Prosa de quintal (III)

Cida Almeida
1
Cida Almeida · Goiânia, GO
6/4/2007 · 103 · 5
 


Luz, sombra, formas e cores, a pintura no jardim


A vida é grande mesmo no cotidiano, nas pequenas coisas que nem percebemos e quando percebemos nem sempre é com a atenção curiosa das descobertas que valem à pena. Assim, embrutecemos o olhar e a escuta para as belezas miudinhas, as delicadezas que justificariam uma vida. É com essa perspectiva de olhar e escuta, de dentro e de fora, que dedico ao meu jardim e ao meu quintal uma curiosidade de pesquisador naturalista, aquele que se deixa levar pelos encantos e pelas relações que encontra na observação dos espetáculos da natureza. Descobri o universo do meu quintal, a minha aldeia mais de dentro. Aguardo com atenção aflita as florações e os frutos e as exuberâncias típicas das estações. E um pouco de tecnologia não faz mal a ninguém. E a máquina fotográfica tem ajudado a retratar e perpetuar os momentos dessas belezas que explodem sob os nossos pés, na linha do horizonte possível do olhar. E olhamos sem ver, sem sentir, sem nos deixarmos tocar pela grandiosidade da vida e das belezas que justificariam um único minuto que fosse de plenitude de contemplar e viver! Hoje, um pouco da paisagem que me comove: a pintura do meu jardim, que oscila ao sabor do vento e da luz revelando a alma das estações, a mudança, a dança da vida.


compartilhe



informações

Autoria
Cida Almeida
Ficha técnica
Prosa de quintal, um diálogo interiorano com floradas, frutos e criaturinhas rastejantes e voadoras. Às vezes, pica-pau chã-chã catando insetos na grama, pássaro-preto (passo-preto) fazendo toc-toc na janela, o meu vidraceiro músico; periquitos aos bandos, corujas no ipê ou no cupinzeiro, formigas lava-pé... Noutras, floradas especulares: jasmim-manga, maracujá, girassol, flor de grama (acreditem!), pequizeiro, araticum... E outras que nem sei o nome...
Downloads
389 downloads

comentários feed

+ comentar
Felipe Obrer
 

Sugiro a quem passar por aqui baixar o arquivo, tem surpresas nele...
Lindas as flores, Cida.
Abraço

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 4/4/2007 17:32
sua opinião: subir
Marcos André Carvalho Lins
 

muito legal, cida.
"e cada minuto, é um minutinho das formigas...o pé de saputi levanta frente a frente com as telhas, vermelhas como o céu destemperado e cheio de perspectivas, o entardecer se oferece, mas, das nuvens, floresce apenas o gosto da noite...e a cigarra acalenta os sonhos..."
abrços,

Marcos André Carvalho Lins · Recife, PE 5/4/2007 22:15
sua opinião: subir
Sebastião Firmiano
 

Fina flor de beleze imponente
e você retrata com competência.

Sebastião Firmiano · São Paulo, SP 6/4/2007 03:44
sua opinião: subir
carlos magno
 

Olá Cida, esta florzinha tão minúscula, vista através da lente de uma câmera, ganha a oportunidade de ser admirada por todos nós que amamos a natureza. O texto é uma bela advertência para aqueles que não possuem esta sensibilidade Parabéns .
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 9/4/2007 22:15
sua opinião: subir
José Afonso Viana
 

Nem sempre dá tempo de passar por aqui. Mas quando passo é sempre uma festa para os olhos...

José Afonso Viana · Goiânia, GO 10/4/2007 10:36
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 127 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados