Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

VIRGINDADE, um conceito

Cissa Baini
1
Cissa Baini · Pelotas, RS
21/4/2008 · 135 · 16
 


Pode parecer atrevimento, mas vou falar sobre virgindade. Primeiro, gostaria de deixar claro que tudo que falarei aqui é uma opinião pessoal. Além disso, a noção de virgindade pode variar muito entre as pessoas, e eu respeito. Não estou querendo me desculpar. Mas é que isso de ser virgem ou não é um assunto muito delicado e pessoal.

Pra começar, a virgindade pode ser vista sob diversos aspectos. Por exemplo, fisicamente. Neste sentido, a virgindade é entendida como o rompimento no hímen para as mulheres, e penetração por parte dos homens. Bom, mas isso tudo é físico. Agora, questiono eu, a mulher que tem hímen complacente, ou seja, aquele que é elástico e que, em geral, não se rompe com a penetração, é virgem mesmo após ter relação sexual?? E o homem que fez sexo oral na (o) parceira (o), é virgem? E a mulher que não fez sexo vaginal, mas fez anal, é virgem? Me parece hipocrisia pensar que sim. Só fazer sexo oral e/ou anal para se dizer virgem condiz, apenas, com as expectativas e regras de uma cultura que pregue tal ‘conceito’. Sim, porque a virgindade se torna um conceito a partir do momento em que se pensa ser virgem apenas por não ter tido relações do tipo penetração vaginal.

A iniciação sexual de uma pessoa deve se dar aos poucos. Em geral, não é no primeiro contanto sexual que se “perde a virgindade”. Um casal pode despender muito tempo se conhecendo sexualmente, se tocando, se experimentando, se acariciando, e vivenciando outras formas de sexo até a penetração vaginal.

O desejo de não ter nenhum (ou apenas algum) tipo de relação sexual até o casamento é muito pessoal e não está em questão aqui. O importante, em minha opinião, é ter seus propósitos claros. Sejam eles impostos pela sociedade, pela família ou por opção pessoal. E não confundir seus propósitos e desejos com regras a serem defendidas. Virgindade não é troféu, é opção.

O que defendo e enfatizo é se a pessoa está feliz não tendo nenhum tipo de relação sexual ou se a pessoa está feliz tendo apenas determinados tipos de relação sexual - independente do que isso significa para os outros. Tudo isso tem que ter algum significado para si, e para mais ninguém.

Sobre a obra

Texto dedicado às virgens indefesas e seus sapatinhos de cristal.
Ass: a bruxa má.

compartilhe



informações

Downloads
326 downloads

comentários feed

+ comentar
Branca Pires
 

Olá Cissa, concordo com vc. Virgindade não é troféu, é opção.
É um bom texto com um tema interessante e que de certa forma ainda é rodeado de "tabus", sobretudo prara nós mulheres, mesmo em pleno sec. XXI.
Já havia lido, mas esperei que outras pessoas pudessem comentar antes de mim. Mas vejo que que como eu, talvez estejam esperando o primeiro a fazer isso.
Mas não me sinto tão a vontade para discorrer aqui, sobre o tem, com toda essa tua desinvoltura e ao que o texto sugere.
Mas aqui estou, timidamente, mas estou. Espero ter aberto o caminho para as discussões.
Abraços
Talvez seja mesmo por tabu. Mas

Branca Pires · Aracaju, SE 18/4/2008 01:49
sua opinião: subir
Branca Pires
 

Desconsidere essa frase, Talvez seja mesmo por tabu. Mas pois já foi ciatada acima.

Branca Pires · Aracaju, SE 18/4/2008 01:51
sua opinião: subir
clara arruda
 

Você colocou de uma forma,que pouco nos resta comentar.
Acredito que nos dias atuais poucos se interessam pela virgindade.
Seu texto está maravilhoso,parabéns!

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 19/4/2008 08:20
sua opinião: subir
alcanu
 

Você acertou a mão ao falar sobre um tema polêmico, com uma extrema habilidade.
Trocando em miúdos, virgindade é um conceito totalmente irrelevante.
Angela Bismarchi, uma modelo bastante, digamos, "experiente" apregoou recentemente que iria ou fez, ainda não vi, rsssssssssuma operação plástica de reconstituição de seu hímen, isso é , com o perdão da palavra, o cu da cobra, será que ela terá coragem de "perder seu cabaço" pela segunda vez ?
Perder a virgindade, aliás, para uma mulher, deve ser uma inesquecível experiência pelo tão exigido que ele ( o tal de hímen ) é pela Sociedade, a mesma sociedade que "empurra" o menino pra zona pra traçar as prostitutas.
Sem dúvida, mais um caso de dois pesos, duas medidas.
Para o homem, tudo, para a mulher , nada !
O homem fica de novo naquele dilema: tem as minas pra namorar sério e as minas pra "desfrute", coitada das virgens, vão ficar pra titias, pois os caras s[o vão pegar as que deixam "ficar" como se diz hoje.
Ainda falando sobre o assunto, as sexshops, que já resolveram o problema das virgens e das viúvas, lançaram há uns tempos, não sei se saiou de moda, rsssssss, um adstringente chamado "VGirgin Again", onde a moça passava e sua vagina ficava apertada de novo.
Para nós homens, qualquer tipo de vagina é adequada, só um anormal separa as mulheres em largas e apertadas, alguns pejorativamente chamam de "arrombadas" às moças que às vezes tenham algum problema decorrente de um parto mal feito, onde uma intervenção cirúrgica seria extremamente indicada.
Querer "fazer" uma mulher, como se diz, ser o primeiro, tirar o cabaço de, tudo isso é folclore, sexo é bom, jamais se exigiu a virgindade masculina, simbolicamente o freio do prepúcio, pra quem não é circuncidado, não deixa de ser, tecnicamente, um cabaço, milhares de jovens escrevem pros forum de jornais e revistas perguntando se devem ou não operar a fimose !
Gente, somos adultos, existem filmes pornográficos que apregoam uma cena onde a atriz transará pela primeira vez, seja um coito anal, seja um coito anal, existem cenas em que é realizada uma tal de penetração dupla, em outras penetração com o punho, enfim, sexo virou um fetiche pra todos os gostos, não estou inventando, está ao alcance de todos em qualquer banca de jornais do brasil !
O que temos a lamentar sobre esse tema é o atraso que existe ainda em certas culturas que mutilam o clitóris das moças para evitarem que ela goze !
Isso é a coisa mais perversa que um ser humano pode fazer com o outro.
Parabenizo Cissa pela classe que teve em discorrer sobre o tema, me desculpe por ter injvadido o teu quintal dessa forma, acho que não disse aqui nada demais, estamos em doismileoito, pra quem não sabe, o homem já foi à Lua, dizem e sexo é assunto popular !
Tudo que se faz entre quatro paredes com o consentimento de ambos ( depois do sexo grupal e swing, ambos não seria bem o termo... )é válido, não cabe a nenhum de nós julgarmos se isso pode ser feito e aquilo não !
estaríamos agindo como esse povos atrasados que mutilam suas mulheres para que ela não venha a ter um orgasmo !
Que Deus tenha piedade de suas almas !
Que homem e mulher continuem se respeitando mutuamente e procurem darem prazer um ao outro, sejam homens, mulheres, bichas, lésbicas, franchonas, sapatinhos, viados, mariconas, machões e todos os tipos de sexo variantes que o espaço não me permite discorrer !
Um beijo, Cissa, falei pelas tabelas, nè ?
Alcanu !

alcanu · São Paulo, SP 20/4/2008 05:17
sua opinião: subir
alcanu
 

Quis dizer, lá atrás, no texto anterior:
sexo anal ou sexo vaginal !
Sorry !

alcanu · São Paulo, SP 20/4/2008 05:22
sua opinião: subir
Alexandre Spinelli
 

Ihhhh, mas há tanto mais por trás deste tema...
Acho, via de regra, uma hiprocrisia o que se prega, o que se vende... há muita virgindade com maldade, com muita malícia... qual o valor que há nisso??
Há uma diferença entre virgindade e inocência... o que podemos sentir, lastimar, é a perda da inocência (não aquela inocência burra, mas a pura... que podemos ter durante toda a vida...) que tem acontecido cada vez mais cedo... às vezes anos antes do hímen, ela já se rompeu...
Quanto ao texto, confesso que fiquei com vontade de um pouco mais... acho que podia "curtir" um pouco mais, principalmente na parte final... de qualquer forma, está muito bom...
Beijo e parabéns...

Alexandre Spinelli · Estados Unidos da América, WW 20/4/2008 09:27
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Cissa,
que conversas são essas. Eu li, vou quebrar o lacre do secreto
mas nao vou dar um piu.
mas lhe dou um abraço -
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 20/4/2008 20:11
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Olha Cissa,
Você é Foda mulher - já que o assunto é sexo -.
Quando se fala em primeira vez eu digo assim.
A primeira vez foi horrível, agora, o primeiro homem, inesquecível.

Gostei bem.

Dora Nascimento · Olinda, PE 21/4/2008 00:41
sua opinião: subir
victorvapf
 

Alertado pelo meu companheiro Alcanu, desvirginarei, no melhor sentido da palavra, com meu voto, esta verdadeira obra prima! Parabens

victorvapf · Belo Horizonte, MG 21/4/2008 00:49
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Falcão S.R
 

Sou de um tempo onde os filmes geralmente os mexicanos, o tema era sempre uma moça bobinha que era seduzida pelo vilão, que depois a explorava. Eu apenas um adolescente morria de pena da coitadinha, se eu pudesse entraria pela tela e casaria com ela. Os títulos eram quase sempre, Perdida, Triste Pecadora, ou coisas do gênero.

Minha saudosa mãe dizia...Coitada, fizeram mal para aquela moça!

Meu pai, um militar pernambucano, um dia fez uma reunião comigo e meus dois irmãos mais velhos, e sacramentou:

Vocês agora são homens, podem ter a chave da casa, namorarem, mas tem uma coisa:- Se fizerem mal a uma moça, terão que reparar, caso contrário eu mato um, filha dos outros é para serem respeitadas.

Com isso os jovens de minha época, buscavam prostíbulos, com direito a doenças veneras, tempos difíceis, onde a virgindade era chamada de honra e as menininhas espremiam os botões dos seios pensando que eram espinhas.

Vi casamento obrigado pela lei que ainda hoje está em vigor, chamada crime de sedução, muita piração!.

Gostei desse texto, acho que poderia escrever uma novela contando todas as experiências vividas em minha juventude, por conta desse famoso "selo de garantia".

Abraços,

Falcão S.R · Rio de Janeiro, RJ 21/4/2008 01:20
sua opinião: subir
MaluFreitas
 

Ai que legal! Voltei no tempo! Ainda se discute isso,rs. Massa! Adorei o texto! bjokas

MaluFreitas · Salvador, BA 21/4/2008 01:28
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Olá Cissa!

Aqui estou a convite do PoetAmigo Alcanu.

Cada caso é um caso e nada de acaso... Cada um com suas escolhas, mas vai saber se são de cada um ... Um a Um ... Ou se é desejo de "outro"?
Cada cultura ...
Cada ritual ...
Cada tribo ...
Cada liberdade ...
Respeitando valores e diferenças. Gostei muito do seu texto.

Beijos_Meus*
*

VO(L)TADO!!!

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 21/4/2008 02:21
sua opinião: subir
Ailuj
 

com pressa voto e volto pra comentar

Ailuj · Niterói, RJ 21/4/2008 11:21
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
marilia carboni
 

Ok...votei !!!!
Respeito opiniões!!! Mas nao discuto !!!
Beijos...

marilia carboni · Londrina, PR 21/4/2008 15:04
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
brigitte
 

Cissa, que bom que os tempos mudaram e continuam mudando. O tema em si é ótimo e toca num assunto que todos, indistintamente, tem algo a declarar. Esse assunto é criação da sociedade medieval, período em que a religião vigorava plena e absoluta e a única saida era privar a mulher, já que era acusada da perdição da humanidade(Eva). Graças, isso acabou, muito embora em alguns lugares as barbaridades ainda são cometidas, como citou Alcanu, em nome de uma "religião".
Sexo é bom, é bonito, é a consumação da palavra do Criador: multiplicai e povoai a Terra. Toda a beleza desse ato foi ultrajado para controlar a sociedade. Infelizmente ainda tem reflexos na atualidade!
Parabéns, bem oportuno seu texto!
Votado, claro!

brigitte · Goiânia, GO 21/4/2008 17:39
sua opinião: subir
Cissa Baini
 

Muito obrigada a todos, um beijo carinhoso, um por um, e um upa.
Adoro ter o feedback de vcs, nao vivo sem isso.

Cissa Baini · Pelotas, RS 24/4/2008 13:15
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados