A Paineira e sua Independência Carnavalesca

Sueli - Higor
O início de tudo - Esboço das fantasias
1
Higor Assis · São Paulo, SP
20/9/2007 · 253 · 16
 


O local é quieto e a rua parece deserta, mas a casa é cheia de alegria e dentro deste recinto se guarda uma linda história. Uma pequena tradução da essência que move uma comunidade apaixonada pelo samba e dedica-se plenamente ao seu amor pelo carnaval.

A Associação Recreativa Cultural Comunitária, Academia do Samba Paineira de Sapopemba tem em seu corpo de componentes grandes batalhadores de uma luta diária. Todo material que possuem em grande parte é de doações feitas pelas escolas de samba do grupo especial do carnaval de São Paulo. Os materiais recicláveis que conseguem vêm de trabalhos sociais, como o projeto com catadores de lixo do bairro do Teotônio Vilela.

Fundada em 1984, próxima a um campo de futebol, a escola ainda não tem sede própria e todos os pertences ficam na casa de seus diretores. Situada na região do Sapopemba bairro do extremo leste da capital paulistana, seus componentes são de baixa renda e muitos não têm emprego. Mas o amor que têm pelo samba e pela comunidade já faz destes lutadores pessoas admiradas por todos da região.

A busca da independência da escola é contínua e por meio de trabalhos voluntários, cursos e algumas doações fazem com que a escola sobreviva. “A cada ano é uma luta, um leão que temos de matar”, diz um dos fundadores da escola, Walmir da Helena, 47. Ele traduz as dificuldades encontradas para se enquadrar ano após ano na maior festa popular do Brasil: “A escola está no grupo de acesso da UESP (União das Escolas de Samba Paulistanas), que antigamente chama-se ‘vaga aberta’, nome dado para as escolas iniciantes.

Porém, mesmo estando filiado à Liga Paulistana não recebemos nenhum tipo de recurso, tudo que a gente consegue é do boca-a-boca, ligando para as escolas maiores ou por nossa amizade no meio carnavalesco”, comenta o diretor.

A esposa de Walmir e carnavalesca da escola, Nilce Adão, 36, que também é produtora de eventos, relata todo sacrifício de produzir as fantasias manualmente. “No carnaval do ano passado eu tive de fazer 400 fantasias, juntando retalhos de doações e colaborações que conseguimos”, explica.

Outro grande problema enfrentado pela escola é a sua localização. Além de estar na zona periférica da capital, encontram dificuldades para todas aquisições de adereços que ganham. Walmir comenta que sua casa é ‘carnaval o ano inteiro’, pois as próprias fantasias e adereços são guardados na garagem ou até dentro da própria residência.


Perseverança e amor ao Samba

Uma história inusitada de amor ao samba ronda a fundação da Paineira, e traduz também um pouco da história de vida de um dos seus fundadores mais antigos.

A paineira, árvore da fundação da escola, ainda persiste no mesmo local, no bairro do Sapopemba. Está situação inusitada está também no símbolo da escola. Existia uma cobrinha que vivia dentro da paineira e, é onde os fundadores no dia de inventar o escudo da agremiação resolveram adotar a bendita cobra junto ao pandeiro e a paineira.

O vice-presidente da escola Walmir da Helena, 29 anos dedicados ao samba e muitos destes também à escola, traduz com muita emoção a sua persistência e amor pelo que vive em seu cotidiano. “Muitas pessoas entram no samba para ganhar dinheiro, mas o meu motivo é que venho de uma família de músicos, cresci ouvindo serenata, serestas e fui cativado por isso, tenho em meu coração a harmonia necessária que o samba tem em sua legitimidade”.

É por meio da escola que ele divulga todo seu amor a cultura popular brasileira e sempre traz para a avenida toda está tradição popular.

A expectativa para o carnaval

Paineira do Sapopemba incorpora Palmares, para brilhar em 2008

O tema do carnaval de 2008 decidido pela UESP é trata dos 120 anos da abolição da escravidão no Brasil. A paineira irá desfilar na avenida os 120 anos de Zumbi dos Palmares, e espera poder realizar um bom desfile, pois no ano passado por pouco não subiu para o grupo 2, sendo que a escola tem apenas 3 anos de desfile neste grupo. Todos os componentes estão empolgados e convidam toda comunidade para participar, torcer e ajudar a escola.

“O desenho do figurino para o carnaval do ano que vem já está pronto e agora, é só correr atrás dos adereços para, aos poucos, ir confeccionando as fantasias”, explica a carnavalesca.
Agora é esperar o desfile da Paineira e torcer pelo sucesso da escola e da comunidade por mais uma conquista.



Para quem quiser ajudar a escola com doações ou trabalhos manuais, segue os contatos:
E-mail – nilceadao@ig.com.br - nilceadao@bol.com.br


compartilhe

comentários feed

+ comentar
Helena Aragão
 

Muito bacana, Higor. Adoro ver a determinação dessas pessoas que começam um projeto cultural como esse do zero.
Fiquei só com uma dúvida em relação ao grupo em que essa escola está, é o grupo 3? São quantos grupos na liga paulistana?
Abraço!

Helena Aragão · Rio de Janeiro, RJ 18/9/2007 09:03
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Olá Helena.

Fico agradecido pelo comentário e pela ajuda também na edição. A escola pertence ao Grupo de Acesso da Uesp. O link Liga Paulistana endereça a maioria das escolas de SP, outros links relacionados dão a dimensão dos blocos carnavalescos, localização da escola e outras informações adicionais para o pessoal se localizar quanto ao texto e informações intercaladas.

Espero os textos que comentou sobre as escolas do rio, me avise. Um abraço!

Higor Assis · São Paulo, SP 18/9/2007 09:46
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Spírito Santo
 

Higor,

Fantástico e emocionante. me lembrou muito de como era o Samba carioca nos meus tempos de criança: Amor e perseverança.
É preciso detonar uma campanha urgente por uma sede para a Associação Recreativa Cultural Comunitária, Academia do Samba Paineira de Sapopemba. ê uma abraço forte no Waldir e diga que aqueles textos sobre Palmares que eu disponibilizei aqui e que fizeram você se lembrar do seu tio, estão às ordens (olha aí mais uma boa causa para fazer valer o Criative Commons)
Grande abraço

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 19/9/2007 09:12
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Spírito Santo
 

(Walmir, é claro)

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 19/9/2007 09:12
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Olá Spírito.

Poxa fico muito lisongeado em saber que gostou do texto e da história. Fiz questão de lhe convitar, pois você é um conhecedor nato do samba e também é músico. Nada melhor de ter uma opinião deste peso.

Agradecido!

Higor Assis · São Paulo, SP 19/9/2007 09:37
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

Higor meu velho, excelente matéria. Exemplo de perseverança trouxeste para cá. Você está de parabéns, como também o seu Walmir... o carnaval merece.
Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 19/9/2007 17:53
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Marluce Freire Nascasbez
 

Higor,

Linda matéria!
Eu sei o quanto é prazeroso ver "o produto final" do esforço de cada uma dessas pessoas...

Parabéns para ti, Nilce Adão e Walmir!

Um aBRAÇO, Marluce

Marluce Freire Nascasbez · Carnaíba, PE 19/9/2007 18:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
apple
 

Bela matéria, Higor!

É muita paixão e muita fé no que se faz, né?!

Encanta ver tanta alegria e dedicação sendo emprestadas ‘a escola.

Beijo,

apple · Juiz de Fora, MG 19/9/2007 20:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Filipe.

Muito obrigado meu amigo, valeu mesmo !

Higor Assis · São Paulo, SP 20/9/2007 08:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Marluce.

Obrigadão minha amiga.

Higor Assis · São Paulo, SP 20/9/2007 08:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Olá Apple.

Verdade é muita paixão envolvida, muita mesmo. Agradecido amiga pelo comentário.

Higor Assis · São Paulo, SP 20/9/2007 08:35
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Lais Espanca
 

Boa matéria Higor,
é muito esforço, muita vontade, muito amor pelo o que faz...
Eu já participei de algumas ações também, por que sou ligada ao Movimento Humanista.
Eu quero muito ajudar aí, o problema, são meus horários.
Vou mandar um e-mail para a Nilce, ver no que posso ser útil.

Beijo

Lais Espanca · São Paulo, SP 20/9/2007 10:30
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Higor Assis
 

Valeu Lais.

É isso ai, gostei deste seu lado. Precisamos ajudar as pessoas que pensam para o bem, isso é viver bem.

Higor Assis · São Paulo, SP 20/9/2007 10:53
sua opinião: subir
jjLeandro
 

Os belos exemplos da nossa gente simples tornam o nosso Brasil um país lindo e complexo.
Parabéns, Higor.
abcs

jjLeandro · Araguaína, TO 20/9/2007 15:39
sua opinião: subir
Higor Assis
 

Poxa JJ, receber um elogio seu é muito bom. Obrigado meu amigo.

O trabalho só esta começando. Essa gente tem de ter mais espaço neste Brasilzão.

Higor Assis · São Paulo, SP 20/9/2007 16:15
sua opinião: subir
nilce
 

Olá Higor, parabéns pelo seu trabalho , pois ficou ótimo o resultado final me desculpe por demorar para responder estava com problemas em meu equipamento mas , não deixei de acompanhar! agradeço a todos pelo apoio e carinho pela nossa causa!!
Abraço !!
Walmir da Helena

nilce · São Paulo, SP 15/10/2007 20:55
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

A essência que vai para avenida zoom
A essência que vai para avenida
Nilce e as fantasias zoom
Nilce e as fantasias
Desenho das fantasias e as fantasias zoom
Desenho das fantasias e as fantasias
Walmir da Helena - A expressão dos fatos zoom
Walmir da Helena - A expressão dos fatos
A fantasia pronta zoom
A fantasia pronta
Walmir da Helena zoom
Walmir da Helena

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados