Temor

1
Cristiano Melo · Brasília, DF
3/9/2008 · 155 · 25
 

Temer o fim do amor que lhe arrouba o afeto
Nada traz à sua liberdade de concreto.

Temer a dor na carne lancinante
Não aplaca a sensação perpetrante.

Temer a despedida impregnável da lágrima jocosa
Não limpa a saudade por si consutosa.

Temer a morte do ser querido
Não lhe afastará do ato consumado.

Temer o passado e o futuro
Não traz paz ao presente.

Se à própria sorte lhe é reservado a morte,
Não há consistência no temer!


Cristiano Melo, 01 de Setembro de 2008

compartilhe



informações

Autoria
Cristiano Oliveira de Melo
Downloads
416 downloads

comentários feed

+ comentar
Doroni Hilgenberg
 

Cristiano,
Quanta verdade!
" Temer o passado e o futuro
não traz paz para o presente"
o presente é feito de agoras
e de nossas decisões
que muitas vezes doem
mas são necessárias.
bjsssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 1/9/2008 20:04
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Angélica T. Almstadter
 

É isso Cris, temor não transforma a realidade. Muito bom!

Angélica T. Almstadter · Campinas, SP 1/9/2008 20:18
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Cristiano,
em contagem regressiva, leio com alegria este postado!
O Alcanu, quem mais?, deu esta mensagem e é isso aí, querido
Don´t worry...be happy.
Ria muito! Ou não, se conseguir ficar sério
Bjos
CD

Compulsão Diária · São Paulo, SP 2/9/2008 04:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
autografado
 

Verdade, verdades, verdadeiras! Pensamento coerente Cris, do começo ao fim, um poema da razão. Parabéns cara! Como você bem diz "Não há consistência no temer!"

ABÇAUTGFD!

autografado · Presidente Prudente, SP 2/9/2008 17:14
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Cristiano,

O temor seja lá porque for, seja pelo fim do amor, pela dor crua da carne e da alma, da despedida cruel, da lágrima que rolará, da morte do ser querido para nós, dos tempos idos e vindouros, nos paralisa, congela-nos, não deixa-nos vislumbrar outros caminhos, novas oportunidades. O medo nos espreita, como um vampiro de presas afiadas, que na verdade nem existe...

Parabéns ! Vo(l)tarei.

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 2/9/2008 18:42
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Raiblue
 

oie Cris-Cris...

Se as perdas são inevitáveis....e a dor necessária ao processo de evolução do espírito....por que temer?..
O medo nos paralisa...pensamos estar nos protegendo,mas estamos estagnando...prisioneiros em suas grades de ferro...

Grande reflexão,Cris-Cris!
beijinhos bluecarinhosos...
Blue

Raiblue · Salvador, BA 2/9/2008 20:40
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cristiano Melo
 

Dô,
o presente é o que temos, o resto são elucubrações de nossos pensamentos e não é real. Obrigado pela leitura e comentário. bjo

Angélica,
Foste curta e grossa...rs
Isso mesmo, a relaidade é o que é, com ou sem temor.
Obrigado. bjo

CD,
Olha, agora mais próximo ainda, amanhã tô por aí!
Obrigado pelo link, é engraçado, estilo anos oitenta...
bjo

AUT,
A razão é algo tão particular não é não?! Minha razão, na construção desta reflexão sobre o medo e o temor, passeia por verdades, mas nunca, as verdades, são únicas....rs
Mas coaduno com o seu refletir e pensar sim. Muito obrigado
(e agora como respondo a ABÇAUTGFD!????)
bem vai o velho abraço de sempre...hehehee

Gustavo,
Meu camarada, gostei da imagem do vampiro a espreita, é algo assim mesmo, o "monstro" pode assumir qualquer formato, você quem o constrói, e não adianta nada! Acontecerá o que tiver de ser, manter-se no momento presente é uma excelente opção para desmitificar esses monstrinhos.
Obrigado
abraços

Blues,
o sofrimento é inerente ao ser, justamente pelo fato da dificuldade em se manter no momento presente, o medo e o temor se quedam com esta perspectiva, a ilusão é ilusória rs
Obrigado minha querida baiana.
beijos beijos

Cristiano Melo · Brasília, DF 3/9/2008 09:36
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Branca Pires
 

É Cris, somos temerosos ao fim do amor, ao fim de um ciclo. Mas a vida nos convida a viver! Então com medo ou sem medo, tudo acaba passando... Mas antes que passe, vamos viver sem temores, né?
Tão bom se fosse fácil assim, eu bem sei.
Beijos e coragem, tá?

Branca Pires · Aracaju, SE 3/9/2008 13:46
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Alice Poltronieri
 

Cristiano,
Versos com lampejos forte de consciência onisciente.
Realmente, a ansiedade não ajuda em nada muito pelo contrario, o que vale mesmo é viver intensamente o momento que se apresenta a nossa frente.
Um abraço
votos

Alice Poltronieri · Porto Velho, RO 3/9/2008 14:14
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

Se à própria sorte lhe é reservado a morte,
Não há consistência no temer!


abraçosssssss muito bom.votado.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 3/9/2008 15:24
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
nina araújo
 

"Temer o passado e o futuro
Não traz paz ao presente"

Parabéns ao poeta destemido!! Beijos poéticos, Nina.

nina araújo · Rio de Janeiro, RJ 3/9/2008 17:41
sua opinião: subir
Raiblue
 

Beijinhos blueeeeeeee e muita saudade de vc!
Blue

Raiblue · Salvador, BA 3/9/2008 18:48
sua opinião: subir
Gustavo Adonias
 

Cristiano,

Vo(l)tando !

Abraços poéticos

Gustavo Adonias · Salvador, BA 3/9/2008 20:04
sua opinião: subir
walnizia santos
 

Cris,
poema lúcido, cheio de verdades
descobertas a duras penas.
Nada há a temer, querido amigo!
Votando.
beijos

walnizia santos · Brasília, DF 3/9/2008 20:29
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Samuel Luciano Assunção
 

ei cristiano meu caro...
muito bom
abraços

Samuel Luciano Assunção · Angra dos Reis, RJ 3/9/2008 22:25
sua opinião: subir
Ailuj
 

Se não há nada a temer,relaxe e deixe acontecer
Um beijo menino lindo

Ailuj · Niterói, RJ 3/9/2008 22:30
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

beijo no banco

Compulsão Diária · São Paulo, SP 3/9/2008 23:04
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Temer é sofrer por antecipação.
bjs

Sônia Brandão · Bauru, SP 4/9/2008 01:31
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Cristiano,
voltando
bjsssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 4/9/2008 09:45
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

Não há consciencia no temer
ante a unica realidade palpável.

Bom!
Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 4/9/2008 14:13
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Branca Pires
 

beijo Cris!

Branca Pires · Aracaju, SE 4/9/2008 23:01
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Poema maravilhoso...temer nunca...avançar sempre...

(brincando um pouco: estou sabendo qual o seu temor no momento, rs....pense que vc é um passarinho...bjus e seja bem vindo...)

Cintia Thome · São Paulo, SP 4/9/2008 23:19
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 


Claudia Almeida · Niterói, RJ 5/9/2008 05:20
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

MINHA OPINIÃO

{Temer a dor na carne lancinante}
Achei o máximo esta colocação, espero que não seja uma metáfora, pois assim, cua, verdadeira, nua, sem lirismo, a dor, a dor sem máscaras, sem paliativos, sem nada simplismente a dor física sempre linda a mostar ao homem a sua fragilidade existencial e a {dor} como uma buzina a cobrar uma reação, ou uma compreensão das etapas que seguirão ao sofrimento, a meio fim, ao fim a morte a Morte com toda a sua crueza calar esta buzina que nuna pára -a dor

Reflexão de temor de Cristianao Melo Brasilia (DF) Overmundo

Coluna do Domingos · Aurora, CE 5/9/2008 13:01
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Realmente, não há consistência no temer.
Muito bom, Cristiano.
Abs

Juscelino Mendes · Campinas, SP 6/9/2008 22:08
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados