As artes do Miguel

fotografia: Felipe Obrer
1
Felipe Obrer · Florianópolis, SC
26/9/2008 · 122 · 6
 

Miguel é chileno.

A família insiste, diz que ele tem que tomar rumo na vida, encontrar um trabalho "de verdade". Mora atualmente em Floripa, os parentes continuam no Chile. Miguel tem quase 30 anos. A avó acha que já chegou a hora de ele deixar a vida de artesão e palhaço de lado.

Renitente, o artista continua sendo palhaço na vida. Com ou sem o nariz vermelho acoplado ao nariz de carne, cartilagens e ossos, leva tudo na brincadeira. Se diverte ao oferecer os brincos, pulseiras e colares de metal prateado. Segundo conta, esse tipo de artesanato é tradição familiar. As pratarias que vende são fabricadas pelo pai no Chile. Não sei se é jogada de marketing para valorizar os produtos, mas ele contou a história bem contada.

Vi com ele uma apostila com fotografias de hortas comunitárias na Europa. É uma idéia que quer ver praticada por aqui também. Além disso, tem materiais impressos com um trocadilho difícil de explicar em português. Vamos tentar. Diz: PAZ-YA-SOS. "Payaso" é palhaço em espanhol. Paz é palavra cognata. E "sos" significa és. A tradução, que faz perder o trocadilho, significa algo como "PAZ-JÁ-ÉS".

Por semelhança sonora, encerro a nota dizendo que o cara é uma espécie de pajé moderno. Sem nenhum dogma rígido, segue o caminho andarilho que se apresenta sinuoso e diz algumas coisas desconcertantes enquanto conversa com as pessoas.


Oferece também caixinhas de madeira pintadas, com utilidades múltiplas. Podem ter surpresas, nunca maldades.

onde fica
Encontrei o cara no campus da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), mas ele mora na Enseada do Brito, região do continente que fica a aproximadamente quarenta minutos da ilha.
por que ir
Vale conhecer o Miguel porque o cara é uma figura. Além disso, a arte que faz é bonita. Um par de brincos é um bom presente.
quando ir
O acaso pode definir quando e onde encontrar o artesão palhaço. A UFSC, às quartas-feiras, pode ser um bom lugar. De qualquer modo, abaixo estão os contatos do Miguel.
quanto custa
Um par de brincos pode sair por 15 reais. Um show de palhaçadas não sei quanto custa. Ri enquanto convivia com ele, e não paguei nada por isso.
contato
48 9107 3024
artdet@hotmail.com

comentários feed

+ comentar
Adroaldo Bauer
 

Isso de fazer graça em Miguel é "uma vida". Com certeza, a avó dele tem razão e ele tem paixão.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 25/9/2008 23:13
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Formidáveis...o assunto, o post, e a personagem !
Idéias revolucionárias, do moço..."pra lá de"
...e o trocadilho ficou perfeitamente entendido e apoiado !...Lindo !
votado...muito bom !
abs
Joe

joe_brazuca · São Paulo, SP 26/9/2008 20:54
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Felipe,
belo texto
tem gente que já nasce pronto
não precisa e não quer mais nada.
bjsss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 26/9/2008 21:08
sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Felipe, esta sua reportagem traz a tona a importancia
dos artistas do underground.

Em Belem, existe qos montes

Boa.


Benny Franklin · Belém, PA 27/9/2008 11:39
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

Obrigado pelos comentários, pessoal.

Estou ansioso para cruzar outra vez com o Miguel e mostrar as reações à figura dele.

Abraços

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 27/9/2008 13:10
sua opinião: subir
Felipe Obrer
 

O Miguel está de volta no Chile. Talvez venha a Floripa de novo na primavera.

Mesmo assim, mantenho a dica aqui.

Felipe Obrer · Florianópolis, SC 23/4/2009 14:20
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados