PERGUNTAS E RESPOSTAS AO ACASO...

1
LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP
24/11/2007 · 80 · 5
 



PERGUNTAS E RESPOSTAS AO ACASO...

( Lailton Araújo )



1) SOMOS O QUE SOMOS?

Poderemos ser qualquer coisa. A modificação começa no conflito do eu próprio e o eu impróprio...


2) NADA SE TRANSFORMA?

A transformação depende da educação e respeito mútuos. A união faz a força e traz a alegria - se houver cooperação...


3) DEVEMOS CUMPRIR O QUE FOI OU ESTÁ ESCRITO?

Tudo o que o ser humano escreveu pode ser cumprido, comprido, contestado ou apagado. Atualmente alguns “deletam” ou delatam.


4) ESTAMOS SOZINHOS?

A vida, o tempo e o mundo racional - ou irracional - são complexos. Às vezes estamos acompanhados ou desacompanhados... A existência humana é diferenciada. Pensamos e achamos que somos os únicos seres pensantes... É o pensamento de quem pensa que sabe tudo! É a rotina da construção e destruição dos pensamentos de outros seres: pensantes e não pensantes.


5) AMIGOS E AMIGAS EXISTEM?

Os verdadeiros amigos e amigas mostram solidariedade nas horas difíceis. Os falsos elogios massageiam o ego no jardim florido. Mas, se existem flores - podem existir espinhos. Qual é o amigo ou amiga que tocará neste espinho sem o temor de um ferimento?


6) O QUE SÃO DEUSES OU DEUS?

A mitologia, a filosofia, e a religião de cada povo do planeta Terra, tentou e tenta explicar tal questão. Os olhos da ciência, a observação empírica e a direção política de cada país mostram caminhos da conveniência ou da inconveniência, na manipulação da crença em um Deus ou Deuses.

Talvez Deus ou os Deuses sejam mais simples do que pintamos, escrevemos ou endeusamos. O ser humano pode ter criado um Deus ou Deuses, grandiosos, onipotentes, onipresentes, juízes, advogados - e às vezes: carrascos. Será que Deus ou os Deuses precisam de templos ou tempo, e de mídia ou teatro?


7) O QUE SÃO ANJOS?

Se o tempo do verbo for o presente... Os anjos são os amigos do bem, os internautas, os esportistas, os músicos, os intelectuais e não intelectuais, os médicos, os poetas, os escritores, nossos pais, nossos irmãos, nossos filhos, nossos avós, nossos tios, nossos professores e os espíritos que não sejam de porcos. Se houver qualquer dúvida... Pergunte a Deus ou aos Deuses.


8) OS ANJOS SÃO PERFEITOS?

A perfeição pode ser conquistada. Não deveria ser o ponto final de chegada! O Universo está em expansão! O conceito é o caminho do preconceito! A evolução é gradual. Requer tempo, mutação e aprendizado. Perfeição e verdade são palavras primas da arrogância. Será que não são palavras inimigas da observação, não alienação, liberdade e sabedoria? Se os anjos fossem perfeitos, não precisariam de asas... Voariam sem elas. Os anjos são anjos! Não são Deuses, nem Deus!

compartilhe



informações

Autoria
Lailton Araújo
Ficha técnica
Crônica, Ensaio, Pensamento ou Viagem...
Downloads
365 downloads

comentários feed

+ comentar
Cintia Thome
 

Lailton já havia lido.
sempre apresentando textos e mais textos...
Você tem coisa boa Lailton
O teu CD é o máximo...
abçs

Cintia Thome · São Paulo, SP 23/11/2007 17:36
sua opinião: subir
Edson Marques
 

Lailton,


belíssimo o teu texto!

Abraços, flores, estrelas..

http://mude.blogspot.com
.

Edson Marques · Guarujá, SP 23/11/2007 17:46
sua opinião: subir
PIERROFXZ
 

Ola pssoa!!
Vivemos na constant das perguntações...
Spero poder ler mais d sua forma d expressar.
Se puder dar confers na minh forma d expressar:

http://www.overmundo.com.br/banco/com-papel-preto-no-branco

Muit obrigdo
At +, 1 abrço.

PIERROFXZ · Lages, SC 23/11/2007 18:26
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Lailton:

Como é bom perguntar ao poema!
Seja no sol ardente ou no luar enebriante...

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 24/11/2007 13:25
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


RUMOS CULTURAIS... FALTAM BÚSSOLAS

( Lailton Araújo )


Os navegantes do “Oceano Atlântico” tentam descobrir o segredo das tempestades, calmarias, ondas, marés e águas navegáveis, neste lado continental. Talvez não conheçam a geografia destes mares. A nação da análise é Brasil ou Brazil?


Estando em qualquer porto seguro, as naus dos descendentes lusitanos, franceses, ingleses e holandeses, caminham na escrita em 2007. São textos, poemas, letras e rascunhos. As criações literárias são livres! Não podem ser vinculadas aos interesses comerciais dos anunciantes nacionais ou internacionais. Muito menos: multinacionais. Sem quaisquer dúvidas: esse pedaço de chão (cagado e cuspido) pode precisar de uma revolução meio “dente por dente (x) nota por nota (x) letra por letra”. Por aqui existem poetas, compositores, letristas, músicos, fotógrafos e outros aprendizes sérios. É a maioria! A outra parte - pode ou não - está usando o lema: "tenho que me arrumá, senão, perco meu barquinho!” Desculpem a sinceridade! O mar já não é de marinheiro de primeira viagem! Quem não lembra do refrão: “Marinheiro, marinheiro (Marinheiro só)... Quem te ensinou a nadar... Ou foi o tombo do navio... Ou foi o balanço do mar...” (Bi Ribeiro/João Barone).


Muitas obras culturais - da antiga “Terra de Santa Cruz” - são originais. Aquelas tão comuns, massificadas, com a assinatura da mediocridade - ajudam ou não - no nascimento natural de uma concepção artística duvidosa, não crítica, que não recebeu crítica, e que jamais receberá crítica. Quem navega em tal mar poderá se afogar na monotonia; sonolento; em mar calmo. A viagem literária - às vezes - é previsível ou imprevisível. Depende da condução do capitão e marujos da embarcação. Como escrever sem colocar palavras ovais e frases triangulares? Aqui é América do Sul. O Caribe fica lá em cima! Se existem léguas ou milhas marítimas é uma questão de história? Qual é a praia ou litoral? Eles são de fora... “Eu não sou daqui (Marinheiro só)... Eu não tenho amor (Marinheiro só)... Eu sou da Bahia (Marinheiro só)... De São Salvador (Marinheiro só)...” (Adaptação de Caetano Veloso).


Entende-se que o objetivo é a meta necessária. O subjetivo lembra a arte. Chocar um ovo pode ser arte? Depende da ave! Ave César! Ave de rapina! Ave-da-avenida! Ave Maria! Quebram-se as formas! Rompem-se os conceitos e preconceitos! Talvez, aconteçam mudanças! As formações culturais das elites brasileiras soam como afronta ao simples, verdadeiro e genuíno. Será que os povos do Brasil sabem o que é cultura? Monteiro Lobato e Amacio Mazzaropi fazem falta!


Onde estão os artistas independentes? Será que não se afogaram nos patrocínios estatais do país? As MTV's diárias concorrem com as linguagens das TV’s digitais abertas! E haja amor, chavões, carrões e algumas bundas com silicone! É cultura “cult”, curtida, malhada, de melodias fáceis, harmonias baratas e letras esculachadas. Os brasileiros e brasileiras sentem tesão por bumba! É normal! São formas de mídia, comunicação, música, literatura e sacanagem - sobrevivendo - no mercado do MP4! As gravadoras tornaram-se gravadores caseiros e que computam prejuízos. Os novos direitos autorais dos que criam, já não são garantidos. A internet mutilou a criação do autor? “É a vida, é bonita e é bonita...” (Gonzaguinha).

Abraços.

Lailton Araújo


LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 30/11/2007 22:35
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados