Mundo 47 (e Santa Catarina tem rock sim!)

Marcelo Labes
Mundo 47: existe vida no underground catarinense?
1
Labes, Marcelo · Blumenau, SC
2/11/2007 · 94 · 0
 

Depois da super interessante iniciativa do pessoal do Núcleo de Estudos Poético-Musicais da Universidade Federal de Santa Catarina (NEPOM / UFSC) em criar e colocar à disposição dos usuários da web o Dicionário da Música Popular em Santa Catarina, carinhosamente chamado Dicionário Nepom, é preciso falar agora de rock, pois é disso que fala o Mundo 47.

A começar pelo nome, Mundo 47 é uma referência à região de Santa Catarina que tem este número como prefixo telefônico, que abrange o Vale do Itajaí e a região norte do estado, bem como o litoral. Ou seja: a questão é localizada: trata-se de um sítio onde se fala do rock oriundo somente dessas cidades? Não exatamente. Com um forte apelo “regionalista”, o que pretende o jornalista Rafael Weiss é divulgar para Santa Catarina e para fora do estado a produção de uma série de bandas de qualidade que não conseguem alcançar a Grande Mídia.

A crise no rock catarinense é antiga — ou pelo menos a visão pessimista que se tem dele. Mas desde a banda Expresso Rural, que nem banda de rock era, tanto a classe artística quanto os ouvintes do gênero sentem-se desprestigiados. Primeiro, porque músico aqui não consegue viver disso. Depois, porque as rádios de programação local, programação jovem etc. não tocam músicas de bandas catarinenses, a não ser o óbvio. Dessa forma, mesmo que Weiss reconheça que o pessoal do Dazaranha deu certo (e deu mesmo; entrevistei-os há dois meses e os caras vivem só de som!), ainda assim falta prestígio ao rock – ou roque, como eu prefiro e como grafa o Weiss – barriga-verde.

Assim, o que pretende o blog Mundo 47 é mapear panoramicamente e ir a fundo no que diz respeito às bandas de Santa Catarina. No blog estão listados nomes importantes do gênero no estado, como Reino Fungi, de Joinville; Pipodélica, de Florianópolis; Variantes, de Chapecó e Souvenirs e Rockpictureshow, de Balneário Camboriú. Essas, claro, bandas que ousaram ir além dos tradicionais covers, onde geralmente tudo inicia e, se não vai adiante, morre ali mesmo.

O melhor oferecido no Mundo 47 é mesmo seu editor, Rafael Weiss. O jornalista de 27 anos parece ser o maior conhecedor vivo de rock catarinense, analisando e criticando como gente grande (um grande passo, na verdade, para o amadurecimento de qualquer movimento artístico) e tendo o blog visitado com um bom número de acessos.

Hoje já não se pode mais falar de rock como sendo algo importado, simplesmente, mero americanismo e coisas afins. Hoje já podemos (e devemos) falar de um rock brasileiro e, por que não?, de um rock catarinense que poderá se tornar vigoroso. Ainda bem que há gente como o Rafael Weiss, preocupada em trazer para o público questões interessantes sobre a produção cultural de Santa Catarina. E ainda bem que há Internet, já que de outra forma (esperando sentado, por exemplo, a grande mídia se manifestar) seria difícil ter acesso a tanto material e de tanta gente bacana, ou melhor, rockers bacanas – produzindo música da melhor qualidade.


onde fica
Na Web.
por que ir
Para compreender que apesar de Santa Catarina, em muitos setores, parecer um "estado de espírito", há por aqui uma produção cultural efervescente que não consegue ultrapassar as "barreiras midiáticas" impostas. E não é só na música que isso acontece, hein! A cultura catarinense tem vivido um momento muito interessante.
quando ir
Durante a semana, para ficar antenado com o que está acontecendo.
quem vai
Roqueiros ouvintes e músicos do estilo. Mas todo mundo que quiser saber um pouco mais sobre a produção roqueira do estado está convidado a embarcar no Mundo 47.
website
mundo47.wordpress.com

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados