Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

Quero-quero

1
W@nder · Rio de Janeiro, RJ
16/7/2008 · 190 · 63
 

Não sou Flamengo,
muito menos Botafogo
aliás, nem gosto de jogo
dizem que sou briguento
violento...
ataco, sim,
minha cria defendo
não me rendo
:
Nesse gramado cerrado
insetos, larvas, sementes
encontrei o refúgio perfeito
no solo, frágil leito
:
Em fraque marrom-metálico
ponho-me a desfilar
caminhante elegante
vôo rasante
não sou extravagante
:
Apaguem as luzes!
quem invadiu o habitat de quem?
cuidado!
cheguem pra lá!
vão me ferir
meus ovos destruir
com essa bola me machucar...
com suas chuteiras me mutilar...
nesse pedacinho escolhi pra morar
e estava tudo tão calmo
até essa multidão chegar...
deixem de lero-lero
por que correr, chutar, brigar?
o que sei fazer é gritar!
QUERO-QUERO!!!
livremente voar!
QUERO-QUERO!!!
meu filhote criar!
QUERO-QUERO!!!
:
A partida que disputo
dura minha vida inteira
:
V
E
N
C
E
R
significa
S O B R E V I V E R
nem precisei treinar
para
A
P
R
E
N
D
E
R
:
É isso que quero
QUERO-QUERO!!!

Sobre a obra

Para jogar bem o futebol necessita-se de ataques eficientes, defesas sólidas e de estratégias bem articuladas, e, é claro, muito treinamento.
Os quero-queros são mestres em estratégia, afinal, a partida que disputam dura sua vida inteira. E, ao contrário dos jogadores de futebol que necessitam aprender os fundamentos necessários para aprimorarem sua técnica, as simpáticas avezinhas sabem exatamente o que fazer.

compartilhe



informações

Autoria
Wander Motta
Ficha técnica
O quero-quero é uma ave típica da América do Sul. Caracteriza-se pelo colorido geral cinza-claro, com ornatos pretos na cabeça, peito e cauda. A barriga é branca e a asa tem penas verde-metálicas. Mede em torno de 37 cm de altura e pesa menos que 300 g.
Downloads
247 downloads

comentários feed

+ comentar
EdimoGinot
 

Dura vida dos quero-queros
Não fazem ninhos, botam seus ovos
no chão...
Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 14/7/2008 17:15
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Muito bonito a estrutura de seu poema e pertinente reflexão sobre quem invade o campo de quem... Aqui em Brasília, no cerrado, os quero-queros pululam os campos de futebol e áreas de passeio. Muito interessante você trazê-los em poema, ave tão esquecida por nós, brasileiros.
Parabéns
muito bem, muito bom
abraços

Cristiano Melo · Brasília, DF 14/7/2008 19:02
sua opinião: subir
Saramar
 

Coitadinhos!
Não têm a menor chance diante destes pesados atacantes e suas chuteiras recheadas de dinheiro e vazias de todo o resto.

Mas, fique em dúvida: os campos são habitat dos pássaros? Não foram criados para os homens? Só não duvido que da impossibilidade desta convivência.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 14/7/2008 20:00
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Wander,
Beleza de poema.
Fiquei imaginando o enredo.
Beijos e parabens.
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 14/7/2008 23:06
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Quero-Quero
Tão querido, me parece
Tão sensível
Frágil como os humanos
Tantas vezes pisoteado
Massacrado
Esmigalhado
Mortal, por sinal de vida
Sempre haverá uma partida
Perdida
Chegada
Jogada no meio do nada.
Quero-Quero
Um ninho aconchegante
Pra proteger os filhotinhos
Quero-Quero
Compartilhando alegria
Saber que a cada novo dia
Sempre haverá harmonia
Quero-Quero
Passarinhos cantando e saltitando
A toda volta e a voar mais alto
Quero-Quero
Parabenizar-te
Por cada linha
Onde encontraste sentido
Em compartilhar espaços
...

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 15/7/2008 03:14
sua opinião: subir
clara arruda
 

Que maravilha Wander!
Um lindo poema.O que poderia ser feito meu menino?
Será que não haverá algo que se possa fazer?
Fiquei emocionada com as imagens e com o texto.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 15/7/2008 05:18
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Só tem quero-quero! O campo é deles. Faremops uma campanha para acabr com o futebol e criarmos campos spenas para eles!

raphaelreys · Montes Claros, MG 15/7/2008 09:13
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Wander,realmente os quero-queros costumam dividir seu espaço c/ o homem porque não têm noção do perigo que correm... Na Associação onde trabalho,tem uma área enorme onde eles costumam "frequentar"...
Teu poema demonstra respeito e carinho por essas avezinhas tão indefesas e que só querem simplesmente...viver.
Parabéns!
Beijos...

Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 15/7/2008 10:59
sua opinião: subir
celina vasques
 

Maravilhoso! Adorei!

Parabéns poeta!

beijos no coração

celina vasques · Manaus, AM 15/7/2008 19:10
sua opinião: subir
Raiblue
 

Lindo W@nder....muito sensível....quem será que está invadindo o espaço de quem,não é mesmo?
Nessa selva de pedra ...cada dia mais estão sendo roubados os espaços...os habitats naturais dos animais...e então eles estão invadindo as cidades mesmo ...mal sabem eles o que lhes espera...o descaso...a morte...muito triste essa situação em que
se encontra nosso planeta....onde o próprio homem não tem o menor cuidado em preservá-lo...esquece-se que a próxima vítima desse descaso total será ele mesmo...

Parabéns,amei a estrutura do poema e a emoção!!

Grande beijo azulzenmístico...
Raiblue.

Raiblue · Salvador, BA 15/7/2008 19:25
sua opinião: subir
Sigrid Spolzino
 

Um alerta, um lamento... Pode-se fazer algo? A quem recorrer, poeta!
Volto para votar, com certeza...
Baci

Sigrid Spolzino · Brasília, DF 15/7/2008 23:26
sua opinião: subir
Ailuj
 

Boa a idéia do Rafael,por mim tudo bem,não gosto mesmo de futebol,,,,mas sou flamengooooooo
Muito sensível seu texto sobre esses bichinhos que passariam despercebidos se não fosse os ataques defendendo seu lugar
Em Cabo Frio foi construído um super mercado num lugar onde havaim muitos passaros e durante muito tempo a gente os via a noite procurando lugares pra dormir dentro do própio mercado em meio a claridade,dava maior pena,o lugar era deles
Beijos

Ailuj · Niterói, RJ 16/7/2008 00:15
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

O Quero-quero, é mesmo um exemplo de garra e valentia, protegendo seu dominio. Gostei muito! Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 00:27
sua opinião: subir
zilka jacques
 

Bela construção!
Abraços>

zilka jacques · Porto Alegre, RS 16/7/2008 12:09
sua opinião: subir
W@nder
 

Dura vida dos bichinhos, meu caro Edimo. A nossa Fauna corre sérios riscos.
Obrigado,
Um abraço.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:10
sua opinião: subir
W@nder
 

Cristiano,
é muito triste ver os coitadinhos dos quero-queros voando sem rumo ou sendo pisoteados nos campos de futebol. Eles acabam sendo expectadores forçados de um jogo que pode lhes custar a própria vida.
Obrigado,
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:11
sua opinião: subir
W@nder
 

Saramar,
os quero-queros são atraídos para os campos de futebol pelo aparente silêncio e pelos insetos e larvas que encontram lá. Mas essa "invasão" só ocorre porque o seu habitat já foi destruído para construção de prédios, estradas e campos de futebol.
A convivência do homem com eles é pacífica, até a hora que a bola rola... aí, salvem-se quem puder.
Obrigado, querida.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:11
sua opinião: subir
W@nder
 

Regina Lyra,
o enredo é triste e tragicamente real.
Obrigado,
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:12
sua opinião: subir
W@nder
 

Lili,
Quero-quero te dizer que você foi muito feliz no seu comentário. Sempre haverá uma partida perdida, jogada no meio do nada. E as simpáticas avezinhas, continuarão insistindo nesta convivência e se prestarão a assistir essa partida em que está em jogo as suas vidas que, quando perdida, elas próprias são descartadas, ou seja, jogadas no meio do nada.
Um beijo.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:12
sua opinião: subir
W@nder
 

Clara Arruda,
Os animais necessitam de seus habitats para sobreviverem. São com os recursos que a Natureza lhes dá que eles preservam suas espécies e são felizes. Destruindo toda essa harmonia, na contra-mão e plenamente consciente do estrago que está fazendo viemos nós, Homens, humanos. Os quero-queros são um pontinho minúsculo nessa destruição que está sendo submetida a nossa Fauna e esse estrago é irreversível.
O que precisamos fazer, de imediato, é preservarmos as nossas florestas e não deixar que países que destruíram as deles, ditem regras.
Obrigado, querida.
bjs.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:13
sua opinião: subir
W@nder
 

Raphael,
será que o "Galo" vai condordar em cantar em outro terreiro? Tenho as minhas dúvidas...
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:15
sua opinião: subir
W@nder
 

Celina,
feliz que tenha gostado.
beijos no coração.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:15
sua opinião: subir
W@nder
 

Raiblue,
é muito triste ver os pássaros pousados em fios e em antenas quando deveriam estar em árvores, cantando felizes. Tanta gente falando em preservação do meio-ambiente (existe até um Ministério que cuida disso) e o que mais se vê nas feiras-livres são animais silvestres sendo vendidos para quem quiser comprar. Transferem para o cidadão a responsabilidade de não comprar para não incentivar o tráfico. Só que a quantidade de animais que chegam às feiras é muito pequena, comparada aos que foram caçados e retirados de seus habitats. A maior parte morre durante o transporte.
É muito triste...
Beijos, querida.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:16
sua opinião: subir
W@nder
 

Sigrid,
o desmatamento indiscriminado de áreas verdes, as queimadas, a derrubada de árvores para construção de pasto para criação de gado isso tudo causa desequilíbrio ambiental.
Devemos utilizar o que temos para mudar ou tentar mudar esse estado de coisas não só para o bem dos quero-queros, mas para o nosso próprio.
Obrigado,
beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:16
sua opinião: subir
W@nder
 

Ailuj,
esse seu relato sobre os pássaros em Cabo Frio que tiveram seus habitats dizimados é um triste exemplo do mal que fazemos, nós humanos, à nossa própria Fauna.
Obrigado,
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:17
sua opinião: subir
W@nder
 

Falcão,
só por sobreviverem alheios a tantas adversidades já fazem dos quero-queros exemplo de garra e valentia. E ainda se protegem e aos seus filhotes como podem...
Obrigado,
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:17
sua opinião: subir
W@nder
 

Zilka,
obrigado pela presença.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 14:17
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Voltando aos quero-queros.
Beleza.
Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 16/7/2008 15:04
sua opinião: subir
clara arruda
 

Pois é meu amigo,sucatenando nossas reservas não chegaremos a ver mais nenhuma ave.
Eu morei no amazonas e tinha o privilégio de ver todos os dias araras,pelicanos no meu quintal.Já pensou que beleza seria não precisar o homem ocupar o espaço dos animais?
Por ganãncia.
beijos em seu coração.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 15:08
sua opinião: subir
Nic NIlson
 

Boa Ideia! Um assunto bom! Blz

Nic NIlson · Campinas, SP 16/7/2008 15:16
sua opinião: subir
Homenino Poeta
 

Não só QUERO dizer que assunto é ótimo
QUERO tambem deixar meus votos
Me visite
http://www.overmundo.com.br/banco/nosso-olhar

Homenino Poeta · Porto Alegre, RS 16/7/2008 15:35
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

muito bom...ja votei tb...!!!...viva o Quero-Quero !!...mas...fora dos campos de futebol...!!!!!!!!!!...rs
abs
Joe

joe_brazuca · São Paulo, SP 16/7/2008 15:49
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Quero todos quero-queros ;)

Compulsão Diária · São Paulo, SP 16/7/2008 16:12
sua opinião: subir
celina vasques
 

meus votos com carinho!

beijos

celina vasques · Manaus, AM 16/7/2008 16:55
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

de grande beleza,belíssimo.(votei).

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 16/7/2008 17:12
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Meus votos aos quero-queros e ao escritor.
abraços

Cristiano Melo · Brasília, DF 16/7/2008 17:19
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

VO(L)TANDO!!!
Querido
Quero-Quero
Querer_Querido
Cada Um com seu Cada Um
Compartilhando espaços
Cuidando do compasso

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 17:20
sua opinião: subir
graça grauna
 

Wander: teu poema é gritante. Triste a realidade dessas pequeninas aves que de certa forma se assemelham aos homens, as mulheres, os idosos e idosas, jovens e crianças da periferia....quase todos sem perspectiva, sem saída. Eita vida....quanto deslugares....quase nada...
Votos e abraços mil.

graça grauna · Recife, PE 16/7/2008 18:24
sua opinião: subir
azuirfilho
 

W@nder · Rio de Janeiro (RJ)
Quero-quero

Um Trabalho de Honra ao Mérito.
Realmente a gente pressente o risco dos pássaros e torcemos pela sua sobrevivéncia.
Seu Trabalho é um Grito pelo Quero Quero.

Podia antes dos jogos , alguns funcionários que cuidam do campo irem lá e tirarem o passaros e os soltar de volta no final e com isso teremos o lucro sem fim de preservar os animais diante das torcidas para todos acreditarmos no respeito pela Natureza e pela fauna.

Goetei muito desse Trabalho táo Especial.
Parabéns foi demais.
Abracáo Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 16/7/2008 19:56
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Quero-quero...
Excelente Wander, só você para ligar as coisas e fazer uma poesia assim cheia de graça...Um beijo

Cintia Thome · São Paulo, SP 16/7/2008 21:54
sua opinião: subir
Raiblue
 

Votadíssimo!
bjksblue,querido!

Raiblue · Salvador, BA 16/7/2008 21:59
sua opinião: subir
Zingara RJ
 

oooi W@nder, limdo poema, quero-quero livremente voar... parabéns...

beijos no coração...

Zingara RJ · Rio de Janeiro, RJ 16/7/2008 22:21
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Gostei.
Vemos os Quero-queros em qualquer lugar no
meio das cidades. Os coitados estão desnorteados em razão da destruição do seu habitat. Mas eles são guerreiros e sobrevivem.
Beijo.

Sônia Brandão · Bauru, SP 17/7/2008 00:32
sua opinião: subir
W@nder
 

Querida Yasmin, não poderia esquecer de você, desculpe a minha falha.
Na verdade, não resta muita opção aos quero-queros que vivem nos centros urbanos. Praças, campos e estádios já são comumente frequentados pelo Homem e os bichinhos são forçados a conviverem correndo riscos, principalmente durante as partidas de futebol. É comum aparecerem nas transmissões dos jogos, atacando algum jogador para defender o seu tão reduzido território.
Beijos e obrigado pela presença e comentários.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 07:21
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

W@nder.
Bela lembrança em em belo texto.
Grande, parceiro
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 17/7/2008 07:25
sua opinião: subir
Yasmin Backer
 

Hummmm...vou votar querido poeta, mas,
pensarei se quero-quero desculpá-lo..rsrsrsrs
beijo...

Yasmin Backer · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 11:04
sua opinião: subir
Luciana Nabuco
 

Wander...Belezura,quanta lição para quem vive na sombra dos invisíveis e são apenas lembrados como se representassem a sujeira, a desordem,mobília velha...Passarinhos que também são pessoas,pessoas que também são passarinhos.Ainda procurando subsistir,ainda em busca de dignidade e cidadania.Pobre do nosso país,subjugando e esquecendo seus filhos,todo dia,todo dia...
Parabéns!

Luciana Nabuco · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 11:18
sua opinião: subir
W@nder
 

Edimo, Clara Arruda, Nic Nilson, Homenino Poeta, Joe_Brazuca, Compulsão Diária, Celina Vasques, O Novo Poeta, Cristiano, Lili, Graça, Azuir, Cíntia, Raiblue, Zingara, Sonia Brandão.
Obrigado meus amigos pelos comentários e presença marcantes.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 12:59
sua opinião: subir
W@nder
 

Noélio,
obrigado pela leitura.
Abraços.

Yasmin,
obrigado por me desculpar...
beijinho.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 13:02
sua opinião: subir
W@nder
 

Luciana,
o descaso é mesmo muito grande. Perdem-se
florestas, água, ar, bicho e gente... uma perda irreversível e, pior de tudo, conscientemente.
Obrigado,
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 13:17
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Olá, Wander

Belo grito de alerta. O homem invade o habitat dos animais, as florestas de outrora, cimenta tudo, constrói essas belas(?) arenas, para o pão e circo diário, e o pequeno animal, coitado, que só quer sobreviver e manter os seus rebentos vivos, é pisoteado, e ainda acaba sendo culpado por atrapalhar o jogo. Seu texto é uma metáfora pra tudo que a espécie humana vem fazendo de mal às outras espécies (verdadeiros crimes hediondos)...

Parabéns !

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 17/7/2008 16:11
sua opinião: subir
W@nder
 

Oi Gustavo.
Acho que não podemos nos conformar com esse estado de coisas e devemos usar de nossas armas, que é a escrita, para protestar.
Abraços, amigo.
Obrigado.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 17/7/2008 17:31
sua opinião: subir
zilka jacques
 

Retornando e votando.
Beijo

zilka jacques · Porto Alegre, RS 18/7/2008 02:55
sua opinião: subir
Saavedra Valentim
 

Lindo poema meu amigo W@nder.
Com muita sensibilidfade dá seu grito de alerta para o quero-quero. Mas, acredito, que é uma situação meio complexa de solucionar. Mas vale para mostrar como esses bichinhos vêm sendo massacrados.
Parabéns!
Abraços

Saavedra Valentim · Vitória, ES 18/7/2008 12:49
sua opinião: subir
W@nder
 

Zilka, obrigado.
Beijo.

Saavedra,
é uma situação mesmo complexa. Eu constatei que os quero-queros se abrigam nos campos de futebol nos períodos em que os jogos se tornam menos frequentes. Vivem um tempo em paz, mas depois começam as competições e eles têm que procurar outros lugares...
Abraços, amigo e obrigado pelos comentários.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 18/7/2008 14:06
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Wander,
Beijos e votos.
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 18/7/2008 18:53
sua opinião: subir
Gena Maria
 

E AI POETA JOGADOR, ARRAZOU!
BJÃO PRA VC
GENA

Gena Maria · Marília, SP 18/7/2008 23:53
sua opinião: subir
BETHA
 

Wander,
uma canção à vida. Não somente à dos pássaros, mas a de todos, que lutamos para sobreviver em espaços cada vez mais desumanos!
Bjs.

BETHA · Carnaíba, PE 19/7/2008 15:30
sua opinião: subir
ana wagner
 

Olha eu sempre chegando atrasada!
Muito lindo seu texto.
Meu beijo e voto!

ana wagner · Porto Alegre, RS 19/7/2008 20:32
sua opinião: subir
W@nder
 

Regina, Gena, Betha, Ana obrigado, queridas, pela presença.
Beijos.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 21/7/2008 14:51
sua opinião: subir
Adriana Costa
 

A criatividade te sobra, Wander! Tenho muito prazer em lê-lo!
Estou atrasadinha, mas tinha lido este poema em teu Space.
Beijos e flores, querido @>--

Adriana Costa · Brasília, DF 22/7/2008 20:37
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Quero-quero e voto agora nesssa linda obra de arte.

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 23/7/2008 17:40
sua opinião: subir
W@nder
 

Adriana, Falcão obrigado pela presença aqui.
Abraços.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 5/5/2009 09:46
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Quero-quero voando enquanto jogadores disputam a bola. zoom
Quero-quero voando enquanto jogadores disputam a bola.
Um quero-quero no chão, correndo o risco de ser pisoteado. zoom
Um quero-quero no chão, correndo o risco de ser pisoteado.
Perigo que vem de cima: jogadores com suas notáveis e reluzentes chuteiras. zoom
Perigo que vem de cima: jogadores com suas notáveis e reluzentes chuteiras.
baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados