PERPETUO AMOR

1
Cau Santana · Barreiras, BA
14/8/2009 · 13 · 16
 

PERPETUO AMOR

Foi assim...
Ante um tumulto que envolvia-me,
foi quase sem querer.
Um beijo roubado, antes recusado,
mas que penetrou em meu ser.

Depois outro encontro...
A surpresa de ver-te deixou-me assim...
sem entender meu querer.
E quando te vi, os nossos olhos
refletiram a vontade de viver.

Passaram-se os dias e cativaste o amor
e fizeste renascer o que o tempo
encarregara de esquecer.
E nasci novamente em teus braços
que despertaram em mim a chama do prazer.

Enfim latejou nas veias, explodiu no coração
a alegria de viver.
Foste como um bálsamo aliviando as chagas
que ainda estavam a nascer.

Senti o teu amor... o meu amor...
e novamente descobri que neste mundo
ainda existem sentimentos capazes de
transformar dores em flor.

Me entreguei sem barreiras
e de braços abertos voltei a falar de amor.
E eu te amei e você me amou.

Se não o mereço e não puderes seres meu,
tenha certeza de que nesta vida existiu alguém
onde deixaste rastros teu.

Porém, se merecermos este dom,
leve contigo este amor
que vingou em solo bom.
E se na vida com ele conviver, terás
a oportunidade de ver teu fruto renascer.

Deus bem sabe o que é o amor,
pois se preciso for, esquecerei as feridas,
levarei a saudade e renunciarei teu amor.

Muitas vidas existem,
e se nesta não fores meu,
desejo que sejas feliz, mesmo que eu
não esteja nos braços teus.
Poderá ser minha sina, levar comigo esse amor,
um amor que não morreu.


Claudia Soares Santana
17/07/1991

Sobre a obra

PERPETUO AMOR

Foi assim...
Ante um tumulto que envolvia-me,
foi quase sem querer.
Um beijo roubado, antes recusado,
mas que penetrou em meu ser.

compartilhe



informações

Downloads
246 downloads

comentários feed

+ comentar
Doroni Hilgenberg
 

Claudia,
que beleza de epoema
Amar assim é mágico,
é uma doação.

existimos porque esse amor existe
e não importa o que aconteça,
a ele só queremos a felicidade.
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 12/8/2009 19:12
sua opinião: subir
graça grauna
 

...que seja eterna esa vontade de viver. Gostei do poema. Bjos. Grauninha

graça grauna · Recife, PE 12/8/2009 23:18
sua opinião: subir
Cau Santana
 

Bjs pra essas lindas poetisas.

Para mim os amores são sempre perpetuos, pelo menos enquanto duram. E saber aceitar com resignação seus términos é ter a oportunidade de sofrer menos para viver outros amores, onde os sentimentos se transformam em lembranças eternas para compor nossa história.
Bjsssssssssssss

Cau Santana · Barreiras, BA 13/8/2009 08:40
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

O amor qdo chega faz ate os poros sorrirem,
depois explode e arrasa qualquer coisa dentro
e aprendemos o equilibrio.....e o alojamos em outro olhar.
né não?!
Amor perpetuo?! só qdo correspondido....do contrario, a gente sofre um bocado e depois transfere a outro e a outro e a outro......a fila anda, rsrsrsrs

gostei, apesar do sentimento disperso.

bjssssss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 13/8/2009 10:58
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Cau,

Belo poema. O amor sempre suscita belas inspirações. Neste mundo ainda existem sentimentos capazes de transformar dores em flor, espinhos em pétalas.

Parabéns !

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 13/8/2009 11:54
sua opinião: subir
raphaelreys
 

A alma é escrava do amor!

raphaelreys · Montes Claros, MG 13/8/2009 13:01
sua opinião: subir
Dayvson Fabiano
 

Cau, minha linda ruiva poética, que poema doce e belo. Pôxa, fico tão feliz de ti ler. Percebo que andas postando poemas antigos, como vc revivesse coisas do passado...E hj? Como anda teu coração? Acabamos entrando nas intimidades dos outros quando as ler-mos, a poesia nos proporcionam isso e é fascinante. Amo ler vc. Abreijos!!!

Dayvson Fabiano "Imorrível" · Recife, PE 13/8/2009 15:47
sua opinião: subir
mochiaro
 

Claudia nossa Cau
Um amor nasce num lugar onde uma esperança não existe tal como uma terra árida sem vida.
Mas num momento uma semente foi deixada cair do bico de um beija flor e ali germinou com a chuva mandada por Deus.
Germinou, e floriu: germinou e deu frutos; germinou e marcou presença.
Os frutos sabemos que tem o gosto e o sabor de quem soube provar e, em voce ficou o nectar desse prazer.
Quem colheu, alimentou e partiu sabe que sabores outros não vai encontrar jamais.
Quem sabe se debaixo dessa sombra não haverá novas colheitas.
A Claudia Campello, digo: asssim com essa fila tão extensa está parecendo uma fila dos desempregados no amor.
Um beijo perpetuo

mochiaro · Rio de Janeiro, RJ 13/8/2009 16:11
sua opinião: subir
kfarias
 

Se o amor veio, chegou, vamos vive-lo como se fosse o último; se o amor se vai, como o vento, que va em paz e que consigamos por o coração em ordem e nos preparar para uma nova emoção...
Assim é a vida até que um dia, bem de repente, nos traz aquele amor, que envelhecerá com a gente, gostoso que nos transforma, como o vento...
Parabéns!
Não desanime e ão tranque seu coração, não julgue nada, apenas entenda que foi um crescimento, um grande e maravilhoso aprendizado...
Abraços.
k.

kfarias · Águas de Lindóia, SP 13/8/2009 19:33
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

falando de amor, um maravilhoso trabalho, abraçossss

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 14/8/2009 11:17
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
joe_brazuca
 

beijos roubados são um problema sério...rsrs

muito legal, Poetisa !

um beijo ( autorizado...rsrs)

joe_brazuca · São Paulo, SP 14/8/2009 15:57
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

voltando
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 14/8/2009 16:10
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Cau,

Vo(l)tando !

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 14/8/2009 18:48
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

risos ao comentario do meu querido poeta Mochiaro......rs
.....o amor pode ser perpetuo e com certeza é transferivel!
foi isso que eu quis dizer, rsrs
com a fila anda... e anda...e anda..... e um dia BUMMMM acontece! rsrs
...
bjssssssssss Cau!

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 14/8/2009 22:28
sua opinião: subir
Gabriel Rübinger
 

Muito lindo...

Gabriel Rübinger · Brasília, DF 23/8/2009 16:05
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Barbáro. Este amor que lateja, doa, mas se preciso desligamento haverá de ficar o fio do incondicional...a lembrança, o bem que foi e fará ..

abs

Cintia Thome · São Paulo, SP 11/10/2009 16:07
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados