UMA CIDADE PACATA, UM POVO HOSPITALEIRO

jjLeandro
1
jjLeandro · Araguaína, TO
21/6/2008 · 99 · 5
 

Essa é a tônica de pequenas vilas brasileiras isoladas no sertão. Babaçulândia conservou essa marca até a virada do segundo milênio. Já foi uma cidade em ebulição no auge da exploração babaçueira nas décadas de 1940 e 1950 com barcos a motor diesel singrando as águas do rio Tocantins rumo a Belém com amêndoas do coco e fibras de malva; as tripulações imprecando no porto pelo cansaço e a viagem que sabiam demorada e perigosa; os estivadores, por sua vez, mourejando ao sol na carga e descarga de toneladas de preciosas mercadorias. Mas o avanço tecnológico das indústrias alimentar e cosmética remeteram-na de volta ao passado. O babaçu perdia o status de comodite. É isso mesmo: ‘sorte de uns, azar de outros’. É a gangorra da vida. Até mesmo da vida das cidades. Uma amargura que durou ao menos 35 anos.

Quando a rodovia que liga Araguaína a Babaçulândia foi asfaltada a partir de 2000, viu crescerem as chances de romper uma vez mais esse véu. Era uma outra oportunidade. E isso de fato aconteceu. Tornou-se um pólo turístico com grande fluxo de pessoas às praias do rio Tocantins no mês de julho.

Os dormentes da Ferrovia Norte-Sul, paradoxalmente, resgataram-na da letargia de décadas, abrindo horizontes de progresso sócio-econômico. A usina da UHE-Estreito, em funcionamento a partir de 2010, vai injetar mais ânimo no setor turístico.

A despeito de tudo isso, Babaçulândia sempre conservará nuances do passado original. Não deixará de ter à margem do Tocantins o pescador tratando o peixe que pescou cedo para comer à noite, como faziam seu pai e seu avô; ali no cais do porto estarão as mulheres lavando roupas em pleno meio-dia numa conversa animada. Mais além, o homem simples vai carpir o quintal, levar a mão à testa para enxugar o suor enquanto o amigo passa a cavalo levando a ração para os porcos na quinta.

O rio Tocantins, lerdo como há séculos, se comprazerá com a cena – cada vez que vê-la -, percebendo que nunca será um estranho no meio, seja qual for o nível de progresso alcançado pela cidade.


MAIS FOTOS NESTE LINQUE

compartilhe



informações

Autoria
jjLeandro
Downloads
506 downloads

comentários feed

+ comentar
celina vasques
 

Inicio sua votação! Maravilhosas as imagens e excelente texto!
Parabéns!!!

beijos poéticos

celina vasques · Manaus, AM 19/6/2008 21:44
sua opinião: subir
clara arruda
 

Lindas fotos.Publicado.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 21/6/2008 20:44
sua opinião: subir
ILZE SOARES
 

JJLeandro,

Muito boa a sua expalnação sobre a cidade e as fotos estão lindas.

Bjos

ILZE SOARES · Salvador, BA 30/6/2008 13:23
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Gostei muito.
UM VOTO CERTO e um beijinho doce, Sílvia.

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 3/7/2008 09:50
sua opinião: subir
Fatima Paraguassu/Santa Cruz de Goiás
 

MUITO BONITO. AINDA HEI DE VER BABAÇULANDIA

Fatima Paraguassu/Santa Cruz de Goiás · Santa Cruz de Goiás, GO 25/8/2008 18:40
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

A cidade, o rio e as serras zoom
A cidade, o rio e as serras
Lavadeiras no rio Tocantins zoom
Lavadeiras no rio Tocantins
Pescador descama piabanhas zoom
Pescador descama piabanhas
Cachoeira do jenipapo - lazer zoom
Cachoeira do jenipapo - lazer
Barcos a espera de passageiros zoom
Barcos a espera de passageiros
Agitação musical na Praia do Coco zoom
Agitação musical na Praia do Coco
baixar
pdf, 3 Kb

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados