Oficina Mestre Quincas do Artesão

Luís Osete
O Artesão em seu labirinto...
1
Luís Osete · Juazeiro, BA
7/4/2008 · 90 · 1
 

Joana, olhando a fotografia de Joaquim Correia Lima, mais conhecido como Mestre Quincas, desconfia da historiografia oficial. “Eu vejo aquela foto e penso: Rapaz, 40 anos e já daquele jeito...”.

Nas convergências históricas, é possível saber que Joaquim freqüentou a Escola de Belas Artes de Salvador, foi fotógrafo profissional e chefe de pintura da Leste Brasileira. Aos 40 anos, morreu afogado nas águas do Rio São Francisco.

O que as fontes oficiais ainda não conseguiram definir é uma data precisa para o nascimento do patrono da Oficina do Artesão. Segundo a “biografia” disponível no banco de dados da Oficina, Mestre Quincas nasceu na fazenda Poço de Pedra, em Juazeiro-BA, no dia 4 de setembro de 1900. Já a placa de inauguração do prédio indica o ano de 1995 como centenário do artesão.

Por sinal, indefinição é uma palavra que acompanha diariamente o suor derramado pelos cerca de 20 artesãos e artesãs que compõem as alas do prédio. Antes uma passagem obrigatória no roteiro turístico da região, a Oficina tem mergulhado num esquecimento incômodo. “Entra dia, sai dia, e não aparece ninguém...”, afirma Joana, a recepcionista do local. Como conseqüência, as vendas foram reduzidas consideravelmente: de seis mil reais para mil e quinhentos por mês.

Se o salão de vendas e exposição dos produtos está sempre vazio, o mesmo não se pode dizer do espaço de produção do artesanato. O ritmo intenso dos artesãos reflete a proximidade de um dos eventos mais esperados do ano: a Fenneart - Feira Nacional de Negócios do Artesanato, que acontece em Julho, no Recife-PE. Os artesãos se programam o ano inteiro para garantir a presença nesta Feira.

Só não dá para programar a falta de matéria-prima. A Umburana, árvore mais utilizada para a produção das esculturas, está escassa. No mesmo dia em que estive na Oficina do Artesão, uma equipe de TV local produziu uma matéria sobre a perda de qualidade dos produtos pela utilização de uma madeira menos modelável.

Os artesãos aproveitaram para fazer um apelo aos órgãos públicos: A possibilidade de utilizar os troncos de Umburana que vêm sendo extraídos para a abertura dos canais de Transposição das águas do Rio São Francisco, em Cabrobó-PE. A precisão é tanta que eles mesmos se dispuseram a buscar.

Eis que mais uma vez as águas controversas do Rio São Francisco se interpõem no caminho dos artesãos. A esperança agora é que, nesta correnteza, ninguém morra afogado.

onde fica
Avenida Cardoso de Sá, S/N, Bairro de Vila Eduardo, Petrolina-PE.
por que ir
Para apreciar um espaço intenso de produção artesanal. A Oficina do Artesão, que se divide em duas alas: tecido e madeira, abriga por volta de 20 artesãos e artesãs. Diante desta diversidade, é um termômetro da experimentação artística na região do São Francisco.
quando ir
A Oficina do Artesão está aberta à visitação de segunda a sábado: das 7 às 18 h.
quem vai
Em sua grande maioria, turistas interessados em levar uma lembrança da cidade e colecionadores de artesanato. Infelizmente, a Oficina do Artesão ainda é um espaço a ser descoberto pelas pessoas da comunidade. "Quando alguém resolve entrar", conta Maria do Carmo, 15 anos de Oficina, "a surpresa é inevitável".
quanto custa
Os preços são bastante variados: desde uma lembrancinha de um real a uma escultura sacra de cino mil reais.
contato
(87) 3864 2069

comentários feed

+ comentar
Chico Egídio
 

MUITO OPORTUNO O OLHAR SOBRE A OFICINA DO ARTESÃO EM PETROLINA, LUIS TERCE UM PANORAMA DE PARTE DESTE ESPAÇO EM QUE A PRODUÇÃO DO ARTESANATO É FEITO DE FORMA CONSTANTE. PRECISAMOS NOS APROFUNDARMOS MAIS NESTE FAZER E EM QUE CONDIÇÕES. ACHO MUITO POSITIVO AS CONTRIBUIÇÕES, AS ANÁLISE E O CARINHO COM QUE SÃO VISTOS ESTES ARTISTAS DA NOSSA CULTURA POPULAR.
AGOSTO TEM O MERCADO CULTURAL RAIZ E REMIX.
ABS.

Chico Egídio · Petrolina, PE 8/4/2008 10:11
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados