A pulsação azul e branco

Yusseff Abrahim
1
Yusseff Abrahim · Manaus, AM
17/7/2006 · 67 · 1
 

Marujada de Guerra, assim é chamado o conjunto de ritmistas do boi-bumbá Caprichoso. É um patrimônio da nação azul e branco que leva este nome desde a chegada do boi Caprichoso em Parintins.

Em meados da década de 1970, Luiz Pereira tornou-se o novo dono do bumbá quando decidiu trazer o Caprichoso de barco da Comunidade do Aninga à Parintins. No desembarque, os ritmistas vestiam trajes em azul e branco que lembravam os uniformes de marujo. “Essa coisa de chamar a batucada do Caprichoso de Marujada de Guerra começou comigo”, orgulha-se, trazendo para si a responsabilidade da criação do apelido por parte dos populares que assistiam. Claro que, assim como a própria origem do Caprichoso, existem outras versões que explicam o surgimento do nome Marujada, mas importante foi este fato ter deixado o termo “batucada” exclusivo para os ritmistas do contrário.

Dividida em dois núcleos, Manaus e Parintins, a Marujada de Guerra reúne uma diversidade social fabulosa envolvendo de pedreiros a empresários, crianças, adolescentes, idosos e até pessoas com necessidades especiais como o folclórico Tchanca, herói parintinense do bom humor portador da Síndrome de Down. Assim, no folclore do boi-bumbá, é na uniformidade do ritmo da Marujada de Guerra onde as diferenças são diluídas fazendo todos pensarem se elas realmente existem.

Marujada de Guerra (2003)
(Chico da Silva)

Marujada de guerra eu quero ouvir
O som do teu tambor
Nosso boi Caprichoso quer nos vir
Brincando com amor
Vamos fazer palha voar
O bumbódromo balançar
Touro galante meu diamante
Vem com garra pra brincar
Meu boi Caprichoso
É um boi aguerrido
Nunca foi vencido
É um boi campeão
O meu boi
Nos campos de batalha
Do contrário sempre foi vencedor
Treme o chão
Balança o mar
Só fica uma estrela
No céu à noite a clarear
A minha ilha do meu verde clorofila
Pro meu boi balancear
Não sou só eu tem mais caboclos no lugar
Bravos guerreiros guardiões do rio mar
São saterê, parintintin, tupinambá
São guerreiros da terra
Marujada de Guerra
Boi Caprichoso é meu bumbá

onde fica
A Marujada de Guerra se apresenta no curral do boi-bumbá Caprichoso nos ensaios oficiais e grandes eventos da cidade em que é sempre convidada.
por que ir
Conhecer o estilo que a diferencia do boi contrário, ligeiramente mais acelerada, foi a primeira a inovar o ritmo com paradas, toques diferenciados para o momento místico das apresentações de rituais no bumbódromo e na introdução da dança dos componentes.
quando ir
A Marujada ensaia e se apresenta entre os meses de março e junho.

comentrios feed

+ comentar
Yusseff Abrahim
 

Queriam me desculpar qualquer coisa... É que eu toco na Marujada desde 1998, nos ensaios em Manaus e no Festival em Parintins. Logo, fica difícil segurar a onda e as palavras.
Abração a todos!

Yusseff Abrahim · Manaus, AM 14/7/2006 15:39
sua opinio: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faa primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Voc conhece a Revista Overmundo? Baixe j no seu iPad ou em formato PDF -- grtis!

+conhea agora

overmixter

feed

No Overmixter voc encontra samples, vocais e remixes em licenas livres. Confira os mais votados, ou envie seu prprio remix!

+conhea o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados