SENTIDO SILENCIOSO NO SOPRO DA INTUIÇÃO...

Flickr
1
Gustavo Adonias · Salvador, BA
14/9/2009 · 22 · 31
 


Quando vi, já estava ali, como uma palavra que invade o branco da página que não era para ser escrita, ávida por um sentido. Sentido este, longe da racionalidade, abstrato, como devem ser a tristeza, a felicidade e a saudade. Estava ali, embora não soubesse como meus pés me levaram. Só sei que fui guiado pela alma, como que seguindo um estranho chamado alado.

Não haviam portas, como teria entrado e como sairia dali ? Não existiam paredes, os limites eram líquidos, um imenso mar de espelhos, onde minha imagem estava fragmentada em milhares de pedaços que tentavam se encaixar, nesse difícil quebra-cabeça que sou eu. Era um Teseu sem novelo, perdido no elo que me liga a mim mesmo. O homem lobo do homem, seu próprio monstro e anjo. Lados opostos delimitados por um fino fio, teia do subconsciente. Não havia morte, era só eu entre a vida e o corte tênue do tempo.

Sem margens, o rio desemboca no infinito e o céu azul mergulha na correnteza sem destino. Me sentia assim e não imaginava que seria assustador ser livre e não ter que lutar contra nada, nem mesmo contra mim, pois o elo partido foi com um outro, criado para devorar. Teria sido devorado por minha própria fome, num ritual antropofágico e só, então, libertado-me do bicho que me habita ? Teria saciado finalmente aquele apetite voraz dos desejos que tanto traziam dor e ilusão ? Ou essa busca nunca terá um fim ? Homens iluminados já haviam se desprendido dessa sina. Mas eu, ainda cheio de falhas, demasiado humano, teria de fato me libertado ? Tantas dúvidas na mente, tantos caminhos para escolher trilhar. Tudo era névoa..., mas não tinha o peso da penumbra. Era, antes, uma cortina de fumaça, uma espécie de mágica que acontecia por dentro. Quase podia ouvir os tambores ancestrais anunciando um novo homem, o fim entrelaçando o início, fazendo girar a Samsara num contínuo renascer...

Acordei, e na cabeceira da cama repousava a folha em branco, mas agora não havia pressa... O sentido chegaria silencioso no sopro da intuição sobre a nau do destino... Alguma coisa havia mudado e compreender não era preciso, bastava sentir e começavam, então, as primeiras contrações das palavras...

(Raiblue & Gustavo Adonias)

Sobre a obra

Nossa primeira parceria no campo da prosa (para mim, a minha primeira experiência na prosa a ser publicada)... Mais um momento especial (entre tantos com Raiblue)...

compartilhe



informações

Autoria
Raiblue & Gustavo Adonias
Ficha técnica
Prosa-poética : "O Sentido Silencioso no Sopro da Intuição..."
Downloads
262 downloads

comentários feed

+ comentar
Pessoa de Melo
 

O que esperar de tão fantástica parceria?

Eis aí senhores algo que poderia com toda certeza descrever tantos e não descreve...
Eis que as nascentes que trazemos em cada santuário do nosso "ser" abundam da poesia desses dois poetas que murmuram em nossos ouvidos tanto auto-conhecimento que parece que nos conhecem de maneira absoluta... escrevem e descrevem o que ainda não foi dito sobre nós... pois a primeira parte de um é o outro...

Queridos poetas que a vida inunde tudo o que ainda está seco...
Deixem transbordar... deixe-me navegar com vocês e quem sabe nesse oceano de prosa a poesia aflorará brejeira e cheia de sentimentos... para dizer o que não foi dito...

Digam!

Pessoa de Melo · Olinda, PE 14/9/2009 18:23
sua opinião: subir
Pessoa de Melo
 

PS: Linda foto!!!!!
Sentimento puro!

Pessoa de Melo · Olinda, PE 14/9/2009 18:24
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Gustavo Adonias · Salvador (BA)

SENTIDO SILENCIOSO NO SOPRO DA INTUIÇÃO...

Tem este bem extraordinário que guia as pessoas nos momentos de extrema dificuldade e de decisão.
É igual a um afirmar de que não se esta sozinho, de que há uma força abençoada dando apoio a quem crer e esta comprometido com o bem.
Maravilhoso e tem muito a ver com amor e Fé.


...guiado pela alma, como que seguindo um estranho chamado alado...

Parabéns.
Abração Amigo

azuirfilho · Campinas, SP 14/9/2009 19:29
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Bela parceira vc tem Adonias...gostei de ler 'as primeiras contrações das palavras...'
E essa arceria sendo a sua primeira em prosa, está excelente, um raciocínio lógico que nos prende até o fim...uma suavidade,
não há nada assim que seja vamos dizer, uma escrita 'nervosa'...


um abraço aos dois e viva!

Cintia Thome · São Paulo, SP 14/9/2009 19:30
sua opinião: subir
graça grauna
 

Uma grandiosa experiencia essa de compartilhar a palavra, sobretudo qundo se juntam a sensibilidade de Adonias e Raiblue. Parabens.

graça grauna · Recife, PE 14/9/2009 19:44
sua opinião: subir
Patipetista
 

Ah! Receita infalível, seja em prosa, seja em verso, seja em foto... VocÊs são demias de lindos !
É muito gostoso ler e reler tudo que criam !
Beijos muitos !
Parabéns queridos !

Patipetista · Taboão da Serra, SP 14/9/2009 22:18
sua opinião: subir
Carlos Venttura
 

Genteeeeeeeeeeeeeeeee!

Maravilhosoooooooooooooooooooooooooooooooooo.

Parabénsssssssssss!

Carlos Venttura · Suíça , WW 14/9/2009 22:53
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Muito bom texto, Adonias. Grande abraço.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 15/9/2009 01:02
sua opinião: subir
raphaelreys
 

É a voz divina em nosso interior!

raphaelreys · Montes Claros, MG 15/9/2009 09:53
sua opinião: subir
Marcos Filho
 

Os labirintos da existência permeiam todo o caminho... a intuição é conexão com a Força Superior, guiando-nos prá fora das aparências materiais...Teseu é exemplo prá humanidade não se esquecer: 3 dias e 3 noites procurando a ponta do novelo - sem desistir da vida - com a persistência que caracteriza os que saem da vida vitoriosos... ótimo texto, right.

Marcos Filho · Campo Grande, MS 15/9/2009 13:53
sua opinião: subir
Raiblue
 

Que surpresa mais linda,Gusta!!!!

Viu que tudo é possível?srrs...basta se deixar levar pelas palavras, sim, porque não somos nós que as dirigimos,mas elas que nos levam em suas infinitas asas...e os vôos acon_tecem invisíveis entre as mãos e o coração....e você,Gusta é um samurai do cotidiano desvendando caminhos na fluidez dos teus versos...

Que seja a primeira de muitas prosas.....(afinal, prosear contigo já e um vício,né?rsr)
obrigada por este instante tão inspirador!

E meus queridos overamigos, que bom vcs terem gostado desse nosso
delírio....delirar é preciso, sempre!obrigada pela leitura e emoção aqui registrada.Beijokas...

Um beijinho azul no terceiro olho,Gusta...hehe...
Blue

Raiblue · Salvador, BA 15/9/2009 14:24
sua opinião: subir
Raiblue
 

E que imagem linda,Gusta, incrivelmente poética!!!
Tem a beleza do teu coração navegante....apaixonante!

mais beijokas azuis...

Raiblue · Salvador, BA 15/9/2009 14:25
sua opinião: subir
Emil
 

Viva as palavras que apontam os caminhos das divinas loucuras !!
Gostoso de ler.


Abraço

Emil · Brasília, DF 15/9/2009 14:43
sua opinião: subir
Ilia Noronha
 

Ola poeta!!!
Ha uma coisas maravilhosa entrevc's que é escrever divinamente.
Lindo e espetacular.
Beijinhos poeticos.

Ilia Noronha · Manaus, AM 15/9/2009 22:07
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Meus queridos:
Na contração das palavras ... Pura emoção!
PARABÉNS!
Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 16/9/2009 01:17
sua opinião: subir
RUI LÔBO
 

Gustavão: Belo texto introspectivo com a chancela de quem conhece por dentro o que estava falando. Esta dupla de dois magos das letras tem futuro! Quem não sentiu ainda este sopro, que continue calado. Axé!

RUI LÔBO · Brumado, BA 16/9/2009 10:18
sua opinião: subir
Sander Machado
 

Olás,
bela prosa. Mas como a Cintia Thome fiquei surpreendido com a expressão contrações das palavras... Todos, ou a maioria dos nossos orgão se contraem para poder se expandir. Foi assim que pensei no verbo. Um contrair-se para poder ser expandir pela folha do papel.
Com paz,

Sander Machado · Porto Alegre, RS 16/9/2009 13:07
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Pessoa, caro amigo

Obrigado pela sua presença e leitura ! Que bom que tenha gostado da parceria. Deixemos transbordar toda a intuição que há em nossas nascentes, mergulhemos em nosso grotão, e lá encontremos o que há de mais valioso: nós mesmos !

Grande abraço.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 16/9/2009 13:46
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Azuir, meu caro amigo

Obrigado pela sua presença também, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado do texto em parceria...

Abraço.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 17/9/2009 11:00
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Parabéns p estes dois amados meus !
Mil beijos!!!!
Lindo...lindo...lindo...

marilia carboni · Londrina, PR 17/9/2009 11:58
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Cíntia,

Obrigado também pela sua presença, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado da prosa em parceria...

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 17/9/2009 17:08
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Grauna,

Obrigado também por ter vindo, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado da parceria...

Bjs.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 18/9/2009 13:22
sua opinião: subir
GABRIEL BARROS
 

É uma idéia de nascimento ... de renascimento ..quase um parto de algo que já havia navegado!

"Me sentia assim e não imaginava que seria assustador ser livre..."

A liberdade é assustadora mesmo!

GABRIEL BARROS · Rio de Janeiro, RJ 18/9/2009 14:41
sua opinião: subir
GABRIEL BARROS
 

Fiquei com uma inveja boa..quero uma parceria com a azulzinha tB!

o que sairia de nossas mentes em sinergia ?

GABRIEL BARROS · Rio de Janeiro, RJ 18/9/2009 14:42
sua opinião: subir
Raiblue
 

rs....aposto que seria um delírio daqueles de tirar o fôlego....hehe...
taí...um desafio que vou adorar!!!

Valeu,Gabriel...el...elllll!!!
Um beijo azul,querido.

Meus queridos overamigos, que bom terem viajado conosco nesse
navegar pelas águas da intuição...essa parceria me deixou muito feliz! É sempre muito mais valioso todo trabalho que se contrói coletivamente. obrigada pelos carinhosos comentário!!!

E Gusta, se prepare pra mais...hahaha!!
obrigada,meu amigo lindo!
Saudades...

bluebeijokas a todos!
Blue

Raiblue · Salvador, BA 18/9/2009 17:14
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

belo trabalho que juntos fizeram, parabéns.
vcs são muito especiais.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 18/9/2009 19:39
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Pati, querida amiga

Sempre é muito bom te ver por aqui ! Que bom que gosta do que a gente escreve !

Bjão !

Gustavo Adonias · Salvador, BA 18/9/2009 19:47
sua opinião: subir
Cláudia Campello
 

Não consigo "parir" uma palavra que traduza meu sentir ao ler o
SENTIDO SILENCIOSO NO SOPRO DA INTUIÇAO.
......só que...putz! fiquei em colicas de sentir!

bjsssssss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 19/9/2009 03:09
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Carlos, meu caro

Obrigado pela sua presença, mais uma vez ! Que bom que tenha gostado da produção em parceria...

Abraços.

Gustavo Adonias · Salvador, BA 19/9/2009 18:21
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

duplinha porreta !


beijo pros dois !

joe_brazuca · São Paulo, SP 25/9/2009 12:37
sua opinião: subir
Vinícius Motta
 

Não havia morte, era só eu entre a vida e o corte tênue do
tempo.


Vocês traçam um painel muito interessante sobre as pulsações que tomam os escritores nos misteriosos momento de produção. é bem o que disseram. é um lugar que não se define, mas sobretudo se sente.
Quando a atmosfera nos envolve, é só deixar se levar que a folha não será mais branca...
Muito bom mesmo Gustavo e Raiblue.
Tragam mais divagações como essa para nós.
Parabéns e votado.

Vinícius Motta · Rio de Janeiro, RJ 28/9/2009 15:19
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter