RECADO...

1
Agenor · Aquidauana, MS
3/4/2009 · 101 · 35
 

"À uma mãe inconsolada pela morte trágica de seu filho"

Mamãe! Porque a tristeza, o desencanto,
Esta dor que trazes e parece não ter fim...
Cada tua lágrima que se derrama sobre mim
Impede-me a paz e arranca o meu pranto.

Então, sofro, intento retornar ao teu lado,
Teu silencioso chamado me é desesperador...
Teu pranto sigiloso recrudesce em mim a dor
De não consolar teu coração inconsolado.

Continuo, daqui, sendo o teu filho de sempre,
Devotando-te o mesmo amor e admiração,
Peço-te, mãezinha, arrependido, teu perdão
Pelas vezes que agi de forma inconsequente.

Pensa em mim, mamãe, docemente, com ternura,
Cultua só as lembranças dos felizes momentos..
Veja-me, sempre, em todos teus pensamentos,
Como o filho que fez da vida doce aventura.

Que foi feliz por ter vivido na presença tua,
Por ter-te tido como mãe, amiga e dedicada,
Só flores eu colhi na minha curta caminhada
Que, deste outro lado da vida, florida continua.

Que tua prece a Deus, na tua religiosidade,
Suba ao céu sem o amargo fel das cobranças,
Envia-me vibrações de paz e de esperanças
Pra que eu supere, sem relutâncias, a saudade.

Conforma-te com a vontade de Deus, soberana!...
Resigna-te! - O ocorrido não mais lamentes!...
Deus, às vezes, utiliza-se da dor dos acidentes
Para tirar seus filhos da existência humana.

Mamãe! Não existe o acaso no universo
Dentro da justiça que a Lei de Deus encerra,
Havia se esgotado o meu tempo aí na Terra,
Chegado o momento inevitável do regresso.

Não chores mais!... Alegra o teu coração!
Entristece-me vê-lo ainda tão ressentido...
Sempre que Deus permitir estarei contigo,
Despertarei em ti minha doce recordação.

A tua bênção, mãe querida! Beijo tua face!
A vida continua, o sol a cada dia renasce
Para desfazer nos corações o desencanto...

Cessa, mãe, a dor que a tua alma inflama,
Cada tua lágrima que sobre mim se derrama
Impede-me a paz e arranca o meu pranto!

Sobre a obra

Este poema foi dedicado à uma mãe que me procurou relatando a sua inconformação diante da morte trágica de seu jovem filho. Que ele possa servir de consolação à tantas outras mães que passaram ou passam pelo mesmo drama.

compartilhe



informações

Autoria
Agenor Martinho Correa
Ficha técnica
Extraído do livro do autor, "Recordações de um coração de poeta". Litteris Editora ltda., Rio de Janeiro, 2006, 128p.
Downloads
327 downloads

comentários feed

+ comentar
Falcão S.R
 

Agenor,

Uma linda e emocionante mensagem poética psicografada.

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 1/4/2009 00:57
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Agenor,

Belo demais o teu poema.
perder um filho é perder uma parte de nossa alma,
quando não toda, e a superação demora muito
pois é uma ferida de mil espinhos
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 1/4/2009 01:04
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Nunca aceitamos a partida de um ente querido! É próprio da alma sofrer a dor da separação!

raphaelreys · Montes Claros, MG 1/4/2009 09:04
sua opinião: subir
Marcos Filho
 

O tempo é um grande mestre... teremos as respostas que hoje não temos... resta então confiar e agradecer: a força para continuar e a luz para entender...

Marcos Filho · Campo Grande, MS 1/4/2009 10:07
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Triste.

bjssssss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 1/4/2009 10:18
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo Falcão,
Não sou portador de mediunidade psicográfica ostensiva, mas acredito tê-la pelas vias intuítivas, ou "inspirativa", como parece ter ficado evidente neste poema.
Grato pela vistia
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 1/4/2009 20:52
sua opinião: subir
Agenor
 

Caro Doroni,

Passei por esta experiência, daí o motivo de mais ter-me sensibilizado com o seu drama pessoal. Os versos sairam espontaneamente como se de fato fosse um "Recado" que eu devesse transmitir àquela infortunada mãe.
Sempre honrado e grato pela tua gentil visita.
Beijosss...

Agenor · Aquidauana, MS 1/4/2009 20:54
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo Raphael,
Sempre agradecido pela visita. Mesmo os que já são detentores do conhecimento da realidade da vida que "não se acaba" com a morte e das possibilidades do contato que continuam por diferentes maneiras, a dor da separação é por demais forte, por demais humana, e supera a lógica da razão meramente intelectualizada.
Um grande abraço

Agenor · Aquidauana, MS 1/4/2009 20:59
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo marcos,
Agradecido pela honrosa visita.
Belíssimo o teu comentário. Tudo tem a sua razão de ser uma vez que o mero acaso não existe e um dia, sem dúvida, tomaremos conhecimento dos por quês de acontecimentos que às vezes nos machucam tanto. Confiar e Agradecer porque tudo é feito em nosso benefício, embora, raramente, conseguimos entender e aceitar.
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 1/4/2009 21:05
sua opinião: subir
Agenor
 

Querida Cláudia,
Agradeço pela sua atenção e o seu carinho de sempre.
Beijosss.....

Agenor · Aquidauana, MS 1/4/2009 21:09
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Votando!

Abs

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 3/4/2009 00:01
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

arrepiante....emocionante...comovente !
Voce é um poeta iluminado, amigo Agenor !
um grande abraço, amigo !

joe_brazuca · São Paulo, SP 3/4/2009 00:27
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Sem dúvida, a imponderabilidade da morte caminha lado a lado
com a não aceitação dela, por séculos, milênios.
Tocante, tocante mesmo.
andré

Andre Pessego · São Paulo, SP 3/4/2009 07:18
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

um poema bem escrito com uma qualidade maravilhosa amigo, parabéns.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 3/4/2009 07:30
sua opinião: subir
graça grauna
 

A morte nos traz um sofrimento inevitável. O seu poema pode servir de consolo sim. Abraços.

graça grauna · Recife, PE 3/4/2009 07:36
sua opinião: subir
delen
 

Lindo poema , quantas mães não passaram o que essa mãe passou ,parabéns poeta abraçosss

delen · Cotia, SP 3/4/2009 10:09
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Agenor · Aquidauana (MS)
RECADO...

Uma Poesia muito triste porque exprime a dor imensa de uma Mãe que perdeu o seu filho.
Doi o coração da gente porque mãe sempre nas suas preocupações pelo bem de todos acolhe para sí os sentimento e as dores e é quem mais sofre, quando seria o que mais não deveria sofrer.
Ficou emocionante.

...Mamãe! Não existe o acaso no universo
Dentro da justiça que a Lei de Deus encerra,
Havia se esgotado o meu tempo aí na Terra,
Chegado o momento inevitável do regresso...

Uma Poesia Marcante
Parabéns .
Abração Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 3/4/2009 10:41
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

A tua bênção, mãe querida! Beijo tua face!

Votado.

Claudia Almeida · Niterói, RJ 3/4/2009 11:07
sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Poema escrito com as mãos do coração!

Benny Franklin · Belém, PA 3/4/2009 12:51
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

um carinho meu, votos e

bjsssss;)

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 3/4/2009 18:23
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo Joe,
Grato pela visita, sempre honrosa.
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:24
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo André,
E por muito tempo ainda será assim, meu caro André:
"a imponderabilidade da morte e a sua não aceitação"...
Sempre honrado com a sua visita.
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:27
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo
Marques,
Sempre agradecido pela tua fidelidade aos meus postados e pelo seu carinho para comigo.
Abraços, amigo

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:29
sua opinião: subir
Agenor
 

Querida Graça,
Acredito ser a maior dor que alguém possa experimentar... A dor de uma mãe ao "perder" o seu filho.
Obrigado, amiga, pela atenção
Beijosss.......

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:31
sua opinião: subir
Agenor
 

Caro Delen,

Sempre agradecido pela visita e pelos comentários, sempre muito oportunos.
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:33
sua opinião: subir
Agenor
 

Grande Benny,
Que grande prazer a tua visita. Espero que tudo esteja bem com você.
Um grande abraço

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:35
sua opinião: subir
Agenor
 

Amigo Azuir.
Obrigado pela profundeza do comentário que, de certa forma, complementa o postado enriquecendo-o.
Paz!....

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:37
sua opinião: subir
Agenor
 

Amiga Cláudia,
Felicissimo e agradecido com a sua carinhosa visita .

Beijossss...

Agenor · Aquidauana, MS 4/4/2009 02:39
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

voltando
bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 4/4/2009 23:23
sua opinião: subir
Aldy Carvalho
 

Aldy Carvalho · São Paulo, SP 5/4/2009 10:59
sua opinião: subir
delen
 

Voltando . Abraçosss

delen · Cotia, SP 5/4/2009 15:59
sua opinião: subir
Daniele Boechat
 

Tarde p votação, mas não para aplaudir-lhe!! Só que tem sensibilidade consegue captar e traduzir em palavras o que os outros necessitam ouvir e, principalmente, sabem a hora exata de acarinhar aquele que sofre. Parabéns emocionado! Bjs.

Daniele Boechat · Rio de Janeiro, RJ 6/4/2009 02:19
sua opinião: subir
Agenor
 

Querida Daniele,
Como diz o ditado "antes tarde do que nunca". Honradíssimo com a tua gentil visita e com as tuas palavras elogiosas.
Beijosss......

Agenor · Aquidauana, MS 7/4/2009 00:16
sua opinião: subir
bosco dos anjos
 

Querido Agenor, que coisa boa ler seus poemas, embora faça ja alguns anos que não nos vemos, parabens pelas coisas lindas escritas. qualquer hora nos vemos, um abraço.

bosco dos anjos · Campo Grande, MS 1/10/2009 19:25
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Agenor
 

Caro Bosco,
O prazer é todo meu em receber a sua visita e as suas palavras elogiosas ao meu trabalho.
Que Deus lhe abençõe sempre...
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 2/10/2009 11:34
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados