Um dia que não passa

Adroaldo Bauer
1
Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS
1/8/2008 · 104 · 14
 

Dorme de dia que o povo olha,
não se comove muito, mas olha.
Se dormir à noite, dança, morre
uma'zeitona, uma branca afiada,
um fino estilete enferrujado,
mesmo uma meia-lua de pernada.
Até torção de estrangüela leva

Ele assim resiste, sobrevive, insiste,
parece não qué morrê sem estilo...
o povo olha, não se comove, mas até vê
e nem é na tevê é só no meio da rua,
sem algum glamur nem força na peruca.
Tá doido! Cuida o caveirão!
Inda é bicho homem,
Inda fora do rabecão.
Se ficá, os lobos comem!
Nem pintura de relevo é a baixeza,
Inda é vivo, desenhado na pedra nem.
Eita dor! Haja desamor.

Sobre a obra

Versos feitos a partir da leitura de Pinguilim, de Spirito Santo

Átila que nos acuda
açoite se necessário
se é filho da quenga
loló e coca no côco
toda rua é o calvário

compartilhe



informações

Autoria
Adroaldo Bauer
Ficha técnica
Sem qualquer, que acaba sendo uma
Downloads
284 downloads

comentários feed

+ comentar
Compulsão Diária
 

Adro, quem dera eu conseguisse produzir algo a partir do Pinguilim, tão comovente que Spirito porduziu. Poema-dor-denúncia, ao mesmo tempo, poema-triteza. Diante dessa imagem fico, literalmente, sem palavras. Abençoados Spirito e vc que me ajudam a nomear o que não tem nome. Abraço

Compulsão Diária · São Paulo, SP 29/7/2008 22:46
sua opinião: subir
Eric Araújo
 

Seguindo a CD, Poema-dor-denúncia-realidade-nua-e-crua.... vida bandida... não li o livro, mas pelo seu poema já se tornou uma boa pedida. Parabéns pelo trabalho!

Eric Araújo · Belo Horizonte, MG 31/7/2008 02:53
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Eric,
Pinguilim não é ainda um livro. É uma crônica em prosa poética, ou uma poesia em crônica prosa, ou impressões poéticas de um cotidiano crônico ou tudo isso, que nos foi aqui mesmo no Overmundo apresentado pelo overmano Spírito Santo, acessível no linque que está no destaque em azul, na apresentação da obra. Vá lá, é rápido, não que dizer que seja fácil de ler.
---
Cedê,
Grato por tuas palavras,
sensíveis estimulam a que o visto,
vivido e vívido
seja, por necessário, dito.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 31/7/2008 11:27
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Adro

Li a cronica, comovente texto dessa adolescência abandonada e perdida que anseiam por um pouco te ternura e carinho.
Geralmente vemos só um lado da moeda e esquecemos que são seres humanos desprovidos de tudo. E como vc diz em seu poema:
Eita dor! Haja desamor.

bjsssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 31/7/2008 15:30
sua opinião: subir
Ailuj
 

Prazer abrir a votação pra esse excelente texto
Beijos

Ailuj · Niterói, RJ 31/7/2008 16:58
sua opinião: subir
celina vasques
 

Belissimo teu texto Poeta ! Adorei!
Apesar de que o assunto dele é muito triste, mas está perfeito!!!

Um trabalho magnifico!!!
Beijo no coração e na alma generosa de Poeta!

celina vasques · Manaus, AM 31/7/2008 19:07
sua opinião: subir
Glórinha Gaivota
 

Belo trabalho!
bjs coração

Glórinha Gaivota · Rio de Janeiro, RJ 31/7/2008 20:21
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Adroaldo,
voltando e relendo
bjssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 31/7/2008 21:45
sua opinião: subir
Eric Araújo
 

Ups... kkkkkkkkkkkkkkkk
vou lá ler :D

Eric Araújo · Belo Horizonte, MG 31/7/2008 22:32
sua opinião: subir
Pedro Monteiro
 

Amigo Adroaldo.
É um sábio mestre recriando, é um divino refazer. É como o encontro de uma boa semente com as terras aplainadas e férteis.
Abraços

Pedro Monteiro · São Paulo, SP 1/8/2008 00:42
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Adro, vim trazer meu abraço terno pra vc . E (imaginariamente) pro Pinguilim(onde será que eke stá?)
beojo

Compulsão Diária · São Paulo, SP 1/8/2008 00:54
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Adroaldo:

...
Ele nem finge mais que não vê
Olha ... Enxerga ... Vê (Não é letra ... É visão ... Sem TV)

"Ele assim resiste, sobrevive, insiste,
parece não qué morrê sem estilo...”

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 1/8/2008 01:14
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Opssssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

"Um dia que não passa"

Passou para o Banco de Cultura.

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 1/8/2008 01:17
sua opinião: subir
soninha porto
 

um dedim de prosa sobre injustiças. Perfeito Adroaldo!

soninha porto · Porto Alegre, RS 2/8/2008 18:25
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

somos os demais zoom
somos os demais
Pinguilim é ele mesmo zoom
Pinguilim é ele mesmo
baixar
pdf, 1 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados