Restaurante Almanara

1
Adriel Diniz · Porto Velho, RO
1/6/2006 · 39 · 3
 

Único. O restaurante árabe mais tradicional de Porto Velho só pode ser definido assim. O almanara ainda preserva a mesma fachada de há 30 anos atrás, quando o restaurante foi aberto por libaneses que chegaram a então pequena cidade. Localizado bem no centro de Porto Velho. Lá, o cardápio traz especiarias do Oriente Médio. Esfirras, quibes, charutos e filés de carne, de frango. O ambiente também não muda nada com o passar dos anos e o atendimento, um tanto tímido, em que o próprio cliente anota o pedido, as cadeiras de madeira, nada muito moderno. Mas numa coisa, o Almanara não muda mesmo:o sabor dos pratos, servidos sempre com rapidez e que, só de escrever, já dão água na boca.

onde fica
Rua José de Alencar, sub esquina com Sete de Setembro, bem no centro.
por que ir
Se desse para descrever os sabores...
quando ir
De segunda a sábado.

comentários feed

+ comentar
Marcos Paulo
 

Realmente. Concordo contigo, Adriel!
Só tem que chegar um pouco antes da hora do almoço. Aquilo dali, lotado, não é legal!
Hahahaha!!!

Marcos Paulo · Rio de Janeiro, RJ 1/6/2006 17:36
sua opinião: subir
Cleusa
 

Inacreditável elogiar aquela espelunca com toalhas suja e que serve pão françês num restaurante que tem a pretensão de ser árabe. Mais incrível é alguém concordar.
Charuto feito de folha de repolho com uma papa de arroz, cujo recheio de carne não é encontrado nem pelo telescópio Hubble. Kibe cru feito com carne de boi que sofria de anemia profunda.
A única coisa decente era a cerveja que estava gelada e a companhia dos amigos, mas para ter isso posso ir em qualquer lugar.
Por trás da desculpa de ser tradicional e antigo há um lugar decadente, descuidado e sujo que em qualquer cidade, minimamente preocupada com qualidade, já teria sido tragado pela concorrência.
Mais um mistério insondável de Porto Velho.

Cleusa · Porto Velho, RO 17/4/2008 00:03
sua opinião: subir
Mauricio C.
 

Compartilho da opinião acima, da minha amiga Cleusa e acrescento q esfirhas e outros quitudes árabes, como tabule, ralheu etc são sob encomenda, não sendo disponível no restaurante, o kibe tem um excelente recheio de "vento", e a carne do charuto só e visível não com o "Hublle" e sim com microscópio eletrônico, o local e mal conservado porem o garçom passou "vassourinha mágica" para limpar a toalha da mesa.
Por trás da desculpa de ser tradicional e antigo há um lugar decadente, descuidado e sujo que em qualquer cidade, minimamente preocupada com qualidade, já teria sido tragado pela concorrência, porem concorrência e uma palavra desconhecida em Porto Velho, onde padarias e alguns restaurantes fecham no horário de almoço.
Nada haver com a rede de restaurante Almanara de São Paulo, nem de longe...
O jornalista que escreveu o tópico deve ser um bom "gourmet", mas deu uma "bola fora" elogiando este restaurante, talvez ele tenha comido de graça neste restaurante mas nem pagando eu volto a comer la.

Mauricio C. · Recife, PE 19/4/2008 18:46
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados