Quando já não for em tempo

1
Poeta Jorge Henrique · Nossa Senhora da Glória, SE
15/5/2007 · 85 · 7
 

Agora vens colar os cacos dos meus sonhos
Com as lágrimas que já não podes mais conter
Da imensa culpa que teus dias tão medonhos
Tanto insistem em – nesta noite – te trazer!

Mas acostuma-te ao remorso e à agonia
E saboreia o gosto fel da humilhação,
Bebendo – aos tragos – tua última alegria
E, entre soluços, vomitando o coração!

Pois nesta noite em que te encontras de joelhos,
Que nos meus olhos, que te servem de espelhos,
Podes olhar a triste dor que me consome.

E então sentir na carne a angústia lancinante
Que sente a alma de um poeta delirante
Que já não encontra forças pra gritar teu nome!

compartilhe



informações

Autoria
Jorge Henrique
Ficha técnica
HENRIQUE, Jorge. Mutante in Sanidade. Cadernos Cultart de Cultura. Aracaju: UFS-PROEX-CULTART. Novembro, 2001. p. 63.
Downloads
344 downloads

comentários feed

+ comentar
Saramar
 

Poeta, minhas reverências.
O soneto é tão lindo, tão romântico que me lembrou Castro Alves e suas dores por Eugênia.
Maravilhoso!

beijos

Saramar · Goiânia, GO 12/5/2007 13:54
sua opinião: subir
Poeta Jorge Henrique
 

Olha, Saramar, que assim encabulo!
Muito aquém Castro, agradeço:
Obrigado, amiga.

Poeta Jorge Henrique · Nossa Senhora da Glória, SE 12/5/2007 14:08
sua opinião: subir
Agenor
 

Parabéns, Poeta Jorge.

Soneto com rimas ricas, com uma mensagem lindíssima.
É o estilo de poesia que eu curto.

Abcs
Agenor

Agenor · Aquidauana, MS 13/5/2007 15:46
sua opinião: subir
zepereiranoticias.blogspot.com
 

Genial, resumindo em uma palavra.

zepereiranoticias.blogspot.com · Belo Horizonte, MG 15/5/2007 15:43
sua opinião: subir
Thiago Fragata
 

Quanta harmonia, sensibilidade e drama em poesia. Parabéns!

Thiago Fragata · São Cristóvão, SE 15/5/2007 16:08
sua opinião: subir
carlos magno
 

Opa, companheiro, poeta Jorge, que soneto encrementado, bicho! esse aí é de arrepiar. Que showzaço! Meus sinseros Aplausos.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 15/5/2007 23:46
sua opinião: subir
Poeta Jorge Henrique
 

Agenor,
O soneto ainda balança muitos corações. Também gosto muito.

Felipe,
Obrigado pelo genial, é um grande incentivo.

Fragata, amigo Fragata,
Suas palavras me alegram e me são muito caras!

Grande Carlos,
Grande entusiasmo, calorosa participação!

Um grande abraço a todos.
Muito obrigado.

Poeta Jorge Henrique · Nossa Senhora da Glória, SE 16/5/2007 05:03
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 63 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados