Bamba Vamba Wamba

Divulgação
1
Roberta Mattoso · Rio de Janeiro, RJ
24/9/2018 · 0 · 0
 

Bamba. Um rei visigodo muito importante para a Península Ibérica dada a sua coragem como guerreiro no combate aos mouros e que criou um período de coesão e apogeu da presença dos visigodos na Península Ibérica. O mito, escrito por Lope de Vega no século XVI e readaptado aos palcos pela Cia portuguesa Este-Estação Teatral, é o tema do espetáculo Bamba Vamba Wamba, que acontece pela primeira vez no Brasil, entre os dias 4 e 7 de outubro, no Teatro João Caetano.

No palco, três atores e um espaço vazio. Ao longo da narrativa, o trio perpassa por todas as personagens que ressaltam a memória do protagonista trazendo ao público reflexões do mito sobre a sua região, seu mundo e sua cultura em relação à atualidade vivida no Brasil.



Afinal quem foi Bamba? Mito fundacional, revelador da circunstância humana, ontem como hoje. Um período muito concreto da história política peninsular onde o teatro, enquanto arte do espetáculo, só pode contribuir para a sua universalidade. Qualquer aproximação que busque representá-lo não pode ignorar esta maturação milenar e transcendental, essa que o fez transformar-se possivelmente numa outra "coisa" pelo seu devir.



A narrativa nos leva à análise de que até que ponto a memória é construída exclusivamente de fatos? E até que ponto a memória é construída pelas crenças, pelas quase-lembranças, pelas verossimilhanças? Não seria essa amálgama de sobreposições, de associações e de escolhas que chamamos de memória?



Dentro da perspectiva da memória e dos fatos históricos, o espetáculo, ensaiado em 2016, sofreu influências a partir dos desdobramentos políticos e sociais do país quando ocorreu o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff.

De acordo com a lenda sobre Bamba, grande parte da ação que se destaca do seu reinado foi a legislação que criou, contribuindo para a ideia de fundação de uma identidade ibérica. E os pontos de tensão políticos vividos no Brasil que encontram paralelo neste rei estão expressos, sobretudo, no momento do impeachment.

‘Na ideia de que muitas vezes o inimigo está dentro da nossa casa, está supostamente do nosso lado, é o nosso ajudante mais próximo (vice). E é justamente este que nos trai. O poder e a sua sistemática luta pelo seu controle é algo universal e atemporal. A peça, que conta a história do mito de Bamba possui vários aspectos políticos e sociais que se assemelham ao período do mandato da ex-presidente Dilma Rousseff e que abordam essas nuances’, afirma o diretor da peça e da companhia, Nuno Pino Custódio.



O Teatro João Caetano é um equipamento da Secretaria de Estado de Cultura/FUNARJ.

onde fica
Teatro João Caetano
por que ir
Sobre Este – Estação Teatral:

Com 14 anos de experiência e com mais de 39 criações com dramaturgia própria/original ao longo desse período, a cia portuguesa de teatro Este – Estação Teatral retorna ao Brasil pela terceira vez, após o sucesso do monólogo “Terra Sonâmbula”, baseado em Mia Couto, que esteve em cartaz em janeiro de 2016, no Teatro Cacilda Becker, no Rio de Janeiro.
quando ir
De 4 a 7 de outubro, quinta a sábado, às 19h30, e domingo, às 18h.
quem vai
Quem gosta de teatro
quanto custa
R$40, a inteira

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados