SEM LUZ NEM FIM... NO TÚNEL !

1
"NATO" AZEVEDO · Ananindeua, PA
10/12/2011 · 0 · 0
 

(NOTA DO AUTOR: mas, afinal, o que faz um texto sobre cobrança ilegal de energia elétrica num site destinado à Poesia e literatura? Embora estranho, meu protesto pode servir como ALERTA para pessoas que ainda podem passar pelos constrangimentos me impostos PELA COVARDIA e prepotência de quem existe para nos prestar serviços e só nos causa transtornos e prejuízos. Reclamando nos tais "órgãos competentes" DESDE MAIO até hoje, 11/dezembro, ainda não conseguimos uma solução decente. Triste terra de tanga !!!)
******************************

SEM LUZ NEM FIM... NO TÚNEL !

Nossa "via crucis" com a ex-estatal de energia elétrica de Belém do Pará é um EXEMPLO clássico de como o SISTEMA (ou o Estado) é capaz de agir, apenas para não cumprir o que é o CORRETO. Em menos de 50 dias já recebemos 3 equipes de funcionários, todos somente para saber (?!) o que está ocorrendo "com o relógio de luz", sem dar solução alguma:
1) para o fato de que a leitura de nosso consumo real NÃO É FEITA, e 2) que todas as QUATRO CONTAS (seriam 6, se não me tivessem sonegado as originais) oriundas a partir disso são mentirosas, falsas e ILEGAIS, além de EXTORSÃO pura e simples, por não refletirem o meu consumo real.

Mas a "legislação" da ANEEL permite que a Celpa não precise ler (?!) nossos relógios, pelo tempo que bem entender, suponho. Contudo, quando tal prática se torna PREJUÍZO planejado e intencional contra um cliente QUE ECONOMIZA energia e, ainda assim, paga por kws que não gastou, essa "lei nefasta" precisa ser revista. A "taxa de uso domiciliar" INVALIDA qualquer conta, porque permite que o "mês" que finge representar seja RE-COBRADO no mês seguinte, acrescido de várias taxas -- porque o volume de consumo passa o cliente para "novas faixas" -- além de ADULTERAR nossa média trimestral de consumo. No meu caso é pior: a tal taxa "arredonda" para 30 kwh consumos menores... ou seja, minha média trimestral estaria nos 20/22 kw. Nas contas consta como 30 kwh, outra MENTIRA, entre tantas. O estelionato está tipificado nas contas com essa taxa maldita: faturam um "consumo" de 30 kwh, mesmo quando o consumo falsamente "medido" (e "LIDO", como anotam na conta) é de ZERO kwh.

Nem nos tempos da Ditadura Militar esse absurdo seria admitido, mas a ex-CELPA se recusa a fazer O QUE É CERTO e que venho pedindo desde 2/nov. pp (ou antes) em 10 ou 12 emails, o primeiro deles com o título de "REDENERGIA... ÚLTIMO RECURSO"! enviado às 20.40hs, endereçado à Presidência da RedeCELPA, em São Paulo, cujo trecho final repito agora:
"(...) o fato real é que sua subsidiária CELPA "é um quartel de surdos" que só conhece uma palavra... PAGAR, mesmo que a gente mostre E PROVE que a cobrança É ILEGAL e por vezes absurda. ESTÁ EM VOSSAS MÃOS corrigir esse segundo êrro PROPOSITAL, sem nenhuma dúvida: 1) cancelar a conta (OBS: na verdade, TAXA) em segunda via, de outubro; 2) nos dar a conta original, valor de consumo LIDO POR NÓS de 7727 (OBS: para outubro, e de 7747 p/ nov./2011) em 17/out., dia marcado para a leitura, e 3) PUNIR O FUNCIONÁRIO severamente, tirando do salário dele o que nos fez gastar inutilmente em maio pp e o que nos fará gastar agora". (o email CONTINUA...)
Um texto tão claro admite dúvidas?! Pois, após esse indignado email recebemos 2 equipes da CELPA não para nos trazer as CONTAS CORRETAS, mas a fim de verificar "se não estamos desviando energia", não posso concluir de outra maneira.

Ouça bem, sr. LEÃO MAIA... estou a ponto de ter minha luz cortada, enquanto TODOS na Celpa e fora dela FINGEM que a tal taxa se refere ao mês de outubro e a conta seguinte ao mês de novembro. As contas da Celpa são a PROVA maior contra ela! Veja por si mesmo:
1 -- setembro / 2011 -- 7705 kwh, lido em 17/set.
2 -- mês FALSO/outubro -- 7705 kwh, "lido" em 17/out.
3 -- novembro / 2011 -- (de 7705 a) 7747, lido (?!) em 16/nov. pp.
Eis a prova... entre 17/set. e 16/nov. se passaram 59/61 dias, 2 MESES portanto, exatamente como entre 13/abril e 15/junho, quando a CELPA me infligiu esse "golpe" imoral" pela primeira E ÚLTIMA vez. Na Justiça gratuita do bairro só encontrei um "advogadozinho" gaiato que me aconselhou (?!) pagar esse novo achaque "...para ver como é que fica", enquanto ameaçava me prender por desacato, quando lhe respondi que iria cobrar dele os prejuízos que a CELPA me desse.
Atente para o fato de que os 83 kw me custaram em 16/junho "apenas" R$ 15,50 reais.. e hoje a METADE desse consumo (42 kw) tem o absurdo preço de R$ 16,37 reais, quase 110% de "ágio".

Corro o risco de ficar sem luz, mesmo economizando, pois a taxa ILEGAL venceu em 24/nov. Para religar são 25 reais, fora os aborrecimentos, dona CELPA exige um monte de documentos DA CASA, segundo ouvi falar. O ex-MME não trata de Energia (a elétrica, pelo menos) e jogou a "bomba" nas costas da impotente ANEEL, que "chora" pelos jornais não conseguir pôr a ex-estatal perdulária nos trilhos.
Então, que PAGUE meus prejuízos... afinal, são os "regulamentos" criados por ela que permitem que sejamos "esfolados" à margem das Leis (do Consumidor/CDC, no mínimo) e do bom-senso, às centenas ou talvez aos milhares.
Numa "democracia" onde o Povo não tem vez nem voz, com "madame Dilma" recriando os tempos cavernosos do "apagão" não vejo luz E NEM FIM nesse "túnel" de achaques, que só tendem a aumentar em 2012... valha-nos quem?!
CINCINATO PALMAS AZEVEDO
(ANANINDEUA, Pará)

Sobre a obra

O Povo continua sendo massacrado... quando não por juros absurdos, o é por cobranças indevidas E ILEGAIS. Até quando, Senhor?!

compartilhe



informações

Autoria
"NATO" AZEVEDO
Downloads
282 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 6 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados