REVOLUÇÃO DOS POETAS

1
jailton · Mesquita, RJ
28/6/2011 · 2 · 0
 

Abaixo o capitalismo e o comunismo.
A ditadura dos sofismas,
A retórica do populismo.
E viva a liberdade das rimas.
Viva o coração dos poetas,
Que vive dentro de nós,
Que não se rende às convenções.
A rima perfeita que explode na voz,
Dos contadores desses sertões.

Nosso veloz repentista,
Abafe o grito nas bolsas.
Com autoridade de artista.
O mundo inteiro nos ouça:
São falsos esses valores,
Que o capital salienta.
Causa no mundo dores.
Tanta guerra violenta.
Vil indústria que se alastra,
às custas do sangue inocente.
Transforma gente em pilastra.
Mas o amor que nasce na gente,
A vil indústria não castra.

Rasgue-se toda constituição.
Prevaleça o amor,
Sobre todas as leis.
Celebrai os povos de toda a nação.
A paz e o amor.
Não vos canseis.
Não vos deixeis cair em tentação.
Pois bem disse o REI dos reis:
É o AMOR a solução.

Sobre a obra

Os maiores revolucionários da história da humanidade negaram-se a pegar em armas.Antes, debocharam do poder:O pequeno Ghandi diante do poderoso tribunal britânico. Jesus, no episódio da prostituta.

compartilhe



informações

Autoria
JAILTON FRANCO
Downloads
169 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados