Museu Paleontológico de Maravilha

Rosina Perez
1
Marcelo Cabral · Maceió, AL
20/9/2007 · 170 · 5
 

Tudo começou há dez anos, quando um morador da cidade, o finado Juarez, que era profissional da saúde em Maravilha, encontrou e guardou uns ossos enormes, que haviam sido descobertos ao retirar terra das depressões nas rochas para armazenar água, prática comum na região.

Quando o paleontólogo Jorge Luiz Lopes, de Maceió, esteve na cidade em 1997, procurando por cavernas, Juarez mostrou o achado ao pesquisador, que identificou o tesouro pré-histórico e a partir deste momento estuda a região.

Em parceria com a prefeitura, Jorge Luiz trabalhou para fundar o Museu Paleontológico de Maravilha, em maio de 2007, onde podemos encontrar fósseis de animais que viveram na região durante o período pleistoceno (megafauna), entre 2 milhões até 10 mil anos atrás.

Alguns desses animais são as preguiças gigantes de 6 metros de altura, o tigre-dentes-de-sabre, o toxodonte e o mastodonte, que parecem o rinoceronte e o elefante contemporâneos, e havia também um tatu gigante andando por ali, do tamanho de um fusca.

O artista plástico pernambucano Valdo Lima, de Carpina, criou réplicas em tamanho natural espalhadas pela cidade e na caatinga do entorno de Maravilha, Baseado nas imagens e descrições do Paleontólogo.

Ainda falta infra-estrutura no município para o turismo e a melhor opção de hospedagem para visitar Maravilha ainda é Santana do Ipanema, distante 18 km da cidade.

onde fica
Rua Gustavo Limeira, em frente à praça principal, ao lado da igreja, com um tigre-dentes-de-sabre na frente. Maravilha se encontra a cerca de 250 km de Maceió pela BR 316 (que tem péssimos trechos) ou pela AL 220 (um pouco melhor).
por que ir
Para conhecer o patrimônio paleontológico e as belezas naturais da região, como a Serra da Caiçara.
quando ir
Horários:
8:00 ao 12:00
15:00 até 20:00
Fechado somente nas segundas.
quanto custa
Aberto ao público.
contato
Secretaria de Educação de Maravilha (82) 3625-1260

comentários feed

+ comentar
Labes, Marcelo
 

Sabe que aqui por Santa Catarina também existe um município com esse nome? Interessante o museu e o resgate que ele propõe.

Labes, Marcelo · Blumenau, SC 19/9/2007 11:40
sua opinião: subir
Candice Gonçalves
 

Parabéns ao finado Juarez, ao Jorge Luiz Lopes, a Valdo Lima e à prefeitura de Maravilha, pela criação do museu. E muito bom tê-lo divulgado aqui no overmundo. De outra forma, muitos jamais saberiam da existência.

abraços.

Candice Gonçalves · Crato, CE 20/9/2007 10:15
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
sonia goes
 

A descoberta do sítio remete a necessidade de estudos técnicos e de apoio a pesquisa para que os profissionais possam desvendar mais sobre a fauna e o ambiente daquela epoca. Asociado a esses fatores cabe uma mobilização social para que o entorno desse sitio seja preservado mediante legislção própria a exemplo do SNUC, dstinado a unidades de conservação. A modalidade de APA Área de Proteção Ambiental se adpta ao contexto local sendo ainda oportuno discussão sobre um manejo capaz de dar sustentabilidade a APA. No entanto, esforços devem ser agregados junto a Secretaria de Meio Ambiente para que as formalidades de criação da APA sejam adotadas e decretada a area como UC - na modalidade APA. Cabe uma mobilização social PRÓ -APA CAIÇARA visando proteger o sítio. O esforço do pesquisador Jorge Luiz deve ser apoiado e incentivado a melhoias contínuas. O local tem uma beleza extraordinária e não pode ficar restrita a iniciativas sem maior publicidade. A convocação deve ser geral. sonia góes

sonia goes · Brasília, DF 10/10/2007 11:05
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Marcelo Cabral
 

Sim Sonia, muito pertinente seu comentário. Jorge Luiz me contou que já existe um processo de criação de uma APA, no entanto é preciso pensar no manejo, que em geral, deixa a desejar se pegarmos outros exemplos de Unidades de Conservação que temos aqui em Alagoas. Obrigado pelo comentário. Abraço.

Marcelo Cabral · Maceió, AL 10/10/2007 11:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Rerivaldo Gomes
 

Caro Marcelo moro em Carpina e não sabia que aqui em minha terra tem um artista deste calibre fiquei muito feliz com sua descoberta, sugiro uma reportagem com as obras deste que pose vir a ser um dos maiores indones artistico de meu estado, além de representar a renovação artistica de Pernambuco.

Rerivaldo Gomes · Carpina, PE 22/4/2008 00:11
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados