Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

Norte-americanos no Brasil? Venham para a FESTA CONFEDERADA DE SBO!!!

Prefeitura Municipal
Personagens em trajes típicos
1
território de reis · São Paulo, SP
11/3/2008 · 136 · 29
 

Estranho, mas a cidade de Santa Bárbara d'Oeste foi a que recebeu o maior número de norte-americanos, moradores do sul dos Estados Unidos, que vieram para o Brasil em fins do século XIX, com a rendição dos Confederados escravistas diante da vitória dos Yankes industrialistas. A Festa Confederada é o momento de reunião dos descendentes, os quais reproduzem seus símbolos, costumes, crenças, valores a fim de assegurar a identidade do grupo.

onde fica
Outra coisa estranha! Esta festa acontece em um cemitério, cuja inauguração deu-se quando houve o primeiro óbito de um norte-americano no Brasil. O fato é que os cemitérios somente aceitavam os católicos. Foi necessário criar um cemitério que aceitasse os protestantes. Assim surgiu o cemitério do campo, em uma área rural afastada do centro da cidade de Santa Bárbara d'Oeste. No cemitério, além das tradicionais lápides com letras em relevo, há também uma capela protestante muito característica, árvores e um extenso gramado. É um lugar muito belo que vale à pena conhecer.
por que ir
Para conhecer o lugar; para escutar boa música, pois sempre há atrações clássicas de jazz, dixie land, country tradicional, etc.; para observar a estranheza da vestimenta dos descendentes que, nesta época, raspam o bigode e deixam somente a barba, como os antigos camponeses norte-americanos. Além do que, tais descendentes usam fardas de soldados confederados, com espada e tudo mais.
quando ir
no domingo da segunda quinzena de abril
quem vai
moradores de SBO, membros da Fraternidade Descendentes, descendentes de outras cidades, sobretudo São Paulo, Campinas, Sorocaba, Americana, etc. Autoridades, vereadores de SBO, prefeitos (estes para fazer média), curiosos, bêbados da região, jogadores de futebol, catadores de latinhas, trabalhadores de barracas de camelôs, pastores anglicanos, luteranos, etctanos...
quanto custa
Lá em Santa Bárbara d'Oeste se diz "deilão", ou seja, R$10,00 para entrar + estacionamento + comes e bebes no recinto da festa.
website
http://www.fdasbo.org.br/
contato
Secretaria Municipal de Cultura de Santa Bárbara d'Oeste: www.santabarbara.sp.gov.br

comentários feed

+ comentar
Helena Aragão
 

Uau, uma festa no cemitério, que hype! Adorei saber o contexto todo, muito bacana! Conte mais sobre as atrações da cidade por aqui. Abraço!

Helena Aragão · Rio de Janeiro, RJ 7/3/2008 18:41
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
território de reis
 

Pode deixar! Agora entendi pefeitamente o espírito do "overblog" e vou deixá-los inteirados sobre tudo que ocorre por aqui. Valeu pelas observações. Abração!

território de reis · São Paulo, SP 9/3/2008 18:26
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
alcanu
 

Buuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu !

alcanu · São Paulo, SP 11/3/2008 04:32
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
território de reis
 

Hahahahaha!!!! Pode ficar tranquilo. O Cemitério do Campo é um dos lugares mais bonitos da cidade.

território de reis · São Paulo, SP 11/3/2008 08:21
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Mais que coisa mais idiota!
como se já não bastasse essa mistureba globalizada e mal intensionada que virou um saco de gato, essa introdução estúpida de uma cultura que não nos pertence, porque aqui, a gente não faz festa em cemitério, a gente não distribuí balas para não levar susto em dia de finados...
Aqui é Brasil meu senhor e não Brazil, com os norte-americanos - Uma nãção feita de pedaços surrupiados à força, e que nem nome tem - Veja a Canção de Godar, que você vai entender do que estou falando.
Vá com suas festas nos seus cemitérios enterrar culturas defuntas em outro lugar.
Nós temos uma cultura muito rica, não precisamos da cultura franskstgerizada de vocês!
Tem muit coisa boa vinda das raizes negras plantadas nos Estados Unidos da América - de vocês - mas tem mujita merda tmbém, e de merdas, esse país já está cheio. virou uma enorme fossa globalizante.
Não gostei e não votei.
"Volte para o seu lar,
volte para Lá!"

Mas, como vivemos numa democracia,
você tem o direito de se mostrar.
e eu tenho o direito de contestar!
Tomara que não apaguem o meu comentário.
Como anda acontecendo por aí... em outras colaborações
mais a ver com a nossa Pátria Mãe Gentil, Brasil!
que acolhe tudo e qualquer coisa que vem morar, explorar e morrer, aqui!
que se faz Mãe de quem chega, e difícilmente deporta porque simplesmente não foi com a cara do sujeito, como estão fazendo com brasileiros - e outros latinos, árabes, africanos - nos aeroportos xenofóbicos da europa e "Vossa" América do Norte!

Dora Nascimento · Olinda, PE 12/3/2008 10:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Copiei e colei, pro caso de alguma ditadura democrática interferir!

Dora Nascimento · Olinda, PE 12/3/2008 10:46
sua opinião: subir
alcanu
 

Ouviram do Ipiranga às margens plácidas
o grito americano intrometido,
que vai invadindo o nosso espaço,
por mais que a gente haja nesse sentido
polêmicas que surgem
bem do nada,
coisas que não se pode fazer alarido,
daí a gente encontra esses assuntos
tão estúpidos !
Ò pátria amada idolatrada, salve, salve
A nossa cultura tão sofrida
que pena em aparecer às vezes
e diga aos americanos gringos,
que deixem-nos
com os sacis e iaras.
Salve Monteiro Lobato,
Emília,Narizinho e Tia Nastácia,
Pedrinho fazendo Pedagogia
prum Brasil Melhor
ensinem ao Jeca Tatu o abecedário
e o Brasil, azul anil,
deve escapar do seu destino proletário !
Deitado eternamente em seu sucesso !
Viva o Brasil !
Um beijo brasileiro, ainda que tardio,
Alcanu

alcanu · São Paulo, SP 12/3/2008 12:04
sua opinião: subir
território de reis
 

Uma palavrinha aos "vemelhos" de plantão:
em primeiro lugar quando eu divulgo uma festa de caráter identitário, de brasileiros netos e bisnetos de migrantes norte-americanos, que para cá vieram a mais de 100 anos, não significa que eu sou a favor da política anti-migração imposta a nós, latinos nos aeroportos dos países centrais, certo Dora Dom Quixote, certo o fiel escudeiro de Dora, Alcanu, o Sancho Pança?
Em segundo lugar, a contribuição de vocês até ajuda a dar mais visibilidade a meu texto, que desejo divulgar amplamente;
em terceiro lugar, saibam vocês que são ambos - Dora e Alcanu, Dom Quixote e Sancho Pança - DESAVISADOS. Leiam as regras de divulgação no overmundo. Só para refrescar a memória de ambos: DIVULGAR TUDO RELACIONADO A CULTURA QUE ACONTECE EM SOLO BRASILEIRO. Já que direcionaram a minha intenção de divulgação para uma outra área de discussão, saibam os fiéis "brasileiros" que me criticam que vossas posturas sectária e ideologizada, panfletária e pobre de conteúdo... que quer a todos pateticamente convencer, é altamente "demodé". Os mesmos muros que vocês questionam por proibí-los de deixar o país que tanto amam, é o mesmo "muro" que criam, é a mesma contenda que me impõe agora. Um beijo brasileiro, ainda que tardio. Sejam vira-latas, sejam miscigenados, sejam macunaíma, APRENDAM A SER BRASILEIROS.

território de reis · São Paulo, SP 12/3/2008 12:15
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
território de reis
 

A atitude mais DEMOCRÁTICA (certo Dona Dora Dom Quixote) é ignorar a minha escrita e não votar. Mas ofender-me gratuitamente, e me equiparar a ideólogos do império? Faça-me o favor né... Alistem-se nas fileiras dos movimentos sociais, serão mais úteis. Se militância é o que querem, pois que saiam das confortáveis cadeiras de onde utilizam a internet, e façam número as centenas de acamapamentos do MST, dos Barrageiros, da VIA CAMPESINA. Eles certamente precisam de vocês. Agora, militância no conforto do lar é covardia. Aqui não é o espaço para militância barata, esta é a questão. Os contingentes dos movimentos sociais, estes são corajosos, e vocês não. Covardes. Convido-os a conhecer a Festa Confederada de perto, e ver o quanto ela também é patética, como vocês. Muito estranha e engraçada, tal qual já disse. Se quiserem chingar alguém, que chinguem o imperador Dom Pedro II. Foi ele que abriu as portas para as companhias de navegção dos EUA despejarem em nosso solo as centenas de famílias de migrantes confederados, que derrotados da guerra, abandonaram a sua pátria. Agora, o que eu "caras pálidas" tenho a ver com isso? O que as abóboras tem a ver com o saci, neste caso? Parem de ser adolescentes. Cresçam e aprendam a ser brasileiros, ou sejam poetas e poetisas de verdade a fim de que mudem de vida, oras bolas.

território de reis · São Paulo, SP 12/3/2008 12:24
sua opinião: subir
alcanu
 

Eu só acho que existe aqui um pequeno problema:
TIRARAM O MEU POEMA DO OVERMUNDO DUAS VEZES POIS EU COLOQUEI A FOTO DE SIR PAUL MACARTNEY, qual a intrínseca diferença entre o meu texto com essa sua sobre Secessão,

XENOFOBIA É XENOFOBIA, questiono a sua poder rolae e a minha não !
A bola é sua, Tafarrel, preciso brigar agora com alguns moinhos de vento e alimentar Rocinante, que agora só come ração americana, esse horse...
Alcanu

alcanu · São Paulo, SP 12/3/2008 12:45
sua opinião: subir
território de reis
 

Alcanu, sejamos franco: vc já é bem crescidinho para reagir desse modo a um problema que não me diz respeito. Converse com os moderadores sobre isso. Olha só: existe uma dissertação de mestrado publicada pela editora UNICAMP sobre o mesmo tema. O nome do autor é Alcides F. GUSSI, e se chama "Os norte-americanos no Brasil: identidades no contexto transacional". Quer saber qual a conclusão que este pesquisador chega? Vou te falar: a única coisa que sobra dos descendentes é o nome e uma persistência muito precária de dar continuidade aos marcos da tradição. Uma delas é visitar uma vez ao ano o cemitério. Ademais, este autor nos diz que a tentativa de reimplantar no Brasil o tal do "PROJETO CONFEDERADO", mau sucedido nos EUA - já que foram derrotados - foi frustrada também, porque a sociedade local dissolveu a cultura estrangeira. Eles se abrasileiraram! Quer mais macunaíma que isso? Rsrsrsrs. Pois é! E depois vocês me chamam de neoliberal e o caralho a quatro... Essa é a prova do poder de fogo da nossa cultura. Só mais uma coisa: olhe só na fotografia o vestido da menina descendente: é verde-amarelo.O que vc me diz? Daí a estranheza, daí o lado patético da história. Todo ano eu levo um grupo de antropólogos curiosos em fazer etnografia para a Festa, e se eles vão é porque defendem a política anti-migração do mundo lado A? É certo que não! Você sabe disso Sancho Pança. E se soubesse que tinham te barrado por conta da música do Paul MacCartney, eu ficaria do seu lado. Que ameaça ela pode fazer a minha consciência? Faça-me o favor... saquei que vc não é o clone do "Gonçalves Dias" fora de época, como me mostrou na mensagem anterior. Está salvo. Perdou-o... com a sua permissão! Mas a Dona Dora Dom Quixote... foi ofensiva e nenhum pouco aberta para uma boa conversa, tal a que estamos tendo agora. Torço muito para que ela melhore...

agora sim, abraços verdadeiros pra vc Alcanu. Parabéns por suas criações poéticas. As li.

território de reis · São Paulo, SP 12/3/2008 13:10
sua opinião: subir
alcanu
 

Caro "território" ( na falta de um nome pra me referir a ti ), me desculpa, talvez eu tenha me excedido e confundido um pouco as coisas.
Primeiro: em tese, somos todos brasileiros, mesmo não tendo nascido aqui, no entanto você, sendo americano ou australiano, tem o direito de manifestar ou enaltecer teus lances pátrios;
Segundo:
A obra era sobre os desentendimentos entre casais, a foto de Sir Paul McCartney apenas ilustrou, poderiam ter me dado um toque ( sei que você não tem nada a ver com isso, só que ver a tua festa, acendeu em mim algo do tipo: pô isso pode, aquilo não pode ?, saca ? ), o que me chateia foi perder os preciosos comentários; achei também o texto uma não ficção, tudo discutível, não pra tirar assim de repente...
Por mim a polêmica acaba por aqui, me desculpe de ter te usado prum desabafo precipitado, vejo agora com mais clareza, que inclusive vocês participam da comunidade, integram-na, até !
O que eu quis dizer é que tem de existir espaço pra todo mundo:
Sacis e Halloween, talvez coexistência pacífica seja o nome da canção, me perdoe por não ter entendido, a princípio, o espírito da coisa, tá ?
Como dizem, foi mal, eu até gosto do Daniel Boone !
Um abraço, Alcanu !

alcanu · São Paulo, SP 12/3/2008 13:27
sua opinião: subir
território de reis
 

Certo Alcanu! A equipe de moderação também elogiou a discussão, e acho isso muito importante. Com respeito a gente acaba se entendendo. Meu nome é Ivan, e não sou descendente de americanos, e muito menos australianos. Por infelicidade do destino (rsrs) resido na cidade em que acontece a tal Festa Confederada, e isso muito tem me chamado a atenção, a ponto de eu desenvolver uma breve pesquisa sobre o assunto. Tenho algum material escrito, bem resumidinho até. Se quiser posso te passar. Meu nome é Ivan Manoel Ribeiro Teixeira (ou seja, português da gema) e pesquiso sobre a cultura dos migrantes, sejam brasileiros ou não. Território de Reis (meu heterônimo) está relacionado a minha pesquisa sobre a recriação da festa de Santos Reis por migrantes. Na época em que a "bandeira" de Santos Reis começar os "giros" por aqui, pretendo também divulgar. Alcanu, me diga: você nasceu aonde? Ah!!! Ia me esquecendo... gosto muito de ouvir jazz também (Coltrane, Parker, Blaykey, Hancock)... que - para informação da Dona Dora - são negros, pobres, sofridos, mas de alma livre, e gênios portanto.
um forte abraço pra vc Alcanu.

território de reis · São Paulo, SP 12/3/2008 13:49
sua opinião: subir
Sergio Rosa
 

Achei massa. Podia ter mais fotos, hein. Realmente desconhecia essa colônia norte-americana no Brasil.

Sergio Rosa · Belo Horizonte, MG 13/3/2008 10:25
sua opinião: subir
território de reis
 

Pois é Sérgio! Valeu pela dica. Na verdade sou novato aqui, e somente depois que percebi que poderia ter colocado mais fotografias. Sobre a colônia, na verdade ela não existe mais. O que existe hoje são pessoas com os sobrenomes dos migrantes de primeira geração - mas todos já bem aculturados, ou seja, tornaram-se brasileiros - e alguns marcos patrimoniais, como o cemitério, a capela e o museu da imigração, que fica em Santa Bárbara d'Oeste mesmo. Na dissertação de mestrado publicada pela UNICAMP, que citei acima, existe uma pequena tabela que indica o número de famílias que vieram para o Brasil entre 1860 e 1870 aproximadamente. Santa Bárbara d'Oeste foi a que recebeu a maior parcela: 800 famílias. Porém, a partir da segunda geração, os filhos dos migrantes se espalharam para outras cidades, na medida em que saíam de Santa Bárbara d'Oeste para estudar. Quem é de São Paulo deve conhecer o Hospital Perola Bygton. Pois bem: a Pérola Bygton nasceu em Santa Bárbara e mudou-se para São Paulo posteriormente. Também vocês devem conhecer a cantora Rita Lee. Na verdade é Rita Lee Jones, e sua família dá o nome em algumas ruas e até um bairro (Vila Jones) em uma cidade vizinha a Santa Bárbara. É certo que houve uma troca de práticas e bens trazidos pelos norte-americanos em fins do século XIX para o Brasil. Esta troca era muito evidente sobretudo na agricultura, haja visto que os norte-americanos chegaram com novas tecnologias no plantio, introduziram o uso do arado de ferro, grades de dente, sulcadeiras, semeadeiras, adubadeiras e colhedeiras; bem como aplicaram novas técnicas no manejo dos animais. Até novos meios de transportes eles trouxeram, como os semitroles e o carroção... Não por acaso Santa Bárbara d'Oeste (pode parecer piada) tornou-se a maior produtora de melancia do Estado no início do século XX. Enfim... mtem muitas outras características que demonstra o impacto da diversidade cultural. Tem a igreja metodista, Batista, as universidades (Mackenzie, Metodista, etc.). Posso apresentar novas fontes e informações no decorrer da nossa conversa. Mas valeu mesmo pelo toque Sérgio. Abraços. Ivan.

território de reis · São Paulo, SP 13/3/2008 10:44
sua opinião: subir
território de reis
 

Acho fundamental que todos saibam como são distintas as mentalidades dos integrantes desta grande comunidade que é o Overmundo. Uma das participantes deste fórum não quis se mostrar mais, talvez porque tenha ponderado melhor sobre a sua atitude um tanto quanto "fossilizada" para os dias atuais. É necessário que todos tenham acesso a mensagem que ela me mandou. Como Dora Quixotesca havia feito anteriormente, também copiei e colei o que ela quis esconder de todos. Abaixo está a mensagem:

Não foi pessoal, me desculpe.
Apenas achei a colaboração idiota.
Posso ser uma Poetisa ignorante, pra você.
Isso não altera em nada o que sou para mim mesma.
Como disse, lá, tenho o direito de contestar,
e você o de vir aqui, no meu espaço, ainda mais IDIOTA do que eu.
Não me atinge. Disse, tá dito.
Não gosto dessa cultura americana babaca. Ponto!
Não vou perder meu tempo mais com isso.
Gostaria que você soubesse apenas, que não foi nada pessoal.
se você é musico, com certeza, tem sensibilidade para mostrar algo mais INTERESSANTE, ou INTELIGENTE, que cale a minha boca IGNORANTE.
Tô esperando.
E o fato de você ficar irritado com o que eu disse,
não me impedirá de continuar comendo, bebendo e respirando todos os dias, até a morte da Poetisa Ignorante aqui.

ADEUS.

torço para que melhore...

território de reis · São Paulo, SP 13/3/2008 10:50
sua opinião: subir
território de reis
 

DORA NASCIMENTO
Agora compreendo vossa indignação. Compartilho também dela, mas nessa história de colonização, a vitória acabou do nosso lado. Somos imperialistas na cultura, não é assim que diz o Caetano? Olha só que maravilha Dora!!! Não fique indignada mais com isso, faça-me um votozinho pra resolver este embrólio de extaltação anti-americana. Os colonos que aqui estavam hoje são como nós, gostam de arroz e feijão, churrasco e lambari frito. Nada de batatas e batatas e batatas com hamburgueres, hamburgueres e mais hamburgueres. Já são Silvas, Marias, Teixeiras, Nascimentos, Josefas
e Josés. Possuem um inconveniente do sobrenome que os fazem acreditar na ilusão de superioridade, mas é só ilusão. E nós, brasileiros, rimos rimos e rimos desta tristeza de não-ser.

território de reis · São Paulo, SP 13/3/2008 11:32
sua opinião: subir
apple
 

Interessantes as manifestações derivadas, em alguma medida, do exterior e que foram/são retrabalhadas aqui.

Compreendo certas manifestações como legítimas. Descendentes dos estado-unidenses vieram ao Brasil e não podem anular as suas origens por mais que alguns brasileiros estejam desenvolvendo antipatia por eles.

Compreendo isso inteiramente até por causa de minha descendência ainda recente, permitindo inclusive requisitação de cidadania européia. Só não solicito porque a minha vida é aqui (enquanto puder ser assim) porque sou brasileira acima de tudo, mas –por outro lado- não posso negar ou esquecer as minhas origens.

Abraço

apple · Juiz de Fora, MG 16/3/2008 17:54
sua opinião: subir
território de reis
 

Oi Apple... obrigado pela colaboração. É isso que mais me chama a atenção nesta festa, à parte questões relacionadas ao imperialismo - que é inegável, o interessante está justamente no esforço de um grupo possuidor de certas idiossincrasias (como os sobrenomes por exemplo: Morris, Mazc-Knight, Jones, Lee, etc...) em perdurar em suas tradições. Porque fazem isso ainda, se já são brasileiros? Há muitos fatos para se pensar. Eu mesmo não tenho respostas certas para as questões existentes. Mas o que me impulsionou ao Overmundo com esta contribuição foi em dar visibilidade a esta colcha de retalhos que representa a nossa cultura. Acho que muito pouca gente sabia da existência destes grupos no país. Um abraço

território de reis · São Paulo, SP 17/3/2008 09:32
sua opinião: subir
camila weissinger azanha de assis
 

olá...
é uma festa deliciosa, vale a pena conferir... pois tem musica e comida boa...e um cenario maravilhoso... eu como neta de descendente de confederada adoro e prestigio. te logo!!! participem da festa, vale a pena....

camila weissinger azanha de assis · Santa Bárbara d`Oeste, SP 4/4/2008 22:25
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
jeca javali do Brejo
 

Legal,
toda cultura e preservação da tradição de um povo, nação é bem vinda! .....sucessos pra voces...se necessitarem de banda de Rock tropeiro Rural...o pior do Brasil é claro .....não deixem de contratar "jeca e javalis do brejo".

Cantamos em português, sei que não vai estar no contexto do motivo da festa, mas o show é muito bom e foi eleito pelo publico em Sorocaba e região um bom Show!

www.myspace.com/javalisdobrejo

jeca javali do Brejo · Sorocaba, SP 28/2/2009 19:27
sua opinião: subir
Ana_e_Lauro_Alagoas
 

Americano não tem cultura!

Ana_e_Lauro_Alagoas · Maceió, AL 28/2/2009 20:05
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
território de reis
 

Ana e Lauro de Alagoas! Imagino o que vocês querem dizer com o fato de "Americanos não teremo cultura". Como os respeito, sobretudo por serem sujeitos pensantes, não vou tratar este enunciado ao pé da letra. Vocês correriam um sério risco com isso: primeiro, porque americanos somos todos nós, mas NORTE-AMERICANOS somente os habitantes dos Estados Unidos das Américas; segundo que vocês devem ter visto algum veículo com as marcas GM, ou Ford andando pelas ruas de Alagoas, não é? Só isso basta enquanto indício de cultura material de um povo. Eu poderia citar outros tantos ícones culturais do repertório norte-americano. Concordo que nem todos são bons, mas muitos são interessantíssimos, como o jazz por exemplo, e os bons filmes´lá produzidos também... e o fiddle, o fiddle!!!! Ana e Lauro, me desculpem dizer, mas o anti-americanismo de vocês necessita de uma nova reformulação. Uma dica: leiam as discussões anteriores já feitas sobre este mesmo assunto. Acho que ele já estava encerrado neste blog.
Um abraço
Ivan.

território de reis · São Paulo, SP 3/3/2009 10:17
sua opinião: subir
Ana_e_Lauro_Alagoas
 

Anti-americanismo foi legal! :-)

Quando falei 'americano', é óbvio que você entendeu!
Noção básica de geografia... Sei que sou né?!?! Da América Latina, do Sul, blá, blá, blá...

GM, Ford... ?!?! Cultura maquinária? É isso? Risos....
O que mantém isso? O ouro negro dos países subdesenvolvidos?

Musicalmente... é , de repente... o próprio blue... mas tudo, sem exceção, vem da África.... o resto é plágio, ou o famoso método 'norte-americano' de 'saber' patentear na frente.... etc.
Nada criado!

Falo de folclore de fato, pastoril... folguedos natalinos - bumba meu boi, guerreiro, maracatu, pastoril. Folguedos religiosos, carnavalescos. Artesanatos... ou caso você prefira o 'handcraft'... A Literatura de Cordel... Uma pequena parte só do Nordeste...

Bons filmes???
Todos, sem exceção - TENDENCIOSOS! Ou não?
Vai desde ensinar que o índio é malvado até o patriotismo hipócrita que vende o que eles chamam de LIBERDADE, ou o famoso 'freedom'...
Coitada da Índia, maior produtora de filmes - mas e aí??? $$$
Viva o 'Oscar'!

Vou prestar mais atenção nas marcas dos carros agora!
Característica irrefutável da cultura de um povo!

Abração Ivan!


Ana_e_Lauro_Alagoas · Maceió, AL 6/3/2009 11:45
sua opinião: subir
território de reis
 

Olá Ana e Lauro, gostaria de encerrar esta discussão. Está juvenil demais para ser levada a sério, me desculpem. Conforme já havia dito, acima existem boas discussões já realizadas sobre isso. Me abstenho de cinismos tal qual vocês usufruem dele. É um veneno nefasto para o fluxo de uma boa conversa.

território de reis · São Paulo, SP 6/3/2009 12:11
sua opinião: subir
território de reis
 

ATENÇÃO AMIGOS: A FESTA CONFEDERADA ACONTECERÁ ENTRE OS DIAS 04 E 05 DE ABRIL!!! TODOS ESTÃO CONVIDADOS A CONHECER E VISITAR!
ABRAÇOS

território de reis · São Paulo, SP 12/3/2009 10:19
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
ian curtis
 

Olha a festa e muito boa,nao ha nada de estranho,o que me espanta sao pessoas,que adoram Portugal e sabemos que eles nos sugaram,vai pra Cuba então,porque foi falado em xenofobia,e esse comentario contra americanos nao é xenofobia?
Dane-se,porque como festeiro q somos nao importa onde é a festa e sim esquecer dos problemas que alguns dizem que trouxeram pra nos.
Festa maravilhosa comidas e bebidas idem, eo povo simpatico.hahahahahaha
abraços

ian curtis · Nova Odessa, SP 28/3/2009 21:37
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Amauri Alves
 

Pessoas falam da "cultura brasileira" como se nossa cultura fosse nossa. De norte a sul do Brasil, toda a cultura que praticamos não nos pertence, mas é fruto da imigração, seja voluntária ou escravista, com exceção de alguns estados mais ao norte que preservam a cultura do índios, porém com tudo já impregnado da cultura europeía, norte-americana e até árabe.

Bom artigo. Tenho amigos em SBO, e qualquer dia vou nessa festa.

Amauri Alves · São Paulo, SP 2/6/2009 00:09
sua opinião: subir
Fernanda Ferreira
 

Eu sinceramente não entendo o motivo de tanta briga nos comentários...

O Brasil é uma mistura de várias culturas introduzidas aqui pela quantidade de diferentes povos que vieram para cá... Em S.B.O. ninguém está tentando fazer propaganda ao modo de vida americana, mas foi a cidade que mais recebeu imigrantes americanos no Brasil e seus descendentes têm todo o direito a essa comemoração que faz parte de sua cultura, como em outras muitas cidades do Brasil fazem, e a partir disso foi fundada a cidade de Americana... e a pessoa que escreveu o post só está mostrando esta festa (apesar de na minha opinião no post pode parecer para quem não conhece, coisa uma festa de gente estranha)...

Não sou descendente de americanos, mas moro em S.B.O. e nasci em Americana e as pessoas aqui não adoram os E.U.A. ou vivem aqui como se vive lá, são cidades comuns que como outras cidades têm sua história.

Fernanda Ferreira · Santa Bárbara d`Oeste, SP 21/9/2013 21:22
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados