SECO ESQUECIMENTO

Flickr
1
Gustavo Adonias · Salvador, BA
30/9/2009 · 21 · 31
 


Desértica sina
Na crina do corcel do agora
Tentamos segurar as certezas
Inútil miragem
Areias sem oásis
Caravana existencial
Em busca da água abissal
Emaranhados de ilusões
Entrela(n)çadas no sem fim do sempre
Beduíno tempo
Tempestades nas dunas do momento
Não há chuva
Apenas lembranças
E seco esquecimento...

(Gustavo Adonias)

compartilhe



informações

Autoria
Gustavo Adonias
Ficha técnica
Poesia: "Seco Esquecimento"
Downloads
264 downloads

comentários feed

+ comentar
raphaelreys
 

O agora é só retificação! Aprendizado pela dor! A alma em sua experiência máxima! Beleza de postado meu caro poeta!

raphaelreys · Montes Claros, MG 30/9/2009 13:15
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

mas o que náo é ilusao?!
........o tempo como fonte que cessa nossas buscas........ou nao!

senti a sede em sua inspiraçao, poeta.

bjssssss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 30/9/2009 13:35
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

O esquecimento é sempre é seco e triste...
abraços.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 30/9/2009 14:04
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Querido...não queres doar um pouco da tua inspiração?
Maginifica a tua maneira de poetr...adoro !!!
Mil beijos !!!

marilia carboni · Londrina, PR 30/9/2009 14:05
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Querido...não queres doar um pouco da tua inspiração?
Maginifica a tua maneira de poetar...adoro !!!
Mil beijos !!!

marilia carboni · Londrina, PR 30/9/2009 14:05
sua opinião: subir
graça grauna
 

Não há chuva
Apenas lembranças
E seco esquecimento...


...versos tristes porque plenos de realismo. Mas enquanto houver poesia há esperança. Parabens, bjos.

graça grauna · Recife, PE 30/9/2009 14:06
sua opinião: subir
Vinícius Motta
 

Um poema simples que nos toca com sua fina melancolia.
Nem precisamos estar num deserto para sentir uma sensação de esquecimento. Basta ver como a vida é tão corrida que estamos cada vez mais distantes na crescente proximidade de tempo e espaço.
Parabéns pelos versos.
Votado.

Vinícius Motta · Rio de Janeiro, RJ 30/9/2009 15:15
sua opinião: subir
José Carlos Brandão
 

Não há chuva
Apenas lembranças
E seco esquecimento...

Na secura das palavras, a imagem viva, regurgitante de sensações - a poesia se faz do sensorial.

Muito bom.

Abraços.

José Carlos Brandão · Bauru, SP 30/9/2009 15:43
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Não há mais o que chorar...só seguir em frente...
Bela poética

(pena q nao te vi na Bahia...cheguei hoje de lá, chorando por deixá-la...) Logo volto...ab

Cintia Thome · São Paulo, SP 30/9/2009 19:16
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Gustavo Adonias · Salvador (BA)

SECO ESQUECIMENTO

Amplidão para a inspiração.
Um miçlagre latente o tempo todo porque o seco esquecimento não mata a esperança sem fim.
Parabéns pelo trasbalho de tanto sentimento.
Abração Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 30/9/2009 21:16
sua opinião: subir
ayruman
 

Enquanto houver Poesia a Vida não para!
Saúde...

ayruman · Cuiabá, MT 30/9/2009 21:22
sua opinião: subir
Ivan Cezar
 

O esquecimento é mesmo
estiagem ...
Muito bom !

Ivan Cezar · São Sepé, RS 1/10/2009 10:06
sua opinião: subir
Roberto A
 

No momento, tudo que tenho a dizer é: gostei!
Um seco parabéns a ti.

bom post.

Roberto A · Cuiabá, MT 1/10/2009 10:23
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Raphael, meu caro

Obrigado pela sua presença, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado do poema, amigo...

Abraço.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 1/10/2009 10:24
sua opinião: subir
RUI LÔBO
 

Gustavão: Bela metáfora; realmente, o esquecimento enquanto desprezo é mesmo muito árido, desertico até.! Axé!

RUI LÔBO · Brumado, BA 1/10/2009 11:21
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Retorno com um abraço...

Juscelino Mendes · Campinas, SP 1/10/2009 14:45
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Claúdia,

Obrigado pela sua presença também.

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 1/10/2009 22:36
sua opinião: subir
Sander Machado
 

Belo trabalho.
"O rosto daquela gente era o desenho do seco esquecimento. Faces que nem água para derramar pelos olhos tinham mais e aquele vazio enrugando a pele, como a pele da terra que ia se tornando pó. Como a loucura de Vangog me parece um paraíso nessa natureza morta.
Com paz,
Sander

Sander Machado · Porto Alegre, RS 2/10/2009 17:01
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Juscelino, meu caro

Obrigado por ter vindo também, mais uma vez !

Abraço.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 2/10/2009 17:10
sua opinião: subir
Ilia Noronha
 

Ai ai...
O esquecimento doi... em terras firmes.
Beijusssssss

Ilia Noronha · Manaus, AM 3/10/2009 00:52
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Marilia,

Obrigado pela presença, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado...

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 3/10/2009 09:34
sua opinião: subir
Raiblue
 

Mais uma bela cria,Gusta!!!

Bem ao seu estilo, sucinto e profundo...um artesão de palavras...que sabe lapidá-las lindamente, dando-lhes contornos mágicos que nos fascinam!

E vamos seguindo o seco...nessa miragem de certezas vãs que não levam-nos a lugar nenhum ou sempre ao mesmo inabitável canto
sem esperança...

Mas voar é preciso, ainda que sejam imprecisos os horizontes....

Aplausos,Gusta,você sempre nos emociona,meu lindo!!
Bluebeijokas
Blue

Raiblue · Salvador, BA 3/10/2009 15:58
sua opinião: subir
Raiblue
 

E essa imagem é incrivelmente poética! Nos cala , como a tamanha aridez humana!!

Raiblue · Salvador, BA 3/10/2009 16:00
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Grauna,

Obrigado pela sua presença e leitura, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado da poesia...

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 3/10/2009 22:42
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Beduíno tempo !


abs, poeta cinematográfico !

joe_brazuca · São Paulo, SP 4/10/2009 01:57
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Vinícius, meu caro

Obrigado pela presença também ! Que bom que tenha gostado...

Abraços.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 5/10/2009 11:10
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Brandão, meu caro

Obrigado pela sua presença e leitura também ! Que bom que tenha gostado...

Abraço.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 6/10/2009 11:45
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Cíntia,

Obigado por ter vindo também, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado da poesia...

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 6/10/2009 16:15
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Azuir, meu caro

Obrigado pela sua presença também, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado do poema. O seco esquecimento não mata a esperança sem fim...

Abraço, amigo.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 6/10/2009 20:06
sua opinião: subir
Carlos Venttura
 

Belo!

Carlos Venttura · Suíça , WW 9/10/2009 06:47
sua opinião: subir
carlos magno
 

Seria bom que uma chuva de ternura desabasse agora para inundar o dissabor que tanto te tortura. Belíssimo poema amigo Adonias. Abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 14/10/2009 12:32
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados