O peixe é o aracu

Yusseff Abrahim
1
Yusseff Abrahim · Manaus, AM
22/10/2006 · 54 · 4
 

Em cada região do estado do Amazonas, dependendo do rio, a abundância de determinadas espécies de peixe marca a cultura alimentar do cotidiano de comunidades ribeirinhas e cidades inteiras. Vale a lei de mercado: quanto mais abundante a espécie, mais barata para o consumo e obviamente aquele peixe é o mais famoso do local.

Na região do Alto Rio Negro o peixe mais consumido é o aracu, que para um conhecedor dos peixes locais pode ser comparado em tamanho e quantidade de espinhas ao matrinchã. A melhor forma de consumi-lo são as duas formas mais encontradas na cidade, assado na brasa ou frito, e aqui como em todo Amazonas, o que é abundante e barato não é necessariamente o menos saboroso.

A dona do restaurante Canarinho, Maria de Loudes Gançalves, 62, se autodenomina da etnia Baré. Ela afirma que, de tão popular, vende o prato desde 2001 quando abriu o seu negócio. “É um peixe que tem muito e todo mundo gosta, a maioria vem lá do rio Cacuri onde pescam com malhadeira (rede) e currais (armadilhas fixas montadas na beira do rio)”, afirma.

Ah, vale ressaltar que a pronúncia correta é “aracú”, mas a grafia não leva acento. Não é por questões indígenas, é que em bom português oxítonas terminadas em U não levam acento mesmo. Explicações como esta são sempre pertinentes em uma cidade como São Gabriel da Cachoeira, a sede do município mais indígena do Brasil.

onde fica
Para comer um aracu frito no almoço, um lugar é o restaurante Canarinho, na rua Costa e Silva, Centro (para beber peça o suco de abacaxi, em duas vezes me serviram um autêntico frozzen). Para jantar, várias barracas fazem o aracu assado na brasa na praça de alimentação permanente situada ao lado do Tribódromo.
quanto custa
R$ 5 é o que custa o aracu frito, R$ 6 o assado, ambos incluem acompanhamentos.

comentários feed

+ comentar
Tati Magalhães
 

Vou evitar o palavrão, mas pqp, é muito barato!!!

Tati Magalhães · Maceió, AL 22/10/2006 18:59
sua opinião: subir
Yusseff Abrahim
 

Tati, no interior eu como muito melhor do que em Manaus, qualidade mesmo de alimentação. O que é caro aqui é a comida industrializada como feijão, arroz, macarrão, se vc quiser comer essas coisas vai pagar caro por uma refeição básica. Um restaurante self-service aqui com essas comidas cobra R$20/kg, e não tem nada demais.
Nas cidades do interior a gente come bem e barato em relação à cidade. É como diz o amazonense : "aqui tem pobreza, mas não tem miséria" (e olha que pessoalmente ainda contesto este termo pobreza).

Yusseff Abrahim · Manaus, AM 23/10/2006 16:30
sua opinião: subir
Yusseff Abrahim
 

Ops! Sobre o restaurante, quis dizer aqui me referindo a São Gabriel da Cachoeira.

Yusseff Abrahim · Manaus, AM 23/10/2006 16:33
sua opinião: subir
Márcio Alexandre
 

Pra quem teve o privilégio de experimentar sabe, que de fato, o aracu é verdadeiramente delicioso, e quem puder parar pro almoço que o grande Yussef indica, certamente não vai se arrepender.

Márcio Alexandre · Manaus, AM 24/10/2006 22:18
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados