Redoma de vidro (*)

1
Juliaura · Porto Alegre, RS
28/3/2012 · 2 · 1
 

O coração remendado todo
Um frio de inverno no outono

horas
dias
vão vazios

repolhos roxos em mim
as coxas geladas
sob a saia arribada

nossa minha
santa abóbora de pescoço
ele também do pau oco

louco de pés de barro
o espelho espedaçado
reflete ainda a cor de mim

vermelho, carmim sim

vai chover lá fora diz no rádio
escuto e leio no pecê
fico ainda mais molhada de tédio

pão de forma com mel
à boca carnuda
dentada pós dentada

inventa outra amálgama
e desce com engulhos
como pedregulho fosse

quero jasmim em mim
rosas perfumosas
de espinhos dolorosas

vias em cruz
séqüito de abutres
fervores sem luzes

Até ali, diz Caronte, a barca vai
Até ontem, não me abarcava
Sereia séria seria, em ais

Bate-estaca nos contrafortes
Os rochedos da morte ao norte
O sul me pega pelo azul

A areia fina já sou eu
Muito, muito só
Pura, esteira de pó

_________________
(*Em Silvia Plath transpirada, pra Millôr Fernandes, in memoriam)

compartilhe



informações

Autoria
Juli Bauer
Downloads
314 downloads

comentários feed

+ comentar
A Marques
 

Bom trabalho!!!

A Marques · Caieiras, SP 27/8/2012 14:41
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados