Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

AGUILAR 50 ANOS NO CCBB SÃO PAULO

GOOGLE-DIVULGAÇÃO
JOSÉ ROBERTO AGUILAR , DIÁLOGO IX
1
Cintia Thome · São Paulo, SP
4/7/2010 · 5 · 15
 

EXPO 'AGUILAR 50 ANOS' NO CCBB-SP
10 de maio a 17 de julho de 2010

A primeira grande retrospectiva do artista José Roberto Aguilar apresenta trabalhos produzidos entre os anos 1960 e 2000.
Com curadoria de Haron Cohen e produção da Arte 3, a mostra traz cerca de 75 pinturas e uma coletânea de gravuras, desenhos, filmes, vídeoarte e instalações, incluindo a inédita “Vestidos de Noiva”, que ocupará o hall central do CCBB
O CCBB apresenta em São Paulo, de 10 de maio a 17 de julho de 2010, a exposição “Aguilar 50 Anos”. Trata-se da maior retrospectiva já realizada do multiperformático artista paulistano José Roberto Aguilar, 69 anos, reunindo trabalhos produzidos ao longo de suas cinco décadas de carreira.
No 3º andar estarão as obras da década de 1960, época em que Aguilar participa da 7ª Bienal Internacional de São Paulo e da mostra OPINIÃO - 65, no MAM do Rio de Janeiro. Desta fase, serão vistas telas como ‘Anima’ (1963) e ‘Conversa’ (1965). No mesmo piso, serão apresentadas as obras dos anos 1970, quando o artista vai morar fora do Brasil e começa a se dedicar à vídeoarte. Entre os destaques que estarão na mostra, ‘Paisagem’ (1971), da série Londres, ‘Macunaíma’ (1974), da série Transformação do Tabu em Tókio, e ‘I Ching’ (1975), da série Nova York.
Na sala do 2º andar, serão expostas pinturas da década de 1980, marcada pela participação de Aguilar em diversas mostras, no Brasil e exterior, e pela criação de sua Banda Performática. Entre as mais de 20 telas, estarão ‘Homenagem a Bukowski’ (1982), ‘The Most Beautiful Cup of Tea’ (1984), da série Japão, e ‘Einstein’s Dreams’ (1983). Também neste piso, as obras dos anos 1990, como ‘O Papa Iluminado’ (1992).
Os anos 2000 serão lembrados no 1º andar, onde além de telas, como ‘O Circo de Calder’ (2000), da série Rio de Poesias, e ‘Bandeira dos Visionários (Getúlio)’ (2003), da série Brasil de Aguilar, haverá cinco instalações do artista: ‘Jardim de Alice’ e uma série de quatro trabalhos - apresentados pela primeira vez em 2005, no Instituto Tomei Ohtake - em que uma figura feminina projetada interage com objetos reais, como uma ducha e uma poltrona.
No térreo, ao entrar no CCBB, o visitante irá se deparar com ‘Estrela Senna’ (2001), uma gigante pintura de Aguilar, com mais de 10 metros de comprimento e dois de altura. Também verá uma instalação construída a partir de esculturas de vidro denominadas “espadas de luz” e a inédita ‘Vestidos de Noiva’, que foi criada especialmente para esta mostra e ocupará o hall central do CCBB.
Além das pinturas selecionadas, “Aguilar 50 Anos” abordará a videoarte - técnica em que o artista é considerado um dos pioneiros -, exibindo trabalhos célebres, como ‘Divina Comédia Brasileira’ (1980) e ‘Sonho e Contra Sonho’ (1981). A mostra terá ainda gravuras, cartazes, desenhos e livros produzidos por Aguilar e discos da Banda Performática.

O multiperformático Aguilar

Pintor, vídeomaker, performer, escultor, músico e escritor, José Roberto Aguilar nasceu em São Paulo, em 1941. Estudou economia, mas, autodidata, em 1958, já participava da vida cultural paulistana, integrando o movimento performático-literário Kaos, de Jorge Mautner.
Em 1961, realizou sua primeira exposição e em 1963, foi selecionado para participar da 7ª Bienal Internacional de São Paulo. Considerado um dos pioneiros da nova figuração no Brasil, participa da mostra OPINIÃO - 65 no MAM, em 1965. Durante a agitada década, mantém um ateliê da R. Frei Caneca, que é freqüentado por alguns dos principais responsáveis pela renovação política e cultural por que passava a vida brasileira.
Na virada dos anos 1970, deixa o Brasil. Vive em Londres, de 1969 a 1972, e realiza exposição em Birmingham. Entre 1974 e 1975, mora em Nova York, onde começa a realizar um trabalho pioneiro de videoarte. Volta ao país e em 1977 participa da 14ª Bienal Internacional de São Paulo com a instalação Circo Antropofágico, em que expõe 12 monitores de TV, e ganha o Prêmio Governador do Estado. No ano seguinte, participa de videoperformance no Centro Georges Pompidou, em Paris, e no Festival de Videoarte de Tóquio.
Na década de 1980, participa de diversas exposições, sendo um dos artistas brasileiros mais presentes em mostras no exterior, sobretudo nos Estados Unidos e Alemanha. Cria a Banda Performática, que realiza espetáculos em praças públicas, com destaque para o grande evento da Revolução Francesa, em 1989, em que coloca 300 artistas em cena na frente do estádio do Pacaembu e é visto por 10 mil pessoas. Compõe músicas, grava discos e lança o livro “A Divina Comédia Brasileira”.
Nos anos 1990, faz pinturas em telas gigantes e esculturas em vidro e cerâmica. Expõe no MASP e no MAM-SP. De 1995 a 2002, é diretor do espaço cultural Casa das Rosas, em São Paulo, em 2003, é nomeado representante do Ministério da Cultura na capital paulista. Em 2005, realiza uma individual no Instituto Tomie Ohtake.


José Roberto Aguilar
'Aguilar 50 anos'
R. Alvares Penteado, 112 - Centro
São Paulo,SP Mapa

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Sinvaline
 

Aguilar é multi...
Vou acompanhar seu trabalho, bjs

Sinvaline · Uruaçu, GO 4/7/2010 15:45
sua opinião: subir
raphaelreys
 

Isso é que é uma viagem aos porões do inconsciente quixotesco do homem!

raphaelreys · Montes Claros, MG 4/7/2010 15:53
sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

Nossa, que maravilha, Cintia!
E vc nos deu uma aula de Aguilar, eu só o sabia "por alto". Rsrsrs

Obrigada amiga!

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 4/7/2010 18:42
sua opinião: subir
W@nder
 

Esse "cara" é mesmo muito bom. Legal conhecer!
Abçs. e parabéns pela divulgação.

W@nder · Rio de Janeiro, RJ 4/7/2010 18:58
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Quem estiver ou for a Sampa não deve deixar de ir.
Aguilar é referencia da arte dos últimos 50 anos desse Brasil que tanto oscilou politicamente, cresceu, mas aí está um artista contemporâneo dos mais importantes da arte brasileira com uma excelente trajetória. abs


...

Cintia Thome · São Paulo, SP 4/7/2010 19:05
sua opinião: subir
marilia carboni
 

Obrigadaaaaaaa...vc é uma professora de belas artes !!!
Beijos!!!

marilia carboni · Londrina, PR 4/7/2010 19:36
sua opinião: subir
kfarias
 

Que belo artista.
Parabéns pelo post e pela divulgação, sempre, de bons programas.
Torço para que a sua recuperação seja uma realidade e eterna.
abraços.

kfarias · Águas de Lindóia, SP 4/7/2010 21:10
sua opinião: subir
alcanu
 

è aqui do lado de casa... vou lá ainda essa semana !
eu nem sabia disso, obrigado pela dica !
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 4/7/2010 21:29
sua opinião: subir
Guilherme de Faria
 

Grande Aguillar!!!

Guilherme de Faria · São Paulo, SP 5/7/2010 01:23
sua opinião: subir
lu martins
 

ótimo post, pena não poder visitar a exposição em SP até dia 17. Tomara que venha para o CCBB do RJ...

lu martins · Rio de Janeiro, RJ 5/7/2010 10:29
sua opinião: subir
Cintia Thome
 


Lu, o CCBB podia selecionar alguns Estados e levar essa mostra tão importante. Aguilar merece.Aguilar é arte que hoje não se faz mais...são poucos. Aguilar é exemplo para as gerações mais novas...


bju

Cintia Thome · São Paulo, SP 5/7/2010 11:25
sua opinião: subir
Vasqs
 

Já ia indo mesmo , ia pra ver os cartuns da Copa - agora sem o mesmo apelo - e aproveito pra ver o Aguilar. Aliás, agora faço o contrário.Toda vez que vejo pintura expressionista tenho vontade de voltar pra casa e pintar algo parecido. Acho um grande tesão . Por duas vezes em que expuseram o grupo COBRA por aqui eu corri pra ver. Mas o Aquilar é mais que isso, né?
Brigado pela dica.
abraço

Vasqs · São Paulo, SP 6/7/2010 12:42
sua opinião: subir
nildo dilfreitas
 

Boa dica! pena que eu esteja tão longe. Beijosssss

nildo dilfreitas · Brumado, BA 6/7/2010 21:50
sua opinião: subir
Greta Marcon
 

Muito bom, querida; pena eu morar tão longe...
Beijssss

Greta Marcon · Ponte Nova, MG 8/7/2010 01:46
sua opinião: subir
Humberto Firmo
 

Cintia, minha flor, só agora volto ao over.
de novo só o tempo que passa...
O Aguilar não é o mesmo da banda peformatica? e que cantava Monsieur Duchamp? caramba publicacao de 2010... quanto atraso, mas quanta chegança tambem. beijosssssssss

Humberto Firmo · Brasília, DF 20/7/2011 20:11
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

José Roberto Aguilar zoom
José Roberto Aguilar
José Roberto Aguilar zoom
José Roberto Aguilar
José Roberto Aguilar zoom
José Roberto Aguilar
José Roberto Aguilar zoom
José Roberto Aguilar
Performático José Roberto Aguilar zoom
Performático José Roberto Aguilar
José Roberto Aguilar zoom
José Roberto Aguilar

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados