Um gato preto passou por aqui...

1
ayruman · Cuiabá, MT
16/3/2006 · 161 · 17
 

UM GATO PRETO PASSOU POR AQUI...


23 horas. Quinta feira de batente.
Rua quase deserta e escura .
Energias confusas de mais um dia agitado .
Do outro lado da rua ,
Um gato preto em passos sincronizados ,
Caminha lentamente noite adentro .
Pessoas passam , corpos arqueados .
O felino para e simplesmente olha .
Como será seu mundo ?
O que passa em sua cabeça ?
Será que é propriedade de alguém ?
Ou é desgarrado e senhor de seu nariz?

23 horas e poucos minutos.
Na próxima esquina , na penumbra ,
mariposas oferecem seus corpos ,
expostos à apreciação pública .
Exuberantes e sensuais na epiderme
e mutilados na intimidade .
Como ninfas arrogantes e sedutoras ,
estão prontas para compensar amores mal resolvidos
e saciar vampiros e lobos carentes .

Cheiro de mijo . Debaixo do viaduto ,
crianças cochilam no meio de entulhos .
Já não brincam de cantigas de roda ,
e nem cantam músicas das louras do plim - plim .
Seu mundo é outro . Sórdido mundo .
Já nasceram adúlteras e escravas de Jó .
E na sua fragilidade ameaçam a ordem estabelecida .

23 horas e outros minutos a mais .
O bichano se lambuza no depósito de lixo .
Também defende sua sobrevivência .
Livre , solto , mágico e irreverente .
Seu jantar não tem embalagem bonita .
Mas é senhor absoluto de seu universo .
Saciado , num salto de mestre ,
ultrapassa o limite do muro
e desaparece na escuridão .

23 horas e sete minutos .
Um ônibus que nem sardinha enlatada ,
transporta trabalhadores noturnos ,
pessoas que sonham com uma vida mais digna .
Os minutos mergulham na eternidade
e exprimem a angustia dos excluídos .
O choro contido na garganta ,
a dor dos que nada significam
nesta Terra de Santa Cruz globalizada .

Noite escura . Morna e insossa .
O vento parado, dormiu mais cedo .
Último suspiro do dia .
Boca seca , coração partido .
Na minha mente sonolenta ,
o gato preto enigmático , reaparece .
Inquiridor , fita meus olhos e pergunta :
E você ? poço de contradições .
Que vive em cima dos muros.
Misto de terra árida e fértil . . .

QUEM VOCÊ PENSA QUE É ?!!

jbconrado*


compartilhe



informações

Autoria
jbconrado
Ficha técnica
jbconrado - Arte Educador. Artista Plástico. Poeta quando o Coração ameaça sair do Peito e o Universo requisita.
Downloads
267 downloads

comentários feed

+ comentar
Carlos Parrini
 

Mt bom, boa sorte!

Carlos Parrini · Rio de Janeiro, RJ 5/4/2008 10:28
sua opinião: subir
alcanu
 

Nem só o gato passou, né ?
Um abraço

alcanu · São Paulo, SP 15/8/2008 16:25
sua opinião: subir
celina vasques
 

Caramba!!!!
A Realidade da vida!!! Coisas do cotidiano!
Meu deus!

Retrataste divinamente bem querido JB

Parabéns!!! Votei!

celina vasques · Manaus, AM 15/8/2008 16:28
sua opinião: subir
JWH377
 

É possivel ate mesmo viajar no texto, parabens Mestre

JWH377 · Cuiabá, MT 15/8/2008 16:36
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

É incrivel como o homem pisa na paisagem, e deforma o ambiente, o que pelo belo poema este pisar fere não somente o espaço humano mas todos os seres vivos sofrem com tamanha degradação ambiental e descaso com o meio ambiente. Parabéns. Votado

Coluna do Domingos · Aurora, CE 15/8/2008 16:42
sua opinião: subir
EdimoGinot
 

O choro contido na garganta ,
a dor dos que nada significam
nesta Terra de Santa Cruz globalizada .

Globalização do mundo cão, porque não?

Um abraço

EdimoGinot · Curitiba, PR 15/8/2008 16:45
sua opinião: subir
raphaelreys
 

O homem pisa na paisagem pisa no seu semelhante, pisando em sí mesmo!

raphaelreys · Montes Claros, MG 15/8/2008 17:59
sua opinião: subir
José Carlos Brandão
 

Quem você pensa que é?!
É o gato ou o homem quem está em cima do muro?!
Abs.

José Carlos Brandão · Bauru, SP 15/8/2008 18:06
sua opinião: subir
Denise A Souza
 

E na sua fragilidade ameaçam a ordem estabelecida

Muitos têm medo da fragilidade, da verdade. preferem viver com os olhos vendados!. Seus textos são todos educativos, de grande conteúdo. Bjs. Dê

Denise A Souza · Guaratinguetá, SP 15/8/2008 18:35
sua opinião: subir
Sônia Brandão
 

Difícil achar uma resposta para o gato.
bjs

Sônia Brandão · Bauru, SP 15/8/2008 19:10
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Jb,

Essa coisas fazem parte do cotidiano de tanta gente, é uma realidade nua e crua que nos afeta, mas ao mesmo tempo, nada fazemos de concreto para ajudar estas pessoas. Vivemos em cima de muros.
bjsssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 15/8/2008 19:13
sua opinião: subir
Angélica T. Almstadter
 

Gostei da pergunta no final, rs Muito bom texto, muito mesmo.

Angélica T. Almstadter · Campinas, SP 15/8/2008 20:02
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Meu !!!...espetacular !...ISSO É UM ROTEIRO DE UM CURTA JÁ PRONTO...
se o tempo me permitir, vou filmar isso !!!..PODE ?...
cinema à 4 mãos !!!...( to falando sério !)...
ja fiz o dwonload...me dá um tempo, depois me comunico com vc..
abs
Joe

joe_brazuca · São Paulo, SP 15/8/2008 20:13
sua opinião: subir
Compulsão Diária
 

Maravilha de poema! ma-ra-vi-lha de poema, JB!!!
Gatos costumam perguntar sempre por nossos enigmas. Seus olhos são espelhos pra alma.
Quero ser convidada pra estréia do curta. Sucesso certo.
Prabéns, JB!

Compulsão Diária · São Paulo, SP 16/8/2008 13:20
sua opinião: subir
azuirfilho
 

ayruman · Chapada dos Guimarães (MT) ·
Um gato preto passou por aqui...

Realidade Pura.
Geralmente o pessoal náo quer ver.
Mas lembra Jesus que vivia em meio aos miseráveis e meretrizes.
Jesus se preocupou com essa gente.
É uma Poesia Lição.

....Cheiro de mijo . Debaixo do viaduto ,
crianças cochilam no meio de entulhos .
Já não brincam de cantigas de roda ,
e nem cantam músicas das louras do plim - plim .
Seu mundo é outro . Sórdido mundo .
Já nasceram adúlteras e escravas de Jó .
E na sua fragilidade ameaçam a ordem estabelecida .

Parabéns Amigo Um Trabalho incrível.
Valeu demais.
Abração Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 16/8/2008 15:28
sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Resta-nos tão somente agradecer ao gato preto que inspirou esse trabalho.

Abraços

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 16/8/2008 15:33
sua opinião: subir
Carnégie Bacelar
 

Resp.:
Eu sou JB Conrado!
Noite escura . morna e insossa .
O vento parado, o último suspiro do dia.
Com a boca seca e o coração partido .
A mente sonolenta, descobrindo o enigmático
Fitando a vida nos olhos:
E respostando as contradições .
Que vivem em cima dos muros.
Nesta terra árida e fértil . . .
Árida de razões e fértil de miseráveis e arrogantes seduções!
Qual adjetivo usar? Melhor substantivar... O Sol! A luz do mundo!
Abrolha ayruman em uma verdadeira aruanã!

Carnégie Bacelar · São Luís, MA 31/7/2011 13:11
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
jpg, 30 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados