Passeio na Chuva

MariaLuísa (Lu N.)
1
MariaLuísa · Brasília, DF
3/12/2008 · 187 · 39
 

Sábado. Uma pequena cidade.

Choveu muito durante toda a noite, a chuva parando só lá pela metade da manhã. Apesar da chuva no ar, o tempo estava ótimo; um leve frio nos refrescava; na verdade era mais um frescor da chuva do que frio. Dava até para ficar sem agasalho.
Veio em mim uma vontade incontida de andar pela cidade. Chamei meus companheiros de viagem - familiares e amigos - mas todos estavam ocupados; queriam aproveitar o passeio jogando cartas ou jogando conversa fora. De minha parte, queria sair, andar pelas ruas da cidadezinha! Disse para eles que iria dar uma volta. "Leve uma sombrinha", alguém me disse, "pode voltar a chover". "É, você pensa que não está mais chovendo? Está chuviscando, bem fininho", disse outro. Não desanimei. Peguei uma sombrinha, dessas que se dobram, e saí...

Meu Passeio
Como a cidade estava calma! Que paz! Fui andando, de repente, alguns pássaros, vendo alguém chegar, protestaram, voando e trocando de galhos. Olhei para eles, discretamente, para não assustá-los ainda mais. Deve ter algum ninho com filhotes para fazerem assim, pensei.

Continuei meu passeio. Mais uns cem metros e um gatinho malhado de branco e preto passa correndo, atravessa meu caminho e desaparece entre o mato de um lote vago.

Ouvi alguém cantando baixinho, acompanhado por seu violão. Ensaiando? - perguntei a mim mesma.

Mais um gatinho, dessa vez todo preto. Atrás dele corria um branco de manchas cinzentas. Eram filhotes brincando. Pulavam sobre o outro , dando mordidinhas. Mordidas de carinho, como tapinhas que irmãos se dão em brincadeiras...

Continuei. Notei que uma leve garoa caía. Quase imperceptível. As casas eram simples, porém bem cuidadas, muitas com bonitos jardins. Uma casa mais na frente me chamou a atenção. Era um sobrado, pomposo e moderno. Ouvi vozes vindo de lá; quando passava bem em frente, percebi que um casal discutia. A voz feminina parecia tímida, quase choramingando. A masculina era alta, mas dava para perceber que a pessoa devia estar embriagada ou de ressaca dos "chops" da sexta-feira! Andei mais rápido por alguns segundos. Queria continuar "no meu mundinho de paz" que o passeio criara...

Mais um gatinho. Depois da praça avistei algumas pessoas que tiveram a mesma idéia e coragem que tive: caminhar, sem medo de se molhar!

Agora foi a vez de um pequeno, quase minúsculo cão. Correu em minha direção, como para me fazer medo. Vendo que não reagia, se afastou, entrando no jardim de onde havia saído.

De uma casa humilde - a mais simples que vi nesse meu passeio, ouvi vozes. Cantavam, riam, pareciam bem alegres, contentes.

E fiquei a pensar: De uma casa, aparentemente habitada por pessoas bem sucedidas, financeiramente falando, vem brigas, discussões, infelicidade. De uma outra, que mostra ser de pessoas simples, sem muitos bens materiais, saem cantos, risos, alegria... Realmente, a felicidade está dentro de cada pessoa. Não mora em casas, sejam elas modestas ou suntuosas; mora dentro de quem as habita, fazendo de cada casa um palácio ou um casebre, independente de ser rica ou pobre.

Sim, é aí que mora a felicidade: aí, bem dentro de cada um de nós; aí, bem dentro de você, amigo/amiga. Simples assim... é só saber encontrá-la! Problemas? Todos nós temos! Seja de ordem financeira, de saúde, com filhos... não podemos correr deles, mas podemos "deixá-los de lado", por alguns momentos, vivenciando pedacinhos de nosso dia a dia com força, coragem e alegria. Vendo e vivendo a Vida!

Podemos vez ou outra "sair na chuva" e caminhar, deixando "o tempo bom" penetrar em nossa alma e nos deixar felizes. Podemos nos alegrar com o canto de um pássaro, com o alegre brincar de nosso animalzinho de estimação ou com a beleza de uma flor. Podemos, sim, ter momentos de felicidade, mesmo nadando em problemas!

Apressei meus passos. Já dava para sentir o chuvisco fininho da chuva que voltava!

Um bom dia!!!


Sobre a obra

Podemos vez ou outra "sair na chuva" e caminhar, deixando "o tempo bom" penetrar em nossa alma e nos deixar felizes. Podemos nos alegrar com o canto de um pássaro, com o alegre brincar de nosso animalzinho de estimação ou com a beleza de uma flor. Podemos, sim, ter momentos de felicidade, mesmo nadando em problemas!

compartilhe



informações

Autoria
MariaLuiza (Lu N.)
Downloads
301 downloads

comentários feed

+ comentar
graça grauna
 

Maria Luiza: seu texto é bom. Apesardos problemas tantos, da tristeza que enluta o Sul do nosso país, é também tempo de cantar essa beleza que você nos mostra. É a vida. Abraços, Grauninha

graça grauna · Recife, PE 1/12/2008 09:07
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Oi, Grauninha, obrigada pelos gentis comentários.
Quanto aos problemas do sul, deixei uma mensagem em nosso blog
_mul_ti_vi_as_ do Globoonliners.
Um abraço, amiga!

MariaLuísa · Brasília, DF 1/12/2008 10:03
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

MariaLuiza,
Beleza tão pura, encantou-me em palavras e formas,
seu texto de agradável leitura e de olhar singelo.
Obrigada por trazer para nós a tal felicidade do simples,
às vezes esquecido pela ganância e da falta de amor.
Beijos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 1/12/2008 23:16
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Sim, Regina, quase sempre nos esquecemos de olhar à nossa volta, não é mesmo?
Um abraço!

MariaLuísa · Brasília, DF 2/12/2008 07:26
sua opinião: subir
Fatima Merigue de Mendonça
 

" Podemos, sim, ter momentos de felicidade, mesmo nadando em problemas! " - isso é a pura verdade amiga! Ah, eu gostei tanto!
Parabéns., já votei!

Fatima Merigue de Mendonça · Itu, SP 2/12/2008 16:51
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Obrigada por gostar e votar, Fatima.
Um abraço!

MariaLuísa · Brasília, DF 2/12/2008 18:53
sua opinião: subir
alcanu
 

MariaLuísa, viajei na sua linda obra poética e veja só o que deduzi, inspirado em tuas edificantes palavras:
Nunca chove em nós menos do que a gente precise
nem mais do que a gente mereça...
e foi o Mário Quintana que disse algo mais ou menos assim:
que ele detestava padres e guarda-chuvas, pois sentia que eles o "distanciavam" de duas coisas:
Deus e a chuva ! ( não eram essas as palavras, mas essa era a 'moral da história', entendeu, querida, MQ era muito louco !
Um beijo e boa chuva, hoje e sempre !

alcanu · São Paulo, SP 2/12/2008 19:05
sua opinião: subir
alcanu
 

ih, "se" esqueci de fechar os 'parentis', ahahahahahahah, será que vc me perdoa ?

alcanu · São Paulo, SP 2/12/2008 19:07
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Só o comentário, Alcanu, de que
"Nunca chove em nós menos do que a gente precise
nem mais do que a gente mereça..."
já valeu o "Passeio na Chuva"!
Um abraço!

MariaLuísa · Brasília, DF 2/12/2008 19:29
sua opinião: subir
j.alves
 

Beleza de texto, muito legal

j.alves · São Paulo, SP 2/12/2008 20:42
sua opinião: subir
JACINTA MORAIS
 

MARIALUISA,
Seu texto é doce e valente!
Meditação na hora certa...
Parece supervisionada pelos deuses!
Parabéns,
Abraços!
OBRIGADA POR ESSA LUZ...

JACINTA MORAIS · Cascavel, PR 3/12/2008 01:19
sua opinião: subir
JACINTA MORAIS
 

AMIGA QRDA,
Amei a postagem do meu poema: AMAZÕNIA
No VIA AMIGOS!
Obrigada,por seu carinho...
A VIDA SÃO DUAS METADES:
UMA GELADA,
A OUTRA EM CHAMAS;
A AMIZADE,
É A METADE EM CHAMAS...(K.G.)
Emocionante a ternura,
Que desprende de sua alma!
BJS DE AGRADECIMENTO.
Grande mulher,
Guerreira e poeta...

JACINTA MORAIS · Cascavel, PR 3/12/2008 01:36
sua opinião: subir
Bruno Resende Ramos
 

Votei e gostei deveras...

Bruno Resende Ramos · Viçosa, MG 3/12/2008 04:32
sua opinião: subir
graça grauna
 

parabens

graça grauna · Recife, PE 3/12/2008 07:23
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Marialuisa! Doce e termo o seu texto. Me fez lembrar as folhas de Whitman! Parabéns. Meu voto!

raphaelreys · Montes Claros, MG 3/12/2008 08:05
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Obrigada, J. Alves!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 08:54
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Que bom ter sua amizade, Jacinta. Seu texto "Amazônia" deve ser mais divulgado, não só pela beleza das palavras mas pelo alerta em relação à crescente devastação que a Amazônia vem sofrendo.
Um abraço, amiga!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 08:59
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Bruno, Graça, Raphael... obrigada e um abraço, amigos!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 09:01
sua opinião: subir
ayruman
 

Que chuvinha gostosa. Felicidade de caminhar garoa acima, garoa abaixo.
As criaturas de Deus a embelezar a Vida... Que belezura!!!

Bom estar aqui. Saúde e Paz. Sempre . jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 3/12/2008 09:44
sua opinião: subir
Luiz Angra
 

Gostei! Belo texto.
E verdadeiro; sempre existe a beleza, em qualquer instante, em qualquer circunstância existe Luz. Basta querer ver.
Que você sempres possa ver a Luz.
Parabéns.

Luiz Angra · Brasília, DF 3/12/2008 11:39
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Bom dia amigos Ayruman e Luiz Angra

Para vocês também Saúde, Paz e Luz!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 11:46
sua opinião: subir
walnizia santos
 

Maria Luísa,
Gostei muito do seu texto.
Quanta sabedoria há nas suas palavras!
Parabéns.
Votando.
Beijos

walnizia santos · Brasília, DF 3/12/2008 11:58
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Conterrânea Walnizia, que prazer encontrá-la novamente por aqui!
Obrigada pelas palavras de incentivo.
Bjs!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 14:35
sua opinião: subir
Maris Stella
 

As grandes alegrias nas pequenas coisas que não valorizamos pelo efeito corrosivo das rotinas. Lindo texto!! tá votado!!

Bjin

Maris Stella · Vitória da Conquista, BA 3/12/2008 16:27
sua opinião: subir
wiliam barros
 

Sobre outras chuvas, não tão calmas...
Ampliando perspectivas: Por que a tragédia?
Nossa intenção é ampliar a perspectiva de reflexão da tragédia de Santa Catarina, oferecendo aos leitores mais subsídios críticos, além dos meros enfoques das mídias, mais preocupadas em explorar o emocional, o sentimental e dor, e a reação nacional a isto com solidariedade, agora quase uma competição para vermos quem doa, auxilia com mais toneladas de mantimentos e outros produtos de primeira necessidades.
O estado flagelado é o 4º na economia brasileira. Seu porto é estratégico para o extremo sul (RS, PR, MS e até SP ou MG) na escoação de CARNES congeladas(aves, suínas e bovinas).
As maiores empresas de exploração deste mercado, como o suíno, tem sede lá.
Leiam com atenção a matéria abaixo, como exemplo, porém terá muitas outras fontes de informações e estatísitcas desta produção nacional.

http://www.aenoticias.pr.gov.br/modules/news/article.php?storyid=33728
O Paraná é o maior produtor de carne de frango do país, responsável por 19,6% da produção nacional, que foi de 161,014 milhões de unidades, segundo dados da pesquisa Produção da Pecuária Municipal 2006, divulgada nesta terça-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O Brasil é o terceiro produtor mundial de carne de frango, atrás apenas dos Estados Unidos e da China. Em 2006, existiam no país 821,5 milhões de unidades de frango, o que representou um aumento de 1,1% em relação a 2005. A região Sul é a maior produtora, com 49,9%, seguida pelo Sudeste, com 27,9%.
Segundo o técnico, o fato de o Paraná ser grande produtor de grãos, como milho e soja, também beneficia a produção de frango, pois eles são insumos. “Quando há comida perto, fica mais barato. A alimentação é o maior peso no custo-produção”, explicou ao comparar a região Sul com o Nordeste, onde a produção de frangos é baixa justamente pela falta de insumos.
“Esses fatores contribuem para o aumento da produção e dão competitividade ao Estado”, que é o segundo maior exportador de frangos, atrás de Santa Catarina”, contou Andrade. Segundo ele, em 2006, o Paraná exportou 27,69% e Santa Catarina 27,94%. “Estamos muito próximo deles e a tendência é chegar ao primeiro lugar. Em termos de abate, por exemplo, em 2006, fizemos 23% do total nacional, e Santa Catarina, 16%” contou.
O Sul apresentou o segundo maior crescimento no rebanho (1,7%), com maior aumento de efetivo no Paraná (5,9%). O Sudeste, com 2,4%, obteve o maior crescimento do país, sendo que a maior taxa (4,6%) foi registrada em São Paulo.
PRODUTOS – Todos os produtos de origem animal pesquisados pelo IBGE registraram aumento em 2006.
Em termos nacionais, a produção de leite de vaca atingiu o volume de 25,4 bilhões de litros em 2006, 3,2% superior a 2005. Foram ordenhadas 20,9 milhões de vacas, o que aponta para um aumento de produtividade por vaca/ano de 1.193 litros (2005) para 1.213 litros (2006). A produção brasileira ocupa a sexta posição mundial, atrás dos EUA, Índia, China, Rússia e Alemanha.
Após este aperitivo indagamos:
1-Quais as contribuições destas empresas agropecuárias (e seus respectivos governos municipais, estaduais e federais, além dos agentes públicos fiscalizadores...) com suas crescentes quebras de recordes de exploração, produção, exportação e seus impactos ambientais tanto no solo, na atmosfera e nas bacias hidrográficas e mananciais?
2-Há realmente,de fato, relação entre os efeitos das chuvas, da drenagem do solo, da topografia e hidrografia da região com as atividades econômicas agropecuária e industrial da região nas últimas duas décadas? Ou o fenômeno têm variáveis globais e não apenas locais, regionais, isto, também outros efeitos semelhantes porém cumulativos?
3-Quando a lama secar, a normalidade retornar, os culpados serão efetivamente investigados,intimados a depor, provar que não tiveram nenhuma relação com a tragédia? Ou só a natureza, as chuvas serão os únicos culpados? Teremos como população brasileira, que ficar pagando a conta, o débito e prejuízos da exploração globalizada e seus efeitos, desviando o foco o centro real do problema, como a mídia e governos fazem, até quando?
Leitor, sugiro assistirem aos arquivos de vídeo, mas cuidado!! Sua perspectiva não será a mesma, como na cena das pílulas de |Matrix... “A carne é fraca”, de 2004 (é...háa 4 anos atrás já denunciou isto!! http://video.google.com/videoplay?docid=845406110683094593&hl=pt-BR
ONG Nina Rosa, de S.Paulo, principalmente os argumentos do jornalista Washington Novaes, Dagomir Marquezi e Flávia Lippi, contextualizando isto há cerca de 4 anos....Pois, até você pode ser responsável pela tragédia, se indiretamente for/foi um consumidor fiel deste mercado acima. Sempre quem pagará a conta é você cidadão consumidor...
Referências: www.institutoninarosa.org.br/, http://www.macondolugar.com.br/noticias.php?acao=ver&id=62
Ver:http://video.google.com/videoplay?docid=-6718434770864499282
http://www.youtube.com/wa

wiliam barros · São Paulo, SP 3/12/2008 16:59
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Obrigada pelo comentário e voto, Maris Stella.
Bjim p/ você também!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 18:01
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Com certeza seus comentários nos serão muito úteis, Wiliam!
Um abraço!

MariaLuísa · Brasília, DF 3/12/2008 18:03
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Maria Luiza
A mesma chuva que produz tão grandes infortúnios...pode ser a mesma que nos encanta a alma. Coisas da vida. Teu poema mostra que na simplicidade dos segundos podemos encontrar o aroma da paz.
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 3/12/2008 19:02
sua opinião: subir
Ademario Ribeiro
 

Maria Luisa, passeei com teu texto! É confortante ler algo assim: chuva, pessoas, cotidiano,paz, agasalho! Precisamos aprender as ensinanças das chuvas!
Parabéns!!!

Gostaria que, se possível lesse e comentasse um poema que está no Banco e em votação: Boi & Sina Marruá!

Felizes dias de chuva!!!!

Convido-te a conhecer

Ademario Ribeiro · Simões Filho, BA 3/12/2008 19:10
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

É isso memo, amigos Noélio e Ademario, muitas vezes é na simplicidade que nos encontramos...

MariaLuísa · Brasília, DF 4/12/2008 14:42
sua opinião: subir
Paulo Esdras
 

Gostei muito do texto! Sempre me convide quando postar textos novos, ok? Abraços!

Paulo Esdras · Brumado, BA 5/12/2008 11:15
sua opinião: subir
MariaLuísa
 

Obrigada, Paulo, e um abraço!

MariaLuísa · Brasília, DF 7/12/2008 06:48
sua opinião: subir
clara arruda
 

Luiza minha doce amiga,um texto leve apesar da tristeza de alguns acontecimentos relativo as chuvas.
Perdoa minha demora,só hoje consegui ficar mais tempo aqui na lan e tentar ler todos os amigos.Feliz natal e um beijo em seu coração.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 18/12/2008 13:00
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

ótimo texto.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 18/12/2008 17:27
sua opinião: subir
sindia santos
 

Oi, Maria Luísa. Faz tanto tempo que não vou para Santa Catarina, mas é só lembrar desse clima que tu descreves que a gente volta para lá e a saudade aperta um tantinho mais.
Quanto a felicidade, se eu fosse apostar, diria que ela mora em lugares diferentes porque ela é encontro. A gente aqui dentro diante do outro lá fora. E o outro não precisa ser gente, pode ser o chão, uma bola, um lugar. Quando esse encontro nos deixa cheios de possibilidades, fortes a felicidade sopra em nossas narinas e a gente renasce, se reinventa, re-existe.
Beijo,
Sindia.

sindia santos · Rio de Janeiro, RJ 23/12/2008 12:48
sua opinião: subir
Dalila Aroca
 

Olá Maria Luísa!
Tudo de bom!
Na tua escrita você descreve
muito bem a liberdade que consome
a alma na busca infinita de um tempo
melhor e profundo.
Quando a chuva passa sentímos
uma paz invasora e a calmaria do mundo
que retorna aos poucos a rotina do agora.
Um beijo!
Dalila

Dalila Aroca · Osasco, SP 4/1/2009 16:49
sua opinião: subir
Angela Lara
 

Menina Maria Luiza, a felicidade mora dentro da gente, sim!!!!! Belo texto, com versos lindos de confiança, amor e liberdade. Precisamos buscar nosso melhor motivo, seja para levantar da cama de manhã, quando sentimos vontade de ficar ali. Precisamos confiar em nós mesmos, em nossa capacidade de reverter situações, de buscar melhores alternativas... Enfim, precisamos ter a alma livre para voarmos ao encontro de nossas espectativas. Parabéns pela experiência da chuva e por nos presentear com este belo trabalho.

Angela Lara · Porto Alegre, RS 5/1/2009 19:19
sua opinião: subir
graça grauna
 

bjos de luz, outra vez.

graça grauna · Recife, PE 5/1/2009 23:01
sua opinião: subir
Wanessa Dias
 

ADOREI

Wanessa Dias · São Luís, MA 19/4/2011 10:09
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados