Retrato do poeta quando jovem

1
Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ
4/6/2007 · 94 · 11
 

Não sei se sou poeta.
Apenas sei que de repente a minha têmpora arde
e, mesmo sem vontade, as mãos explodem
como trovões no infinito da memória,
buscando o trigo, a cevada que alimentam
a fome das palavras.

Ah, esta vontade de gritar a todas as terras,
a todos os povos, em todas as línguas,
este meu canto brasileiro, nordestino,
nutrido de cactos e mandacarus.
Sou selvagem e rasgo meus pés nesta caatinga,
onde se misturam homem e boi no mesmo pasto.

Que eu seja o mais puro dejeto desta terra,
a semente que sacia a fome, a carne escassa.
Que eu seja a mochila sedenta de bagagem,
o jagunço na caatinga, o desespero!
Que eu seja o facão no cipoal,
conversa de chicotes e costados, suor, sangue!

Não sei se sou poeta.
Mas é desta pele rota como a palha do milhal,
deste sangue desgovernado herdado de meu pai,
destes braços, destes olhos,
destas mãos caladas, desta mixórdia,
que componho o meu canto.

Eu, somente eu, começo e acabo minha estirpe!
Que se danem os nomes, as famílias,
o passado, o presente e o futuro.
Que se danem! Serei total!
Avalanche de raízes e pedras,
eletricidade de ossos e idéias!

Sou o grito resvalado pela serra,
o eco obstinado.
Sou a mão armada sobre as ondas,
sem governos, sem nada!

Porque é pelo fio do meu cabelo que começo.
E só termino na unha encravada do meu dedo mínimo!

compartilhe



informações

Autoria
Nivaldo Lemos
Downloads
318 downloads

comentários feed

+ comentar
FILIPE MAMEDE
 

Muito bom. Li do início ao fim. Me me fez lembrar da poesia regional, do 'chão de pedra' de Zila Mamede, minha tia-avó. Gostei muito. Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 4/6/2007 08:44
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Obrigado, Filipe.
Abraços

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2007 10:41
sua opinião: subir
Ilhandarilha
 

Forte, Nivaldo, bem forte!

Ilhandarilha · Vitória, ES 4/6/2007 11:38
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Oi, Ilha, há quanto tempo... Obrigado pelo comentário. Mas este poeminha é um tanto anarquista, você não acha?
Um abraço.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2007 11:46
sua opinião: subir
Saramar
 

Muito forte, muito bonito.
As imagens e a mensagem que ficam são a cara do povo brasileiro.
Sem dúvid, você é um grande poeta.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 4/6/2007 13:01
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Puxa, Saramar, obrigado. Receber elogio de quem escreve tão bem, como você, é máximo. Fico até bobo. Valeu.
Bjs

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 4/6/2007 14:48
sua opinião: subir
Cida Almeida
 

Eu que tenho me desencontrado de quase tudo, encontro na força poética das suas palavras uma fonte nova de água viva que me conta coisas, e me conta de um jeito, que eu preciso muito saber...
É sempre mais do que um prazer ler você. Menino, você é dos grandes!

Abraços.

Cida Almeida · Goiânia, GO 11/6/2007 14:53
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Obrigado, Cida.
Fiquei emocionado com suas palavras. E feliz, por virem de uma poeta maior - você, sim, é uma grande poeta -, das melhores que há e em cujos caminhos me encontro sempre e me encanto e me renovo. Obrigado mesmo. Valeu.

Um abraço.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 11/6/2007 15:03
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Ah, esta vontade de gritar a todas as terras,
a todos os povos, em todas as línguas,
este meu canto brasileiro, nordestino,
nutrido de cactos e mandacarus.
Sou selvagem e rasgo meus pés nesta caatinga,
onde se misturam homem e boi no mesmo pasto.


Poema inesgotável de força, riqueza interior, pasma estou!
Este vou imprimir...
Um abraço.

Cintia Thome · São Paulo, SP 2/10/2007 16:47
sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Obrigado, Cíntia.
Bjs

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 2/10/2007 16:49
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

uau! demais!!!

bjsssss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 13/5/2010 23:11
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 21 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados