PedAços

1
José Cycero · Aurora, CE
19/6/2009 · 37 · 40
 

Pedaços!

Parto...
Mar a dentro.
Reinvento,
Parada.
Perdida no
Oco do mundo.
Submundo!
Imundo...

Porto!
Solidão da vida.
Parcas lembranças.
Esperanças...
Vinganças.
Coração Partido,
Perdido!

Parto...
Sempre do ponto
Equidistante.
Prenúncio de tudo,
Que existe
E que não tenho.
Mas anseio...

Porto!
Redemoinho,
Mar revolto,
Desejos,
Beijos ardentes.
Incandescente:
Pecado!
Linha do Equador.

Parto...
Caminho?
Ponto cego,
Nós truncados,
Amarrados.
Quebranto,
Desencanto.
Paraíso,
Perdido...

Porto!
Pecado lírico.
Momento...
Derradeiro.
Instante,
Inconstante.

Parto...
Concepção da vida
E da morte.
Solidão de tudo:
A partir de mim.
Visão,
Do nada!

Porto!
Sentimento vivo.
Fragmentos.
Do que um dia,
Foi completo.
Indiscreto...

Parto...
Do mar morto.
Desconforto!
Pleno medo,
Mistério...
Do império.

Porto!
Tempo vencido,
Esquecido.
Segredo da esfinge.
Enigma,
Saudade...

Parto...
Estranhos pedaços,
De tudo...
Que existe
E não compreendo:
Partidos,
Perdidos...

Porto!
Desconforto,
Esboço
Absorto.
Vivo no Esforço,
De volver.
E apenas Ouço...



Sobre a obra

AnaLu Fernandes · 8/6/2009 20:57
Olá querido, arrumei um tempinho pra te visitar... E abusada que sou cometi a liberdade ou libertinagem de reescrever como eu gostaria de ter tido inspiração:

compartilhe



informações

Autoria
José Cycero e AnaLu Fernandes
08/06/2009
Respeite o direito autoral,
se for utilizar cite os autores!
Ficha técnica
José Cícero e Analu Fernades - A priori, apenas dois pedaços de amizades que a Poesia juntou e transformou agora numa imensidão de cumpricidade poética da melhor cepa.
Downloads
295 downloads

comentários feed

+ comentar
Cláudia Campello
 

...e seu poema vem de encontro ao meu porto solidao!!! serio!
Por que nos dói tanto uma DESPEDIDA ?
ahhhh se em cada houvesse a certeza do reencontro, né poeta?
.......é preciso saber dizer adeus, acho.

adorei.

bjsssss♥;;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 20/6/2009 02:42
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Cicero,
belez a de poema


Parto- Vida ou morte
Porto- Destino inseguro
bjs



Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 20/6/2009 13:44
sua opinião: subir
azuirfilho
 

José Cycero · Aurora (CE)
PedAços

Bela Poesia do tipo Palmeira que atinge o alto verticalmente com suas idéias valtaneiras.
Todos partimos de muitas formas.
Sempre temos portos na nossa trajetória.
A Vida é uma navegação com tudo, e até com a sua volta esperançosa, para podermos fazer tudo o que não foi feito, e que pode melhorar a História.
Cada Porto é uma decisão que pode pra melhor mudar.
Parabéns.
Abração Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 21/6/2009 09:35
sua opinião: subir
jessebarbosadeoliveira82
 

releitura estupenda. estupendo versejar sobre dois ciclos que abarcam e abraçam o mundo.

jessebarbosadeoliveira82 · Salvador, BA 21/6/2009 10:27
sua opinião: subir
sergio.araujo
 

Muito bom José Cycero,

Palavras próximas na dor e na alegria.

Abraços.

sergio.araujo · Salinas da Margarida, BA 21/6/2009 10:51
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

QUE BACANA ESSA PARCERIA E SAIU DE PRIMA

Cintia Thome · São Paulo, SP 21/6/2009 11:12
sua opinião: subir
alcanu
 

Há uma hora de chegar, outra de partir, isso é inevitável...
Um beijo ou dois !

alcanu · São Paulo, SP 21/6/2009 12:36
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

Parabéns pelo bem rimado poema
A dupla promete !

Ivan Cezar · São Sepé, RS 21/6/2009 15:20
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

cycero e analu...beleza de parceria.

abraços e beijos

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 21/6/2009 15:55
sua opinião: subir
Adla Viana
 

ah se eu fosse marinheiro, era eu quem tinha partido...

Uma intertextualização e algum verso que me deu vontade de escrever ao overvento...

Parto comigo
tento invento
o contigo jás
o íntimo
mar adentro

Adla Viana · Vitória da Conquista, BA 21/6/2009 16:25
sua opinião: subir
Angela Lara
 

Pedaços!

Parto...
Mar a dentro.
Reinvento,
Parada.
Perdida no
Oco do mundo.
Submundo!
Imundo...

Porto!
Solidão da vida.
Parcas lembranças.
Esperanças...
Vinganças.
Coração Partido,
Perdido!

Parto...
Sempre do ponto
Equidistante.
Prenúncio de tudo,
Que existe
E que não tenho.
Mas anseio...

Porto!
Redemoinho,
Mar revolto,
Desejos,
Beijos ardentes.
Incandescente:
Pecado!
Linha do Equador.

Parto...
Caminho?
Ponto cego,
Nós truncados,
Amarrados.
Quebranto,
Desencanto.
Paraíso,
Perdido...

Porto!
Pecado lírico.
Momento...
Derradeiro.
Instante,
Inconstante.

Parto...
Concepção da vida
E da morte.
Solidão de tudo:
A partir de mim.
Visão,
Do nada!

Porto!
Sentimento vivo.
Fragmentos.
Do que um dia,
Foi completo.
Indiscreto...

Parto...
Do mar morto.
Desconforto!
Pleno medo,
Mistério...
Do império.

Porto!
Tempo vencido,
Esquecido.
Segredo da esfinge.
Enigma,
Saudade...

Parto...
Estranhos pedaços,
De tudo...
Que existe
E não compreendo:
Partidos,
Perdidos...

Porto!
Desconforto,
Esboço
Absorto.
Vivo no Esforço,
De volver.
E apenas Ouço...


Poeta José, gosto de versos soltos, compondo o poema de verdade. Este está muito bom. Parabéns!!!! Lido e votado!

Angela Lara · Porto Alegre, RS 21/6/2009 16:36
sua opinião: subir
Laura Neves
 

Amigo. Passei aqui e adorei. Reinícios? Segurança? desconforto?Esperança...Senti tudo isto ao ler o que passou em sua mensagem.
Maravilha. Abraços Fraternos. Laura Neves

Laura Neves · Vila Velha, ES 21/6/2009 18:24
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Ciro,
Há hora para partir e para ficar (porto). É uma dúvida que nos acompanha vez em quando. O complicado é quando queremos partir e não conseguimos os meios e quando queremos ficar e não encontramos segurança.
Gostei do trabalho.
Abraço,

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 21/6/2009 18:47
sua opinião: subir
Ferzinha
 

Parabens, lindas suas palavras...Td mto chocante...Bjuss

Ferzinha · Boa Esperança, MG 21/6/2009 18:57
sua opinião: subir
Agenor
 

Parabéns, Cycero

Um show de poesia!...
Feita por quem conhecedo assunto.
Prazerosamente votado
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 21/6/2009 19:59
sua opinião: subir
kfarias
 

Quando a parceria é de primeira, amiga, leal. Quando a inspiração e a divina melodia em forma de poesia surge no papel...
È isso que dá... Maravilhas poéticas.

kfarias · Águas de Lindóia, SP 21/6/2009 20:56
sua opinião: subir
menina_flor
 

Olá amigos poetas Cycero e AnaLu um belo encontro de vocês! Em um 'jogo' de versos entre o Parto/Porto - uma solidão, uma despedida, uma saudade...
Belo!

Bjos
Patty

menina_flor · Rio de Janeiro, RJ 21/6/2009 22:51
sua opinião: subir
Ailuj
 

Uma parceria que promete!!
Um beijo meu amigo conterrâneo

Ailuj · Niterói, RJ 21/6/2009 23:56
sua opinião: subir
Greta Marcon
 

Parto... Porto...
Pedaços, destroços, girando num redemoinho de saudades
e incertezas...
Parabéns aos dois
votado

Greta Marcon · Ponte Nova, MG 22/6/2009 00:50
sua opinião: subir
Vinícius Motta
 

Muito boa esta parceria... Parabéns duplo.
Votado.

Vinícius Motta · Rio de Janeiro, RJ 22/6/2009 02:47
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

como bom ler trabalho assim feito com maestria, parabéns.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 22/6/2009 08:28
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
raphaelreys
 

Os pequenos "nadas" são importantes. Muito mais do que os " tudo"!

raphaelreys · Montes Claros, MG 22/6/2009 09:08
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

esplêndido, Poetas !

Parti do seu porto...

abraço à dupla !

joe_brazuca · São Paulo, SP 22/6/2009 16:54
sua opinião: subir
Mirtes Carvalho
 

Queridos meninos José Cícero e Analu; Se continuarem juntando duas inspirações como a de vocês... Vão dar trabalho... Vocês são ótimos individualmente, juntos então, nem se fala!!!
Parabéns. Na nossa vida um mar de coisas acontecem. Se não tivermos portos, para ancorar e descansar, fica difícil viver.
Beijinhos e Parabéns. Mirtes Carvalho

Mirtes Carvalho · Rio de Janeiro, RJ 22/6/2009 17:34
sua opinião: subir
Marcelo ShytaraLira
 

Votado pela qualidade da Poesia.
abs

Marcelo ShytaraLira · São Paulo, SP 22/6/2009 19:27
sua opinião: subir
MaluFreitas
 

Poema profundo, sensível, intenso!
Amei! Beijos

MaluFreitas · Salvador, BA 22/6/2009 20:44
sua opinião: subir
Naeno
 

Um belo e técnico poema. Cadenciado, uma letra para uma música, quem sabe.
Voto, com o meu prazer.

Naeno Rocha

Naeno · Teresina, PI 22/6/2009 20:58
sua opinião: subir
Nerito
 

Simplesmente lindo. Um poema que vai e volta como as vagas do mar. Um texto que fala do eterno desejo de retorno e de partida. O espírito humano que o impulsiona a seguir, mas que o faz querer também chegar. Abraços!

Nerito · Belo Horizonte, MG 22/6/2009 23:46
sua opinião: subir
Zeca Avelar
 

Booommm Diaaa menino José Cycero
Booommm Diaaa menina Analu!


Adoro as sutilezas da lingua, a brincadeira com as palavras, significados e significantes, quais este Parto e Porto com sua Parte de sentimentos que fluem qual a onda do mar que beija o cais do Porto e Parte saciada...

Parabéns e obrigado por nos premiar com essa belíssima arte-sensibilidade!

ZKrinhoZamenT
ZecaFeliz - gaDs!

Zeca Avelar · Florianópolis, SC 23/6/2009 02:22
sua opinião: subir
Daniele Boechat
 

LINDO!!! Adorei a união dos poetas e a partida de seus portos para o destino da posia. Bjs.

Daniele Boechat · Rio de Janeiro, RJ 23/6/2009 12:21
sua opinião: subir
Dito Venéreo
 

o parto
com muita
palavra
no trilho

Dito Venéreo · São Paulo, SP 24/6/2009 01:35
sua opinião: subir
Vasqs
 

Estranhos pedaços,
De tudo...

Também não compreendo isso de separação, de partida, de despedida,...
Vale a união dos dois poetas. Parabéns.
Vasqs

Vasqs · São Paulo, SP 24/6/2009 19:32
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Lindo, cadenciado, lê-se como que andando a galope, e no estilo
bem instigante.
abraço
andre

Andre Pessego · São Paulo, SP 28/6/2009 20:54
sua opinião: subir
camuccelli
 

Uns pedaços de cada um.

camuccelli · Rio de Janeiro, RJ 29/6/2009 15:39
sua opinião: subir
Bruno Resende Ramos
 

Bem estruturado e consistente. Belo poema.

Bruno Resende Ramos · Viçosa, MG 1/7/2009 10:53
sua opinião: subir
Zemh Teixeira
 

Essa dupla vai longe...!
at.
z.
.

Zemh Teixeira · Belo Horizonte, MG 18/7/2009 02:45
sua opinião: subir
Poeta Malume do Brasil
 

Olá poeta Cícero, parabéns pela tua poesia, vais ganhar meu voto! Veja meu artigo sobre o amigo e deixa teu voto! Abraços, poeta Malume!

Poeta Malume do Brasil · Fortaleza, CE 21/7/2009 19:52
sua opinião: subir
ayruman
 

De fragmentos em fragmentos, vamos aprendendo e crescendo com as oportunidades que a Vida nos presenteia.
Luz e Paz no Coração. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 13/10/2009 23:07
sua opinião: subir
wam nick
 

Muito massa. Gostei, votei e volto sempre que tiver um tempo pra curtir tua poesia. Abraços. Continue.

wam nick · Recife, PE 26/10/2009 14:02
sua opinião: subir
AnaLu Freire
 

Fiz essa releitura do poema do José Cycero em 2009, saí do Overmundo e agora volto com o sobrenome de minha mãe(tem tanta AnaLu Fernandes que quase não conseguia me achar, resolvi mudar o sobrenome) e parece que foi escrito hoje. Sempre me envolve e atinge o alvo! Saudades do Cycero!

AnaLu Freire · Rio de Janeiro, RJ 28/1/2013 03:50
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados