A Escola era Risonha e Franca : Reminiscências

1
Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI
10/9/2007 · 310 · 55
 

Ano: 1961. Um dia depois de ter prestado exame final de português (que é como a matéria se chamava, não sei se se chama assim, ainda hoje) minha mãe foi chamada pela Orientadora Educacional do “Instituto Estadual de Educação Professor Alberto Conte”.

O Instituto era um dos mais renomados colégios públicos da cidade de São Paulo, cujo prédio, construído em um grande quarteirão no centro do bairro de Santo Amaro (Zona Sul de São Paulo, de classe média quando o colégio foi construído, em franco processo de proletarização, já em 1961) possuía quadra de basquete, piscina (que nunca funcionou, pois parece que foi construída de maneira errada) e até anfiteatro onde, aliás, vi, nos idos de 1964, pela primeira vez, um show do Chico Buarque, então no início do inicio de carreira –“eu quero tanto um dia, o pobre ver sem frio, e o rico com coração”rsrsrsrs – ele era amigo da presidente do Grêmio Estudantil.

Ano conturbado esse 1961, onde tinha havido a renúncia de Jânio Quadros enquanto o vice-presidente João Goulart encontrava-se em missão diplomática (sic) na China e teve o seu retorno, para assumir a presidência, contestado por forças militares. Mas, do ponto de vista da minha escolaridade, até ali um ano tranqüilo, em tudo diferente do anterior, onde um professor de matemática, de nome Besi, depois de me reprovar, perguntou para minha mãe, ofensa das ofensas, se eu havia sido tirado a fórceps tal o meu destrambelhamento dentro e fora da sala de aula.

Minha mãe, que contava com orgulho (besta, talvez) que teve de entrar na maternidade fechando as pernas para eu não nascer no táxi, convocou meu pai e os dois resolveram que eu daria uma resposta à altura ao professor na segunda época. Naquelas férias eu acho que nunca estudei tanta matemática na minha vida (não que desgostasse especialmente, mas acho que acabei gostando mais de matemática graças ao desaforo que o professor Besi fez à minha mãe). Resultado: 9,6 no exame escrito e 10 no oral, sendo que o exame oral, naquela época, era feito por uma banca examinadora (dois ou três professores).

O telefonema da Orientadora Educacional para a minha mãe, um dia depois de ter feito exame final de português, naquele final de ano, em que, na minha cabeça, todas as matérias “estavam no papo” me deixou preocupado. Por outro lado, fazendo um exame de consciência, achei que tinha feito uma prova até bastante razoável e uma redação muito imaginativa.

Na redação eu contava, com detalhes, um sonho-quase-pesadelo em que, no dia do exame final de português, além de acordar atrasado, uma série de peripécias ocorreram que me impediram de chegar a tempo no local da prova e que, em lá chegando, espavorido, tinham já trancado o portão, isto é, que, em resumo, eu tinha perdido a prova até que acordei do sonho e estava ali fazendo o exame, mas preocupado com o sonho, que poderia ser premonitório “pois preciso de 4 e 4” – nota quatro no escrito e outro 4 no oral, era assim que a gente calculava a nota pra passar.

Pois foi só isto que bastou para que a professora procurasse a orientadora educacional e me acusasse de “pedir nota” e que, embora ela reconhecesse que havia mérito na redação, se ela me desse a nota estaria sendo conivente com o meu “pedido” e, portanto que minha nota seria menor do que 4 (acho que não me deu zero, mas não tenho certeza), Apesar do absurdo da situação, disse pra minha mãe deixar pra lá, inclusive porque eram menores que “quatro e quatro” as notas que eu precisava.

Ah, ia esquecendo de dizer, passei em tudo, até em Português!

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Agenor
 

Amigo Joca. Sou também desta época. Língua Portuguesa era Português, Matemática era Aritmética. Pra passar pro ginásio tinha que fazer o exame de admissão, e de fato tinha as 1ªa e 2ªs épocas além dos terríveis "exames orais". É, naquela época a gente aprendia, não tinha como fingir, mesmo porque pelo menos no grupo escolar onde estudei a "palmatória" ainda funcionava...
Se me lembrar de algo interessante da minha época escolar, talvez, eu venha a relatá-la, em versos é claro...
Abraços

Agenor · Aquidauana, MS 8/9/2007 20:44
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Muito bom Joca. Gostei da sua idéia. Vou tentar escrever alguma coisa sobre os tempos de escola. Ah... tempinho bom... Éramos tão felizes e não sabíamos... Abçs... Volto para votar.

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 8/9/2007 22:35
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Ize
 

Adorei Joca, o texto primoroso e as fotos. Na segunda delas, tem um grupo de meninos, vestidos de branco, em caças compridas apesar da idade, batendo continência. Do que se tratava hein Joca?
Vou tratar de procurar fotos minhas de escola. As fotos desentocam as lembranças. Aliás, lembrei-me agora de um livro que me caiu recentemente nas mãos, cujo título se não me engano era Imagem e Escola que trazia textos interessantes. Vou ver se acho e se consigo escanear um ótimo, de autoria de uma gaúcha, pra lhe mandar.
Parabéns e Bjs

Ize · Rio de Janeiro, RJ 8/9/2007 22:37
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Ize
 

Digo em calças compridas apesar da idade. Você, por certo está na foto, não é?

Ize · Rio de Janeiro, RJ 8/9/2007 22:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Ize:
Eu, e meu único irmão, já falecido, estamos nas fotos 3 e 5 (eu era caçula e, ainda, o menor). Nas fotos 2 e 6, meu pai, seu irmão, e primos e de novo meu pai, seu irmão, irmãs e primos (por volta de 1915 – meu pai, o mais velho, é de 1903). A foto onde só há meninas (minha avó e suas irmãs) é a mais antiga, do século XIX. Minha ávo, também a mais velha dos irmãos, nasceu em 1880. O primeiro é um desenho meu a partir de uma foto de 1922 ou 23, de uma tia, irmãs e primos de minha mãe, que também está na foto e também é a mais velha dos primos, nasceu em 1914.
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 9/9/2007 00:43
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Meu querido Joca,
As lembranças de cada um são tão próximas, lendo as tuas
me fizeram até acreditar que o país é realmente um só. Nem aparecem as diferenças regionais, quase tudo me lembrou o meu Gilbués, salvo os recursos (telefonou-...) Muito bom,
andre

Andre Pessego · São Paulo, SP 9/9/2007 12:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
anamineira
 

Joca, adorei seu texto. Amo escrever textos assim. Tenho algumas lembranças engraçadas do tempo do "onça" na escola, se você quizer minha humilde colaboração?

anamineira · Alvinópolis, MG 9/9/2007 13:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Ana Mineira:

Se dissesse que "pode ser" estaria mentindo. Na verdade aguardo ansioso por elas. Mas poste, uma por uma, aqui no overmundo, ok? E a gente vai precisar combinar, o quanto antes, as tags comuns a todos.
Obrigado pela força!
beijos e abraços
do joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 9/9/2007 13:07
sua opinião: subir
Hermano Vianna
 

alô Joca: gostei bastante também - acho ótima sua idéia - se conseguirmos, aqui no Overmundo, construir um grande panorama de lembranças escolares, com colaboradores de várias regiões e várias gerações, teremos um doocumento muito útil para refletir sobre a história de mudanças, a situação atual e os destinos da educação no Brasil - abraços!

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 9/9/2007 17:00
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Saramar
 

Joca, gostei muito de todas as idéias que você lançou.
Vou escrever.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 9/9/2007 21:11
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Pepê Mattos
 

Material é o que não vai faltar. Faltava um mote pra isso. Pretendo colaborar, mas vou demorar um pouco. Preciso remexer no sótão, no porão e nos escaninhos mais escondidos destes tempos dantanho. Abraços.

Pepê Mattos · Macapá, AP 10/9/2007 05:41
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
ktarrock
 

Gostei muito!
abraços

ktarrock · Recife, PE 10/9/2007 08:53
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Humberto Firmo
 

É, você colocou a professora numa sinuda de bico.

O que me chamou a atenção é que, nesses tempos, professores
geralmente eram de matemática e professoras de Português
e de outras matérias.
Estranho né?

Lembrei que ciências era tudo ao mesmo tempo agora. Depois é
que separaram as matérias.

Joca, belo texto.
Um abraço!

Humberto Firmo · Brasília, DF 10/9/2007 09:08
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberta Tum
 

Que bom que passou Joca! rssssssss
E que professora essa hein?
Mas os tempos eram outros e a rigidez exagerada.
Eu premiaria tanta criatividade!

Abraços!

Roberta Tum · Palmas, TO 10/9/2007 10:23
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Saramar
 

Joca, voltei pra votar, reler e comentar direito.
Minha história com a Matemáatica é, em tudo, idêntica à sua.
Jamais esqueci a "humilhação" que o profesor infligiu a m im e à minha mãe. Por isso, tornei-me muito sabida e fiz Matemática na universidade.
Este foi um mal que veio para o bem.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 10/9/2007 10:47
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Joca, meu querido anjo andarilho,

ótima idéia e texto, como sempre, irretocável. Vou procurar exercitar minha memória e ver se lembro detalhes de época já tão distante e repleta de emoções e "aventuras". Como diz o Hermano, poderemos, sim, fazer um panorama pretérito da educação no país e incitarmos uma reflexão sobre o tema, suas mudanças e perspectivas. E até mesmo reconstruir o sentimento de uma época em relação à escola e aos professores, ambos hoje tão desvalorizados pela sociedade e sucessivos governos. A propósito, parabéns também pelo desenho de traço à la Djanira. Não bastassem os primorosos textos, eis que descobrimos agora também seu talento para a pintura. Que beleza, Joca!

Um abraço.

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 11:08
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Queridos amigos:
A ídéia do livro prospera...Além do meu, já temos artigos da Ise, do Baduh. do Aldo Votto (este na fila de edição do overblog), da Roberta Tum, além de várias promessas e incentivos, o que me deixa feliz e, ao mesmo tempo, preocupado. (continua)

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 10/9/2007 11:10
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Aldo Votto
 

Caro Joca,
Como já avisaste o pessoal. esta lá na edição o meu aceite ao teu convite.
Abraço,
Aldo

Aldo Votto · Florianópolis, SC 10/9/2007 13:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
DaniCast
 

Que coincidência curiosa, minha mãe estudou no Alberto Conte! Ela conta que tinha até aula de latim :)
A escola, definitivamente, não é mais a mesma.

DaniCast · São Paulo, SP 10/9/2007 15:51
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ize
 

Joca seu projeto está prometendo. O texto do Aldo é ÓTIMO também. E vc não ficou besta com a coincidência de vc ter estudado na mesma escola que a mãe da Dani?
Puxa, acho que a coisa está deslanchando. Vc deve estar feliz!!!
Parabéns querido pela idéia genial!!!
Bjs
PS Tive o prazer de virar o placar.

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 16:49
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ize
 

Já ia me esquecendo de dizer (é que fiquei empolgada com as coincidências que achei no texto do Aldo) que adorei as explicações das fotos (será que daria pra legendá-las?) e fiquei impressionada com o seu belíssimo desenho.
Bjs

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 16:53
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Ize e demais amigos:

Ize, não venha querendo tirar o corpo fora, você é corresponsável não só pela idéia como por me incentivar a levar a frente a "gravidez" quando eu estava já pensando num aborto provocado. Paternidade responsável não é dever apenas dos homens (rsrsrs).
Você imagina que eu esteja feliz, mas não é bem este o saldo do balanço dos sentimentos vários que me dominam no momento.
O primeiro sentimento que me ocorreu pode ser verbalizado assim: "onde é que eu fui me meter...!?"
Porque, Ize, nós sabemos muito bem que um livro com esta dimensão é uma coisa bem diferente que a soma das partes, por mais interessantes e ricas que elas possam ser – e nós sabemos que muitas contribuições serão de altíssimo nível e outras nem tanto, inclusive porque trata-se da afirmação da diversidade cultural do paísl
Então vocês vão ter que ter muito espírito colaborativo para me ajudar na edição do livro, para que a gente possa ter um objeto do qual nos possamos orgulhar como um todo. Como eu disse, desde o início, assumo a responsabilidade pela edição, isto é, vou ser responsável pelo encaminhamento do projeto e, se ele não for para frente, podem me culpar e tal mas vou precisar contar com a colaboração da comunidade overmana como um todo, mesmo daqueles overmanos que não desejem contribuir escrevendo e conto, desde já, como também falei, com a tua coparticipação, viu minha querida Ize.
Beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 10/9/2007 17:22
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

Joca, que id´´eia genial e como eu gostaria de contar as minhas. Adorei suas lembranças e o mote.
Um abraço.

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 10/9/2007 17:36
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ize
 

Mas querido Joca, com certeza vc pode contar comigo, inclusive na edição dos textos, embora não possa me responsabilizar totalmente pelas crases rsrsrsrsrs. Viu só que já estou aqui a postos respondendo a você? E já li o texto do Aldo (vc já leu?) Pode confiar em mim. Acho que devíamos resolver logo a questão da tag comum: que tal reminiscências-de-escola? Isso é fundamental até pra que a gente possa achar com mais facilidade as contribuições. Senão como é que vai ser?
Estou com um probleminha aqui no overmundo: ora não recebo os avisos sobre os comentários aos textos que eu comentei, ora não recebo aviso de que tem recado no meu perfil. O seu mesmo lá, achei agora porque estou de sobreaviso. Enfim, com a tag comum vai ser mais fácil. Como vc é o idealizador mor do projeto, pensei em "reminiscências de escola" por causa do título desse seu artigo genial. Não poderia ficar essa mesmo?
Beijos

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 17:50
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
crispinga
 

Querido Joca,
Sempre gostei de estudar mas minhas lembranças do tempo da escola me remetem ao um tempo em que eu era muito insegura e tímida.
Meu pai, por conta da profissão, vivia se mudando e o primeiro dia de aula era sempre muito difícil.
Lembro-me que quando entrei no pré-primário, mesinha de quatro, as aulas já começadas, eu a única sem uniforme, era o centro das atenções. A vergonha foi tanta que fiz xixi na saia, e aquela poça ao meu redor denunciou-me...Um trauma e tanto...A professora foi muito boazinha mas eu virei a "Maria -Mijona"...As crianças nessa idade são bem mázinhas...
A segunda experiência , já no "primário", foi ficar no fundo da sala chorando ( porque não conhecia nionguém) até um amiguinho me delatar...Virei a "Maria-Chorona"...
A terceira , já mais "descolada", foi quando "caí de para-quedas" na UERJ, uma das mais disputadas do Rio, graças à transferência compulsória que meu pai conseguiu para mim, está na Constituição, os filhos de Militar têm esse direito...Aí, virei a "empada-de-padaria"..."Comeu, morreu!"
Mas com certeza são os melhores anos de nossas vidas e é por isso que estou tão apaixonada pela Docência, pelas Ciências Sociais...E pretendo deixar minha contribuição para melhoria do nosso Ensino, tão carente!
Bjoca
Cris

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/9/2007 17:56
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
crispinga
 

Gostaria que você sugerisse o período mais interessante para contar...
BJOCA!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/9/2007 18:01
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Ise:
Nunca duvidei da sua participação. Apenas achei engraçado vc atribuir só a mim a idéia do projeto, quando sabe o quanto foi decisiva a sua colaboração. Acho ótima a tag comum que vc propôs e acho que até devemos avisar o Aldo. Se vc puder fazer isto eu ficarei contente. Mas expressei várias outras idéias no meu último comentário e não sei se vc tem concordância com todas elas.
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho


Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 10/9/2007 18:29
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nivaldo Lemos
 

Cris,

só você mesmo, hahahahaha, "empada-de-padaria"?! Muito boa mesmo.... Era o que hoje se chama de mulher fatal, né?

Bjs

Nivaldo Lemos · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 18:34
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Querida Cris:
Acho que uma contribuição muito interessante seria se você se dispusesse a contar estas experiências em uma espécie de "pot- pourri" mostrando justamente esta coisa do eterno começar de novotípico das crianças que acompanham os pais militares. Seria inclusive legal se você se dispusesse a avaliar física e didaticamente os colégios porque passou, além, é claro, destas experiências que você relatou rapidamente no seu comentário. Acho qu vaificar bem legal!
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 10/9/2007 18:51
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Ize
 

Oi Joca de certo que concordo com suas idéias. Na verdade, no seu penúltimo comentário, vc enfatizou a dimensão colaborativa do livro, certo? E, com isso, concordo totalmente. Vou lá no Aldo avisar sobe a tag.
Bj

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 19:49
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Ize
 

Oi Joca de certo que concordo com suas idéias. Na verdade, no seu penúltimo comentário, vc enfatizou a dimensão colaborativa do livro, certo? E, com isso, concordo totalmente. Vou lá no Aldo avisar sobre a tag.
Bj

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 19:50
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
crispinga
 

É que meu pai era tinha um cargo importante na época, eu chegava na Faculdade com motorista e segurança armado...Mas a Mordomia durou só 1 ano, depois voltei para o povo e ia pra Facildade de "quentão", aquele calorzinho de 43 graus à sombra, Vila-Isabel, eu toda de branco, derretendo, o povo me chamando de "vela".....
Muitas emoções!
Beijos
Cris

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/9/2007 19:50
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
crispinga
 

FACULDADE RRRRR

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/9/2007 19:54
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Ize
 

EI PESSOAL, aconteceu uma coisa estranha com os favoritos de vcs?
Nossa que susto! Lá vou eu pros administradores.

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 20:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Hermano Vianna
 

oi Ize: o problema com as fotos dos colaboradores favoritos está acontecendo em todos os perfis - peço desculpas - já estamos tentando solucionar - mas não sabemos ainda quanto tempo vai levar o conserto - tomara que seja breve - beijos!

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 20:36
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
apple
 

Oi, Joca!

Escreveu mesmo, hein? Estou gostando de ver a sua motivação!

Vou escrever também. Estou pensando por 2 lados: o pessoal e o geral (com enfoques político/histórico/atual). Sei lá. Vamos ver qual vai ser...

Bjs, querido

apple · Juiz de Fora, MG 10/9/2007 20:50
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ize
 

Oi Hermano, que chato, mas ainda bem que não foi só comigo.
Bjs

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 21:15
sua opinião: subir
Mauro Paz
 

Sou de uma geração mais nova, mas certamente gosto de histórias como a sua.

Aproveito para convidar a todos
http://www.overmundo.com.br/overblog/bem-vindos-a-6-bienal-do-mercosul

Algo que escrevi sobre a Bienal do Mercosul.

Abraço,

Mauro Paz · São Paulo, SP 10/9/2007 22:05
sua opinião: subir
Joana Eleutério
 

Pois é! Estamos aí vivendo uma sessão nostalagia, apesar da participação da moçada. Lendo rapidamente os textos e comentários, fiquei bem animada e devo publicar logo minhas memórias. Vou fazer uma revisão primeiro, tá? Devo publicar no Overblog? Sou novata e preciso da orientação de quem já tem mais tempo de estrada no Overmundo.

Joana Eleutério · Brasília, DF 10/9/2007 23:34
sua opinião: subir
Ize
 

Oi querida Joana, como Joca - meu "chefinho" - não respondeu (já deve estar dormindo), como boa secretaria respondo a vc: publique sim no overblog sem esquecer de colocar a tag "reminiscências-de-escola".
Estamos todos aguardando.
Abrçs

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/9/2007 23:55
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Adriana Costa
 

Gostei muito da idéia e do texto, quero participar sim! ;-)
Aguarde
Beijos e flores @>--

Adriana Costa · Brasília, DF 11/9/2007 01:08
sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Belo texto. Joca.
Tuas lembranças são fantásticas. No meu tempo também era obrigação fazer prova oral e escrita. Os tempos mudaram, parceiro, mas acredito que teu escrito é como uma máquina do tempo nos transportando para fase maravilhosa da vida escolar, apesar das cobranças alucinadas de muitos mestres daquela época. Prometo, parceiro, que buscarei nos corredores das mimhas lembranças fatos que possam te ajudar a prosseguir nessa caminhada.
Excelente.
Gostei muito.
Abraços
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 11/9/2007 08:12
sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

Olá Joca, tudo bem? Só agora pude visitar os teus chãos de escola. Os meus, apesar de mais recentes, foram, de certo modo, muito interessantes. Morei 18 anos em São Paulo, estudei 2 anos na pré-escola paulistana e depois morei 3 anos em Currais Novos, interior do Rio Grande do Norte. Lá, fiz a 1º e a 2º série e depois voltei pra São Paulo e completei meus estudos... mesmo morando pouco tempo por aqui, as misturas entre Mc´Donalds + Cuscuz e quajo qualho + Shopping + Sítio do avô ficaram para sempre no meu imaginário... Mas é melhor contar tudo isso numa narrativa como você bem o fez. Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 11/9/2007 08:23
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
BETHA
 

Ah, Joca, adorei teu texto como adoro os textos de memórias(Bartolomeu Campos de Queirós tem textos belíssimos nesse gênero). Além de reviver um passado importante da história, que já não é mais só nossa, resgata termos que nem usamos mais, como "segunda época"... E as fotos são magníficas. Abçs de Betha.

BETHA · Carnaíba, PE 11/9/2007 08:40
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Gostei

Higor Assis · São Paulo, SP 11/9/2007 14:02
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Filósofo
 

Vou pensar em algo, valeu pela idéia! Há, já que pediu, tem algo em HTTP://blogoro.blig.ig.com.br sobre coisas traumatizantes. Já colaboro com esse editor faz algum tempo. Valeu!

Filósofo · Portugal , WW 11/9/2007 15:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Atenção amigos:
Há, no momento três postados dirigidos para o livro proposto:
pré-primario e primario Reminiscências, da Crispinga

Grupo Escolar Gabriela Mistral, do Aldo Votto
e
Reminiscência Escolar:os primórdios da minha lavra

Lembro que a tag comum é "reminiscências de escola" , lembrando, ainda,que são reminiscências de Escola e não da
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 11/9/2007 16:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
baduh
 

Fantástico, Joca! Entrei rapidamente, vi o texto e vim lê-lo e votá-lo, com exclusividade, largando afazeres urgentes e inadiáveis em meu campo de trabalho. Meus parabéns!
Baduh

baduh · Rio de Janeiro, RJ 11/9/2007 17:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Natacha Maranhão
 

Mais uma grande idéia Joca!!
Ontem falei de você, hehehee!
Vou procurar minhas fotos de escola e contar umas histórias por aqui.
beijos

Natacha Maranhão · Teresina, PI 12/9/2007 09:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Kaika Luiz
 

Blza Joca.
Muito bacana a sua idéia. Sem dúvida que colocarei aqui também algumas das peripécias escolares que certamente todos temos. Mas em breve, pois acabei de chegar de viagem e vou colocar umas coisas em dia e te passo, blz?
Abração e sucesso

Kaika Luiz · Crato, CE 12/9/2007 15:31
sua opinião: subir
Mansur
 

Vou tentar escrever algo que o valha. Não sou das letras, sou das frequências, mas me esforçarei no intuito de contribuir...
Bela iniciativa.
abraços

Mansur · Rio de Janeiro, RJ 12/9/2007 16:15
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Candice Gonçalves
 

Parabéns pelo texto e pelas memórias tão bem guardadas! Espero poder colaborar com o projeto e participar da melhor forma na luta em favor da Educação e da cultura do nosso País.
Abraços.

Candice Gonçalves · Crato, CE 13/9/2007 10:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Queridos amigos:
Já se encontra na sala de votação o meu novo texto sobre o tema do nosso projetado livro
http://www.overmundo.com.br/overblog/reminiscencia-escolaros-primordios
Deem uma espiada e, se gostarem, votem.Obrigado!
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 14/9/2007 07:45
sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Queridos amigos:
Vejam só que legal o e-mail que acabo de receber

Oi Joca tudo bem ? aqui e A Fabiana Marcos Aluno Do Alberto Conte do 3B e que a escoa vai fazer 60anos eu fazendo uma pesquisa na internet achei o seu depoimento. Eu gostaria de fazer uma entevista com vc. O aniversário será comemorado nos dias 09,10 e 11 de Outubro, quando reuniremos alunos, ex-alunos, funcionários, professores, ex-professores e comunidade para um grande evento cultural.Gostaria de fazer uma entrevista com vc Em que ano você estudou?Como era a escola?Se era rigida?Se tinha que fazer Provas para poder Estudar no Conte?E o que mudou na escola?Como era as festa e as excursão?Depoimento Muito obrigado pela compreenção ate mais venha participar obrigado bjs

Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 28/9/2007 16:46
sua opinião: subir
Joca Oeiras, o anjo andarilho
 

Um projeto gráfico para as ‘Reminiscências da Escola”

O coletivo de autores do livro colaborativo “Reminiscências da Escola”, sem abrir mão de sua intenção de vir a publicar, em papel impresso, o indigitado livro deliberou iniciar, sem maiores delongas, a elaboração do e-book do livro.

Para tanto estamos, desde hoje, à procura de um “web-designer” para que possamos definir um Projeto Gráfico que traduza as intenções que em tantas outras ocasiões manifestamos, a saber, um livro que, a par das memórias individuais de cada autor, descreva o rico painel representado pelas escolas por cada um deles freqüentada.

Vale para todos os colaboradores do livro, inclusive para a pessoa que se disponha a diagramá-lo: se, (ou quando) o livro for publicado, todos seremos remunerados.


Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI 27/3/2008 20:47
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

zoom
zoom
zoom
zoom
zoom
zoom

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados