Soneto polimétrico IX

1
Cláudio Carvalho Fernandes · Teresina, PI
12/8/2009 · 1 · 1
 


Ainda serei eterno, mesmo esperança,
ainda que tendo que me desfazer em nada,
pois todo o sonho que mais se alcança
são os passos deixados nessa estrada.

Ainda serei eterno, como uma criança
que se esqueceu do tempo e, abandonada,
perdeu-se nos caminhos de sua andança,
sem o desespero da distância a ser alcançada.

Ainda serei eterno, como o momento
que se deixa ser realidade e ilusão,
contemplando o íntimo instante do sentimento.

Ainda serei eterno, sem duração,
Como mistério entre espaços e tempo,
como a vida, em toda sua dimensão.

Sobre a obra


Ainda serei eterno, mesmo esperança,
ainda que tendo que me desfazer em nada,
pois todo o sonho que mais se alcança
são os passos deixados nessa estrada.

Ainda serei eterno, como uma criança
que se esqueceu do tempo e, abandonada,
perdeu-se nos caminhos de sua andança,
sem o desespero da distância a ser alcançada.

Ainda serei eterno, como o momento
que se deixa ser realidade e ilusão,
contemplando o íntimo instante do sentimento.

Ainda serei eterno, sem duração,
Como mistério entre espaços e tempo,
como a vida, em toda sua dimensão.

compartilhe



informações

Autoria
Cláudio Carvalho Fernandes
Downloads
451 downloads

comentários feed

+ comentar
Cláudia Campello
 

...e és eterno. és poeta.

bjss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 13/8/2009 00:55
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados