UNIDADE NO MATRIMÔNIO

CD 18.000 Multimidia Pack - CD Expert - 1997
1
José Bezerra de Carvalho · Teresina, PI
11/8/2012 · 0 · 1
 

Senhor aconteceu uma vez
Como se fosse um jogo
Da terra nua brotou a virgem
Flor feita de névoa e fogo

Foi chama que se acendeu
Como uma fonte de ouro
Que se estendeu margem a margem
Com grinalda feita de louro

Senhor, Senhor, foi o amor
Como um rio de esmeraldas e ilusões
Gloria a Ti, fornalha incandescente
De amor em nossos corações

Passou o tempo, passou os anos
E no confuso esplendor
Envolveu a chama de todos os lados
E a grinalda da nevoa perdeu o frescor

A rotina, sombra inédita e maldita
Foi envolvendo sem se pensar
E penetrando os tecidos da vida
E o amor começou a hibernar

Senhor, Senhor, fonte de amor
De joelhos dobrados em tua frente
Que sejas Tu em nossa casa
A grande lâmpada do amor ardente

Senhor, estanca as feridas de cada noite
Que renasça o amor cada manhã
Com as frescuras das primaveras
Sem ti, nossos sonhos não tem afã

Mantêm Senhor, alta como as estrelas
Em nosso lar a sombra rubra do amor
E a unidade como um rio caudaloso
E irrigues nossas vidas em nevoa e frescor

Vos pedimos Divino Mestre
Nos guarde sempre e ampare
Por vossos laços unidos
Nem a morte nos separe

Sê Tu Senhor, o laço de ouro
E sempre em nossas vidas esteja
Incorruptivelmente entrelaçado
E para sempre, assim seja.


Poeta José Bezerra de Carvalho

Sobre a obra

Senhor aconteceu uma vez
Como se fosse um jogo
Da terra nua brotou a virgem
Flor feita de névoa e fogo

Foi chama que se acendeu
Como uma fonte de ouro
Que se estendeu margem a margem
Com grinalda feita de louro

Senhor, Senhor, foi o amor
Como um rio de esmeraldas e ilusões
Gloria a Ti, fornalha incandescente
De amor em nossos corações

Passou o tempo, passou os anos
E no confuso esplendor
Envolveu a chama de todos os lados
E a grinalda da nevoa perdeu o frescor

A rotina, sombra inédita e maldita
Foi envolvendo sem se pensar
E penetrando os tecidos da vida
E o amor começou a hibernar

Senhor, Senhor, fonte de amor
De joelhos dobrados em tua frente
Que sejas Tu em nossa casa
A grande lâmpada do amor ardente

Senhor, estanca as feridas de cada noite
Que renasça o amor cada manhã
Com as frescuras das primaveras
Sem ti, nossos sonhos não tem afã

Mantêm Senhor, alta como as estrelas
Em nosso lar a sombra rubra do amor
E a unidade como um rio caudaloso

compartilhe



informações

Autoria
José Bezerra de Carvalho, poeta Zé Bezerra, o Águia de Prata
Ficha técnica
Cordel
Downloads
211 downloads

comentários feed

+ comentar
alcanu
 

Palavras sábias !
Como é belo o verdadeiro amor !
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 9/8/2012 15:31
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados