Novidades nos trilhos

Helena Aragão
21/11/2007 · 62
 

Em um ano e oito meses o Overmundo cresceu muito acima de nossas expectativas. Ótima constatação, que traz também, e naturalmente, certos problemas. Alguns deles estão sendo amplamente debatidos nos fóruns, em colaborações e também no conselho.

Em resumo, a nossa praia tornou-se popular, o que é bom, mas traz também o velho problema do espaço público como de todos (organizado segundo regras comuns) ou como de cada um (e aí garanta-se quem puder). Com o crescimento da comunidade, cresce o volume de colaborações, e a coesão baseada unicamente na conversa um a um se torna inviável.

Este é portanto o cenário. Diante dele, a referência fundamental para orientar a ação é: o Overmundo tem uma proposta editorial. Ele foi criado para estabelecer um canal dinâmico e abrangente para a difusão da cultura de todo o Brasil, e não uma mera ferramenta de relacionamento social ou um jogo (para o que há alternativas decididamente muito superiores). A "orkutização" do Overmundo colocaria em xeque a preservação dos objetivos do site.

Este é o ponto de partida, fundamento do projeto, portanto inegociável. Foi com ele em mente que toda a estrutura, textos de apresentação, regras de funcionamento e ferramentas do site foram elaborados.

Com base em idéias e experiências acumuladas nestes quase dois anos, conversas no site e no conselho e levando em conta também a viabilidade técnica, estamos arquitetando as seguintes novidades (conforme explicitado no Mapa de Desenvolvimento):


1 - Renovar o Banco de Cultura: melhorando interface, tornando todos os conteúdos fruíveis sem download, estendendo a ele o recurso de múltiplas imagens e revendo seu destaque na home.

2 - Tornar mais claras e diretas as explicações da proposta, estrutura, funcionamento e regras: criar o tutorial do tipo "explicação rápida e simples", melhorar todas as páginas de informação e ajuda no site, ampliar o uso de ajudas em contexto.

3 - Diferenciar nas Filas de Edição os canais para fazer sugestões de edição ao autor e para comentários sobre a colaboração: com as sugestões editoriais desaparecendo após a passagem para a Fila de Votação e os comentários permanecendo, como é hoje.

Resolvendo assim o problema dos comentários de edição acompanhando a colaboração para sempre, e minimizando a exposição dos autores com a edição pública.

4 - Unificar e dinamizar os mecanismos de filtragem de conteúdos inapropriados no site: criar botão "Alerta" nas colaborações, disponível em todos os momentos, como é habitual em outros sites colaborativos.

Esse item demanda mais explicação: o botão substituirá a ferramenta "colaboração fora-de-lugar?", combinando-se com o atual "Alerta" que fica somente no rodapé do site. Deve ser livre para a marcação por qualquer usuário, escolhendo entre opções de motivos para fazê-lo: se spam, se abuso ou agressão, se violando direitos autorais, se flagrantemente fora da proposta editorial do site ou na seção errada. Todas as marcações geram alerta automático para a Administração, que avalia a pertinência, mantendo ou não a colaboração no site. Ou seja: para estar no Overmundo os conteúdos precisam efetivamente observar as regras mínimas do site, o que passará a ser aferido pela Administração, apoiada pelas indicações e denúncias da comunidade. Naturalmente, deverá valer sempre para a Administração o princípio de que havendo dúvida, deixa-se a decisão para o voto da comunidade, como já vimos defendendo.

5 - Eliminar a ferramenta "convidar para votar" nas colaborações.

6 - Reformar os perfis, tornando-os mais orientados aos conteúdos e menos ao "networking": passando a exibir na página principal as últimas colaborações do usuários e as suas colaborações favoritas, tornando o envio de mensagens pessoais exclusivamente privado e criando ferramentas para que se possa optar por bloqueio do envio de mensagens por usuários inconvenientes e para a denúncia de spams.

Por tudo que já falamos aqui, e pelo sentido fundamental de resgatar o foco do Overmundo no conteúdo do site, em torno do qual se dão as conversas e trocas, e não no relacionamento interpessoal.

7 - Limitar a publicação a uma colaboração por vez na Fila de Edição de cada seção para cada usuário.

Evitando assim a superlotação das Filas causada pelo crescimento do site, e assegurando espaço igual de visibilidade para todos os usuários (inclusive os mais novos).


##


As mudanças devem ser implementadas até o fim do ano. Até lá, deixamos claro que vamos passar a exercer uma função já prevista de forma clara no Participe: a exclusão de colaborações que estejam explicitamente fora dos objetivos do Overmundo ou fora de lugar. Conforme o primeiro mandamento do Overmundo:

1. Levarás em conta a proposta original: O Overmundo é dedicado à produção cultural de todo o Brasil ou produzida por brasileiros pelo mundo afora, dando visibilidade sobretudo àquilo que não aparece na grande mídia e que precisa de espaço para circulação e debate (portanto: também não confundir o Overmundo com o seu blog pessoal, onde você pode dar sua opinião sobre o comportamento da sua tia ou assuntos do gênero...) O conceito é amplo e por isso mesmo já gerou diversas discussões interessantes sobre seu alcance. Levando isso em conta, a comunidade apela para o seu bom senso: temas que em nada se aproximam da proposta original aparecem de vez em quando, mas se a exceção se tornar regra é possível que o site comece a se descaracterizar. O que seria ruim para todo mundo. Para que isso não aconteça, usaremos nosso poder (que certamente é antipático, portanto queremos usá-lo o menos possível) de apagar conteúdos "nada-a-ver" e "sem-noção", não deixando que venham a ser votados ou publicados. Regras são necessárias para que a democracia funcione, e para que a coletividade aproveite ao máximo o site.

Sempre evitamos nos valer dele, pela aposta em buscar soluções colaborativas para as dinâmicas do site. Mas diante do cenário atual, parece clara a importância de reafirmar as regras e o sentido do site com mais clareza.

Com isso, chamamos a comunidade a se dedicar ao mais importante: explorar as filas em busca das colaborações que gostar, votar, comentar, publicar com responsabilidade etc. Em outras palavras, para tudo aquilo que o Overmundo existe, e que nos trouxe juntos até aqui.

Abraços
Equipe de Administração do Overmundo

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Edu Cezimbra
 

Helena
Cuidado com a censura.Critérios pessoais do que "não tem a ver" ou "fora do lugar" muitas vezes podem soar como falta de uma cultura , por exemplo, antropológica ou social, ou presunção mesmo.Há toda uma antropologia cultural que contempla hábitos, crenças, práticas de saúde e educação que para uma visão limitada de cultura podem parecer fora-de-lugar.
Neste caso seria fora da cultura que autorizarias no over?

Edu Cezimbra · Porto Alegre, RS 21/11/2007 14:00
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Letícia L. Möller
 

Cara Helena,

gostaria de manifestar minha opinião positiva com relação às mudanças que referiste. Julgo todas importantes e oportunas, e me congratulo com as alterações de itens 5 e 7 - ainda que pense que serão estas, justamente, a causar maior polêmica e divergência entre os usuários. Também foi importante relembrares que existe uma proposta editorial do Overmundo, de acordo com os objetivos para os quais o site foi criado.
Um abraço,

Letícia L. Möller · Porto Alegre, RS 21/11/2007 15:10
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Marcelo Cabral
 

Ótimo, Helena, mudanças muito bem vindas.

Edu, distorcer o que foi dito para transformar "regras" em "censura" é uma prática bem comum para justificar o uso de um espaço público como se fosse privado, como se fosse seu, aquela velha expressão “a casa da sogra”.

Posso dar a minha interpretação do seu discurso também Edu, pra mim você está dizendo "faço o que quiser neste espaço, vou relativizar o conceito de cultura, dobrá-lo até o infinito, para publicar e fazer o que quiser e bem entender no Overmundo, na seção que eu quiser".

Regras são fundamentais para o funcionamento de uma democracia, botões de “Alerta” não são nenhum novo método de censura, existem para o bem estar de sites e comunidades na internet, e não é de hoje.

Parabéns ao pessoal da administração pela paciência, respeito à comunidade, ao Overmundo e sua proposta. E quanto às acertadas mudanças, acredito que foram definidas com muito bom senso, focadas nos objetivos centrais deste espaço.

Parabéns, e viva o Overmundo!

Marcelo Cabral · Maceió, AL 21/11/2007 15:23
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Marcelo Cabral
 

Oi Edu, relendo meu comentário acima, parece que estou te acusando de fazer o que quer e bem entende com o site. Desculpe por isso e me permita esclarecer, não é com você pessoalmente, digo que interpretações tão abertas do conceito de cultura podem ser usadas (não por você, mas por qualquer pessoa descuidada ou até mal intencionada) para fazer um mau uso ou um uso egoísta deste espaço. Falo de todos nós e de nossas responsabilidades com a proposta do Overmundo.
Comunicação por linguagem escrita não é fácil, antes do mal entendido, minhas desculpas. Abraço.

Marcelo Cabral · Maceió, AL 21/11/2007 15:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Edu Cezimbra
 

Oi Marcelo,
Não precisa te desculpar, não.
A minha colocação é no sentido de começarmos a a criar juntos maneiras de tornarmos este canal de descentralização da cultura ainda melhor.A Ilze deu um toque sobre isto , sem entrar na noção de cultura, ao lembrar que existe o tema cultura e sociedade,o que pode nos ajudar a enterdermos outras manifestações culturais emergentes, não-reconhecidas, marginais ou outsider.Neste caso faríamos mais jus ao título deste site e a sua generosa proposta editorial: overmundo .
Como diz o Dan Baron:descolonizar nossa mentes através da alfabetização cultural passa por sairmos de uma cultura meramente de resistência para uma cultura de autonomia e libertação.
Grande abraço
Edu Cezimbra

Edu Cezimbra · Porto Alegre, RS 21/11/2007 16:04
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Helena e demais administradores do site:

Não tenho a pretensão de ter bem avaliado o alcance de todas as decisões acima expostas mas gostei bastante do que pude vislumbrar até aqui, principalmente porque, apesar da demora prevista, trata-se de algo decidido, da assumpção das responsabilidades por quem realmente as tem, de uma luz no final do tunel.

Imagino que vocês devam estar se sentindo aliviados e sei que foi preciso coragem para decidir, mas tudo isto apenas valoriza as decisões. Estava vendo gente boa se stressar pelo sentimento de impotência que a situação estava causando, aquela história que o Spirito caracterizou muito bem: Quando não há pão, todos brigam e ninguém tem razão. Agora já consigo até sentir o cheiro do pão assando.

beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 21/11/2007 17:09
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
dudavalle
 

A lista fechada do Conselho continua ?

dudavalle · Rio de Janeiro, RJ 21/11/2007 18:19
sua opinião: subir
Carlos ETC
 

Helena et al.,
Assino embaixo em tudinho
(sentindo o mesmo alívio que o Joca mencionou).
E tenho dito!

Abraços!
http://interludios.blogspot.com

Carlos ETC · Salvador, BA 21/11/2007 18:20
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Helena E Hermano
Estou muito feliz com a notícia. E deixo aqui o meu apoio, pois tenho lutado muito para que o site tenha colaborações culturais,
assim trazendo alguns Overmanos de volta ao site e estas novas ferramentas só acrescentam o nível pretendido do site.E vamos ter mais tempo para elaborar trabalhos informativos e dinâmicos. Parabéns aos dois.Abraços!

Cintia Thome · São Paulo, SP 21/11/2007 18:36
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ize
 

Ótimas as novidades, Helena.
Parabéns a vc e aos demais administradores pelas decisões que certamente vão trazer mais qualidade ao overmundo.
Abraços

Ize · Rio de Janeiro, RJ 21/11/2007 20:08
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Interessante o terceiro item (Diferenciar nas Filas de Edição os canais para fazer sugestões de edição ao autor e para comentários sobre a colaboração: com as sugestões editoriais desaparecendo após a passagem para a Fila de Votação e os comentários permanecendo, como é hoje.). Em relação a ele, especificamente, sugiro um mecanismo em que a sugestão seja reservada, Helena. Há quem se senta intimidado a sugerir mudanças por conta da exibição nos espaços de comentários; em muitos casos o próprio autor se mostra constrangido e até resistente. Neste sentido, já venho há muito adotando as sugestões via email. E olha que até mesmo assim há discordâncias. Não fica mesmo nada bem aqueles toques sobre edição acompanhando o material depois de publicado.

Estou plenamente de acordo que se elimine a ferramente "convidar para votar". O convite, na verdade, teria que ser PARA EDITAR. Do meu ponto de vista, o mais necessário aqui. Há muita coisa sendo emplacada (bem votada inclusive) com erros grosseiros que desabonam o autor e consequentemente o site.

A reforma dos perfis pode ser melhor debatida, buscando-se uma coisa que contemple o modelo atual (como é) e o que está sendo proposto.

Ah, limitar o volume de publicações... FINALMENTE! Sinceramente, esta é uma medida que há muito já devia ter sido adotada.

Sim, regras claras e observadas com rigor. Esse é mesmo o caminho.

Antonio Rezende · Palmas, TO 21/11/2007 20:49
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Relendo rapidamente meu comentário aqui, achei este vacilo: "Não fica (é FICAM; ou estou maluco?) mesmo nada bem aqueles toques sobre edição acompanhando o material depois de publicado". Como leitura de texto próprio "nos cega", seguramente, deve haver mais vacilos no comentário.

EDIÇÃO, overmanos. Esse deve ser o maior elo entre a gente aqui.

Antonio Rezende · Palmas, TO 21/11/2007 20:56
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGA HELENA...

COM TODO O RESPEITO AO SEU TRABALHO... E ADMIRAÇÃO PESSOAL!

UMA REFLEXÃO...

PERGUNTAS E RESPOSTAS AO ACASO...

( Lailton Araújo )


1) SOMOS O QUE SOMOS?

Poderemos ser qualquer coisa. A modificação começa no conflito do eu próprio e o eu impróprio...


2) NADA SE TRANSFORMA?

A transformação depende da educação e respeito mútuos. A união faz a força e traz a alegria - se houver cooperação...


3) DEVEMOS CUMPRIR O QUE FOI OU ESTÁ ESCRITO?

Tudo o que o ser humano escreveu pode ser cumprido, comprido, contestado ou apagado. Atualmente alguns “deletam” ou delatam.


4) ESTAMOS SOZINHOS?

A vida, o tempo e o mundo racional - ou irracional - são complexos. Às vezes estamos acompanhados ou desacompanhados... A existência humana é diferenciada. Pensamos e achamos que somos os únicos seres pensantes... É o pensamento de quem pensa que sabe tudo! É a rotina da construção e destruição dos pensamentos de outros seres: pensantes e não pensantes.


5) AMIGOS E AMIGAS EXISTEM?

Os verdadeiros amigos e amigas mostram solidariedade nas horas difíceis. Os falsos elogios massageiam o ego no jardim florido. Mas, se existem flores - podem existir espinhos. Qual é o amigo ou amiga que tocará neste espinho sem o temor de um ferimento?


6) O QUE SÃO DEUSES OU DEUS?

A mitologia, a filosofia, e a religião de cada povo do planeta Terra, tentou e tenta explicar tal questão. Os olhos da ciência, a observação empírica e a direção política de cada país mostram caminhos da conveniência ou da inconveniência, na manipulação da crença em um Deus ou Deuses.

Talvez Deus ou os Deuses sejam mais simples do que pintamos, escrevemos ou endeusamos. O ser humano pode ter criado um Deus ou Deuses, grandiosos, onipotentes, onipresentes, juízes, advogados - e às vezes: carrascos. Será que Deus ou os Deuses precisam de templos ou tempo, e de mídia ou teatro?


7) O QUE SÃO ANJOS?

Se o tempo do verbo for o presente... Os anjos são os amigos do bem, os internautas, os esportistas, os músicos, os intelectuais e não intelectuais, os médicos, os poetas, os escritores, nossos pais, nossos irmãos, nossos filhos, nossos avós, nossos tios, nossos professores e os espíritos que não sejam de porcos. Se houver qualquer dúvida... Pergunte a Deus ou aos Deuses.


8) OS ANJOS SÃO PERFEITOS?

A perfeição pode ser conquistada. Não deveria ser o ponto final de chegada! O Universo está em expansão! O conceito é o caminho do preconceito! A evolução é gradual. Requer tempo, mutação e aprendizado. Perfeição e verdade são palavras primas da arrogância. Será que não são palavras inimigas da observação, não alienação, liberdade e sabedoria? Se os anjos fossem perfeitos, não precisariam de asas... Voariam sem elas. Os anjos são anjos! Não são Deuses, nem Deus!

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 00:08
sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querido Lailton:
Como toda a consideração que você merece, mas também com toda a sinceridade que me cabe ter, e sem ofensa, o escrito acima não passa de um bestialógico na acepção própria do termo (consulte o Aurélio se achar que minto).
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 22/11/2007 00:26
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGO JOCA...

(é só um brincadeira!)

Segue mais uma... Publicada em vários espaços!


MEDIANO OU INTELECTUAL?

( Lailton Araújo )

O que é ser um Homo sapiens intelecto? Será o resultado da mistura do acúmulo de conhecimentos e arrogância? Será a soma de todas as horas na leitura de temas importantes? Para alguns, esses citados temas possuem enormes valores culturais e para outros, não passam de uma perda de tempo? SER OU NÃO SER?

O ser humano é um bicho - Homo sapiens - muito complicado e possui vantagens de adaptação em relação aos primos e irmãos de outras espécies. A espécie Homo sapiens intelecto (descobri essa espécie no Brasil), acha que a sua adaptação é diferenciada do Homo sapiens primary (espécie nativa da região Nordeste do mesmo Brasil), pois as grandes universidades, os títulos de doutor, os idiomas falados (alguns meia boca) e a convivência com outros bichos da mesma espécie - Homo sapiens intelecto - dá-lhe o direito de escrever manifestos endereçados a todas as outras espécies Homo sapiens (são elas: Homo sapiens poetics, Homo sapiens musics, Homo sapiens quaisquers e aquelas geneticamente modificadas), fazendo da carta ao ecossistema brasileiro, uma teoria evolucionista que até Darwin, será confundido com Freud.

Não é criticando o Homo sapiens primary, que o bicho Homo sapiens intelecto subirá mais um degrau na escala evolucionista da intelectualidade. Os outros Homo sapiens também pensam e sabem dar os seus “pulos e nós” nos galhos das árvores. Quem não lembra do refrão: cada macaco no seu galho!

O ecossistema brasileiro Brasiles politicy e todas as espécies que o habitam, deverão entrar em sintonia com outros ecossistemas, como fala e grita ao vento o Homo sapiens intelecto. Mas, sabendo que ecologicamente a biogeografia traz uma vicariância de aspecto ético e moral - assunto para a bioética - a voz da suposta verdade soa como falsa e oportunista.

Alguns Homo sapiens politicy (espécimes não explicadas na primeira Lei de Mendel), já não utilizam as mesmas formas da comunicação ou aproximação (moedas-bananas) em Brasiles politicy. Hoje a forma de agregação (discurso político) de todas as espécies Homo sapiens do ecossistema brasileiro, é vazia e disfarçada em evolução gradual no Habitat.

Será que a espécie Ramphastos vitellinus (nome popular: Tucano) evoluiu ou sofreu mutação da espécie Homo sapiens intelecto?

( http://recantodasletras.uol.com.br/ensaios/295258 )

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 01:08
sua opinião: subir
Tom Damatta
 

O Joca é dos meus. Uns se esforçando para ajeitar a carga depois de vários freios de arumação aqui e outros brincando de barata tonta em meio ao pisa-pisa perigoso da animada festa.

Haja juizo. E também paciência! Além de seriedade e respeito, claro.

Fico feliz de saber que vêm mudanças por aí, Helena. Sustentem-se na coragem de quem pensa um Overmundo livre de uns e outros incovenientes. Adiante!!!

Tom Damatta · Araguaína, TO 22/11/2007 01:28
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGO TOM!

Conhece Genésio Tocantins? Sou da época dos grandes Festivais de MPB... Genésio (Genésio Sampaio) era amigo da "Banda Moxotó"...

Relaxe...

A análise é necessária...

DESABAFO DE CABRAL!

( Lailton Araújo )


Ai Jesus! Onde eu fui atracar minhas caravelas! As calmarias traíram-me, e levaram-me para esta terra tão difícil! Saí de Lisboa em direção às Índias... Levei toda a base política (e que base!) e cultural do futuro povo brasileiro e eis, que após 500 anos, vejo está grande lama. O que fiz de errado? Jesus! Não sei o que é "dossiê"... Não sou sanguessuga! Não bebi ou bebo sangue! Não sou vampiro!

Deixei no Brasil os degredados, os ambiciosos e os presos políticos. Levei para Portugal, o ouro, o pau-brasil e dormi com as belas patrícias de peles vermelhas e negras. Também levei muito açúcar e tomei minhas cachaças! Eis que como castigo, em 2007, recebo esta classe política brasileira, medíocre e oportunista, sem coração e sem alma! Ai Jesus! Só rezando e pedindo perdão pelo erro de não saber navegar.

Desembarquei de minhas naus na Terra de Santa Cruz! Fui católico... Até o nome está politicamente correto! Fiz minha cagada, mas sou humano! Os franceses, holandeses e ingleses também cagaram nesta terra! Que Deus tenha compaixão de minha alma e das almas dos que ainda tiveram coragem de votar em Outubro. Tomara que não tenham cagado na escolha do político!

Oh Jesus! A ex-colônia lusitana continua na mesma merda e parece com a antiga corte portuguesa de 1500. Querem dividir o Brasil! Isto é uma “cagada”... Um novo "Tratado de Tordesilhas" trará problemas com os nossos patrícios do “além-mar”! Portugal já não é uma casa portuguesa (com certeza!) Hoje, Portugal faz parte do primeiro mundo e do mercado comum europeu.

( http://www.jornaldedebates.ig.com.br/index.aspx?cnt_id=15&art_id=141 )

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 01:39
sua opinião: subir
Mansur
 

O peso do voto ainda vai dar o que falar, mas juro que não puxo mais esse assunto, só no ano que vem...rsrs...a mudança número 7 vai causar uma renovação desejável...e o conjunto de mudanças está muito coerente. Overmudanças. Congratulações...

Mansur · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 01:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Tom Damatta
 

Conheço o GENÉSIO, Lailton.
Você é hilário.
Prometo te levar a sério.

Ah. Veja o que publica o meu palhaço preferido.

Tom Damatta · Araguaína, TO 22/11/2007 02:34
sua opinião: subir
Vitória Nascimento
 

Também estou de acordo com a proposta de uma publicação diária por perfil. Resolve o problema causa pelos que acham, de olho no próprio umbigo, que o Overmundo é uma espécie de HD pessoal e abarrotam as filas de edição e votação, principalmente no Banco de Cultura, vitrine que precisa ser melhor aproveitada. Entendo que, assim como o Overblog, o espaço precisa ser melhor valorizado. Quem produz e publica freneticamente, seguramente não prima por qualidade.

Os perfis podem sim ter modelos mistos (como é atualmente e como estão sendo pensados para o futuro), como sugere o Rezende, mas acho que não devem ter a cara de orkut como atualmente. Voto contra recados abertos e a exposição de autores favoritos.

Apoio totalmente as iniciativas de mudanças. Mas não me agrada o fato de o texto da Helena não trazer informações sobre o que a administração e o conselho (preciso entender melhor como funcionam estas duas "nstituições" do site) pensam a respeito da pontuação de karmas e o consequente cacife dos membros.

Assim como o Mansur, acho que o modelo atual provoca distorções irreparáveis. Pode mais quem pesa mais. Acho um absuro isso. Mesmo porque está mais que evidente: peso aqui não é sinônimo de caráter, nem muito menos senso para definir o que tem ou não tem qualidade.

E ponham necessidade de EDIÇÃO nisso.

Abraços.

Vitória Nascimento · São Luís, MA 22/11/2007 09:20
sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Vitória:
Para quem precisa entender melhor como funcionam as instituiçõers da Overmundo, me desculpe, meu bem, mas você parece ter muitissimo mais certezas que dúvidas. E não apenas certezas mas convicções arraigadas externadas de uma forma, eu diria, arrogante. Não que me importe com isso. Aliás, acho até que faz parte da liberdade de expressão de cada um adotar um tom, mais ou menos, arrogante, mas haverá muita gente que repudiará suas idéias não pelo que elas expressam, mas por este tom que você deixa, por demais, evidente. Afinal dois dias de participação no Overmundo não chegam a ser credenciais muito convincentes.
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 22/11/2007 09:47
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Vitória.

Penso como você em relação aos perfis. Volto para deixar mais claro que idéia faço de como eles poderiam ficar.

Acho que podiam ter estrutura semelhante aos atuais, sem a exposição de comentários, e que o espaço destinado a autores favoritos podia ser suprimido da página, mas disponibilisado também resevadamente a cada membro.

Exatamente pelo fato de ele ser aberto, exposto, muitos (creio) acabaram preferindo por não adicionar favoritos. Pode ser constrangedor para muitos ter este amigo e não aquele. Entende?

Acho que isso (as exposições) é que está dando cara de orkut aos espaços de perfis do Overmundo. E até mesmo estimulado muita gente a proceder como "orkuteiro". Estão trocando figurinhas e afagos por ali, muitas vezes de forma barata.

Penso que o espaço (não sei se seria viável ou mesmo interessante) podia dar lugar a COLABORAÇÕES FAVORITAS. Assim teríamos a oportunidade de indicar que trabalhos julgamos importantes.

Isso, no entanto, poderia gerar problemas, com gente indicando isto ou aquilo como bom, mesmo não sendo. Acho que por esta razão (muito provável de acontecer em se tratando de Overmundo "orkutizado") nem deveríamos mesmo pensar nisso.

Já o espaço de fotos, por exemplo, acho que deve ser mantido. Ele revela um pouco mais do colaborador. O segredo é fazer uso dele com moderação e inteligência. A "orkutização" do site é mesmo algo muito cavernoso.

Abraços.

Antonio Rezende · Palmas, TO 22/11/2007 10:22
sua opinião: subir
dudavalle
 

Oi Vitória,
Sobre o overmundo e suas "seções":

1) Equipe de Moderação - composta por Hermano, Machhi, Helena, Lemos e mais outros - estes provavelmente são os donos da marca overmundo que foram e conseguiram com muito mérito financiamento da Petrobras e do Ministério via lei de incentivo fiscal .
Eles decidem tudo sobre o site, mas resolveram criar um Conselho para este ser a instância de intermediação entre eles e a comunidade.

O Conselho - todo dia 15 do mês eh publicado no observatorio uma lista com os membros do Conselho e eles junto com a equipe de moderação participam de uma lista de discussão fechada para discutir o futuro da comunidade, essa lista eu acho inaceitavel , mas continua a existir

Para ver os particpantes tanto da equipe de moderação quanto do conselho:
http://www.overmundo.com.br/forum/conselho-formacao-de-outubro2007

dudavalle · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 10:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Carlos ETC
 

A questão levantada novamente pelo Mansur faz muito sentido. A questão dos pesos do voto pode ser repensada, mas não isoladamente. Devemos levar em consideração todos os outros aspectos que rodeiam esse mecanismo do site.

Um outro ponto que deve ser pensado (se é que já não foi) é sobre a questão da limitação de publicações nas filas de edição e votação. Quando li a proposta redigida pela Helena, achei o item muito coerente. Mas pensei em um ponto que pode conflitar: o decremento natural no karma que os perfis sofrem com o passar do tempo.

Se já está fechado que haverá a limitação de publicações nas filas, creio que seja importante ajustar o critério de decremento do karma dos perfis, mais especificamente o período de tempo com que o decremento ocorrerá, visto que cada fila dura 48 horas.

Espero ter colaborado!

Abraços
http://interludios.blogspot.com

Carlos ETC · Salvador, BA 22/11/2007 11:07
sua opinião: subir
Fernando Mafra
 

Grandes novidades! Sei que posso causar polêmica com isso, mas existe um problema de aspecto prático quanto à limitação de uma publicação por seção (embora eu goste da novidade):

Na Agenda talvez não se aplique. Eu por exemplo nesse momento tenho uma colaboração em edição e quero publicar ao menos outros dois eventos por lá. Dois deles são relacionados e eu até poderia condensá-los (e já estava considerando isso - justamente para não virar mais um caça-karma); mas e quanto ao usuário que quer divulgar eventos totalmente desconexos cuja única coincidência é ocorrerem na mesma época?

Fernando Mafra · São Paulo, SP 22/11/2007 12:04
4 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
AZnº 666
 

Vamos ao que interessa: EDITAR Permanente, permite atualizar o texto apartir das respostas recebidas. Valor do PONTO: Um pra UM! Todas as opções do Overblog no Banco da Cultura, Eliminar o FORA do Lugar substituindo-o por um afastamento para o Arquivo do colocador até chegar aum consenso sobre a eliminação definitiva. Eliminar pontuação por comentario (se é que existe) deixando só a do Overponto. Os Karmas atuais permanecem porque servem para nos informar de pessoas que gostam de ler, que não é o meu caso, e por isso mais gabaritadas para opinar.

AZnº 666 · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 13:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


.................................................

COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS...

Conheço o Brasil, seus problemas, e o que precisa ser feito... Não vou prometer o que não posso cumprir e nem vou cumprir o que prometi para ser eleito. O companheiro e companheira sabe que política é a “arte da incerteza” e uma “ciência não exata”...

Prometo aos companheiros que se eleito, serei sempre um aliado companheiro...

Prometo que todos os companheiros que cometeram spam e outros deslizes, serão investigados pelos companheiros... E quem sabe: pela Polícia Overmundiana...

Prometo que, os novos e antigos companheiros, sempre estarão no coração deste velho companheiro, inclusive terão a mão companheira na distribuição de votos companheiros...

Companheiro e companheira: vote num companheiro que sabe proteger os companheiros... É meu karma!

Não importa se falam que sou um companheiro cego ou míope! A verdade é que eu sou um companheiro leal... Até os velhos companheiros de luta, estão sendo investigados por outros companheiros e serão punidos pelos companheiros do Over-nada...

Companheiros e companheiras... Sei que já não fazem companheiros como antigamente, mas, continuo sendo um companheiro que sabe reconhecer os verdadeiros companheiros, por isso, sou o candidato dos companheiros!

Vote em mim... Sem preconceitos!

Abraços.

Lailton Araújo
................................................

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 13:41
sua opinião: subir
AZnº 666
 

"sobretudo àquilo que não aparece na grande mídia e que precisa de espaço para circulação e debate (portanto: também não confundir o Overmundo com o seu blog pessoal, onde você pode dar sua opinião sobre o comportamento da sua tia ou assuntos do gênero...)Para que isso não aconteça, usaremos nosso poder de apagar conteúdos "nada-a-ver" e "sem-noção", não deixando que venham a ser votados ou publicados. Regras são necessárias para que a democracia funcione, e para que a coletividade aproveite ao máximo o site.
Aprendi com os politicos que toda regra tem excessão, e ja vi excessões aqui. Não terá mais? Duvido.
Mais uma duvida: A Biografia de Castro Alves não È Cultura, mas seu poema É, ou ambos são ou não são?

AZnº 666 · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 13:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Hermano Vianna
 

pessoal: para melhor aproveitar a conversa seria bom manter assuntos diferentes em posts diferentes - a proposta do Mansur sobre o karma está sendo debatida neste link - apenas 10 pessoas fizeram comentários por lá (o que poderia ser interpretado como desinteresse no assunto? sabemos que não é isso) - no post do Mansur o comentário do Zé Marcelo expressa a opinião da equipe de administração, por isso não colocamos novos comentários repetitivos - estamos esperando outras opiniões por lá - outros assuntos colocados na conversa aqui também valeriam novos posts no Fórum do Observatório - aqui poderíamos manter a conversa focada no texto da Helena - desculpa fazer esse tipo de proposta de arrumação: mas para a conversa gerar bons frutos é preciso ter as coisas mais organizadas (e sem brincadeiras ou brigas) - abraços

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 14:40
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Edna Queiroz
 

Helena e Hermano
Concordo com as mudanças. Todos os instrumentos, se utilizados com sabedoria, promoverão o crescimento, a divisão do espaço com quem chegar e favorecerão o intercâmbio.

Sobre colaboração fora de lugar, eu já recebi este alerta e o achei válido. Nova no Overmundo eu ainda não compreendia o local reservado para as modalidades das publicações. Hoje já vou no local certo. Isto também é democracia.
Não lamento também pontos que perdi por falta de tempo de frequentar o overmundo com tanta assiduidade como antes.

Necessário se faz o equilíbrio nos termos e expressões empregados quando da discordância. Sem puritanismo, é vergonhoso ver registrados comentários de baixo nível, que exteriorizam total falta de respeito para com o outro. É a palavra usada como míssil pelo simples prazer da guerra. Guerra de egos.
Que possamos viver bem em comunidade, compartilhando com tantos outros a positiva energia da criação/inspiração.
E a palavra final seja o instrumento de expressão do belo, do fazer poético;
Paz a todos nós




Edna Queiroz · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 15:37
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

A preocupação do Mafra é pertinente. De fato, a agenda não pode ter restrição quanto ao número de colaborações por dia. Vejo que o problema maior está no Banco de Cultura, onde alguns membros estão abusando no volume de colaborações diárias, abarrotando as filas de edição e votação. Este setor específico do site (o banco de cultura), que é tido como "vitrine" para muitos (vejo com naturalidade isso; todos querem expor e ver seus trabalhos publicados), é que tem gerado discussões.

Há possibilidade de se estabelecer limites de publicação diferenciados para cada segmento: overblog, banco, guia e agenda?

Eis uma sugestão.

Antonio Rezende · Palmas, TO 22/11/2007 15:47
sua opinião: subir
Mansur
 

Hermano
Considero minha colaboração bem sucedida. Dois dos conselheiros postaram comentários razoáveis e equilibrados. Com sua licença Hermano, mesmo querendo ser um colaborador positivo e politicamente correto (apesar de ser duro nas críticas a algumas colaborações), tendo observado sua recomendação em não fazer brincadeiras, não me furtarei, nesse momento, a uma brincadeira politicamente incorreta: Que tal criar nos perfis o botão "colaborador fora de lugar". Têm uns e outros que estão merecendo um aperto nesse botão. Não consegui me conter...
Overmudanças muito bem vindas e equilibradas.
Grande abraço

Mansur · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 16:03
sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Brincadeira tem hora e lugar. rs
Eu também votaria nesse botão, Mansur.

Antonio Rezende · Palmas, TO 22/11/2007 16:10
sua opinião: subir
Helena Aragão
 

Obrigada pelas considerações sobre as novidades, gente.

Rezende: entendo a proposta de sugestão reservada de edição. Pensamos nisso, mas por outro lado há o aspecto interessante e construtivo da sugestão pública. Achamos que é um dos diferenciais do site – que pode ser melhor usado, com certeza – e que por isso vale a pena manter. Certamente vai ficar mais discreto e só quem quiser vai clicar para ver as sugestões.

Vitória: não falei de karma porque não há novidades sobre ele por enquanto. A discussão está em andamento, como disse o Hermano, em outro tópico.

Carlor ETC: É possível que haja mudanças no histórico do karma de cada um quando entrar a mudança de uma colaboração por fila. Vamos ficar de olho e ver como as coisas vão acontecer? É possível que para a grande maioria dos colaboradores não faça muita diferença. Veremos.

Fernando Mafra: Entendo a preocupação com a Agenda. Em geral é preciso que a colaboração seja postada pelo menos quatro dias antes do evento. Com essa novidade, os colaboradores vão ter que se organizar melhor mesmo para postar uma por vez nas filas sem se arriscar a publicar depois da data. É ruim para a Agenda e também para o Guia, uma seção muito interessante que tem bem menos colaborações. Mas achamos que esse tipo de mudança deve ser uniforme, para todas as seções, senão pode complicar e até causar uma sensação de injustiça em alguns casos.

Sobre o que é ou não dentro do foco: não se preocupem, não se trata de inquisição e nem de colocar amarras no conceito de cultura.
Abraços

Helena Aragão · Rio de Janeiro, RJ 22/11/2007 16:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


.........................

AMIGOS E AMIGAS!

CAMPANHA NACIONAL - SPAM DO BEM


Como é bom escrever sem a preocupação de computar pontos, over-karma, over-nada, over-inimizades, over-anti-arte! Somos seres humanos que criam! Não somos adversários, inimigos ou qualquer coisa descartável! Estamos todos no mesmo barco... Buscando um pouco de luz e quem sabe: reconhecimento artístico, profissional e financeiro!

Estou remetendo alguns LINKS abaixo, para que conheçam meu trabalho de 26 anos.

Minha produtora está aberta à troca de informações e parcerias culturais / comerciais.

Vamos tentar transformar a criação artística em algo mais profissional!

VIDA ARTÍSTICA - HISTÓRIA

RELEASE E FOTOS: http://fotolog.terra.com.br/lailtonaraujo
MÚSICAS 01: http://www.palcomp3.com.br/lailtonaraujo
MÚSICAS 02: http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=75359
LETRAS MUSICAIS: http://vagalume.uol.com.br/lailton-araujo/
SLIDE: http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/526911
DISCOGRAFIA: http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/702982
CURRÍCULO: http://www.musicjobsbrasil.com.br/fview.php?uid=762077

VIDA LITERÁRIA – TEXTOS

DIÁRIO DO CARAMUJO: http://lailtonaraujo.blog.terra.com.br/
ESCREVER É VIVER: http://lailtonaraujo.blig.ig.com.br/
RECANTO LETRAS: http://recantodasletras.uol.com.br/autores/lailtonaraujo
TERRA, PLANETA TERRA: http://terraplanetaterra.blig.ig.com.br/
JD: http://www.jornaldedebates.ig.com.br/index.aspx?cnt_id=25&usr_id=365

COMUNIDADES

ORKUT: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=7292394315431682758

Grande abraço!

Lailton Araújo
............................

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 17:35
sua opinião: subir
overclown
 

HELENA... é por achar que posso contribuir que reproduzo aqui em seu espaço o que acabo de publicar no texto da VITÓRIA NASCIMENTO que está no fórum. Lá vai...

Arre égua, gente! Bem vejo que não sou nada viajado. Mas com paciência vou me encontrando por aqui.

Antes de tudo, vou logo dizendo: sou um palhaço profissional. Trabalho para fazer rir, espantar o tédio e a dor dos outros. Espero trazer alegria a todos aqui.

Curioso como sou, já visitei um monte de páginas e acabei mergulhando em alguns "debates" (quanta pancadaria!). Depois de pegar uns links, descobrir caras e nomes, avaliar alguns trabalhos, pude também perceber o universo interessante deste site. De fato ele permite muitas possibilidades para todos.

Como vi falarem muito em "necessidade de ordenar a participação coletiva para o bem de todos" (eu sou um cara avacalhado, mas sei o que são regras e boto a maior fé nisso), em postura cidadã, ética e democrática, além de apelidos e um tal de "karma" (ô palavra!), fui "passar o pano" na lista de perfis do site.

Sim. Fui lá porque percebi também que quem tem mais karma é quem mais apita aqui, principalmente em termos de definição do que deve ou não deve ser publicado.

"Ora, se é essa gente que define, tenho mais é que estar próximo deles", pensei. E fui lá.

Lá vi, com elevadas pontuações de karma, encabeçando a lista de perfis, FRANCINE, ELE (esse estúpido aí que faz fotos e solta os cachorros nos outros e tem uma porção de "overamiguinhos" do alto da lista de que falo), CINTIA, SARAMAR, BENNY, NYDIA, JJLEANDRO, VICTORVAPT, D. CARLITO... (é gente muita, gente) ... enfim. Uma lista interminável de gente.

O coitado do palhaço aqui, que se cadastrou ontem, aparece lá na rabeira das rabeiras. Sinceramente. Até fiquei com pena de mim.

Mas o que eu quero dizer (e preciso dizer) é que fiquei matutando...

Esta gente que lidera e que manda, pelo menos no sentido de emplacar as publicações, deve estar pensando o que de alguns posicionamentos? Será que aprovam ou desaprovam certas condutas?

Fiquei me perguntando isso por que entendo que numa comunidade virtual desta natureza há que se prezar pela mínima compostura. Portanto, ninguém melhor do que estes do topo deviam estar demonstrando preocupação neste sentido.

Ô tristeza a que senti ao perceber que, na verdade, o interesse aqui são bem outros. Muitos deles até mesquinhos. Triste mesmo é ver gente do topo falando em hipocrisia por exemplo.

"Logo eu que sou palhaço e entrei pra ver se acho brecha pra falar dessa arte e trazer alegria, coitado, lá na rabeira da rabeira, o que posso fazer?" Tô aqui matutando ainda.

Ah. Devo dizer. Não estou encontrando elementos para encerrar este comentário. Acho que uma lágrima do meu olhar de menino teima em birrar com esse meu gesto de engolir tão seco.

Querem saber? Vou chamar dona esperança acolá. Depois volto para ver se concluo o que penso de tudo isso.

Antes, porém, queria era chamar o Kais pruma conversa de pé de orelha. Tava pensando em lhe dizer baixinho, talvez ao pé do ouvido, simulando uma gaiatice qualquer que o confortasse e jogasse panos mornos aqui: "qualé, bicho, o palhaço sou eu!"

Vou lá e volto.

Ah. Já ia me esquecendo. Compareçam ao meu batismo no pedaço!

Um abraço fraterno a todos!

overclown · Alcântara, MA 22/11/2007 18:34
sua opinião: subir
overclown
 

Lá também eu tive que voltar por conta de um vacilo, que corrigi assim...

De tanto andar por aqui hoje e quase esfolar meus velhos e surrados sapatos coloridos (estes que vocês estão vendo na foto e que mais parecem luvas de boxe, perceberam?), acabei me embanando todo. Tô meio sonzo, sei lá. E tanto que me enganei sobre a data de cadastro aqui. Na verdade, me cadastrei foi hoje mesmo.

Ai, ai. Agora é que tô me sentindo ainda mais coitado. Palhaço, sem pontuação de karma, lá atrás, na rabeira da rabeira. Ai, ai.

Pior é que, pelo que tenho lido aqui por muito lugar onde passo, para aparecer bonito na foto e não levar apelido, tenho que comer quietinho.

Um chegado, bem velho aqui, me disse: o segredo é agir com tranquilidade, sem pressa. Correr na busca de pontos e vitrine não interessa. O negócio é incorporar o espírito participativo e ter KARMA. Ou melhor... CALMA.

Vou lá e volto.

Solta o riso! Mas fala sério, macacada!

overclown · Alcântara, MA 22/11/2007 18:36
sua opinião: subir
overclown
 

Ah. Outra coisa. Não vote em mim. É que podem achar que chego "muito exibido". rs

overclown · Alcântara, MA 22/11/2007 18:40
sua opinião: subir
Rosa Campello
 

gostei das idéias de mudança, parabéns. Às vezes lemos 3 colaborações simultâneas de 1 mesmo overmano. Eita produção! abraços, rosa

Rosa Campello · Recife, PE 22/11/2007 20:47
sua opinião: subir
Labes, Marcelo
 

Acho que as mudanças já eram necessárias e, implementadas, tornarão o Overmundo à altura daquilo que ele se propõe. Ou melhor, colocarão o Over de volta na linha. Não quero dizer que não esteja - ou que já não tenha estado - mas convenhamos que alguma coisa mudou: o panfletarismo parece ter se estabelecido e mesmo quem dispõe de grandes karmas passou a se achar no direito de esculhambar (no lato sentido da palavra) seções muito bonitas como o Overblog.
Os alertas múltiplos nos levam a equacionar problemas. Dessa forma, não mais se "colocará fora de lugar" uma colaboração simplesmente pela infelicidade de alguns colaboradores, mas se poderá explicar melhor o porque de se estar alertando a respeito dela.
Assim sendo, parabenizo a Administração e o Conselho pelo trabalho dedicado que têm empenhado em manter este site com a importância que ele tem para a cultura brasileira.

Ah, sim, haverá os que novamente acusarão Deus e o Diabo que censores, disso, daquilo. O código do site não é aberto? Pois bem, se quiserem, estes que pensam tratar-se o Overmundo de uma extensão eletrônica de seus diários pessoais, que então montem, com o código deste site, o seu próprio (já que somente blogs não dão conta do recado) e o chamem Overtrivialidades. Mas, se preferirem, que escolham um nome que venha a calhar.

Labes, Marcelo · Blumenau, SC 22/11/2007 22:34
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


....................

CARO LABES...

Você escreveu...

"mas convenhamos que alguma coisa mudou: o panfletarismo parece ter se estabelecido e mesmo quem dispõe de grandes karmas passou a se achar no direito de esculhambar (no lato sentido da palavra) seções muito bonitas como o Overblog."

Será que é sobre o link abaixo?

http://www.overmundo.com.br/overblog/pesquisando-etanol-descobri-agua-em-po

Se for...

Começaremos tudo novamente! E desta vez eu não vou parar... Teremos um longo debate.

Você é inteligente! Eu também sou!

Paramos por aqui.

Abraços.

Lailton Araújo
....................

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 22:57
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 



LABES...


Esqueci algo...

Estou lendo tudo o que é publicado no OVERMUNDO...

Faz parte de meu aprendizado... Aprendi muito!

Observando! Sou um aprendiz de escritor.

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 22/11/2007 22:59
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Oi... muito boas as novidades! O item seis é necessário, e quem chamar de censura está sendo maniqueísta. O site tem linha editorial, e isso precisa ser reforçado na prática, não apenas no discurso. Nesse sentido, as mudanças são ótimas.

Um adendo ao que disse o Fernando Mafra: para a Agenda e o Guia, acho que a limitação a um post por colaborador pode ser nociva. São seções menos "populares" do Overmundo, e seria interessante pensar em "medidas desiguais para gerar a igualdade". Muitas vezes, no Guia, por exemplo, existem poucas colaborações nas filas. Ao limitar o número de posts, vai se perder conteúdo. No Banco o caso é oposto: muitas vezes existem 50 colaborações na fila de edição, com apenas cinco ou seis colaboradores enviando várias ao mesmo tempo.

Abraços,
Felipe

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 24/11/2007 17:33
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Quando disse item 6 (que também é muito útil), quis dizer item 4, relacionado ao mecanismo de Alerta.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 24/11/2007 17:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGOS E AMIGAS...

Isso aqui está sério...

FUI CENSURADO MAIS UMA VEZ...

Meu texto estava em edição... Com direitos às correções, ajustes, etc!

Os “caras” tiraram do ar! Vocês acham que devo mandar o caso para a imprensa brasileira? São 1200 e-mail’s... Esqueci: 1200 empresários artísticos, 5000 colegas artistas, 350 tvs, 4000 prefeituras... etc.

Já conversei com alguns jornalistas ligados à esquerda brasileira... Estão analisando!

Estou pensando em enviar o caso para o “Gilberto Gil” (com cópia para o presidente "Lula"). A Diretoria da Petrobrás não pode ficar de fora. Sei que estou sendo “dedo duro”. E daí?

Estou “puto” da vida! Censura é coisa de moleque de direita e esquerda! É guerrilha de intelectual barato! Sou livre e tenho cultura. É preciso falar na linguagem deles... Linguagem de “Moleques”...

Faltaram com respeito! Vou brigar! Não tenho medo de retirar o OVERMUNDO do ar!

Está tudo salvo! Inclusive com os comentários!

O OVERMUNDO é um site democrático? Já havia sido questionado sobre: "O QUE É CULTURA?".

Dê sua opinião...

O QUE É CULTURA?

http://www.overmundo.com.br/forum/debate-geral-o-que-e-cultura


Viva a liberdade de pensamento!

Grande abraço!

Lailton Araújo
lailtonaraujo@ig.com.br


.................

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 25/11/2007 17:15
sua opinião: subir
José Marcelo Zacchi
 

Caro Lailton,

Como forma de buscar organizar o diálogo coletivo entre os vários tópicos aqui no Fórum, informo que publiquei há pouco em nome da equipe de administração do site um comentário sobre o assunto que você levanta acima no tópico também por você indicado e no qual a conversa a respeito está se desenrolando.

Abraço cordial,
José Marcelo

José Marcelo Zacchi · Rio de Janeiro, RJ 25/11/2007 21:00
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
toinho.castro
 

helena... depois de tempos longe do overmundo fiquei feliz em ler suas linhas. tudo muito pertinente.

toinho.castro · Rio de Janeiro, RJ 26/11/2007 20:05
sua opinião: subir
Delfin
 

Isso de eliminar o convite para votar é a coisa mais louvável. Mas isso tudo deve continuar convergindo para recados-spam nas caxas pessoais de recados aqui do overmundo. No Orkut existe uma ferramenta de bloquear usuários que façam isso, eu gostaria de ter algo semelhante aqui: assim eu poderia reativar a minha caixa de recados, hoje fechada graças ao abuso de muitos ali dentro.

Delfin · São Paulo, SP 27/11/2007 06:07
sua opinião: subir
Viktor Chagas
 

Oi, Delfin. Essa sugestão já está registrada lá no Mapa de Desenvolvimento, no item Em desenvolvimento. Confira o tópico "perfis".

Viktor Chagas · Rio de Janeiro, RJ 27/11/2007 08:11
sua opinião: subir
overclown
 

posições como as duas últimas devem merecer o destaque de CONSTRUTIVAS, principalmente a quem quer adotar postura COERENTE e COLABORATIVA. eu mesmo deixo aqui um mea culpa por ter, no calor de algumas discussões, adotado posicionamento danoso à condução de debates em outro nível. anotado, viktor; MAPA DE DESENVOLVIMENTO. é isso aí!

overclown · Alcântara, MA 27/11/2007 09:37
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberto Maxwell
 

Fico triste que as pessoas se sintam melindradas pelas sugestões de edição. Aliás, a gente sempre vê os textos "prontos" e o que mais me fez apaixonar pelo Overmundo foi exatamente ter a oportunidade de apresentar um texto em construção. Aliás, a cada sugestão de edição que recebo, me sinto orgulhoso porque alguém realmente leu meu texto com atenção. E a lista de sugestões e modificações ficar a mostra seria uma espécie de atestado do caminho que o texto passou até chegar a sua forma publicada. Infelizmente, isso vai acabar porque mexe com os brios de alguns, porque alguns ainda vêem o "erro" com vergonha, não como processo natural do trabalho da escrita. Pena.

Roberto Maxwell · Japão , WW 4/12/2007 07:14
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querido Roberto Maxwell:
Embora não tão enfaticamente, não me confessaria triste por isto, concordo e assino embaixo de todo o resto. E digo mais, como já afirmei em outro comentário, trata-se de uma tentativa de fraudar a história quando, daqui a cinqüenta ou cem anos, algum pesquisador se debruçar sobreo overmundo se perguntando como escreviamos.
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 4/12/2007 08:52
sua opinião: subir
Tom Damatta
 

Edição, debates francos sem apelação, respeito a opinião de cada um, troca de recados ou mensagens reservadas para evitar entreveros e tirar diferenças pessoais, compreensão para entender posicionamentos em debates quentes e necessários, alma leve para não guardar rancores e desgostos, atinar para o que está editado ou não antes de votar e garantir a publicação... essencialmente isto é o que mais vai dar um novo rumo ao nosso Overmundo.
Vamos virar páginas? Em que direção?
ADIANTE!!!

Tom Damatta · Araguaína, TO 4/12/2007 09:32
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Roberto Maxwell disse:

"Fico triste que as pessoas se sintam melindradas pelas sugestões de edição. Aliás, a gente sempre vê os textos "prontos" e o que mais me fez apaixonar pelo Overmundo foi exatamente ter a oportunidade de apresentar um texto em construção. Aliás, a cada sugestão de edição que recebo, me sinto orgulhoso porque alguém realmente leu meu texto com atenção. E a lista de sugestões e modificações ficar a mostra seria uma espécie de atestado do caminho que o texto passou até chegar a sua forma publicada. Infelizmente, isso vai acabar porque mexe com os brios de alguns, porque alguns ainda vêem o "erro" com vergonha, não como processo natural do trabalho da escrita. Pena."
Roberto Maxwell · Japão · 4/12/2007 07:14

Aí, fiquei com uma dúvida. As sugestões de edição e os comentários sobre a colaboração serão apenas diferenciados e postos em lugares diferentes ou as sugestões passam a ser sumariamente deletadas, enquanto permanecem só os comentários, depois da publicação?

Abraços,
Felipe

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 4/12/2007 13:20
sua opinião: subir
Helena Aragão
 

Oi Obrer. A idéia é que as sugestões de edição sumam depois do período de edição sim. Conforme está escrito aí acima no post: "com as sugestões editoriais desaparecendo após a passagem para a Fila de Votação e os comentários permanecendo, como é hoje".

Helena Aragão · Rio de Janeiro, RJ 4/12/2007 13:31
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Entendi, Helena. Obrigado por esclarecer.

Mas deixo uma idéia, para pensar: as sugestões de edição não poderiam ser mantidas, mesmo que pelo valor histórico ou até de significado? Acho que seria interessante "escondê-las" depois da publicação, mas manter possível o acesso em um link do tipo "sugestões de edição". Dessa maneira, um leitor interessado apenas no produto final ficaria só com os comentários referentes à colaboração, e o curioso, preocupado com questões e caminhos editoriais, poderia conferir as sugestões recebidas pela colaboração.

Falei demais.

Deixo a idéia aqui.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 4/12/2007 13:43
sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querido Obrer:
Não concordo, acho que falou o suficiente. ou que, pelo menos, externou uma preocupação justa.
beijose abraços
so Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 4/12/2007 13:59
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Ok, Joca. Valeu. Mas sempre dou esse tipo de palpite com a irresponsabilidade de quem não tem que se preocupar com a programação de mais gavetinhas, com menos ou mais manivelas e rodinhas, que qualquer alteração no desenvolvimento binário exige.
Tenho flexibilidade e entendo quando não dá pra ser o ideal.
Repito que não é uma reivindicação nem uma exigência, mas apenas uma idéia.

Abraço!

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 4/12/2007 14:17
sua opinião: subir
Roberto Maxwell
 

Eu sou um romântico, Joca. Heheheheh

Roberto Maxwell · Japão , WW 4/12/2007 14:24
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Isso se chama nostalgia pós-publicação... "aqueles tempos de edição... tantas idéias e sugestões legais... onde foram parar? era tão boa aquela quase-co-autoria"

Pode se chamar apego também, mas é do bem. Acho que aqui o valor se mostra no que se diz, então comentários de edição (são os mais úteis) mereceriam uma gavetinha especial, mesmo que escondida.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 4/12/2007 14:30
sua opinião: subir
Tom Damatta
 

Acho que a melhor saída para toques de edição é fazer isso por recado direto no perfil; melhor ainda pelo ícone ENVIAR MENSAGEM. Não poluiria os espaços de comentários e nem as caixas de recados. Isso não exigiria da ADMINISTRAÇÃO mudanças no sistema atual. Neste caso, todos os perfis receberiam uma mensagem informativa sobre a indicação: toques de edição só reservadamente, por recado, mensagem ou emeio. Pronto. Simples.

Tom Damatta · Araguaína, TO 4/12/2007 15:14
sua opinião: subir
Tom Damatta
 

Justifico aqui, para apartar da idéia anterior e até dar à moderação a liberdade de deletar o novo comentário, caso julguem que este meu posicionamento possa mais uma vez gerar discussões pessoais.

As sugestões muitas vezes não são bem vindas, ficando aquela situação de constrangimento tanto para quem sugere quanto para o autor. Muitos dos perfis não revelam emeio, nem disponibilizam o ícone para mensagens. Acho que deviam ser orientados a permitir mensagens reservadas. E orientados a adotarem posturas também reservadas para acertar diferenças pessoais e de opinião. Falo isto porque muitos dão trocos abertos e deselegantes. Eu mesmo sofri isso na pele nestes últimos dias.

Sobre isto, informo que estou concluindo um amplo relatório para a ADMINISTRAÇÃO. Nele farei revelações necessárias e indicarei pontos em que, acho, existem distorções e conteúdos que figuram como lixo de conteúdo; tudo por conta de falta de entendimento e respeito à diversidade de opinião.

Sairei da função de colaborador temporariamente. E quero fechar a conta com a dignidade que sempre marcou o meu histórico de publicações e posicionamentos neste sítio, aberto, democrático, essencial para a cultura brasileira.

PONHAM MESMO O CARRO NOS TRILHOS.
MANDEM VAGÕES COM DANO PARA A OFICINA.
DELETEM CONTEÚDO QUE FIGURA COMO LIXO.
VALORIZEM QUEM ENTENDE O QUE É KARMA DO BEM.

Vida longa ao OVERMUNDO!!!

Tom Damatta · Araguaína, TO 4/12/2007 15:28
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados