MAX – Museu de Arqueologia de Xingó

1
Thiago Paulino · Aracaju, SE
17/7/2007 · 59 · 0
 


Para os mais atentos é possível perceber o interessante contraste temporal na própria localização do MAX – Museu de Arqueologia de Xingo. Enquanto os seus utensílios, esqueletos, réplicas de inscrições rupestres contam histórias milenares, do outro lado se vê a “monumental” construção da moderna Usina Hidroelétrica de Xingó. A relação da usina com o museu não é mero acaso. Foi a partir da construção da primeira em 1988, que a Universidade Federal de Sergipe começou a desenvolver um grande projeto de salvamento arqueológico nas áreas que seriam inundadas pelo reservatório da usina.

Após diversas pesquisas, coletas e levantamentos, o MAX foi então inaugurado em 2000 com apoio da Chesf e Petrobrás. O museu conta com um acervo arqueológico de 55 mil peças, entre elas 240 esqueletos humanos. Parte deste material está exposto no museu e, com o auxílio de painéis, maquetes e réplicas vai sendo contada um pouco da história das migrações e o cotidiano daqueles que habitavam a área do baixo São Francisco há 9 mil anos. Quem ajuda a contar essa história é a simpática e bem informada Railda Nascimento da coordenação de exposição do museu.

Algumas obras de arte dão ainda uma beleza especial ao local: a escultura “Asa do Tempo” e um painel do artista sergipano Bené Santana n entrada do museu e outros dois painéis do também artista plástico sergipano Elias Santos. O museu promove ainda exposições itinerantes do seu acervo e possui um anexo onde são feitas exposições de curta duração, laboratórios e atividades de pesquisa.

onde fica
Rodovia Canindé (SE) – Piranhas (AL) no trevo da Usina Hidroelétrica de Xingó.
por que ir
Viajar no tempo, aprender um pouco da história dos nossos ancestrais.
quando ir
Horário de visitação é de quarta a domingo e feriados, das 9 h às
17 h.
quem vai
Estudantes, historiadores, arqueólogos, turistas e curiosos.
quanto custa
Preço da entrada: 2 reais. Acesso gratuito a estudantes da rede pública.
website
www.max.org.br
contato
(79) 2105 6448 / 2105 6453
Email max@ufs.br

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados