POEMA SEM NOME (GESTO)

1
Armorizzi · Rio de Janeiro, RJ
12/3/2017 · 0 · 0
 

Amostra do texto

Quando eu era molequinho,
perguntava a meus pais:
- Mosca pia, vaca voa?
Eu era ingênuo, infantil,
mas hoje, sou adulto,
por isto, para mim, tudo quero,
por desejo, odeio, amo e venero,
muita coisa construo, destruo, adultero,
às vezes, sou,
por vezes, não sou tão sincero ...


Para mim, quando menino,
mosca piava, vaca voava,
para onde eu pedia, o mundo girava ...
Hoje sei que ave pia e voa,
que avião voa e cai, no campo,
na rua, na praça,
com graça até do amor,
que às vezes não vem ...


Permita que mosca pie,
e que vaca voe,
para que a voz ingênua,
baixa e calma,
mas pura e perfeita da alma,
em nosso velho mundo, ainda ecoe.

Roberto Armorizzi

Sobre a obra

Poema para um mundo melhor.

compartilhe



informações

Autoria
Roberto Armorizzi
Ficha técnica
Desenho, pintura, escultura conceptual, fotografia, literatura, música
Downloads
22 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 33 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados