UniversÚtero - arte entre amigos

criação visual de OSVALDO BARRETO
1
Felipe Obrer · Florianópolis, SC
24/2/2007 · 179 · 19
 


Vejo um útero. Entrei lá só a passeio. Vejo por dentro. As paredes sangüíneas, vermelhas, frutosas. Até dá vontade de comê-las.

Me enrosco todo, me abraço de corpo em si, mastigo devagar o naco de sangue carnoso que me cabe. Parece repulsiva a idéia, mas é quentinho e gostoso. A repulsa deriva de uma construção simbólica mediada pela cultura. Só mesmo quem nunca experimentou pode condenar. A visita é compensadora.

Mesmo que se vá só a passeio, o interior de um útero é um lugar agradável. É como uma praça privada, na qual se pode andar sem roupa e o controle social inexiste. É mais, é como a vida selvagem, já que a convivência com o meio é direta.

Morar lá é uma idéia apetitosa.
Voltar, reencontrar algo sagrado: o sangue.

Alimentar-se apenas de suco vital. A melhor marca é a deixada na boca. O meio líquido é nutritivo.

A intenção é voltar a ser uno com o universo. Seguindo o preceito de relações micro-macro cósmicas, o UNIVERSÚTERO é uma posição privilegiada na geografia do indizível. A tentativa é cheia de sons de movimento celular, matéria cósmica condensada e pulsante, é atômica a revolução ininterrupta. Música que não se aprende se não se vive. O fluxo começa aí.


compartilhe



informações

Autoria

Imagem de Osvaldo Barreto, texto de Felipe Obrer

Ficha técnica

Imagem criada a convite por Osvaldo Barreto em 23.02/2007

Texto escrito por Felipe Obrer em 02/10/2006.

Downloads
365 downloads

comentários feed

+ comentar
José
 

Bela regressão!...
Agradecido, José

José · Criciúma, SC 21/2/2007 16:37
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

José, fico contente que tenhas gostado da viagem uterina...
Abraço.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 21/2/2007 19:19
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Marcos André Carvalho Lins
 

muito bom, felipe. nada como começar pelo começo...
abraço,

Marcos André Carvalho Lins · Recife, PE 21/2/2007 23:33
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Marcos, que bom que concordamos sobre o início óbvio.
E dizem que quando não se encontra a saída, é só sair pela entrada.

Abração.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 22/2/2007 09:53
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Sebastião Firmiano
 

É terno regresso
todo calor úterino.

Sebastião Firmiano · São Paulo, SP 23/2/2007 17:24
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Carlos ETC
 

Mermão!!! Que beleza, hein! Gostei muito da imagem e gostei muito das palavras "É como uma praça privada, na qual se pode andar sem roupa e o controle social inexiste". Mandou muito bem!
Parabéns ao Felipe! Parabéns ao Osvaldão!
Abraço!

Carlos ETC · Salvador, BA 23/2/2007 17:56
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Sebastião, que bom que te enternece a arte.

Carlos, como sempre teus comentários são "pra cima", e estimulantes... valeu mesmo!

Abraços uterinos pra vocês.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 23/2/2007 20:51
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Osvaldo
 

Felipe, Parabéns pelo belo texto e obrigado por aceitar a imagem. Fico muito feliz.

Abraços!!!!

Osvaldo · Olinda, PE 23/2/2007 21:36
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Osvaldo, agradeço eu! Tua criação ficou muito boa! Na hora que te convidei cheguei a pensar em dizer: "tenho a idéia de alguma coisa com bastante vermelho, pra dar um clima...". Daí deixei por tua conta, me abstive de sugerir qualquer coisa. Como se pode ver, a gente teve idéias parecidas.

Abração e obrigado mais uma vez.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 24/2/2007 10:09
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Zéduardo Calegari Paulino
 

Lindo, Felipe.

Bravo!

Zéduardo Calegari Paulino · Campo Grande, MS 24/2/2007 19:20
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Bia Marques
 

Foi como voltar no tempo, um tempo em que o útero era feito de mãos e pernas e corpos amigos...

Bia Marques · Campo Grande, MS 24/2/2007 19:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Zéduardo, muito obrigado.

Bia, saquei tudo.

Abraços uterinos procês.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 24/2/2007 21:50
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Pedro Vianna
 

Cabe aqui uma alusão ao poema Canção de Allen Ginsberg:

sim, sim,
é isso que
eu queria,
eu sempre quis,
eu sempre quis
voltar
ao corpo
em que nasci.

Pedro Vianna · Belém, PA 25/2/2007 11:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Pedro, citação pertinente.
Abraço e obrigado por aparecer aqui.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 25/2/2007 14:11
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Edna Queiroz
 

Felipe,
Adorei o simbolismo. Útero nos reporta à essência, aconchego, tudo o mais que vc disse explicita e implicitamente. A imagem nos convida ao mergulho. Parabéns a você, ao Oswaldo e à perfeita sintonia do pensamento.

Abraços.

Edna Queiroz · Rio de Janeiro, RJ 25/2/2007 14:23
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Edna, obrigado mais uma vez. Teus comentários sempre são muito bem-vindos e agradáveis de ler.

Abraço.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 25/2/2007 14:25
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Ramiro Quaresma
 

Muito louco.

Ramiro Quaresma · Belém, PA 26/2/2007 11:27
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Ramiro, obrigado pelo elogio lunático. Abraço.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 26/2/2007 12:33
sua opinião: subir
carlos magno
 

Magnífico trabalho Felipe, foi uma bela viágem de volta a primeira parada da tua existência. A foto do Osvaldo caiu na medida certa para o texto. Parabéns Felipe e Osvaldo. abraços para ambos.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 29/4/2007 22:16
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados