Soneto polimétrico XXII

1
Cláudio Carvalho Fernandes · Teresina, PI
17/10/2009 · 1 · 0
 

A vida é apenas um só dia em eterna idade,
absoluto que se perde nas partes dispersas,
fragmentando em infinito a própria unidade,
na profusão caótica de suas coisas diversas.

A manhã que nasce é a infância,
cheia de vigor, luz, ilusões e alegria.
A tarde se adultera, perdendo a magia,
anoitecendo a velhice em tão pouca distância.

A vida é apenas um pequeno instante,
maior que tudo mais o que possa haver,
mesmo que se transporte a dimensão distante.

A vida se completa no incompleto do viver,
inconstância que se faz constante,
renovando sempre mais o próprio prazer...

Sobre a obra

A vida é apenas um só dia em eterna idade,
absoluto que se perde nas partes dispersas,
fragmentando em infinito a própria unidade,
na profusão caótica de suas coisas diversas.

A manhã que nasce é a infância,
cheia de vigor, luz, ilusões e alegria.
A tarde se adultera, perdendo a magia,
anoitecendo a velhice em tão pouca distância.

A vida é apenas um pequeno instante,
maior que tudo mais o que possa haver,
mesmo que se transporte a dimensão distante.

A vida se completa no incompleto do viver,
inconstância que se faz constante,
renovando sempre mais o próprio prazer...

compartilhe



informações

Autoria
Cláudio Carvalho Fernandes
Downloads
203 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados