AÇÃO GOVERNAMENTAL DELETÉRIA AMEAÇA O SESC

http://www.PetitionOnline.com/gg1jg2fh/petition.html
1
Olivia Barcellos · São Paulo, SP
4/5/2008 · 136 · 15
 

MANIFESTO DE DEFESA DO SESC
http://www.PetitionOnline.com/gg1jg2fh/petition.html

O governo federal pretende enviar ao Congresso Nacional projeto de lei que retira pelo menos 33% dos recursos do SESC para a criação de mais um fundo de financiamento de programas de formação profissional.

Diante desse risco, é nosso dever expor à sociedade brasileira o valor e a importância desta instituição criada, mantida e administrada com recursos privados e amparada pela Constituição Brasileira (art. 240).

"A intenção do Governo Federal de fazer alterações no Sistema S não é nova. Ainda em novembro do ano passado, no bojo das discussões sobre a prorrogação da CPMF, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a pretexto de desonerar a folha de pagamentos, citou o valor de R$ 13 bilhões de reais arrecadados por ano pelo Sistema S, como bastante elevado se comparado ao orçamento dos Estados. Da intenção para a prática, o Governo Federal foi bastante rápido. As primeiras propostas de mudanças no Sistema S foram anunciadas no final de março, começo de abril, pelos ministros da Educação, Fernando Haddad, e do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. Criado há mais de 60 anos, o Sistema S é formado por organizações criadas pelos setores produtivos como indústria, comércio, agricultura, transportes e cooperativas, entre outras, que têm como objetivo promover a formação profissional e assegurar assistência social ao trabalhador.

Todas elas são financiadas por meio da distribuição dos recursos que hoje são usados nos próprios estados onde são arrecadados, advindos de contribuições a partir de 2,5% sobre o valor da folha de pagamento dos funcionários. No geral, são esses os recursos empregados pelo SENAI na formação de mão de obra para a indústria, pelo SESC no desenvolvimento de extensa programação cultural a preços mais acessíveis para os brasileiros dos quatro cantos do país, pelo SEBRAE na promoção de inúmeros cursos e eventos para empreendedores, só para citar as organizações mais conhecidas." (trecho da matéria publicada na Tribuna do Norte)

É inacreditável que o Ministério da Educação, além de não exercer seu papel primordial de criar condição para formar cidadãos que ergam este país, ainda queira intervir no SESC, uma instituição que funciona exatamente como exemplo daquilo que o governo não faz. E é bom que se diga: a incompetência e descaso com a formação do cidadão brasileiro não é mérito do governo LULA. Os governos passados foram igualmente descompromissados, até o ponto de chegarmos a realidade ora vigente. Ou seja, ameaçar o acesso ao SESC -um espaço há 60 anos assegurado para o desenvolvimento pessoal, físico, espiritual e intelectual dos seus milhões de freqüentadores em todo Brasil- de qualquer dano, deveria sim ser considerado um crime inafiançável contra o direito à dignidade humana, adquirido pelos brasileiros graças aos SESCs, que aplicam - a olhos vistos- seus recursos na Educação, buscando o desenvolvimento integral das pessoas. O SESC, portanto, não pode ter seus recursos reduzidos, uma vez que é agente essencial de Educação - no seu sentido mais amplo. Os governos passam, mas o SESC fica e deve servir como exemplo a ser multiplicado.

Vamos agir pela permanência dos serviços prestados pelo SESC. Por toda sua extensa programação cultural, pelos cursos de iniciação esportiva, pelo espaço aberto todos os fins de semana para tribos, turmas, famílias, solitários; de todas as raças, gêneros e classes sociais.

Quem conhece o SESC e acredita na sua ampla ação de educação permanente, pode assinar o manifesto de defesa dessa causa e espalhar para o maior número de pessoas possível. O Ministério da Educação está correndo para aprovar seu projeto de Lei e a gente tem de correr para impedir que esse absurdo deletério se imponha aos nossos direitos conquistados.

MANIFESTO DE DEFESA DO SESC
http://www.PetitionOnline.com/gg1jg2fh/petition.html
PARA ENTENDER MELHOR O QUE ESTÁ ROLANDO
www.sescsp.org.br/sesc/intervencaoSESC/index.htm

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Mestre Jeronimo - JC
 

Axe'

Tem todo meu apoio nesta campanha em prol da preservacao e manutencaodos servicos do SESC para a benfeitoria do povo, educacao e cultura.

Um absurdo que o Ministerio da Cultura e o governo de Lula chegme a esse ponto de patrocinar contra o que eh do povo.

Farei circular esta nota na Roda Virtual, e em outros meios aonde tenho acesso no BR e afora em prol da educacao e cultura do povo brasileiro.

Viva o SESC!

Abaixo a corrupcao do governo e de outros que tentam colocar abaixo o servico da educacao e da cultura.

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 3/5/2008 20:05
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGA OLIVIA BARCELOS

Em nome da "Banda Moxotó" quero deixar esse registro.

O SESC é cultura e transformação social...

Os projetos do SESC criaram uma nova mentalidade e estética na maior parte da produção intelectual e popular do Brasil. As contribuições nas diversas áreas - educação, saúde, esporte e ética - são incalculáveis! Milhares de livros seriam necessários para o registro dos eventos realizados nas unidades do SESC, nos últimos anos. Os cidadãos da “Terceira Idade” aplaudiram e aplaudem as iniciativas de socialização e lazer. Vários compositores, músicos e intérpretes do país e do mundo têm registrado em seus currículos, pelo menos uma apresentação musical nas dependências do SESC. Os atores e atrizes sabem que nesta instituição, as portas sempre estiveram abertas ao teatro. O esporte, a leitura e escrita, a inclusão digital, a criatividade e outros fatores, estão ligados à filosofia do SESC, que vê em qualquer cidadão um potencial de transformação para a nova sociedade, rica em conhecimentos e livre de qualquer desigualdade social.

O Sr. DANILO MIRANDA, Diretor Regional do SESC-SP, deveria ser convidado para o cargo de Ministro da Cultura. Ele conhece a verdadeira arte que está latente no coração dos vários povos, que formam a nação brasileira, e possui sensibilidade para enxergar os diversos "Brasis" que estão embutidos no Brasil “inculto e deseducado”.

O SESC é uma das instituições mais elogiadas pela classe artística brasileira. Escrevo esse depoimento com experiência própria: realizei quase 200 eventos em suas unidades. Os espetáculos (padrão SESC) são bem produzidos e qualquer artista, mesmo o mais simples, tem ao seu dispor uma estrutura profissional formada por pessoas capacitadas, equipamentos modernos, divulgação, público e remuneração compatível ao trabalho proposto, além de algo mais importante para qualquer ser humano: respeito à criação!

Não se justifica qualquer mudança proposta pelo Governo Federal, Estadual ou Municipal. A perda de qualquer recurso modificará a estrutura básica e padrão de qualidade do SESC. O cidadão brasileiro exige respeito à instituição SESC - Serviço Social do Comércio.

Abraços.

Lailton Araújo
Diretor e Produtor Artístico da Banda Moxotó
Empresário e Proprietário da MXT - Produções Artísticas
Empresário e Produtor Artístico de Vários Artistas

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 3/5/2008 22:35
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
malumaia
 

O SESC não pode aceitar a subtração do recolhimento e, com isso a intervenção do governo na administração de seus recursos.

Antes de mais nada, porque os SESCs produzem MUITO e com uma política de acesso evidentemente transparente: os preços da vasta e diferenciada programação de alta qualidade são MUITO abaixo da oferta das academias de ginástica, salas de teatro, shows, concertos etc.

De fato, qual outra instituição privada ou pública investe em Cultura, no seu sentido mais amplo, com o mesmo empenho e determinação?

E, essencialmente, se tratando de um projeto de lei para expandir a formação técnica do jovem brasileiro, é um retrocesso lamentável subtrair a Ação Cultural da Educação, tornando-a meramente técnica, burocrática e pragmática, dissociando-a do universo simbólico, subjetivo, crítico e criativo.

Por fim, o Haddad e o Lupi, quando dizem que o Sistema S é uma caixa preta, não consideram que o Conselho gestor do SESC, SENAC, SESI, SENAI etc. é formado pelos empresários e por representantes dos ministérios deles, além de representantes do INSS e dos trabalhadores, desde a sua origem: uma instituição criada nos anos 40, mantida e administrada com recursos privados, provenientes de contribuição compulsória das empresas, por proposta voluntária do empresariado, com amparo na Constituição Brasileira (art. 240).

resumindo:

o que é mais grave: o Ministro da Educação não considera a Cultura como Educação e não atribui valor à ação cultural do SESC;

consequentemente, não confia na administração do empresariado e acha que o governo pode fazer melhor.

Mas quem, em sã consciência, daria sua conta bancária para qualquer governo administrar?

E os governos passam. Mas o SESC está aí há 60 anos, dizendo a que veio todos os dias. Sobretudo nos finais de semana, com os seus centros de cultura e lazer abertos aos milhões de freqüentadores assíduos, no Brasil todo.

malumaia · São Paulo, SP 3/5/2008 23:51
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Saramar
 

Concordo.
Apoio integralmente a campanha.
Em relação à cultura, o governo não faz e não deixa fazer.
Ademais, por que imiscuir-se em um sistema que não depende dele (governo) nem usa recursos públicos?
Peço licença para colocar o logo no meu blog, convidando para a assinatura.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 4/5/2008 09:05
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Kais Ismail
 

É claro que tem o meu apoio!

Kais Ismail · Porto Alegre, RS 4/5/2008 11:36
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
André Teixeira
 

Saudacoes Olivia Barcelos!

Fui convidado pelo Mestre Jeronimo para interagir nesta pagina, e digo: Sincronicidade pouca eh bobagem!... encontrei ontem revirando papeis diversos, um escrito de um frequentador assiduo de eventos no SESC: o Dr Drauzio Varella. Desse escrito colho algumas perguntas feitas pelo eminente medico:

"Caso essa verba (orcamento anual SESC SP - 400 milhoes) fosse destinada ao ministerio ou a uma secretaria de Cultura, o impacto seria equivalente?"

outra:

"Os funcionarios trabalhariam com o mesmo empenho e atenderiam o publico com a mesma cortesia?"

e:

"As instalacoes seriam cuidadas com tanto esmero?" ... (ele fala por SP e eu falo por SE: eh isso mesmo!!!)

"Ou parte substancial dos recursos seria malbaratada nos meandros da burocracia, desperdicada em acoes futeis, desviada ou imobilizada por interferencias de politicos e seus apaniguados?" !!!

Interessante eh que esse texto foi publicado dia 29.9.2007, no jornal Folha de S. Paulo (ilustrada, pagina E11. O acesso pelo site do jornal soh p/ assinantes, mas podem ler nesse LINK http://www.prudensite.com.br/business-notas-ver.asp?codigo=109 , todo o conteudo do artigo.

Algo que cresce no pais eh a movimentacao do terceiro setor em efetivar acoes que seriam do governo (`a parte a farra das ONG's e afins, - 'farra` do governo jah tem uns 508 anos...), tem muito e competentemente bem substituido-o, a ponto de fazer levantar a voz de alguns politicos. Ouvi de um: "eles vao acabar com nosso trabalho!!!'. Serah q vao ALUGAR O BRASIL??!!!

E o SESC trabalhando, entre outros herculeos trabalhos, na capacitacao diversificada de empreendedores culturais, fazendo muito bem o que deveria ser do estado. Seria `ciume` o motivador dessa acao? Sei nao... so sei que apoio o SESC e visto sua camisa.

GRANDE abraco!!!
ps - perdoem a falta de acento, teclado defeituoso.

André Teixeira · Aracaju, SE 4/5/2008 13:10
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Spírito Santo
 

Jovem músico nas décadas de 70/80, perdi a conta da quantidade de vezes que o SESC contratou a minha banda para tocar aqui e ali, no Rio, em São Paulo, em Curitiba, por aí a fora, abrindo caminhos e mercados. Na mesma época, operário metalúrgico já especializado, tive um excelente upgrade profissional virando Desenhista projetista de arquitetura formado pelo SENAI. Até hoje, todo ano, de algum modo acabo trabalhando para o SESC, dando oficinas, participando de eventos, etc. Acho a seriedade dos serviços prestados por estas instituições do sistema 'S', no campo da Cultura muitos pontos acima do que aqueles prestados, por exemplo, pelo MinC deste governo atual que eu, desculpem os amigos governistas, considero prá lá de chinfrim.
Desconfio, seriamente, que esta grana que querem sugar do SESC será para alimentar mais uma destas políticas fajutas de 'inclusão social', eleitoreiras a mais não poder, tipo PróJovem, etc.
É mesmo o fim da picada.

Abs

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 4/5/2008 16:04
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Andre Teixeira, em SE

(tb fui prof. de musica durante os anos 80 no Sesc em BSB...)

Tua nota "sem acento" tem mais porcentagem e percentual de valor do que muita falacao vazia com acento do governo LULA-- nao que desmereca de todo o trabalho de algumas partes deste, mas, comeca a dar "no acento da paciencia" a politica de estupidez que usam pra se manter aonde estao. --- Ja basta ter que aguentar os "acentUS" dos salarios entre outros "500" que ainda temos que aturar.(sic!).

Portanto, tua notificacao e abreviacoes na linguagem brasileira (!) dignificando a causa do SESC pro povo e pelo povo gradua nossa identidade cultural que precisamos manter a todo custo. --- O governo agora quer meter a 'faca' pra dividir e segregar o que eh nosso de direito.

Eh real-mente, (!) como fala o cumpade acima: eh o fim da picada!

(*e "picada de maribundo" praticado pra 'acentuar' o que ta ficando fora da gramatica eh pra ser: Iee, zum zum zum...!!!).

Acorda BR, ta na hr de valer o dito popular... quem faz nao espera a HR acontecer.

Ta na hora de votar por um 'acento' mais REAL pra poder de fato evoluir.

O SESC alimenta o povo com arte e cultura, um trabalho social que dignifica nossa nacao.

A 'chamada'entao eh pra fazer-mos uma revolucao em prol da nossa evolucao.

Seja dito! -- abaixo a corrupcao!

E,
VIVA O SESC
! == cultura e arte, educacao do povo para o povo!

Axe'!

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 4/5/2008 20:10
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Joana Eleutério
 

Boa causa! Boa briga.
Porém, dentro do Sistema S também muita politicagem da pior espécie. Por trás das maravilhosas construções, muitos programas culturais fantásticos, há muita sujeira debaixo dos panos. Reconheçamso o valor do sistema, mas não nos finjamos de cegos. Por favor!!!

Joana Eleutério · Brasília, DF 4/5/2008 20:42
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Joana, sem duvida... uma moeda tem duas faces, sempre...e claro, nenhum "S"sistema serah perfeito pra ser, nois temos eh que afinar sempre o violao, o berimbau... pra que a cancao seja realmente algo que vale a porcao, da poesia que socialmente temos que digerir e consumir.

E, nesta linha que vamos, claro, seria oportuno que as "arestas" do Sesc que precisam ser recicladas sejam evidenciadas durante este processo. Mehor que isso, so outro nisso!

Iee!

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 4/5/2008 21:07
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Olivia Barcellos
 

ô Joana, a sujeira que pode haver debaixo do pano pode haver mesmo. Seria a idealização dos ideais imaginar que um sistema do porte do Sistema S, fosse formado somente por anjos íntegros. O fato é que, contudo, o que exergo às claras é o serviço prestado pelos SESCs no Brasil todo. Na grande maioria das cidades onde está presente é a única porta aberta para manifestação cultural e para ocupação do tempo livre dessas comunidades. Logo, como diz o Mestre Jerônimo, esse processo pode ser útil sim para RECICLAR o que há de podre nisso tudo.

Olivia Barcellos · São Paulo, SP 4/5/2008 21:20
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Amigos (as)
O Sesc é um parceiro histórico dos brasileiros que querem um pais mais justo, belo e plural e é preciso garantir a sua autonomia financeira e politica para poder fortalecer aquilo que chamamos de setor público não estatal.
Abraços

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 6/5/2008 13:08
sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

Já vimos de "quase" tudo de ruim acontecer, não é? Mas sempre pensamos que nada de pior poderá vir a nos surpreender e aí nos descobrimos enganados por uma corja de pessoas que parecem não fazer parte deste planeta. São os queimadores de florestas, os assassinos de gente do Bem, os ladrões do Povo, muitos e muito mais outros e novos inventores da Desgraça Alheia como esses aí, os apagadores de Memória Brasileira.
Se a nossa Voz é a de Deus, GRITEMOS!!!!!
Quem sabe Deus nos ajude.
Um abraço

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 6/5/2008 18:53
sua opinião: subir
M. Cintrão
 

Sai prá lá jacaré! O Sesc é a prova de que o Brasil é viável. Já sapequei o abaixo-assinado.

M. Cintrão · Campo Grande, MS 16/5/2008 19:57
sua opinião: subir
lagoacristo
 

Rende voto? Se não rende, nada interessa a essa gente de Brasília. O Luppi, há 20 anos atrás, era jornaleiro na rua onde morava minha mãe aqui no Rio. Virou sindicalista com o Brizolla e ficou rico. Esperar o quê dessa gente?

lagoacristo · Rio de Janeiro, RJ 20/2/2009 06:27
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados