Penhora poética

1
Abel Sidney · Porto Velho, RO
5/8/2008 · 66 · 11
 

Não temos letras de câmbio
Dólar, euro ou mesmo real
E se assinamos letras promissórias
(que promete não sei exatamente o quê)
É por imitação do ato de autografar
Pois mal sabemos das implicações
Que estas letras de trocas e de promessas
Possam nos acarretar...

Sei que ao assinar estes documentos
Tal ato, legalmente expresso em claro texto
Pode nos levar ao que se chama de “protesto”...

E não é um “ato de protesto” dos que reivindicam
Mas é constrangimento – nos obrigando a pagar
Mesmo que nada tenhamos com o que resgatar

Enfim, o assunto é difícil de tratar
Por isso as pobres rimas a atestar
O que tenho acabado de expressar

Proponho, sem conhecimento de causa
Num só fôlego, sem pausa, com pressa:
Penhoremos nossos poemas,
Nossas crônicas, ensaios
E tudo o que mais pudermos
Bem alto pendurar

Se a penhora é intervalo, um ato de suspensão
Até que um dia alguém nos avise
Que temos “algo a acertar”
Penhoremos também nossos suspiros,
Certas ansiedades, sonhos, as fantasias
Alguns gramas de loucura
Ou de lúcida e terna alegria
Pois que a nós poetas
Só nos resta mesmo isso:
Tecer sem cessar na roca da paciência
Os fios da esperança
De que um dia arranquemos do penhor
Nossas tão raras jóias –
Aquele soneto já quase esquecido
Uma crônica escrita às pressas, mal polida
O testamento poético inacabado ou
Ainda aquele retrato esboçado em breves traços:
Traços do sofrimento de uma vida bem vivida.

Sobre a obra

Breve espasmo poético IV - 27 abril 2007

compartilhe



informações

Autoria
Abel Sidney
Downloads
274 downloads

comentários feed

+ comentar
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

gostei do texto.parabéns.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 5/8/2008 20:05
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Muito boa metáfora de penhora aos sentimentos...um súbito recolher o bem a apreciação. parabéns
votos e abraços

Cristiano Melo · Brasília, DF 6/8/2008 21:06
sua opinião: subir
Abel Sidney
 

Grato W. Marques, pela força de sempre.

Dessa vez não tive tempo nenhum para convocar os overmanos!

Valeu, Cristiano, pela apreciação crítica.

Abraços

Abel Sidney · Porto Velho, RO 6/8/2008 21:52
sua opinião: subir
Pedro Monteiro
 

Pois é, amigo Abel, quem disse que a vida de poeta é só de tristeza! O João Guimarães Rosa - receitou: "poesia é remédio contra sufocação".
Um abraço

Pedro Monteiro · São Paulo, SP 6/8/2008 22:09
sua opinião: subir
Abel Sidney
 

Oi, Pedro,

Pois é, que bom remédio é a poesia. O fazer poético é terapêutico, catártico e consegue curar muitas ziquiziras do corpo e da alma: dizem que cura até asma, bronquite e celulite... A despeito da rima sequenciada e pobre, vale a pena conferir!

Abraços

Abel Sidney · Porto Velho, RO 6/8/2008 22:23
sua opinião: subir
Denise A Souza
 

Adorei! Bjs. Dê

Denise A Souza · Guaratinguetá, SP 6/8/2008 22:33
sua opinião: subir
Abel Sidney
 

Grato, Denise.

Espero conhecer também o seu acervo poético.

Abraços

Abel Sidney · Porto Velho, RO 6/8/2008 23:05
sua opinião: subir
Thiers
 

Breve espasmo poético cheio de dor. Uma dor inteira sem meias palavras sem rebuscamento. Abel eu gst dessas coisas simples..

Penhoremos também nossos suspiros,
Certas ansiedades, sonhos, as fantasias
Alguns gramas de loucura

Que coisa bonita!

>>>

Dizem q faço poemas rebuscados, difíceis.. mas n é nada disso, eu nem penso qdo escrevo, as letras me escrevem e solto os gemidos qu posso.

meus mais sinceros parabéns companheiro.

Thiers R >

Thiers · Rio de Janeiro, RJ 6/8/2008 23:51
sua opinião: subir
Georgina Maria
 

Olá amigo Abel, estou aqui a convite do Pedro Monteiro.
E adorei teu texto.
É muito poetico e tem conteúdo muito rico.
Abrços

Georgina Maria · São Paulo, SP 7/8/2008 00:17
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Bela poesia, plagiando a Ulisses Guimarães, "ma poesia cidadã",
muito instigante,
abraço, abel
andre.,
obrigado ao Pedro Monteiro pelo aviso

Andre Pessego · São Paulo, SP 7/8/2008 05:59
sua opinião: subir
victorvapf
 

Esta penhora vai render juras de amor...abraços

victorvapf · Belo Horizonte, MG 7/8/2008 09:06
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados