# VAI PRA URNA ?!

1
"NATO" AZEVEDO · Ananindeua, PA
4/8/2014 · 1 · 0
 

# VAI PRA URNA ?!

"Eita, meu Brasil danado (...) / só se vê por
todo lado / LADRÃO com cara de gente!"
LEANDRO GOMES DE BARROS (PB)
(trecho de extenso cordel, de 1915)
(...) "Na Europa o povo diz: / 'O Governo do País /
trabalha pro nosso bem"! / O nosso, em vez de
nos dar, / manda logo nos tomar / o pouco que
a gente tem! (L.G.Barros, 1915, trechos)
"Prá Política há dinheiro / sem limite, o ano inteiro, /
mas o pobre, Presidente... / não pode tratar dos
dentes". ("NATO" AZEVEDO -- trecho de POBRE BRASIL, música de 2011))
Alguém já se perguntou em que trecho da Constituição está escrito "que não se pode levar comida (ou bandeira, pandeiro, fantasia) para os estádios? "NINGUÉM É OBRIGADO a nada, se não fôr de acordo com a Lei", reza o Artigo 5 dela. Nesse "festival de sandices" que foi a frustrada "Copa das Copas" o povo FOI OBRIGADO a quase tudo, inclusive andar 2 ou 3 quarteirões para adentrar às "Arenas". De repente, o país virou um paraíso, nenhum turista foi molestado, não tivemos assaltos nem sequestros e os Aeroportos -- sempre problemáticos e imprevisíveis -- funcionaram como um relógio inglês, às mil maravilhas. Só uma CENSURA tão "discreta" quanto eficiente "limparia" os noticiários das nossas TVs de forma tão absoluta... ou, então, todos os nossos bandidos decidiram "ficar bonzinhos" durante a Copa!
Faz muito, muito tempo que meu amor pelo Brasil desvaneceu-se, virou Passado... a letra do Hino Nacional, criada com sinceridade em 1890 e tal, me soa hoje como SARCASMO, "ridicularização" de uma Nação inteira. "Povo heróico de brado retumbante, os filhos teus não fogem à luta"... aonde? quando? Não reclamamos DE NADA, aceitamos passivamente todo tipo de imposição, como essa ridícula "NOVA ORTOGRAFIA" -- ato político para agradar Portugal -- e que prejudicou um país de 200 MILHÕES para "favorecer" (?!) outro com menos de 50 milhões, isso incluindo as nações africanas onde se fala o Português castiço. Pois os escritores (e jornalistas?) de Lisboa não adotaram NEM ACEITARAM a "manobra" do sr. Luís Inácio... já, no Brasil, estudantes perdem pontos se escreverem PELO EM OVO com os "chapéuzinhos"!
Afinal, nessa Democracia de fachada, porque o estudante pobre é obrigado a pagar provas federais como o ENEM e o SISU? Ora, se o Governo O OBRIGA a fazê-las -- se não bastam suas notas do Boletim de sua Escola -- então que arque com as tais despesas. É com o dinheiro DO POVO (e dos impostos escorchantes) que o MEC ou MinC pagará as despesas com tais "testes", QUE REPROVAM de antemão a qualidade do ENSINO público (e particular ?) pois, se fosse bom ou excelente, os alunos oriundos dele não precisariam serem testados.
Mas é de "política" e ELEIÇÕES que quero tratar... se a Política, em princípio, NÃO PRESTA, como podem prestar os que nela vivem ou dela se locupletam?! As entidades de defesa do Negro deveriam recusar a exposição da Etnia em propaganda oficial, quase sempre enganosa, feita para ILUDIR a população sem estudo. Numa Bahia de malês e haussás, de negros que se rebelaram em diversas épocas contra a tirania dos governantes, a toda hora nossas "telinhas" exibem um(a) artista local a defender "a bandeira" do Governo Federal, de forma inexplicável. Será que a terra de Castro Alves vai tão bem assim?
Estão todos EMPREGADOS, os velhos amparados, crianças e jovens em EPs refrigeradas, salas amplas e com PCs modernos, professores com salários dignos, bairros com segurança e aluguel acessível, o cidadão pobre com sua casinha popular e algum conforto? A população toda tem atendimento dentário, num país com mais de CENTO E CINQUENTA MILHÕES de desdentados, de "banguelas" que NUNCA visitaram um dentista e seguem vida a fora com "restos" de dentes desmineralizados, para usar um eufemismo do doutor amigo que me tratou, nos anos 70, lá no Rio?

Se as respostas foram... NÃO, não e não, como explicar esse "Cacá boBrão" -- "rastafári fake" que não conseguiu MUDAR êle próprio a realidade de sua Salvador -- a convidar os jovens A VOTAR para... DECIDIR O DESTINO da Nação? PQP... na terra do "Toninho Malvadeza", com áreas de sertão centenárias onde não vinga um pé de "xique-xique", lá vem o sujeito CANTAROLAR que o voto MUDA TUDO?! Então, porque não mudou tudo EM TODA PARTE, afinal o PT "tomou o Poder" em 2002 e os investimentos bilhionários dos PACs 1 e 2 não foram quase todos para esse sofrido Nordeste, de tantos VOTOS?! Pura Política, politicagem, politicalha, que "escolhe" Estado para os investimentos, que "seleciona" cidade onde os projetos ou o apoio federal serão implantados.
Mesmo que o atual Governo pretendesse, um dia, construir 3 MILHÕES de casas populares, isso não seria possível... não há áreas suficientes (nas grandes cidades) para isso e tais projetos precisam "ficar visíveis", à margem das estradas principais e próximos de locais bem frequentados.

Segundo meu irmão, "porque VOTAR se, na hora de tirar o corrupto, O ELEITOR É EXCLUÍDO da ação"? Essa cabe a um MP "que não resolve nada", a TREs ou ao TSE "que protelam" o quanto podem o afastamento do pilantra, cabe a "Tribunais" de Conta -- meros escritórios de "contabildade", onde pontificam EX-POLÍTICOS fracassados -- ou, finalmente, "julgados" por Câmaras e/ou Assembléias Legislativas normalmente comprometidas com o político desacreditado. Resta a Justiça comum... bem, deixa pra lá, dessa mesmo é que não se pode esperar NADA !
Quem fala em MUDANÇA, a partir da Política, deveria ler o extenso cordel de 1915 "PANELA QUE MUITOS MEXEM", onde a Política é definida como "muitos cachorros num osso, um pau com muitas formigas". "Panela que muitos mexem, alerta o Poeta, sai insossa ou sai salgada". E continua... "Porque vê-se uma Bancada, / 1, 2, 3 querem de um jeito, / quatro, cinco, seis ou sete / acham naquilo um defeito. / Oito, nove, dez ou onze / acham que está direito!"
Alguém que me lê acaso sabe que o cargo de EDIL (vereador, hoje) nem sequer era remunerado, há CEM ANOS atrás? É bem provável que o deputado federal -- exercido no Rio, até 1960 -- recebesse apenas o equivalente para cobrir despesas com passagens e estadia na Capital Federal.

Vamos em frente! A literatura DE CORDEL era, séculos atrás, substituta dos JORNAIS populares de hoje... LEANDRO GOMES DE BARROS foi um às das críticas candentes, pena viva à serviço da Informação, um Bocage ou Gregório de Matos redivivo. Quem se dispor a conhecer algo mais de seus 600 CORDÉIS, acesse (LC 7038)... www.casaruibarbosa.gov.br/cordel/leandro.html
"Um diz: eu quero assim.
Diz outro: eu quero é assado. (...)
Outro diz: eu quero é cru.
Diz outro: eu quero é queimado!"
E lá vai o Poeta , filosofando que "o Brasil é uma PANELA!"
"A Política, cozinheira,
está tocando fogo nela,
mas tem mil mortos de fome
por ali, ao redor dela".
(Isto, lembrando sempre, é de 1915, quase CEM ANOS atrás... e NÃO MUDOU nada!) E o jeito de CHANTAGEM, de "estelionato branco" tão comum aos Partidos (e políticos) atuais, já estava caracterizado naqueles longínquos tempos:
"Aquele que tem mais força
chega com o quengo maior.
Aquele, fraco e mirrado,
traz um quenguinho menor.
Vem tarde, se mete o quengo,
toca-lhe o caldo pior".
(OBS: qualquer semelhança com o "discurso" de deputados federais que "conseguem verba" para seus Estados, em prejuízo de outros REPRESENTANTES DO MESMO POVO aos quais nada é concedido, não é mera coincidência. )

JÁ BASTA, não torno mais a falar nem de Política e, muito menos, DE ELEIÇÃO. Se nossa Presidente tiver um mínimo de consideração com (mais de) 40 MILHÕES de brasileiros, extingue as sanções contra quem NÃO QUER MAIS VOTAR, acaba com o "voto em trânsito" (para quem está no Exterior há 15, 20 ou 30 ANOS) e com "bobagens" semelhantes. Do contrário, continuará GASTANDO NOSSO DINHEIRO com propaganda oficial falando em... Democracia e "decidindo" NA MARRA nossos Destinos !
"NATO" AZEVEDO (escritor e compositor) 3/agosto 2014
*****************************************************

#URNADAVERGONHA

Eis que se aproxima a hora da vergonha
e a gente consciente terá que ir VOTAR
mas, mesmo a contragosto, o voto ANULAR
por culpa de uma Lei errada e bisonha.

Liberte-nos, oh, "valenta Presidenta",
paladina guerrilheira do Progresso
-- que, se visto bem de perto, é retrocesso --
da Democracia "serventa e agenta".

Troque esse #FORADILMA dos empresários,
de novo reviva os tempos libertários...
traga ao nosso País um alegra clima !

E com certeza, então, o povo a aplauda,
mulher de garra "que não esconde a cauda"...
e um #VIVADILMA a fará "voltar por cima"!
"NATO" AZEVEDO (31/07/2014)
**********************************

MUDANÇA MUDA

O destino da Nação
se decide a cada dia,
lavrando com energia,
laborando e tendo ação.

Não é VOTANDO, oh, irmão,
que mudo quem avacalha,
furta, mente, "se atrapalha"
e engana a população.

Que se finde a propaganda...
tire o povo da "ciranda"
um Presidente de fato !

Se a Política NÃO PRESTA
mas a "corja" entra "na festa"...
tem "coelho" nesse "mato" !
"NATO" AZEVEDO (2/8/2014)
***************************************

DE CORAGEM E COVARDIA
Triste Bahia, de Gregório de Matos
-- que vituperou contra suas mazelas --
e apontou "od podres" das figuras belas,
da Velha Cidade tão cheia de "ratos"

Hoje, os filhos seus cantam reais tiranos
e, em cortejo, vão pra ouvir o relato
de um Governo mau, que pouco faz de fato...
não lhe sabe os sonhos nem lhe apóia os planos.

Oh, "gaúcha" das Geraes -- pra ser bacana --
liberte o povo desta "ordem" insana,
encerre as punições pra quem NÃO VOTA !

Mostre-se à Nação Anita ou Joana...
enfrente os "Tribunais" com a mesma gana !
Não faça um País inteiro de idiota !
'NATO" AZEVEDO (3/agosto 2014)
************************************

REVOLTA DO VINTÉM
A "Esplanada" é o picadeiro
e os palhaços somos nós...
ninguém ouve a nossa voz
no vil "Circo" brasileiro.

Eis que, neste ano, a "canalha"
-- com mordomias à porta --
que co'o povo não se importa...
só "uns 5 mêis" trabalha !

Nesse "Circo" que é Brasília,
15 SALÁRIOS... em pilha
prá Política tão santa !

"MUDANÇAS" identifico:
ficam todos MUITO RICOS...
protestar nada adianta !
"NATO" AZEVEDO (3/8/2014)
**************************

Sobre a obra

VAI PRA URNA, amigo ou amigo, jovem ou idos?! Então, NÃO DEIXE DE LER essa crônica!

compartilhe



informações

Downloads
289 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados