Um prédio, dois museus

Divulgação
Prédio foi construído entre 1909 e 1911, para abrigar prefeitura
1
Guilherme Mergen · Passo Fundo, RS
26/10/2007 · 74 · 1
 

Uma construção de quase 100 anos atravessa-se despercebida de quem trafega na Avenida Brasil, no centro de Passo Fundo. Escondida atrás de fios e uma parada de ônibus, aquele desconhecido prédio resgata histórias de uma região Norte do Rio Grande do Sul em desenvolvimento, quando a economia do município ainda dependia majoritariamente do setor primário.

Com três andares, pintado em tons cinza e uma fachada composta por pequenas torres na parte superior, a construção que abrigou a prefeitura de Passo Fundo até a década de 1970 hoje dá lugar a dois museus: o Museu Histórico Regional (MHR) e o Museu de Artes Visuais Ruth Schneider (Mavrs).

O prédio de 98 anos resgata a história de uma cidade um pouco mais velha, com 150 anos recém completados. O local de 400m2 foi construído entre 1909 e 1911 para sediar o poder executivo municipal, na administração do Cel. Gervásio Lucas Annes. A planta, a pintura e a decoração foram encomendadas de Porto Alegre – na época, era luxuoso “importar” móveis, roupas e acessórios para a casa da capital.

Porém, menos de 50 anos depois de ser concluído, o prédio começou a ficar limitado para sediar a administração de uma cidade de, na época, quase 100 mil habitantes – hoje são mais de 180mil. Sem espaço, a alternativa foi uma nova construção. Em 1976, a prefeitura abandonava seu antigo local. Um ano depois, funda-se o Museu Histórico-Cultural, vinculado à secretária de Educação. Apesar da novidade à cidade, o espaço fecha as portas em seguida e só retorna em 1996, através de uma parceria com a universidade. No mesmo local, o Mavrs também é inaugurado.

Mesmo com objetivos diferentes – um é voltado a propiciar o acesso democrático à arte e o outro à preservação e difusão da memória e do acervo e histórico-cultural da região, ambos funcionam no mesmo prédio, através de exposições distintas. Fui pelo menos cinco vezes ao lugar e vale a pena, principalmente para se surpreender com o crescimento de Passo Fundo nas últimas três décadas. Para os apreciadores de artes, o Mavrs é um belo passeio também, com destaque à obra Ruth Schneider, que empresta seu nome ao museu.

onde fica
Na Avenida Brasil, no centro de Passo Fundo, interior do Rio Grande do Sul.
por que ir
Para conhecer a história de Passo Fundo e região. Para acompanhar o crescimento do município nas últimas décadas. Para resgatar velhos hábitos - hoje extinto. Ou, se for apreciador de artes, para acompanhar as exposições dos artistas da região e principalmente a obra de Ruth Schneider, pintora passo-fundense que empresta seu nome ao museu.
quando ir
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.
quem vai
A família, amigos, turmas de escolas (estas precisam agendar a visita com antecedência).
quanto custa
A visita aos dois museus é gratuita.
website
www.upf.br/mhr
contato

E-mail: mhr@upf.br
Fone 54 3316-8585 / 8586

comentários feed

+ comentar
Guilherme Mattoso
 

olá xará!
ótima dica pro guia!

Guilherme Mattoso · Niterói, RJ 26/10/2007 08:27
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados