Tudo o que faz bem.

1
raffaramos · Porto Alegre, RS
13/10/2006 · 9 · 2
 

Eu, absorto, livre, fora
Desse mundo do terno
Não vejo o porquê do agora...
Nos meu pensamento enfermo.
Pra viver ninguém implora,
Enquanto a morte espera, por hora...

Tudo lhe faz bem,
Tudo o que lhe convém.

Acho lindo a beleza do podre
Dos feios ventres, saem beldades...
O novo filho sem nome
Que brilha fosco para a eternidade
Se o grotesco não te inspira
Aliás, tu até a aspirante aspira!

Tudo lhe faz bem,
Tudo o que lhe convém!

compartilhe



informações

Autoria
Rafael Raffa Ramos
Ficha técnica
Sem técnica alguma.
Downloads
188 downloads

comentários feed

+ comentar
Renato Araújo
 

Esse eu não conhecia... Será que tenho alguma influência nessa poesia???

Renato Araújo · Porto Alegre, RS 26/10/2006 11:01
sua opinião: subir
DECRÉPITA BÚSSOLA
 

LEGAL, ...É BEM CRIATIVA!!!ABRAÇO E BOM DIA.

DECRÉPITA BÚSSOLA · Caçapava, SP 14/5/2011 11:09
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
jpg, 21 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados