tropicalismo, a alegria, a vanguarda, a Pop Rock e o Brasil inteiro se deliciava com a batida ligth e o canto nasal da Bossa Nova.
Era moda demonstrar sinais de liberdade e Mary Quant incentivava a mini saia nas garotas de corpinho esbelto e de pernas bem torneadas. Logo mais vieram as estampas psicodélicas de Rucci, os tecidos com fibras sintéticas, o Volta ao Mundo, os Ban Lon, Buclê, Pervinc, a sensual meia calça, a moda Unisses. Veio a magreza de Twiggy, os batons claros em bocas tropicais, o cabelo Franjão e a velocidade do avião Concorde contra o calhambeque de Roberto Carlos. Vieram a Rita Lee o Retrô e o Pop! As moças assistiam ao filme Sissi a Imperatriz e sonhavam com o Príncipe Encantado. Os cabelos eram dos Beatles, na boate Cavern, na cidade construída com o ouro roubado de Ouro Preto. Os laboratórios do Vaticano perdiam na concorrência para fabricar o anticoncepcional e iniciavam a campanha lobista contra o uso da pílula.
A blenorragia grassava, o sexo era entre pernas, havia o hilário do preconceito contra a homossexualidade, assistíamos o musical West Side History, a moda era dançar na boate Lê Bateau, ver a opereta Porgy and Bess e o quarteto Sinatra, Samy Davis Junior, Dean Martin. A art Pop, a sopa Campbell, a cabeça cheia de fumaça de Glauber em os Dragões da Maldade Baiana.
A ‘ Dita Dura “com o intumescimento do ato inconstitucional número 5, a pílula anticoncepcional, a chegada à lua e o Woodstock. O filme Bem Hur enchia as salas de cinema e tínhamos Kennedy, Fidel, Jean-Luc Godard. O muro de Berlim e os blocos pré-moldados Dylan e a música Folk. O satélite Telstar e a CIA fechavam o paletó, ou melhor o corpete de Marilyn Monroe.
Os cantores brasileiros se apresentavam no Carnegie Hall, Kennedy era apagado em Dallas pelo próprio FBI e Sean Connery fazia o Dr. No. João Goulart era deposto e Martin Luther King recebia o Nobel da Paz, Gern Reich lançava a moda do topless, Guevara era visto doutrinando na Bolívia e os Roling Stones cantavam Satisfaction.
Mão-Tsé-Tung continuava com o seu livro vermelho e os Beatles lançavam o eterno álbum Sgt. Pepper`s. Aí vieram Hoffnan e Simon, Garfunkel, Luther King era morto em atentado e Jack Kennedy curtia um nudismo na ilha de Skorpios e depenava um milionário grego otário. Caetano cantava a Tropicália e popularizava a diamba.
A França nos legava à moda de Curréges e as mulheres chiques usavam prêt-à-porter. Brigite Barbot mostrava a sua boquinha sexy e veio à moda da gola rolê e da japona.Logo explodia o Women`s Lib, o Black Power e o Underground. Ser reaça era fino! O Pasquim tava na moda e aí pintou uma doideira de estilos. Rock, California Sound, Alice Cooper, Zappa, Joplin, Hendrix, Zeppelin, Blue Gees, Stones.
A IBM lançava o RAMAC 305, a África do Sul fazia transplante de coração. Nascia a Arpanet, o embrião da Internet, Kubrick lançava Uma Odisséia no Espaço e em Paris era conclamada a revolução estudantil. Surgia a lata de Spray, o anarquismo e o Flower-Power. Havia refletores de luz negra e o famigerado LSD. O julgamento de Regis Debray.
A onda do neo-realismo italiano, o Cinema Novo, a Roda Viva de Chico Buarque. Ainda deu para assistir O Mundo de Suzie Wong, Suave é a Noite, Os Pássaros, Bonequinha de Luxo, O Candelabro Italiano, Doutor Jivago, Midnigth Cowboy. Caminhava-se curtindo a liberalidade de Leila Dinis, o FEBEAPA, a voz rouca de Aznavour e o Amigo da Onça, na Revista O Cruzeiro.
Viajava-se pela Cometa escutando um radinho de pilas Mitsubitch e Rita Pavone andava de lambretta.
Só dava Simone de Bovoir, Hesse, os OVNIS já ameaçavam invadir este mundo doido e besta, o I Ching fazia as mutações, Lao Tse se popularizava com o seu Caminho do Meio e os habitantes do planeta andavam no campo de Kuruchetra com Arjuna nas rédeas do carro de combate e Krisna na condução! Um vitrola tocando um bolachão de acetato, As Time Goes Bie e a minha alma plástica e tropical, como em um sonho volitando vestida com um Summer com gravata borboleta, sapato de duas cores, segurando um copo de Daikirí abatido de paixão pelos olhos verdes, a voz uterina e a morenês tropical daquela menina de vestido cheio de florzinhas.
A minha primeira grande paixão! Dela, ninguém jamais esquece...
Parece que foi ontem, mas já se passaram quarenta e tantos anos!

Sobre a obra

Os anos 60. Quem os viveu jamais esquecerá a aura de romantismo que ainda dourava as nossas vidas. O sonho ainda não havia sido desfeito havia o cinema novo, o romantismo mesclado com o modernismo. As horas dançantes eram animadas ao som das grandes orquestras, o sexo era liberdade os Beatles construíam um mundo encantado éramos campeões do mundo em futebol, romantismo, bossa nova e em escravidão subliminar.
Estávamos em um país ensolarado havia o milagre econômico e a indefectível Dita Dura.
Mesmo assim éramos felizes!

compartilhe



informações

Autoria
raphaelreys
Downloads
1024 downloads

comentários feed

+ comentar
raphaelreys
 

Caro overmano!
Vamos viajar no tempo e despertar as reminiscências dos anos dourados. A nossa alma plástica e tropical se extasiava com a beleza da Bossa Nova éramos enganados, como sempre fomos, pelos habitantes do primeiro mundo, mas a ilusão do colorido da modernidade nos fazia felizes.
Dê o seu depoimento. Anotem no seu comentário as suas lembranças, os ídolos, as músicas, mesmo as paixões.
Atice a felicidade por uns instantes…

raphaelreys · Montes Claros, MG 1/9/2008 07:32
sua opinião: subir
victorvapf
 

Rapha. realmente foram anos de criacao, o virus dela estava solto. Em BH tinha "O Binomio" com a manchete: "JK VAI POR ROLLA NA PRACA SETE" A construtora de um tal de Rolla iria construir o Conjunto JK...A manchete foi um escandalo na epoca. Voce caro amigo tem um gravador na memoria, e so acionar e escrever, incrivel sua memoria, parabens pela viagem que nos fez levar ao passado que nao sabiamos, era tao belo!

victorvapf · Belo Horizonte, MG 1/9/2008 08:08
sua opinião: subir
victorvapf
 

Corrigindo: Praca Raul Soares...

victorvapf · Belo Horizonte, MG 1/9/2008 08:09
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Caro Victor! Obrigado pela mensagem e sua sempre presença. Vamos recordar os tempos de ainda inocência! Um abraço

raphaelreys · Montes Claros, MG 1/9/2008 08:22
sua opinião: subir
Ecila Yleus
 

Satisfaação inesgotáveis estou vivendo no overmundo.
Você acaba de me dá uma enorme satisfação. Fiz uma tragetória de volta a minha vida perpassando por entre esses acontecimen
tos que fizeram a história.Trabalho tão bem escrito, tão cheio de sentimento.Maravilhei-me.Bravoooooooooo

Ecila Yleus · Recife, PE 1/9/2008 08:27
sua opinião: subir
ysabella
 

Que pena eu não tenha podido viver intensamente todas
as maravilhas acontecidas nesses dourados anos. Cheguei
atrazada. Mas através de relatos como o seu e de outros, fotos
e outras coisas acontecidas e lembradas vivo um pouco.
Mergulhei no texto e por instantes estive vivendo tudo aquilo.
Parabens Raphael. Muito bom texto, bjs
boa semana

ysabella · Rio de Janeiro, RJ 1/9/2008 08:52
sua opinião: subir
peninha
 

Amigo e contemporâneo,
é impressionante como as coisas passam depressa e a gente só percebe depois que passou.
O mundo era muito pequeno. A gente só se dava conta de um acontecimento se ele fosse perto da nossa casa. Me lembro da revolução de 31 de março. Aliás, da revolução só me lembro de meu pai chegar e dizer: hoje vc não precisa ir a aula. "legal" ... e pra mim foi assim a revolução. Ela só aconteceu pra gerações mais velhas. Alguns anos mais tarde ela nos atingiu com suas limitações de liberdade.
Mas a coisa mais deslumbrante que aconteceu comigo foi uma viagem com um amigo, ambos com 17 anos ao Rio de janeiro, para ficar na casa dos tios dele. Foi a descoberta de um novo mundo que eu não imaginava que existia. O Rio estava anos à frente de BH. Cara, não era possivel que aquilo (mulherada pelada, praia, chop, festas e o escambal) estivesse acontecendo paralelamente à nossa vidinha de BH.
Cara, se eu ficasse mais do que fiquei eu teria morrido. Era bom demais. Nós não dormíamos. Desmaiávamos. Era acordar... e tome orgia e bebida e outras cositas más...
Fuck u terceira idade, quero voltar aos meus 17, no Rio, por favor!!!

peninha · Butão , WW 1/9/2008 09:32
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Raphael,
que belo retrospecto
que trás a magia e encantamento
de uma época brilhante que passou rápida demais.
Não perdia cinema, circo, festinhas americanas e
foi a época que eu conheci a imensidão do mar
e a vastidão de areia. Meu primeiro namorado!
( mas bote seriedade nisso hem!)
minha mãe aconselhava e dava liberdade,
sempre dizia que:
" juventude é só uma vez na vida e passa rápido"
Época inesquecível!
bjsssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 1/9/2008 10:17
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Raphael,

dei um passeio pelo meu passado...
Sem LSD...

um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 1/9/2008 10:29
sua opinião: subir
zilka jacques
 

Anos dourados....feliz de quem os viveu!!!
Falou tudo. À parte a ditadura, tudo era curtido demais. Um pouco devido a nossa juventude, idade dos sonhos e ilusões
Beijos

zilka jacques · Porto Alegre, RS 1/9/2008 10:34
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Caberia bem aquela música "Anos dourados" aí, hein, Raphael? Saudável lembrança. Bons tempos!
Abraço.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 1/9/2008 10:38
sua opinião: subir
delen
 

Oi amigo,

Infelismente não vivi estes anos incríveis , mas tenho dentro de minha pessoa um pedaço dessa época , principalmente o rock e nosso eterno Pop Rock construido por feras que nos ensina até hoje estes anos maravilhosos , parabéns por resgatar estes momentos deixo aqui minha admiração. Abraço...

delen · Cotia, SP 1/9/2008 10:47
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Ecília Ilheus! Beleza que viajas conosco nas recordações dos anos 60! Um parzer enorme!

Ysabela! Vivestes conosco as delícias dos anos 60. Beleza minha cara overmina! Um beijo!

elen! Bem lembrado as feras do rock! Foi na verdade a grande gestaç
Caro Peninha!
O Rio daquela era é prazer puro! Cuba Libre e sexo tropical! Beleza a sua passagem! Um abraço!

Doroni! Como relara Rachel de Queiroz é como catapora, só dá uma vez!

EdmoGinot! Sem o ácido lisérgico naturalmente!

Zilda Jacques! Nos anos dourados eras a estrela da beleza da sua cidade naturalmente!

Jucelino Mendes! Beleza que recoradas a música Anos Dourados!

Delen! Belexa meu caro, foi mesmo a grande gestação do rock!

raphaelreys · Montes Claros, MG 1/9/2008 11:18
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Rafa, el Rey!!
Viajo no tempo. ah, vc fez dourados os¨60! gostei! Alguém viu afinal a elegância exuberante dessa época. Obrigada! Vir aqui fa acreditar que o sonho não acabou! Afinal, quem não vive um pouco desse tempo? Oras, ele está em cada poro da cultura contemporânea.
Grande alma plástica, parabéns!
Ósculo e amplexo;))
CD

Compulsão Diária · São Paulo, SP 1/9/2008 11:32
sua opinião: subir
anamineira
 

É, Raphael,
Vivi o finalzinho dos anos dourados.
Lembro de uma vitrola portátil que ganhei nos meus quinze anos.
Vestia minha calça Lee, cabelos encaracolados até a cintura, e sentava na pracinha para ouvir o som dos Beathes, Bee Gees, etc, mas o que mais amava era frequentar no Clube Industrial , a "Hora dançante", e mais tarde mudou para "Discoteca". Saudade de dançar a música J'taime Moi Nom Plus agarradinho.
Muito legal seu texto.
Abraços,

anamineira · Alvinópolis, MG 1/9/2008 12:26
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Sabe aquele dorzinha de barriga gostosa da ansiedade sã ?...foi o que sentí sorvendo seu texto "pra lá de bárbaro, bicho" !...Que delícia !...Como eramos ingênuos todos...E como surgiram frutos dessa doce e rebelde "ingenuidade" !...Como bem disse a CD, "está em cada poro do nosso hoje..."
Só pra relaxar...Eu tenho ainda hoje, a partirura do "Calhanbeque", que pedi pra minha mãe comprar pr'eu tocar...rs...Com a foto do "rei" posando no carrinho e tudo...rsrs
abraço amigo...esse é um de seus melhores textos/perquisa, na minha opinião !...Parabens !
Bons tempos de bravura insana e deliciosamente "delinquente"...
Joe

joe_brazuca · São Paulo, SP 1/9/2008 12:36
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Raphinha:

Gosto muito de ler você com uma maestria impecável. Leva seus leitores ao diálogo sobre temas que realmente ficam registrados para todas as gerações. Considero a sua plasticidade (a)temoporal e talvez esse seu escrito pudesse até estar no Overblog (Acho que o nome é esse ... Fui ver e é sim ... rsrsrs)
Gostei muito de fazer esse passeio, ou melhor, viagem no tempo cronológico. Traz marcas no tempo lógico de quem as viveu ou não. Muito bem_dito através de você.
Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 1/9/2008 13:15
sua opinião: subir
victorvapf
 

E o virus da criacao dos anos 60, pegou os EEUU e nao largaram ate hoje! La se fabricam carros modelo 1960 ate hoje. Se voce quizer um Impala ou um conversivel do ano, e so encomendar. As ruas estao cheias e a KKK continua agindo como dantes, Virginia que o diga!!!

victorvapf · Belo Horizonte, MG 1/9/2008 14:16
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Compulsão Diária! Aminha realização é receber os seus amplexos acochados e os óscolos molhados. Obrigado pela presença!

Ana Mineira!Jataime era o máximo de erótico. Escutar os Beatles e a Hora Dancante era algo encantador. cuba Libre e HiFi!

Joe Brasuca!Realmente a CD disse está em cada poro! E só esta cara! Beleza a sua passagem no texto de reminiscências!

Lili Beth! Obrigado pelos beijos a um carente cronista tupiniquim! Obrigado pelo incentivo, pela força!

Victor! Como bem disse a Virgínia nos EEUU os anos 60 ainda estão em voga. Mada melhoir do que o romantismode transisão!

raphaelreys · Montes Claros, MG 1/9/2008 18:36
sua opinião: subir
Thiers
 

e o tropicalismo rafa? o maio francês? con bendith?
Haja! qria entrar na máquina do tempo... de volta ao passado V
Dá uma série...rsrs tenho alguns artigos de uma comu no yougurte q fala isso aê
Os anos 60
Pois é .. tá mto bom...

Thiers · Rio de Janeiro, RJ 1/9/2008 22:23
sua opinião: subir
Lena Girard
 

Ainda bem que passei por esses caminhos! E tu, meu querido, faz a gente vivê-los de novo com muita saudade. Obrigada, meu menino Raphinha! Beijos

Lena Girard · Belém, PA 1/9/2008 22:41
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Que delícia lembrar daqueles tempos. Tenho lembranças do finalzinho da década de 60, época da minha adolescência .
Éramos felizes e não o sabíamos. Ou sabíamos?
abs

Sônia Brandão · Bauru, SP 1/9/2008 23:37
sua opinião: subir
José Carlos Brandão
 

Os anos 60 foram um estado de espírito. Que estado! E que espírito!
Abs.

José Carlos Brandão · Bauru, SP 2/9/2008 02:56
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Raphael meu bom amigo,

Nem imaginas o quanto senti saudade ao ler seu texto, belos tempos em que eu usava abotuaduras e vestido a rigor, desfilava orgulhoso ao lado do meu amor, pelas ruas tranqüilas do passeio publico para no Metro assistir O Grande Caruso e outras obras maravilhosas.

Jantar no Lamas, curtir a Praça Paris, ela de vestido linha saco, linda como uma princesa, que saudade...

As serestas no meu Rio tranqüilo e maravilhoso, lotações, bondes, Galeria Cruzeiro, Leiterias, Copacabana, Paquetá, paz...


Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 2/9/2008 03:34
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Thiers! Nos States é moda falar nos anos 60. Alguma coisa ficou daquela época em nosos poros como disse a cd!

Lena Girard! Curtiu adoidado as horas dancantes e a Jovem Quarda! Beleza de recordações. Beijos mando eu!

Sônia Brandão! Nãoestávamos nem aí para a felicidade! Bastava viver aqueçles anos dourados e estamos conversados!

José Carlos Brandão! E que estado de espírito meu caro overmano!

Falcão!E não deixe para trás tomar um lanche em grander estilo na Confeitaria Colobo e o seu sempre explendor, a boate Le Bateau, a Beco das Garrafadas e a bossa!

raphaelreys · Montes Claros, MG 2/9/2008 06:23
sua opinião: subir
Karla Gohr
 

Sinceramente: queria ter vivido nesta época maravilhosa, sabia? Quantos respingos os anos 60 deixaram em nós até hoje? Fabuloso, viu? Parabéns!

Karla Gohr · Curitiba, PR 2/9/2008 08:56
sua opinião: subir
Karla Gohr
 

Ah, e a foto? SEM COMENTÁRIOS: linda d+!

Karla Gohr · Curitiba, PR 2/9/2008 08:57
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Cara Karla Gohr! Obrigado pela passagem no meu texto minha cara overmina! Os anos 60 foram mesmo mágicos! Um beijo!

raphaelreys · Montes Claros, MG 2/9/2008 09:00
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Rapha,
Incluo na lista de vinil dBudgie rock progressivo intenso, e nada mais lindo que ouvir Brigite atualmente!baixe querido vai ...,rs
maravilha querido
beijinhosdaamiga
claudinha

Claudia Almeida · Niterói, RJ 2/9/2008 13:25
sua opinião: subir
Raiblue
 

Maravilha,Rafinha,relembrar esses anos mais que dourados....emoldurados em nossa memória!

Queria,nessa época,estar em pleno auge da juventude,com meus dezoito anos...Mas eu era apenas uma criança....Queria ter tido participação ativa nessa revolução dos costumes!!Ah...seria
de_lirante!!!!!

Adorei seu texto, sempre magnífico!!
Parabéns,meu querido!!

beijinhos blue_revolucioná_rios..
Blue.

Raiblue · Salvador, BA 2/9/2008 13:59
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Eu era inda "menina pequena" nos anos 60, Raphael, mas com certeza foram os anos que transformaram o mundo...
Muito bom
!abraços

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 2/9/2008 14:55
sua opinião: subir
graça grauna
 

Cronista Rapha...passando para deixar meu abraço e parabens por mais uma beleza de texto.

graça grauna · Recife, PE 2/9/2008 19:06
sua opinião: subir
Sigrid Spolzino
 

Nasci em 63... posso falar sobre o que meus pais me contaram desses anos dourados... Gosto imensamente da música e dos filmes dessa época, culturalmente mt rico, além dos borbulhantes e revolucionários anos... Quer me ver feliz é convidar-me para uma festa com temática dos ANOS 60, impossível ficar parada!
Gostei mt da leitura e voltarei para votar...
Baci

Sigrid Spolzino · Brasília, DF 2/9/2008 19:09
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Rapahel já vim aqui, deliciei-me com tanta coisa que vi, ouvi, vivi....Nostalgia? Não....
Foram anos belíssimos, ninguem, nenhuma geração foi tão participante da evolução cultural, social, costumes, doidices (amenas e até puras) como quem nasceu de 50 até os anos 80...Foi lindo, nada igual...
Um arraso...tudo era novidade, bonito, pra frente, diferente, sem malícias e sem se perder no grotesco, na barbaridade que é uma mulher melancia, tiazinha, tchans e tchans, vulgaridades....Viva Leila!(Diniz) e outras babaquices chulas e bregas...como nós dizíamos nos anos dourados "cafona"," goiaba",
"boco-moco"...e tudo perfumado...Caborchat, Chanel 5, Saint Laurent,Dior...até o Avon Chama....os ´cremes e batons de Helena Rubinstein, Elizabeth Arden e a maravilhosa mania das babuchas no Rio vindas da Bibba(anos 70), famosa ... o início da moda casual início de 80 pelo estilista mineiro de Uberaba Markito(gde perda para a moda), paetes em camisetas com jeans...E além de tudo isso tivemos Um Darcy Ribeiro de Montes Claros, rsrs

Uau!

Cintia Thome · São Paulo, SP 2/9/2008 19:49
sua opinião: subir
Ailuj
 

Eu só vejo pelo seriados de TV,eu era\ bem novinha ainda,,rs[nem tanto]no final do anos 60 eu ja entendia alguma coisa mas não vivi nada de ditaduras ,só ouço falar
Beijos e voltarei pra reler c\om mais calma

Ailuj · Niterói, RJ 2/9/2008 20:46
sua opinião: subir
Saramar
 

Você conhece bem o que significa a saudade do que não vivemos.
Dos anos dourados, só fiquei sabendo depois, principalmente nas fotos da minha mãe, tão bonita na inauguração de Brasília e (pasme) eu, no colo dela.
Senti os ecos da ditadura no ronco dos aviões que atacaram o palácio do governador de Goiás, deitada, com meus irmãos, debaixo da cama porque, tão perto estávamos, que minha mãe temia alguma tragédia em nossa casa.
De quase todas essas maravilhas que você relembrou só fiquei sabendo muito depois. Ainda assim, penso que vivi.
Obrigada.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 3/9/2008 02:44
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Claudia Almeida! Obrigado pela pala do dBugie rock! Vc. é um doce! Um beijaço!

Raiblue! Estava criança, mas deu para perceber a aura dos anos dourados! Obrigado pelos beijos azuis!

Nydia Bonetti! Também eras criança quando o sonho acabou! Obrigado pela passagem no texto!

Graça Graúna! Está numa correria beleza! É sinal de muita atividade! Um beijo!

Sigrid Splolzino! Têm na alma os anos dourados! Obrigado pelo baci! Mando-te amplexos e ósculos!

Cíntia Thomé! Foram mesmo amenas asa doideiras!E viva Leila, Astrud, Nara Leão. Bela lembrança do Markito e do Professor Darcy, esse era um trator de ação e emoção! Beleza sua passagem!

Ailuj! Vivias no paraíso de Camocim minha cara overmina! Mar, areia e muita arrasta pé!

Saramar! Vivestes sim as maravilhas e os horrores dos anos 60. A alma registra tudo para a eternidade! Obrigado pela passagem no texto!

raphaelreys · Montes Claros, MG 3/9/2008 06:49
sua opinião: subir
Zingara RJ
 

ooi Raphael, vim te visitar e abrir a votação.. rsss.. legal isso, adorei relembrar os anos dourados... nossa! vc trouxe de volta velhas lembranças (ops! ) muito bom isso viajei na maionese e adorei...

beijos no coração...

Zingara RJ · Rio de Janeiro, RJ 3/9/2008 07:48
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Zingara! Minha cigana! Beleza a sua viagem na naionese! Um forte e passional beijo!

raphaelreys · Montes Claros, MG 3/9/2008 07:58
sua opinião: subir
Paulo Esdras
 

Raphael, mais um texto primoroso que nos leva numa máquina do tempo a um delicioso e romântico anos 60. Abraços

Paulo Esdras · Brumado, BA 3/9/2008 11:15
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

EdimoGinot · Curitiba, PR 3/9/2008 11:38
sua opinião: subir
delen
 

Voltando para votar. Abraço...

delen · Cotia, SP 3/9/2008 12:34
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Paulo Esdras! Obrigado pela passagem e pelo comentário caro overmano! Os anos 60 foram mesmo primorosos e romanticos!

Edmoginot! Obrigado pela presneça caro. O bug comeu o seu comentário! Um abraço!

Delen! Obrigado pelo apoio e pelo voto caro overmano!

raphaelreys · Montes Claros, MG 3/9/2008 12:54
sua opinião: subir
azuirfilho
 

raphaelreys · Montes Claros (MG)
OS ANOS DOURADOS

Uma viagem prazerosa e fascinante em tantas coisas boas listadas, que tanto animaram e motivaram a Juventude nos sonhos que fizeram valer a pena a vida da época.

Muito Bom . Parabéns pelo texto tá agradável.
Abracáo Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 3/9/2008 13:24
sua opinião: subir
Sigrid Spolzino
 

Oh, voltei... rs
Baci!

Sigrid Spolzino · Brasília, DF 3/9/2008 13:47
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

voto e published !...rs
abs
Joe

joe_brazuca · São Paulo, SP 3/9/2008 14:37
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 3/9/2008 14:54
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Cintia Thome · São Paulo, SP 3/9/2008 15:47
sua opinião: subir
victorvapf
 

victorvapf · Belo Horizonte, MG 3/9/2008 18:08
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Juscelino Mendes · Campinas, SP 3/9/2008 20:03
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Rapha
Estou aqui progressivo!
beijinhos
claudia almeida

Claudia Almeida · Niterói, RJ 3/9/2008 21:02
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Azuir! Meu caro overmano! Beleza que viajas conosco nos anos dourados! Um abraço!

Sigrid Spolzino! Obrigado pela volta e pelo baci!
Caro Joe Brasuca! Um abraço pela publicação e pelo voto!

Lili Beth! Seus beijos são o alívio para a minha alma abandonada!

Cíntia Thome! O bug comeu a sua fala, mas não apagou a sua intenção e em dar-me o seu voto! Obrigado e mil beijos!

Jucelino Marques! Também vítima do bug manhoso e de campana no meu texto!

Claudia Almeida! Beijos de librianas costumam encharcar o coração de píscianos carentes!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/9/2008 06:33
sua opinião: subir
Raiblue
 

Votadao e adorado,meu anjo red!
besitos bluecarinhosos...
Blue

Raiblue · Salvador, BA 4/9/2008 09:06
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Raphael,
voltando
bjsss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 4/9/2008 09:07
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

É mesmo, mas Raphael, tanta coisa linda, não é?...e hoje acordo e vejo o
nosso inesquecível Waldick Soriano dando adeus a tudo isso que vivemos, que fez a festa por aqui nesse Brasil de um jeito ímpar, interessante, talvez um cafona com garra, diferente, mas fez estes anos tão bons...

Cintia Thome · São Paulo, SP 4/9/2008 09:39
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Raphael,
Sempre é bom fazer a leitura dos teus textos.
Beijos e votos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 4/9/2008 16:20
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Raphael,

Belo texto, cheio de História e memórias, certamente foi um tempo inesquecível. Não tive a sorte de ter saboreado esse época (curti a década de 80). Os "Anos Dourados" foram uma época de revoluções por segundo, nos campos da cultura e comportamento, influenciando até hoje a vida no planeta. Com certeza era uma época menos cáotica, mais "romântica". Também houveram coisas terríveis como a famigerada ditadura militar. Mas, o que rolou de bom, com certeza ultrapassa os momentos ruins...

Parabéns ! Deixo o meu voto.

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 4/9/2008 16:24
sua opinião: subir
Aurea Carvalho
 


Raphael:
Bela viagem no tempo! Reacendeu saudades...!
Parabéns!
Abraços

Aurea Carvalho · Rio de Janeiro, RJ 4/9/2008 21:19
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Raiblue! Sou feliz quando te vejo e te desejo! Um beijo longo!

Doroni! Obrigado pelo voto e pelo apoio! Um abraço!

Cintia Thome! Pois é minha cara! Cpnheci o Walduk quando ele morou em Timom no Maranhão, bebemos algumas tiquiras juntos a beira rio! Era um brega chique! Um camaradão de primeira! Cheio de energia e de arte cabocla! Que Deus o tenha! Obrigado pela sua presença!

Regina Lyra! Que bom que vejo os seus olhos de fada! Um alívio ao meu coração plástico e emocional!

Gustavo Adonias! Beleza meu caro. O que rolou de bom supera o terror implantado pela CIA e que mutiulou e manietou milharees de brasileiros!

Aurea Carvalho! Agradeço a sua presença e voto no meu postado! Um abraço!

raphaelreys · Montes Claros, MG 5/9/2008 06:12
sua opinião: subir
Sigrid Spolzino
 

AGORA VOTADO
Baci!

Sigrid Spolzino · Brasília, DF 6/9/2008 00:34
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Sigrid! UM BEIJO E UM BEIJO!

raphaelreys · Montes Claros, MG 7/9/2008 14:55
sua opinião: subir
MaluFreitas
 

Um belo texto de uma memória histórica incrível. Adorei lembrar de assuntos de uma epóca que adoraria ter vivido. Bjkas

MaluFreitas · Salvador, BA 7/9/2008 17:24
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Malufreitas! Obrigado pela sua energia minha doce libriana!

raphaelreys · Montes Claros, MG 10/9/2008 06:45
sua opinião: subir
Saavedra Valentim
 

Caro amigo contista
Vivi esses momentos mágicos, pelo qual o mundo passou. É realmente inesquecível toda a transformação havida na sociedade em todo o mundo. A liberação sexal, os Beatles, a bossa nova, enfim, os grandes bailes, onde os presentes estavam devidametne vestidos, os rapazes de terno e as garotas com seus vestidos novos. Era um vestido novo em cada baile. E dançávamos agarradinhos ao som de doces boleros e ... não tenho mais palavras.
Obrigado meu amigo, por trazer-me de volta essas lembranças. Foi uma viagem no tempo.
Abração

Saavedra Valentim · Vitória, ES 11/9/2008 16:28
sua opinião: subir
ana wagner
 

Voto!

ana wagner · Porto Alegre, RS 9/10/2008 11:16
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Saavedra Valentin! Só agora em 23/11/2009 fazendo uma revisão dos postados é que encontrei a sua mensagem não respondida! Perdoe a minha distração! Bem a sua participação que viveu essa era de ouro! Um abraço!

Ana Wagner!
Peço também o seu perdão minha cara. Um abraço pela presença e pelo voto! Beijos!

raphaelreys · Montes Claros, MG 23/11/2009 13:47
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 29 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados