POEMA NADIFICADO

Camila Furtado
1
Benny Franklin · Belém, PA
11/12/2007 · 122 · 6
 


Foto: Camila Furtado/Flickr/Creative Commons

I

Reconheça-se a fala,
Poema quase,
Do que sobrou de sobrepostas palavras,
Pedes-me paga!

- Teu corpo atrai lonjuras...

O estojo de mim
Não suporta ver o ruminar das rosas
Adejando sobre o vomito escaldante de ti,
Apenas exige que a fomedez do perfume,
Desabroche o cio da madrepérola despetalada,
Desvagine-a! Entorne-a.

Os queixumes
Dobram-se ao nível do lodo
E guardam-no para a ultravida
O que há em cada palavra.
...................

II

Sombra! Sombra!
Leva-o nas tuas asas a boca de mira,
Que as rugas indultaram no mutilado recurvo.
Atroz front de rebeldia que se morre...

Ângulo da face
Que não satisfaz a nadificação do carrasco,
Apenas exige que aja confinamento,
Desentupa-se de ruídos...
Cubra-se de nada.
...................

III

Pedes-me paga
Do que sobrou dos coitos retorcidos!
- Meus olhos não conjeturam segredos.
Agora tremo.
E agora choro.

A gordura a ser queimada
Não condiz com o pulso recozido,
Sequer enquadra-se ao que o pontapé desfere,
Ou ao que o nutrimento da garganta prefere,
Apenas suplica que não nos harmonizemos
Com a desembocadura da fala,
Tampouco a desnude!
Ou talhe-a.
...................

IV

A parábola é já entreaberta
- Manta ejaculada em partes comedouras.
Age como os gemidos do tálamo
Com a subserviência dos rostos em série
Ante a dificílima
Crucifixação da partida.

Benny Franklin

compartilhe



informações

Autoria
Benny Franklin
Downloads
235 downloads

comentários feed

+ comentar
joão neves
 

deixo que o nada entre em mim quando leio o seu poema
joão ayres
votado
muito bom
www.joaoayres.com

joão neves · Niterói, RJ 9/12/2007 15:06
sua opinião: subir
j.alves
 

Muito bom Benny. um abraço.

j.alves · São Paulo, SP 10/12/2007 20:32
sua opinião: subir
Felipe Henrique
 

Gostei muito Benny, parabéns!!!...
abraços.

Felipe Henrique · Mesquita, RJ 10/12/2007 21:28
sua opinião: subir
Mansur
 

Nada, nada, nada, nada...do que eu pensava encontrar.
Insuflação de nada, faz bem ao espírito.
Pois, continuemos...lindo poema.
Mansur

Mansur · Rio de Janeiro, RJ 12/12/2007 15:08
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Benny:

Cubro-me do nada
de nada que sou
Precisa mais?

Admirável!

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 13/12/2007 22:19
sua opinião: subir
carlos magno
 

Belissimo como todos os teus poemas meu amigo Benny. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 15/12/2007 21:17
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 26 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados