Projeto poeta

O tempo e seus íngremes caminhos - montagem sobre imagens: Wander Motta
1
W@nder · Rio de Janeiro, RJ
17/4/2008 · 227 · 57
 

Amanheceu diferente
Havia um zumzumzum no ar
O povo domingueiro comumente atarefado parecia extasiado
Era dia de festa: dia do nascimento do poeta
E gente e mais gente surgia
De anormais a artistas, circenses malabaristas,
crianças carameladas, dançarinas descasadas,
doentes desenganados, bêbados excomungados,
doutores engravatados, motociclistas tatuados de caravanas desertados...
:
Analistas de sistemas, os mais conceituados especialistas, complexo sistema elaboravam
Cálculos binários efetuavam, tempos, sóis e luas mediam. O tom azulado do mar mesclavam ao tênue brilho etelar...
Colhiam gotas de orvalho, captavam brisas, tempestades, calmarias...
Na internet pesquisavam páginas da vida, de dor, prazer, esperança, fantasias...
Baixavam angústias, ideais, desconfianças, melancolias...
:
E, finalmente, juntaram os cálculos,
as análises, as meditações, escrituras e leituras
Programadores ansiosos em excéis formularam
Digitadores, às pressas convocados, furiosamente planilharam
e testaram...
mas, não rodou...
novamente testaram...
travou, nada funcionou...
:
Uma confusão se estabeleceu...
Como assim o poeta não nasceu?
O que havia de errado, quem seria o culpado?
O programador descompensado, o digitador apressado ou o povo aglomerado?
A máquina inoperante ou o sol escaldante?
E, sob protestos, surtos, vaias
um cartaz foi afixado:
:
:
Vírus no sistema encontrado
Projeto Poeta abortado

Sobre a obra

Um conto-poema que passa bem longe do lugar comum e mais ainda dos convencionais anti-vírus...

(...) Os mais conceituados especialistas, complexo sistema elaboravam, cálculos binários efetuavam, tempos, sóis e luas mediam
e mesclavam o tom azulado do mar ao tênue brilho estelar
e colhiam gotas de orvalho, captavam brisas, tempestades, calmarias...

compartilhe



informações

Autoria
Wander Motta - 15.04.2008
Downloads
353 downloads

comentários feed

+ comentar
Lili_Beth*
 

Belo e profundo Wander ... Muita introspecção ao olhar poético de um poeta quer queira ou não... Só para quem pode ... Você!
O poeta foi atravessado pela força das palavras... Se um dia ele soubesse como seria, talvez emudecesse para não sentir dessa forma inefável.
Projeto poeta poderá ser abortado em utopias, mas existe uma equipe de especialistas que estão por perto com uma montanha de papel texturizado e uma boa caneta tinteiro.
Mãos a obra! O poeta nasce a cada novo poema. Prematuro? Quem disse que os prematuros não ficam fortes e lindos!!!???
Ele está bem vivo e presente nesse teu belo poema.

Beijos_Meus*
*


Opssssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!
O anti_vírus buscado ... Encontrado ... Eficaz ao tratamento.
O projeto poeta viverá!

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 15/4/2008 18:19
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Em tempo:

A sua montagem da imagem está perfeita. O exagero do surrealismo, impregnado de cor e realismo fragmentado.
O tempo não pára, mas pode passar do tempo e seguir por caminhos(des)conhecidos aparentemente... Aparências...
Muito bom!

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 15/4/2008 18:36
sua opinião: subir
Raiblue
 

Perfeito,meu querido!!
Excelente resposta para algumas discussões q estão acontecendo por aí...adorei!!
Projeto poeta ? Claro que ele não aconteceria mesmo, pois a poesia não pertence à área científica...seu terreno é outro... muito além
de um plano cartesiano....Palavras não foram feitas para ser calculadas...palavras devem ser sentidas...escorrer sobre a pele dos sentidos...correndo todos os riscos de tudo que é incalculável..., mas é esse 'correr riscos' que gera toda emoção e faz brotar o poema ...esse rio sem margens...que não pode ser represado por cálculos...poeisa é rio correndo pro mar...
Em mim ela acontece como um transe...essas são as minhas melhores poesias....,já nascem praticamente prontas..; quando começo a pensar demais sobre o que estou escrevendo,já estou calculando,e quase sempre rasgo esses rascunhos...O meu processo de criação se dá assim, e é assim que eu acredito que nascem as poesias mais bonitas... a gente sente ,ao lê-las, que elas
fluiram mesmo como um rio...pura emoção...puro vôo...sem parapente...eheheh
Parabéns,meu querido W@nder, vc é brilhante!

besitos bluezeninfinitos...
Rai...blue

Raiblue · Salvador, BA 15/4/2008 18:55
sua opinião: subir
Raiblue
 

Tambem amei a imagem...o tempo e suas fragmentações calculadas...roubando-nos a possibilidade de sermos inteiros em nossa emoção ...em nossos sentimentos...
Bravo!!
Aplausos pra vc,querido...te adoro!!
Besitos in blue....
Rai...blue

Raiblue · Salvador, BA 15/4/2008 19:00
sua opinião: subir
alcanu
 

Pois é, W@nder, deu pau !
Pessoalmente até dou graças a Deus.
Poeta tem de nascer de parto normal, mesmo, no máximo cesárea, mijar & cagar até uns dois anos nas fraldas e depois se tornar autônomo, entrar na escola, ser um bom aluno, depois adolescer e começara encrenca, ir contra quem tá errado, apoiar quem tá certo, querer por o amor acima de tudo, ser chamado de viado se não é, quando for viado mesmo, ser criticado por isto, etc, etc, segue-se uma lista interminável de itens que quatro mil e tantos caracteres seriam insuficientes para relatar !
Agora, se desse pra sintetizar, iam vir falando japonÊs, certas palavras tipo saudade não estariam programadas, teria que fazer algum tipo de backup...
W@nder, continuemos do jeito que está.É mais cruzeiro !
Um forte abraço !
Alcanu !

alcanu · São Paulo, SP 16/4/2008 09:54
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Meu querido poeta, Wander!
É óbvio que seria abortado, rsrs
O simples gostar não transforma alguém em poeta... é preciso ter nascido com o dom de poetar....,
(haja visto, minhas tentativas frustrantes...rsrs)
Transcrever as emoções e fantasias, jogar com ritmo e rimas ,brincar com as palavras, e ainda encantar quem o lê...não é mesmo p/quem quer, mas p/quem já tem alma de poeta...
Excelente! Parabéns!
Beijooss...


Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 16/4/2008 10:56
sua opinião: subir
raphaelreys
 

O poeta é um filho das estrelas meu caro Wander!São manipulações da alma plástica em devaneiros. Beleza!

raphaelreys · Montes Claros, MG 16/4/2008 14:08
sua opinião: subir
victorvapf
 

Wander, pode ate nascer um poeta, com rima de pe quebrado, sem sentimento, sem inspiração. A maquina um dia ficara bem aperfeiçoada, mas sempre haver'a um para apertar o botão, mas poeta mesmo, nunca saira de la...Parabens pelo texto!

victorvapf · Belo Horizonte, MG 16/4/2008 14:49
sua opinião: subir
Patipetista
 

Tô rindo ...poesia maluca como também gosto !!!

Patipetista · Taboão da Serra, SP 16/4/2008 15:15
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Wander,
Seu texto nos remete para poetas e 'pseudos poetas'.
O poeta abortado é aquele que nunca foi nem será poeta.
Poeta é algo diferente e pleno. O poeta já nasce poeta.
Com o tempo amadurece e adquire conhecimentos.
Caso não perceba seu dom ou mesmo não se dedique a ele, também não será poeta.
Poeta é trabalho, disciplina, inspiração, conteúdo.
Arquitetura de imagens. Conhecimento da linguagem.
Bastante pertinente seu poema, com enredo e beleza poética.
Beijos,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 16/4/2008 15:18
sua opinião: subir
brigitte
 

W@nder, reflexão exemplar, sobre ser poeta. Acredito que poeta é impossível de ser fabricado, projetado, limado e editado. Poeta está na obra que cria, ele é a obra e o poema é ele. Ambos se inspiram e se miram. O momento da criação poetica é exuberancia, é majestade de alma e de vivência.
Fascinante o poema e a reflexão!

brigitte · Goiânia, GO 16/4/2008 17:29
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Pois é W@nder, por mais que tentem, fabricar o poeta é impossivel. A poesia verdadeira vem da alma, e nada pode mudar isto...
Brilhante!
bjos.

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 16/4/2008 19:33
sua opinião: subir
carlos magno
 

Muito bom meu poeta W@nder e o desfecho então nem se fala , ficou porreta. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 16/4/2008 20:26
sua opinião: subir
Branca Pires
 

Oi Wander, apesar de emperrado e do VÌRUS no sistema, o poeta foi feito e é de carne e osso, rsrsrs.
Ai está o poeta e a poesia!
Abraços

Branca Pires · Aracaju, SE 16/4/2008 20:57
sua opinião: subir
Ailuj
 

tudo ja foi dito,,,
Um beijo e vo[l]to

Ailuj · Niterói, RJ 17/4/2008 10:04
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Wander:

Tempo real ... Tempo porvir ... Tempo (a)temporal ... Tempo ... Há!
Perfeita sintonia que segue a imagem surrealista e aponta um (des)atino para um futuro com realidade, mesmo que o real se imponha e trans_ponha , “o sujeito desejante” vai superar e ver as palavras brilharem.
O que está inscrito é de uma beleza singular ... Aquela que vem de um lugar que não está no mapa ...
Poeta atravessado pelo desejo do bem_dizer e faz acontecer em palavras (que o vento não leva) e certezas que a ele pertencem.
Há um belo percurso aguardando ...

Beijo
Beijo
Beijo
Beijos_Meus*
*

VO(L)TADÍSSIMO!!!

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 17/4/2008 14:01
sua opinião: subir
Ailuj
 

voltei e votei
sucesso!

Ailuj · Niterói, RJ 17/4/2008 14:03
sua opinião: subir
W@nder
 

Lili, primeiríssima, obrigado.
O poeta do projeto nem chegou a nascer, talvez ele esteja em quarentena em alguma subpasta e de lá só vai sair quando o pc for formatado.
Convocarei os especialistas.
Beijos.

Raiblue,
Talvez até consigam fabricar um poeta... jamais a sua essência... as palavras não serão sentidas, nem escorrerão pela pele dos sentidos...
Obrigado.
beijos.

Alcanu,
pois é... vamos deixar do jeito que tá... vai que os japas têm essa idéia...
Abraços.

Yasmin,
gostar da poesia já é um grande passo... e você gosta muito.
Esse projeto foi abortado, mas o poeta está vivo...
Beijos.

Raphael,
grande definição do poeta... guardarei.
Obrigado,
Abçs.

Victor,
é isso mesmo... poderão fabricar o poeta mas a sua rima será fria... máquina que é.
Abçs.

Pati,
um pouco de maluquice é bom e eu também gosto.
Abçs.

Regina Lyra,
Obrigado pelos comentários... é verdade, não conseguirão em tempo algum fabricar inspiração e sentimento.
Beijos.

Brigitte, Nydia, Carlos Magno, Branca, Ailuj...
Obrigado por comentarem.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 17/4/2008 14:12
sua opinião: subir
Alice Poltronieri
 

Oi Wander!

...Vírus no sistema encontrado
Projeto Poeta abortado


Inda bem.
votado

Alice Poltronieri · Porto Velho, RO 17/4/2008 14:24
sua opinião: subir
Lena Girard
 

Vírus nenhum conseguirá abortar os projetos-poeta que estão por vir. É só ler o teu belo poema, menino!!! Parabéns!!

Lena Girard · Belém, PA 17/4/2008 15:29
sua opinião: subir
Nadir Vilela Poetisa
 

O poeta diz o que sente com a alma e o coração e nada no mundo ele teme por que sua força e sua razão...lindo trabalho poeta, nenhum virus impedirá que seu trabalho siga adiante...votadissimo!!!!

Nadir Vilela Poetisa · Itatiaia, RJ 17/4/2008 15:47
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Poetas e Poemas
KAHLIL GIBRAN


Meus companheiros de poesia nunca imaginaram que colares de versos que compuseram e as estrofes em cujas métricas eles os prenderam e soldaram tornar-se-iam medidas para a contenção
do talento; se o suspeitassem, teriam por certo rasgado seus manuscritos. Se Al-Mutabanabbi (*), o profeta, tivesse previsto e Al Farid (**), o vidente, tivesse antevisto que o que escreveram iria se tornar uma fonte para os estéreis e seu guia obrigatório para nossos poetas de hoje, teriam atirado seus tinteiros contra as paredes do Esquecimento e quebrado seus calamos com as mãos da Negligência.

Se os espíritos de Homero, Virgílio, Al Maary (***) e Milton tivessem sabido que a poesia se tornaria o cão de luxo dos ricos, eles teriam desprezado o mundo em que isto ocorresse.

Lamento ter que ouvir a linguagem dos espíritos empobrecida pela língua do Ignorante. Mortifica-me a alma ver o vinho das musas fluir pelas penas dos embusteiros.

Também não estou sozinho no vale do Ressentimento. Posso dizer que sou um dos muitos que clamam contra a rã que infla pretendendo imitar o búfalo.

Poesia, meus caros, é a encarnação sagrada de um sorriso. Poesia é um suspiro que seca as lágrimas. Poesia é um espírito que se aloja nas profundezas da alma, cujo alimento é o coração e cujo vinho é a afeição. Poesia que não vem desta origem é a de um falso poeta.

Ó espírito dos poetas, que nos espiam do céu da Eternidade, encaminhai-nos aos altares que adornastes com as pérolas de vossos pensamentos e as gemas de vossas almas, pois sentimo-nos oprimidos pelo clangor do ferro e o clamor das fábricas. É por isso que nossos poemas são tão arrastados quanto os comboios pesados e tão estridentes quanto os apitos das máquinas.

Vós, poetas de verdade, perdoai-nos. Pertencemos a um novo mundo onde os homens correm atrás de coisas mundanas e a poesia também tornou-se uma mercadoria e não mais um sopro da imortalidade.

(*) O nome Al-Mutanabbi significa aquele que adivinha ou profetiza. Ele era um famoso poeta árabe cujos poemas foram traduzidos para diversas línguas.

(**) Um eminente poeta e filósofo árabe.

(***) Um poeta árabe do século IX que ficou cego aos quatro anos e era considerado um gênio.

Wander meu bom amigo, deixo aqui o reconhecimento pelo seu talento e os aplausos ao que brota de sua linda fonte de inspiração. Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 17/4/2008 16:08
sua opinião: subir
ana wagner
 

Excelente poema! Votado! bjs

ana wagner · Porto Alegre, RS 17/4/2008 16:13
sua opinião: subir
Saramar
 

W@nder, sou sua admiradora.
A mente grande e rica de tanta criatividade do poeta mora em você, projeto que deu certo, na fábrica de sonhos que é a vida.
Grande poema, grande ironia, sempre necessária para almeja "montar" um poeta.
Obrigada.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 17/4/2008 16:27
sua opinião: subir
alcanu
 

Publicado, meu brother !
Vamos ser antiquados, então ?
Só pra isso !
Um abraço !

alcanu · São Paulo, SP 17/4/2008 17:55
sua opinião: subir
Raiblue
 

Vo(l)tei!!Aplausos , meu lindo!!....
besitos...azulíricos...
Rai...blue

Raiblue · Salvador, BA 17/4/2008 19:23
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Wander

Muito bom este seu texto. Traz algo de fantástico, utópico, e ao mesmo tempo assustadoramente real. Lembrou-me "Admirável Mundo Novo" de Huxley. O ser humano e a sua eterna tentativa de medir, planificar tudo, para poder dominar, controlar. Mas nem tudo é controlável (ainda bem). A poesia é algo que foge a medições, planilhas. O poeta não é feito de proveta. Ele é filho da emoção mais profunda, da porção da alma mais insondável, sem prévio traçado, incomensurável, sem fórmulas ou planos. Ele não pode ser medido, pois não existem medidas para tanto.

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 17/4/2008 19:44
sua opinião: subir
carlos magno
 

Olha o voto aí amigo.
Abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 17/4/2008 20:38
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Meu voto com muitos aplausos !!!!!
Bjs...

marilia carboni · Londrina, PR 17/4/2008 20:47
sua opinião: subir
Maniefurt
 

Poetas, assim como sonhos, não podem ser fabricados..é inerante à alma....podem ser descobertos, fabricados jamais! E sabe? Que bom que é assim....

Bjs

Maniefurt · Salvador, BA 17/4/2008 22:13
sua opinião: subir
Maniefurt
 

ops....inerente*

Maniefurt · Salvador, BA 17/4/2008 22:14
sua opinião: subir
Ilia Noronha
 

Oie!!!
Que gostoso ler!! Perfeito. E amei poeta.
Kiss

Ilia Noronha · Manaus, AM 18/4/2008 01:44
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Afff!!! Eu sei (sei?) que está..!rsrs
bj,...

Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 08:55
sua opinião: subir
azuirfilho
 

W@nder · Rio de Janeiro (RJ) ·
Projeto poeta.

Muito bom de ler pela importáncia do Poeta e da Poesia.
O Computador é uma máquina extraordinária,k como um patins, uma bicicleta, um Helicóptero e uma nave espacial.
Todo amor e sentimento que possa haver nestas coisas sairam de u, coração iu de uma cabeça de humano, no seu momento de poesia.
Poesia é o amor .
É o que vale a pena na vida porque o resto tudo vai passar.
Gostei muito do seu trabalho.
Uma Poesia adorável, florescendo amores e esperanças em todos lugares.
Abração Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 18/4/2008 11:38
sua opinião: subir
W@nder
 

Lili,
as suas palavras brilham...

O encanto pelo surreal, pelo fragmento da imagem de tempo-sem-tempo, do improvável em conjunção com o frio compasso do tempo... esse desatino para o futuro com realidade que você captou e que aos seus olhos se mostraram tão contundentes...

Suas palavras brilham...
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:14
sua opinião: subir
W@nder
 

Alice, Lena, Nadir
Obrigado, e com certeza os vírus abortam projetos mas poetas estão muito acima de simples máquinas.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:16
sua opinião: subir
W@nder
 

Falcão, fiquei muito honrado com a transcrição de Gibran.
Obrigado,
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:17
sua opinião: subir
Tãnia Barros
 

Muito interessante o poema.
lendo e relendo.
Abraço

Convite para avaliação da minha resenha: http://www.overmundo.com.br/overblog/resenha-do-livro-pedagogia-da-autonomia

Tânia, LUZ e PAZ

Tãnia Barros · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:22
sua opinião: subir
W@nder
 

Ana Wagner, obrigado por me atender.

Saramar,
obrigado pelas palavras de carinho que me emocionaram.
Beijos.

Alcanu,
só pra isso, então ok!
Abraços.

RaiBlue,
obrigado minha linda.
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:23
sua opinião: subir
Adriana Costa
 

Criatividade somada à sensibilidade dá nisso: maravilhoso poema!
Parabéns, Wander!
Flores @>--

Adriana Costa · Brasília, DF 18/4/2008 14:30
sua opinião: subir
W@nder
 

Gustavo,
já li muito Huxley e Loyola Brandão, hoje tenho lido muito informatiquês. Acho que foi dessa mistura que surgiu o Projeto poeta. Um pouco exagerado, é verdade... por isso a figura...
Obrigado pelos comentários.
Grande abraço.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:46
sua opinião: subir
W@nder
 

Carlos Magno, Marília, Maniefurt, Ilia, Yasmin (sabe ou não sabe? rsrs)...
Obrigado amigos pela presença e comentários.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:50
sua opinião: subir
W@nder
 

Azuir,
"poesia é o amor o resto vai passar"..
Obrigado pelas palavras, amigo.
Grande abraço e agradecido pela presença, sempre.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:52
sua opinião: subir
W@nder
 

Tânia, luz e paz pra você também.
Obrigado pela leitura.

Adriana, obrigado pela leitura.
Flores perfumadas pra você.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 14:54
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Wander já votei faz tempo,
O Poeta nasce feito, pensa, come, dorme poesia,
tem o olho mais amplo, consegue ver além das coisas , é um dom
Parabens Wander, grande Poeta!

Cintia Thome · São Paulo, SP 18/4/2008 16:19
sua opinião: subir
W@nder
 

Obrigado querida...
Senti a sua falta.
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/4/2008 16:38
sua opinião: subir
Paulo Esdras
 

Muito legal, Wander. Pena fina essa, heim?

Paulo Esdras · Brumado, BA 18/4/2008 18:39
sua opinião: subir
Balzaquiana
 

oi Wander,
Poetas, malucos, pirados, artistas, escritores, pessoas iluminadas, almas livres, gente que ama as palavras como eu... grande beijo

Kátia

Balzaquiana · Rio de Janeiro, RJ 19/4/2008 16:45
sua opinião: subir
Valéria Geremia
 

Wander,
Tem uma metáfora que eu adorei demais na sua poesia: crianças carameladas! Já as imaginei com seus dedinhos caramelados de doces...
E eu acho que o poeta, de verdade, verdade, estava qual formiguinha num canto, espiando todo esse esforço cibernético e rindo, rindo muito de tudo... bolando de rir, como se diz por aqui...
Abraço.

Valéria Geremia · Fortaleza, CE 20/4/2008 10:05
sua opinião: subir
W@nder
 

Paulo, Kátia, Valéria
obrigado pela presença.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 22/4/2008 13:08
sua opinião: subir
Berioliveira
 

W@nder, li e votei, abcs

Berioliveira · Vitória da Conquista, BA 23/4/2008 22:15
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Wander,
Retorno para reler e votar.
Grande abraço,
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 24/4/2008 20:00
sua opinião: subir
W@nder
 

Beri, Regina
obrigado.
Abçs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 28/4/2008 18:21
sua opinião: subir
Fátima Ricci
 

Realmente, nada de lugar-comum. Exceto pela costumeira criatividade...

Fátima Ricci · Poços de Caldas, MG 30/4/2008 16:37
sua opinião: subir
W@nder
 

Obrigado Fátima.
Abçs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/5/2008 17:15
sua opinião: subir
Saramar
 

W@ander, veja como são as coisas de uma mente perdida em meio ao trabalho que não dá trégua (ai, ai).
Este poema, entre tantos seus, é um dos que mais gostei. Entretanto, só hoje vi que não havia votado, perdão.
E como vi? Procurando uma imagem no google para um dos meus blogs, encontrei o comentário de Gustavo Adonias que, não por acaso, inspirou o texto para o qual estava procurando a ilustração.
Nossa, que bagunça! Espero que tenha entendido.
O que me fascina, sobretudo, aqui no Overmundo, é a sintonia imensa entre os colaboradores, principalmente os poetas.
Obrigada sempre.

beijos admirados.

Saramar · Goiânia, GO 20/5/2008 01:39
sua opinião: subir
W@nder
 

Querida Saramar,
os seus créditos são imensos... e está perdoada, com certeza.
Obrigado sempre.
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 21/5/2008 17:47
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados