SÚPLICA

www.imageafter.com
1
Cherry Blossom · Dracena, SP
12/6/2008 · 141 · 45
 

Rogo por ti
Cravo não roubado
Sempre rogo por ti
Feriste minhas rosas
Eu sangro
E ando atrás de jasmins
Mas quando penso
Que em algum lugar de outrora
O calvário
Quis ser jardim
Então cravo não roubado
Desesperadamente
Eu rogo por mim
Rogo por mim
Rogo por mim


Cherry Blossom

Sobre a obra

____Se o perdão mitigasse a dor de quem o consente decerto eu teria achado a paz, florescendo no meu peito ainda em botão____

Resquícios de um antigo jardim, nada mais...

compartilhe



informações

Autoria
Texto: Cherry Blossom - Dracena - São Paulo
Fotografia: www.imageafter.com
Ficha técnica
série: Além Mar
Data: 6 de janeiro de 2008
Publicado em: wwwvolatil.blogspot.com
Downloads
336 downloads

comentários feed

+ comentar
alcanu
 

Essa tua composição parece que completa a última, gosto deste estilo, traz muita serenidade.
Ando atrás disso... Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 9/6/2008 17:37
sua opinião: subir
Hellenna
 

Poema denso...mas muito belo. com um forte conteúdo existencial. Parabéns!!Bjsss

Hellenna · Vitória, ES 9/6/2008 17:39
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Que belo desabafo!!!! Deu até um arrepio na espinha...
Que seu jasmim seja mais perfumado que o cravo,
que cravaste seu coração.
bjos.

Cristiano Melo · Brasília, DF 9/6/2008 18:22
sua opinião: subir
AbraAo
 

Cheryyyyyyyyyyyyyy, bisus.

O Cravo deixou a Rosa assim, tão poeticamente bela apesar de despetalada?
Volta e roga, mesmo que seja uma pequena prece, ou uma inocente praga.rsssssssssssssss
De jardins abandonados em resquícios de contos, eu entendo um pouco também.rssssssssssssss
A gente vai adubando tudo de novo, até que floresçam novas Rosas e doces Cravos, vermelhos!
Parabéns pelo poema, vermelho e doce, como a saudade.
Bisus, Cherry.

AbraAo · Rio Branco, AC 9/6/2008 19:02
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Alcanu
Obrigado meu querido é um texto levinho sim, sem muito querer, mas querendo...
beijinhos

Cherry Blossom · Dracena, SP 9/6/2008 19:46
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Hellenna
Obrigado minha querida, fiquei muito feliz em te conhecer e muito agradecida pela leitura e comentário!
beijos

Cherry Blossom · Dracena, SP 9/6/2008 19:49
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Cris
Você veio no meu jardim, pena que não veio sorrindo... (ahahah)..aliviaria minhas dores...Obrigado pelos votos. Preciso realmente me embriagar de aromas novos...
beijos

Cherry Blossom · Dracena, SP 9/6/2008 19:53
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Abraão
Já roguei as pragas todas... ahahahah... mas acabei perdoando a criatura...que seja feliz por lá passeando por outros tantos jardins repletos de violetas e margaridas. A mim coube o sangrar e verter essa minha porção um tanto açucarada. Amar e sofrer é tão piegas meu querido, mas quem é que pode se livrar...Quisera eu...
Beijinhos pra ti

Cherry Blossom · Dracena, SP 9/6/2008 20:08
sua opinião: subir
Raiblue
 

Que doce súplica,minha querida Cherry!!

Mas 'Quem é que não sofre por amor?'...a rosa sangra ...pétalas despadaçadas pelo cravo não roubado....Mas perdoar sempre dá passagem a novo s jardins ainda mais floridos e perfumados..acredite...

Parabéns,adorei,Cherry!!

um beijo bluedoce...
Raiblue

Raiblue · Salvador, BA 9/6/2008 22:14
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Cherry,
Esse jardim anseia por uma flor que já murchou. É hora de lançar novas sementes e colher uma nova flor.
Lindo o seu poema.
Beijos.

Sônia Brandão · Bauru, SP 9/6/2008 22:21
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Cherry... quando um amor machuca tanto assim, o perdão só vem depois que encontramos a paz. Belo poema! voltarei para votar. Bjssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 10/6/2008 01:14
sua opinião: subir
nina araújo
 

Gostei muito Cherry,muito mesmo!Aqui neste verso é delicioso o som da poesia:..."Mas quando penso
Que em algum lugar de outrora
O calvário
Quis ser jardim...".Adorei isto!!!Parabéns!Beijos cariocas!Volto...

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 10/6/2008 08:43
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

"Mas quando penso
Que em algum lugar de outrora
O calvário
Quis ser jardim"

lindo cherry...um beijo minha linda.
voltarei

samuel

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 10/6/2008 12:30
sua opinião: subir
José Carlos Brandão
 

Que lindo! Lindíssimo. Me emocionei. Que delicadeza, que imagens gostosas! Não sobra nada, não falta nada. Existe a dor, mas a dor é essencial: sem a dor que seria de nós, homens? Seríamos coisas. A dor de alguém que nos falta... É essa essência. Toda rosa tem seu cravo não roubado, toda rosa sofre por seu cravo. E estão sobrando palavras: fique, fico com o seu poema em que não sobra nada.
Um beijo.

José Carlos Brandão · Bauru, SP 10/6/2008 12:30
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Bluezinha...
É verdade linda, o perdão desata das raízes mortas do passado e trás sempre novos rebentos. Sonho com um novo jardim...
Beijinhos dourados pra ti!

Cherry Blossom · Dracena, SP 11/6/2008 13:09
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Obrigado Sônia
Tenho lançado sementes, resta observar
as que vingarão...
beijinhos

Cherry Blossom · Dracena, SP 11/6/2008 13:12
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Doroni
Foram muitos anos de feridas e sofrimentos, mas já foi...
beijinhos

Cherry Blossom · Dracena, SP 11/6/2008 13:15
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Nina
Obrigado querida pela leitura, por ter gostado. Foi um imenso prazer também conhecer sua poesia.
Mil beijos

Cherry Blossom · Dracena, SP 11/6/2008 13:17
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Obrigado San
Beijinhos doce pra ti meu querido...

Cherry Blossom · Dracena, SP 11/6/2008 13:18
sua opinião: subir
Cherry Blossom
 

Ah José Carlos...poderia até ser uma doce brincadeira, coisas de uma menina que foi brincar com um cravo num jardim e achou que por ele não ter espinhos seria incapaz de ferir...
meus beijos querido

Cherry Blossom · Dracena, SP 11/6/2008 13:25
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Meu voto para esta maravilhosa " Suplica" e meu carinho para você. Bjssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 11/6/2008 16:37
sua opinião: subir
Ailuj
 

Muito bonito mesmo cherry,acho que ja disseram tudo
beijos e votos

Ailuj · Niterói, RJ 11/6/2008 16:42
sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

votos e bjos.

Cristiano Melo · Brasília, DF 11/6/2008 17:06
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Realmente uma súplica.
das mais sublimes.
Um abraço e voto
EG

EdimoGinot · Curitiba, PR 11/6/2008 18:04
sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

voltando e votando.
um beijinho cherry.

samuel

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 11/6/2008 19:08
sua opinião: subir
clara arruda
 

Roga tb por mim minha amiga...
meu carinho e votos.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 11/6/2008 21:14
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Votos e beijinhos.

Sônia Brandão · Bauru, SP 11/6/2008 21:18
sua opinião: subir
nina araújo
 

Votos e parabéns!!Beijos cariocas.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 11/6/2008 22:29
sua opinião: subir
alcanu
 

Votando e lembrando:
cultive amor e colherá amor !
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 11/6/2008 23:16
sua opinião: subir
José Carlos Brandão
 

Desculpe a demora, gostei demais do seu poema.
Tinha que ser eu a fechar os votos para publicação.
beijos!

José Carlos Brandão · Bauru, SP 12/6/2008 01:07
sua opinião: subir
Dáblio Vasconcelos
 

Oi, Cherry!

Muito bom o teu texto, mulher!
Parabéns, mesmo!

Abraços,

Dáblio Vasconcelos · São Paulo, SP 12/6/2008 13:55
sua opinião: subir
Lima dos Santos
 

Ótemo poema!


"(...)Mas quando penso
Que em algum lugar de outrora
O calvário
Quis ser jardim
Então cravo não roubado
Desesperadamente
Eu rogo por mim(...)"


Interessantíssimo o sentido que suas palavras passam.


=]


Parabéns!



Lima dos Santos · Carapicuíba, SP 13/6/2008 00:55
sua opinião: subir
Elliana Alves
 

Muito bom seu texto adorei...Bom diA!!!

Elliana Alves · Petrolina, PE 13/6/2008 12:30
sua opinião: subir
Mustangue
 

lindo, melancólico, mas lindo

Mustangue · Porto Alegre, RS 13/6/2008 16:29
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Cherry querida, eu não rogo, apenas agradeço o privilégio de desfrutar de seu talento. Beijos

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 14/6/2008 06:04
sua opinião: subir
Marcos Pontes
 

Como disse Vinícius, "amor só é bom quando dói". Mesmo que em plena felicidade, dói. Não gosto nem um pouquinho de rimar amor e dor, mas eles teimam em andar de mãos dadas.

Marcos Pontes · Eunápolis, BA 14/6/2008 15:31
sua opinião: subir
Sérgio Franck
 

Amém!

Sérgio Franck · Belo Horizonte, MG 16/6/2008 12:38
sua opinião: subir
llamar al pan
 

Adoro 'chama'! Parabéns pelo texto e obrigada pela visita no 'mistério no solar' bjs e fica na luz...

llamar al pan · Belo Horizonte, MG 16/6/2008 23:38
sua opinião: subir
Raiblue
 

Votadíssimo!!E muitos outros tantos beijinhos bluedourados procê,linda!!
Blue

Raiblue · Salvador, BA 17/6/2008 23:46
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Votei, E além de belo o poema, sugestão, Cherry
Rouba UM cravo e resolve tudo

Compulsão Diária · São Paulo, SP 18/6/2008 02:08
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Cherry,
É tão belo parece uma oração.
Já de volta ao mundo over.
Beijos e votos.
Regina

Regina Lyra · João Pessoa, PB 18/6/2008 23:41
sua opinião: subir
Elliana Alves
 

Belo jardim,foi bom,rsrsss...Esse jardim...
Adorei sabia poeta,parabéns...Bom dia!

Elliana Alves · Petrolina, PE 24/6/2008 01:54
sua opinião: subir
Regina Lyra
 

Cherry,
Em texto do Marco Bastos, Os Olhos de Gato, você e a CD foram citadas no meu comentário. Em seguida escrevi este poema.
Deixo aqui para que conheça. É a interação poética.
Beijos,
Regina

Continuando com a embriaguez inspiradora:
Segue a 1ª versão:

TRANSGRESSORES DA PALAVRA - Regina Lyra

Quando leio um poema,
Sinto o sabor das palavras
Degusto as imagens
Faço amor com os versos.

Quando leio um poema,
Vejo a sonoridade da água
Ouço o crepitar da alma
Que enleva meu canto.

Quando leio um poema,
Sei que é uma aprendizagem
E me pego brincando com sílabas
Feito criança alfabetizada.

Quando leio um poema,
Já nem sei quem sou,
Talvez uma miragem,
Há tantas em uma só.

Busco meus eus perdidos
- Nos oásis do deserto

Quando leio um poema,
Sinto que nada é sério
Tudo é relativo, como à vida
E as palavras que lhe dão sentido.

Mas se o tudo é o nada
Não leve nada a sério
A embriaguez das palavras
É a placidez do sossego.

Enfadonho
- é o degredo.

Regina Lyra · João Pessoa, PB 24/6/2008 20:00
sua opinião: subir
ANIBAL BEÇA
 

Cherry, o que gosto de seus pemas é a leveza com que eles fluem. Parabéns!

Aproveito para avisar que coloquei novos poemas. Espero pela sua leitura e visita.

http://www.overmundo.com.br/banco/bale-da-seducao

Abraço amazônico

ANIBAL BEÇA · Manaus, AM 26/6/2008 15:01
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

belissimo

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 1/7/2008 16:03
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 1 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados