A saída é estudar...políticas culturais.

Edson Araujo
Apresentação do memorial ao público pelo Secretário de Estado da Cultura.
1
Zezito de Oliveira · Aracaju, SE
4/4/2008 · 251 · 22
 


O dia 27 de Março é o dia internacional do teatro. E melhor forma de comemorar não poderia ter criado o ator Raimundo Venâncio, atual diretor do Teatro Lourival Batista, equipamento pertencente a Secretaria de Estado da Cultura, e que desde o ano passado homenageia os artistas e técnicos com uma placa de acrílico contendo foto e resumo biográfico de cada um. Essas placas ficam expostos no foyeur do teatro durante o ano todo, para lembrar aqueles que, através do seu talento e do seu esforço, contribuíram e contribuem para manter acesa a chama da arte de representar em Sergipe.

Este ano os artistas homenageados foram os que iniciaram as suas trajetórias a partir da década de 80. Um desses artistas é o ator, bailarino e acadêmico de Educação Física, Carlos Henrique, mais conhecido pelo nome artístico de Rick di Karllo, e o ator, poeta e acadêmico de letras José Bispo dos Santos, o qual assina as suas criações artísticas com o nome de Jobys.

Todos os dois artistas são companheiras de caminhada no movimento cultural desde a década de 80, quando participei, em cargos diferentes, de sucessivas diretorias da Associação dos Moradores do Bairro América e Adjacências, e integrei a equipe que, a partir de 1989 até 1996, idealizou e implementou o Projeto Reculturarte (Reeducação, Cultura e Arte) e que se trata da melhor referência em termos de arte-educação popular nos anos 90 em Aracaju, financiado durante seis anos de forma ininterrupta pela agência de cooperação Visão Mundial e, eventualmente, pela UNICEF, CESE e pela Assembléia Legislativa, através de verba de subvenção social. Aquilo se constituiu na primeira ação cultural permanente de uma entidade ligada ao movimento social e que formou artistas, produtores culturais e educadores que trabalham atualmente em diversas organizações, empresas e órgãos públicos...

Ao subir para receber o troféu, os dois companheiros citaram o nosso nome como um daqueles que contribuíram com o crescimento do trabalho dos artistas e grupos culturais da periferia.

No caso de Jobys, recebemos dele um apelo para que fosse ainda mais fortalecido o nosso compromisso com a arte produzida pelos artistas ligados aos segmentos populares. Segundo a sua opinião, com a qual concordamos integralmente, a periferia produz arte e precisa de muito mais apoio.

De nossa parte, uma das saídas que vislumbramos para ajudar a convencer a sociedade e os governos a respeito disso é o estudo coletivo de políticas culturais, gestão e produção cultural. Neste sentido, a Ong Ação Cultural está propondo a criação de um grupo de estudos nesta área e que se reunirá mensalmente com essa finalidade, objetivando, entre outras possibilidades, qualificar os agentes culturais para intervir nas discussões sobre o Plano Estadual e Municipal de Cultura (que dentro em breve deverão ser elaborados), como também melhorar o nível dos projetos de iniciativas culturais , visando possibilitar a captação de recursos junto ao poder público, as empresas e ao terceiro setor.

“A saída é estudar”, a propósito, é nome de um texto teatral em forma de monólogo, apresentado por Jobys há muitos anos em espaços culturais na periferia de Aracaju e no interior do estado.

Outra sugestão — que foi motivada pelos comentários enviados por artistas, literatos e produtores culturais referente ao texto sobre o Consórcio Cultural do Conj. Augusto Franco e adjacências, que publiquei no portal Overmundo há poucos dias, — é iniciarmos um acompanhamento sobre as políticas públicas de cultura em todos os estados e municípios da federação, a partir das iniciativas do governo estadual, das prefeituras, das empresas, das universidades e da sociedade civil, com o objetivo de criar um banco de dados, visando subsidiar a produção de artigos e projetos, inclusive para serem apresentados aos parlamentos, bem como fortalecer a articulação e mobilização dos agentes culturais.

É uma ação que preferencialmente deve ser iniciativa de entidades ou de coletivos culturais e que deve contar com a valiosa contribuição de estudantes e professores universitários através da intensificação e disponibilização dos estudos e pesquisas já realizados na área das políticas e da ação cultural.

Para os overmanos e overmanas interessados no assunto, deixo a proposta para escreverem sobre o tema. Em especial, na semana que antecede ao dia nacional da cultura, que é o 5 de novembro, poderíamos produzir textos críticos e propositivos fazendo um balanço sobre os desafios e conquistas naquilo que diz respeito às políticas culturais em cada estado ou município, principalmente no âmbito governamental.

Outras datas como o dia do teatro(março), o dia da dança(abril), entre outros, poderiam ser utilizadas para isso, com destaque para uma avaliação sobre as políticas públicas direcionadas para cada linguagem especifica. Isso poderá ser o embrião de uma seção do tipo Observatório Overmundo de Políticas Culturais.

P.S.: Para quem tiver interesse em seguir a pista indicada acima, recomendo a leitura das seguintes páginas:
http://www.duo.inf.br/
http://www.culturaemercado.com.br/
http://www.polis.org.br

No caso da empresa DUO será de grande valia assinar gratuitamente o clipping eletrônico diário que eles publicam, assim como cadastrar-se também no site cultura e mercado para receber as atualizações.
Outra sugestão imperdível é buscar no site da polis a publicação em formato digital, através de download, intitulada “Quer um bom conselho?” sobre Conselhos Municipais de Cultura e Cidadania Cultural.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Zezito de Oliveira
 

O texto acima está sendo editado em meio a realização do excelente evento que concretiza, da parte dos orgãos governamentais, a proposta que é apresentada acima. (cf. matéria abaixo publicada no site da SEC-Sergipe)
Da parte da sociedade civil é importante prosseguir pleiteando oportunidades como esta.
Da nossa parte, não canso de sugerir a necessidade de se promover capacitação à distancia, de forma suplementar , utilizando as novas tecnologias como internet, videoconferências, dvd, cd-rom etc, para incluir mais agentes culturais, em especial aqueles que moram em regiões de dificil acesso e/ou que não dispõem de tempo livre durante os dias úteis. Neste caso a capacitação poderia ser oferecida mediante seleção de curriculo e experiência comprovada em iniciativas culturais, com o oferecimento de bolsas integral ou parcial.


Aberto Programa de Capacitação em Projetos Culturais
em 03/04/2008


Acontece no auditório da Federação das Indústrias – FIES, o Programa de Capacitação em Projetos Culturais, reunindo agentes e gestores culturais que atuam no Estado. O Evento, que é desenvolvido pela Secretaria de Incentivo e Fomento à Cultura SEFIC/MinC, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura, do Serviço Social da Indústria – SESI e o Banco do Nordeste – BNB, foi aberto nesta quinta-feira, dia 3 de abril, e prossegue até amanhã.
O Programa de Capacitação em Projeto Culturais é dedicado aos gestores, empreendedores e agentes culturais, nos quais irão obter no decorrer do curso, informações a cerca de noções conceituais sobre elaboração e desenvolvimento de projetos culturais; políticas públicas de cultura e economia da cultura, com foco nas experiências brasileira; orientação quanto as principais fontes de financiamento existentes, bem como, instrumentalização para o uso de Leis de Incentivo.
A estrutura modular para os dois dias do Programa de Capacitação em Projetos Culturais, inclui seminários e rodadas de negócios. Estão participando como conferencistas, a representante da regional Nordeste do MinC, Andréa Pereira, os representantes do MinC Brasília Telma Tavares e Evaristo Nunes, a representante da Fundação Casa de Rui Barbosa, Lia Calabre, além de representantes do SESI e do BNB.
O Secretário de Estrado Cultura, Luiz Alberto do Santos, disse que a parceria com os órgãos participantes representa a efetivação do Programa “Mais Cultura” na sua primeira etapa, que é a capacitação dos agentes culturais na área de projetos. “Nós estamos vivendo um novo tempo, que exige racionalidade na administração dos recursos públicos. Um curso desta natureza tem a finalidade de congregar agentes culturais que atuam no Estado e os gestores que atuam na Secretaria Estadual da Cultura para começar uma nova etapa, no entendimento e na ação cultural no Estado de Sergipe”.
Programação
Dia 3, da 8h30min às 12h
Apresentação sobre a dinâmica dos trabalhos
Módulo l – Gestão Empreendedora: Políticas Públicas da Cultura (MinC) e Economia da Cultura, com foco nas experiências brasileiras (MinC)
Das 13 às 18h
Módulo ll – Planejamento e Financiamento: Tecnologia SESI de Investimento em Cultura e Política e Programas do BNB para apoio à Cultura.
Dia 4, das 8h30min às 12h
Módulo lll – Capacitação Técnica – Profissionalização: Lei de Incentivo à Cultura e o Desafio de Elaborar e Viabilizar Projeto Culturais.
Das 13h30min às 18h
Capacitação técnica/profissionalização: como encaminhar propostas culturais ao Ministério da Cultura.



Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 3/4/2008 19:15
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Rubenio Marcelo
 

Amigo Zezito,
Como sempre, uma bela matéria você apresenta.
Vou ler tudo de novo...
Parabéns por sua atuação elogiável e suas idéias altivas.
Viva a Arte e a Cultura!
abrs,

Rubenio Marcelo · Campo Grande, MS 3/4/2008 19:21
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Legal,
Em SPaulo tinha, ou tem um organismo, tipo ONG que andou dando uns cursos palestrs a repeito da montagem de projetos baseados nas leis de incentivo à cultura (estatual, municpal e federal). E não tenho mais ouvido, lido a respeito.
boa postagem vou voltar pra reler e quebrar o lacre do secreto
um abraço, andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 3/4/2008 19:29
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Andre,
Quanto a oportunidades de ter acesso a formação na área de elaboração de projetos culturais, vocês nos grandes centros tem mais possibilidades, como o leque de escolhas é maior, pode-se fazer até mesmo uma seleção das propostas oferecidas.
Um grande abraço!

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 3/4/2008 20:08
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Rubenio,
Grato pelas palavras de incentivo e pela beleza da produção de poesias e de música que você nos oferta de vez em quando.
Deixo a sugestão para você e para outros overmanos e overminas, lerem um post recente do produtor cultural Alê Barreto e me estimulou a escrever sobre o tema em questão.
Um grande abraço!

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 3/4/2008 20:14
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Quem não conhece o talento musical do Rubenio, sugiro clicar aqui.

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 3/4/2008 20:20
sua opinião: subir
Leandróide
 

Caro Zezito, muito oportuna e importante tua colaboração pro Ovemundo. Congratulações! Abraço.

Leandróide · Florianópolis, SC 4/4/2008 09:54
sua opinião: subir
Cláudia Meireles
 

Caro Zezito, como sempre, vc é um apaixonado pela cultura. Valeu!!!
Cláudia Meireles - Jornalista

Cláudia Meireles · Aracaju, SE 4/4/2008 10:11
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Zezito de Oliveira · Aracaju (SE)
Amigo querido, Você é um apeixonado e um construtor e estimulados da atividade Cultural.
Temos de estar estimulando o cultural e a sua própria consciencia do processo cultural, seja de assistir, participar e de criar.Cultura é trabalho produtivo que vai somar na produção da sociedade, recursos para a vida o mundo ser mlhor.
Tem de ter a divulgacáo de todo o seu domínio de abrangéncia.
A Cultura Popular já é isso, tem disso, e o ideal .e sempre estarelevando o nível de consciëncia do processo.
ë de Interesse público. Tem de ser Servico Público. Tem de ser para o fato de náo ter dominadores nem exploradores nem excluidos. Estamos num processo já iniciado e temos de tudo.
temos Popular aproveitador e temos privado auxiliano o processo de consciéncia. Só o Público vai poder impedir que haja um dono da cultura como hoje a gente vive com donos do capital e com tamanha desigualdade Social táo lamentável e funesta.
Isso é uma Imensidáo mas, ainda vamos estar juntos e, Sergipe ou num outro lugar e vamos falar muito das nossas experoiéncias e sonhos de um mundo mais humano, de muita firmesa e ternura.
Abracáo Amigo.
Parabéns pelo grandioso trabalho.
Valeu é uma grande contribuicáo paratodos nós.
Maior orgulho de voce.
Um abraco amigo para toda essa gente de tanta dignidade.

azuirfilho · Campinas, SP 4/4/2008 11:38
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Zezito de Oliveira · Aracaju (SE)
Estou de volta só parafinalizarcom as suas palavras do Título do Trabalho.
ASAIDA É ESTUDAR.
Todo mundo tem de saber todo o processo, do início ao fim na mais plena consciéncia para participardecisivamente para o bem comum e náo por um lucro qualquer.
Parabéns que vocés tem sido admiráveis.
Abraco fraterno.

azuirfilho · Campinas, SP 4/4/2008 11:43
sua opinião: subir
W@nder
 

A saída é estudar... sempre.
Parabéns pelo trabalho, Zezito, é sempre muito bom saber que existem pessoas tão empenhadas em divulgar a cultura nesse país.
Abração.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 4/4/2008 15:37
sua opinião: subir
Maxi Ferreira
 

Esse parece (e deve) ser um caminho natural e necessário para se fortalecer, estruturar e conscientizar, efetivamente, toda e qualquer forma de ação cultural que nós, agentes e gestores culturais, devemos trilhar para se obter os resultados que tanto almejamos: um entendimento mais profundo, duradouro e bem alicerçado sobre toda a nossa riqueza cultural e as atividades que realizamos em prol da mesma e de nosso círculo social.
Assim como a importância de uma boa comunicabilidade entre cada um de nós, no que diz respeito à divulgação de toda e qualquer notícia, material específico(o que , aliás, este espaço vem realizando com grande sucesso), faz-se necessário também uma resposta positiva de nossa parte a cada oportunidade de (in)formação ao nosso alcance! Estudar é preciso. Mas antes de tudo, é imprescindível abrir os olhos, os ouvidos e o coração para que percebamos as nossas reais necessidades, carências, fraquezas e limitações em nossa caminhada e em nossos objetivos! Por isso é muito válida e bem-vinda a idéia que nosso companheiro de movimento coloca em seu texto acima -- o estudo coletivo de políticas culturais, gestão e produção cultural!
Bom estudo para todos!

Maxi Ferreira · Aracaju, SE 4/4/2008 18:50
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Zezito
Estudar é a saída. A arte é a saída. A cultura é a saída.
Basta que se abram as portas...
Muito bom!
Abraço!

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 4/4/2008 19:17
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Meu caro Zezito,
Acho que não, pelo menos o pessoal ligado a teatro, tinha (ou tem) muita dificuldade na elaboração e encaminhamento destes projetos. Mas arquivei, vou ler os links, e me informar.
um abraço,
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 4/4/2008 23:17
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGO ZEZITO...


Material muito bom.

Salvei... Vou ler com calma.

Voltarei ao tema!

Parabéns pela informação!

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 5/4/2008 01:15
sua opinião: subir
Roberto Girard
 

Zezito,
Excelente trabalho e reitero que foi dito nos comentários anteriores.
Um grande abraço,
Beto

Roberto Girard · Rio de Janeiro, RJ 5/4/2008 08:24
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Cláudia,
Que bom te encontrar no overmundo. Será bom também para os mestres e brincantes de Japaratuba que através de você, poderão mostrar o quanto de beleza e criatividade tem a arte popular produzida nessa cidade, terra natal de Artur Bispo do Rosário.
Evohé!!!!

Azuir,

Como a arte e a cultura, inclusive a poesia que você produz pode ser o melhor antidoto contra a barbárie. “Quem dera pudesse todos os homens e mulheres compreender, quem dera....”. Que as nossas produções possam abrir os olhos e os ouvidos de quem ainda não se apercebeu disso. “Eu preparo uma canção que possa acordar os homens e adormecer as crianças....”.
Shalom!!!

Maxi,
Irmão e companheiro de militância cultural,
Como gosto muito do que Ana Carolina produz.
A minha resposta para ti, é lembrar do titulo de uma música da autoria dela e dizer cantando: “É isso aí” lembrando da melodia fica mais expressivo e belo.
Axé!!!

Nydia,
Estudar é a saída. A arte é a saída. A cultura é a saída.
Basta que se abram as portas...

Ler o seu comentário em forma de quase poesia e com um recado sutil, é muito bom.
Namastê!!!

Wander,
A saída é estudar... sempre.
Nunca é demais lembrar.
Valeu!!!

Lailton,
Embora não tenha feito referência a algum texto que você produziu, o que escrevi acima dialoga com vários escritos seus, e sei que temos muitas idéias e ações em comum e sei que qualquer dia a gente vai se encontrar, para além desse espaço virtual.
Como também espero em relação a todos que trocam idéias e afetos conosco.
Salaam Aleikum!!!

Leandro e Beto,
“Eu agradeço pela atenção que você dispensou
Muito obrigado e aquele abraço por que eu já vou.”

De uma canção antiga de Renato e seus Blue Caps.
Valeu!!!

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 5/4/2008 12:01
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

LUZ DO LUAR

Como era bom brincar
Hoje eu não brinco mais
Acabaram os arraiá
A saudade é demais

O trio pé de serra
Que animava o sertão
E com muita alegria
Festejava o São João

O Forró era na sala
Ou até mesmo no terreiro
A sua iluminação
Era a luz do candieiro

Mesmo assim agente brincava
Dava pra forrofiar
Na ausência do candieiro
A luz era a do luar.

POESIA DO ELENCO DA MOSTRA DO CICLO JUNINO
Para ser realizada no PROJETO CULTURAL A POESIA VAI A ESCOLA

JUNHO DE 2008

Autoria de José Bispo dos Santos (Jobys)
Poesia enviada por e-mail na manhã do sábado.(05.04.08)

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 5/4/2008 12:45
sua opinião: subir
Alê Barreto
 

Zezito, importantes questões são levantadas em seu texto.

Alê Barreto · Rio de Janeiro, RJ 6/4/2008 09:00
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Zezito, como sempre nos apresenta material rico que demonstra ser você, além de bom escritor, um participante ativo nas causas culturais.

Parabéns, o Brasil agradece!

Marcos Paulo Carlito · , MS 11/4/2008 14:42
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Querido Zezito:

Estudar sempre ...
Parabéns pelo belo trabalho!

Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 23/4/2008 18:02
sua opinião: subir
Renata Silva
 

Parabens zezito,
tambem acredito que estudar e sempre a saida quando este e colocado em pratica.

Renata Silva · Aracaju, SE 27/4/2008 10:24
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados