ALEX VALLAURI E SÃO PAULO

divulgação-google
A Rainha do Frango Assado - Alex Vallauri
1
Cintia Thome · São Paulo, SP
15/4/2011 · 8 · 8
 

A cidade de São Paulo está toda colorida, pois os meses de março e abril deste ano estão com muitas manifestações, exposições em comemoração ao Dia do Graffiti, dia 27 de março, dia em que faleceu o grafiteiro e artista plástico Alex Vallauri, que foi um dos pioneiros na street art, o graffiti.

Dentre tantos eventos e exposiçoes podemos destacar a ONG Ação Educativa, com a exposição de sete grupos de vários pontos da cidade de São Paulo e a Free Art Fest um evento que expõe e distribui obras de arte de artistas do mundo todo, gratuitamente, com a coordenação do artista plástico Gejo,O Maldito, e mais de 30 artistas, na galeria Mônica Filgueiras. A exposição “Elemento Vazado” que reúne cinco dos nomes mais representativos da arte com stencil paulista no Matilha Cultural. O Museu Brasileiro de Escultura (MUBE) promoveu a mostra Graffiti Fine Art VI onde apresentou obras de artistas de vanguarda.Nomes como Bonga, BR, Brown e Izolag podem ser encontrados por quem for conferir o evento com a curadoria do grafiteiro Binho Ribeiro, outro evento relevante foi da Arte da Vila Madalena. Realizou-se também, uma exposição do grupo Oh! São Paulo!

E por último a grande exposição inaugural da Galeria Jaqueline Martins, dia 16 de abril de 2011, as 12 horas, a abertura da mostra Alex Vallauri, com curadoria da marchand Jaqueline, que reúne aproximadamente 40 obras icônicas do artista, um dos percursores da arte de rua no Brasil.

Nesta exposição na Galeria Jaqueline Martins vamos poder ver as carimbadas e a pouco conhecida arte postal, realizada no final dos anos 1970, quando o artista Vallauri enviava cópias de cartões-postais de São Paulo a seus amigos com a intervenção de sua coleção de mais de 400 carimbos vintage. Ícones como Mágico, Bota Pantera, Luva, Acrobatas, Cobra, Jacaré, Mercúrio e a celebrada personagem Rainha do Frango Assado. As figuras marcam a lembrança das gerações que viveram em São Paulo nos anos 1970 e 80.

O tempo e a falta de memória urbana foram inclementes com a stencil art e os graffitis do artista, restam hoje apenas duas intervenções públicas, localizadas na Liberdade e no Centro da cidade, mais um motivo para a mostra ser uma boa oportunidade de conferir a produção do artista.

Alex Vallauri (Asmara, Etiópia, 1949 - São Paulo 1987) cresceu em São Paulo desde 1964, onde estudou arte e gravura. Seu nome é sempre associado ao graffiti, mas suas intervenções, de 1978 a 1987, na cidade de São Paulo, decorrem de uma vivência de duas décadas dedicadas à gravura. Participou da Bienal da cidade em 1971 com uma série de impressões. Durante aquela década, desenvolveu um interesse em kitsch e imaginário popular, e em 1974 começou a trabalhar coleção murais de bares e restaurantes, os resultados apresentados na Bienal de 1977. Em 1978, depois de ter estudado litografia em Portugal por vários anos, começou a praticar postgraffiti nas ruas de São Paulo.
Em 1981, ele ofereceu a Pinacoteca do Estado uma retrospectiva dos seus três anos de trabalho na rua, e também recebeu um prêmio da Associação de Críticos de Arte de São Paulo por toda a sua obra. Durante os anos 1982 e 1983 estudou no Pratt Institute, em Nova York. Nesta cidade que viveu a explosão seguida postgraffiti liderada por Keith Haring. Vallauri passou vários anos na cidade, espalhou as fotos na rua e executado dois murais encomendados pelo governo local, um no Tompkins Square Park e uma perto do Palácio de Justiça do Estado.

Sua maior característica, a Rainha do Frango Assado, surgiu a partir da combinação pessoal de luvas e óculos de sol. Juntando as razões, Vallauri concluía freehand a imagem de uma mulher. O personagem apareceu no East Village de Nova York, enquanto o artista executou um mural para os vizinhos. O que a princípio iria ser uma mulher branca inspirada pela publicidade dos anos cinqüenta, a pedido da população local, principalmente latinos tornou-se uma morena de lábios grossos e as formas grandiloqüentes. Na Bienal de São Paulo 1985, Vallauri apresentação de uma instalação de oitenta e oito metros quadrados, intitulada "Festa na Casa da Rainha do Frango Assado" que representam a estética de uma casa dos anos cinqüenta, com os móveis e as pessoas fisicamente e pintados com stencils.Vallauri tinha comprometimento com o kitsch, sua opção pela silhueta e por imagens de leitura rápida, facilmente identificáveis, o uso do trompe-l'oeil criam espaço e tempo para que seu clichê da década de 50 caiba nos anos 80.

Trazer o passado para o presente, apropriar-se de imagens e
recontextualizá-las, fazer interferências na cena urbana, são atitudes que legitimam Alex como artista dos anos 80, impregnado de pós-modernidade.

Basta dizer que Sheila Leirner, curadora e crítica de arte, que 1985 apresentou Vallauri na XVIII Bienal Internacional de São Paulo, Festa na Casa da Rainha do Frango Assado define o "graffiti": *“O "graffiti", de modo geral, sucessor dos affiches, é o recurso metropolitano de linguagem mais popular e espontâneo usado no nosso século. Convivendo com os outdoors os cartazes de rua, e a massa de informações visuais industrializadas e de consumo, ele representa sobretudo aquele conjunto artesanal de imagens que a movimentação do ontem naturalmente desenha. A pichação como arte tem seu lugar bastante definido dentro das chamadas artes plásticas, sempre a um objetivo democrático..."




* LEIRNER, Sheila. Pichação. E o respeito ao Homem? O Estado de São Paulo, 31 out. 1982, pg.29

* Livro Biografia Alex Vallauri

Exposição de Alex Vallauri – Jaqueline Martins – dia 16 de abril a 21 de maio de 2011

....

compartilhe

comentários feed

+ comentar
marilia carboni
 

Cíntiaaaaaaaaaaa...adoro teus banhos de cultura. Obrigada! Beijão !!!!

marilia carboni · Londrina, PR 16/4/2011 14:47
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

S e eu estivesse em S.paulo, não perderia essas ótimas exposições.
há de se ter uma lugar proprio para as pichações pois que a fachada de predios, escolas e muros, não é lugar para isso, muito embora certas pichações sejam verdadeiras obras de artes. bjs

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 18/4/2011 11:42
sua opinião: subir
Maressa Marins
 

Parabéns novamente amiga, sou pelas cores sem dúvida, é vida encarnando emoções e sentimentos. Agora...seria interessante também ver a filosofia de cada um por trás dos pincéis.Seus sentimentos,emoções,conflitos,dúvidas....embora a imagem seja representação da vida, sempre é bom filosofar...bjcas.Maressa Marins

Maressa Marins · Brodowski, SP 19/4/2011 00:47
sua opinião: subir
kfarias
 

Bela postagem com informações e comentários que elucidam um pouco o que imaginamos com relaçao a pichações.
PICHAÇÕES é errado, invadir espaços particulares e públicos para fazer rabiscos e algo criminoso, mas o grafitismo como arte, e existem no mundo todo e são lindas, isso é do BEM.
Parabéns!

kfarias · Águas de Lindóia, SP 19/4/2011 08:48
sua opinião: subir
Vasqs
 

Lembrei duma frase do Norman Mailer: o grafite é uma rebelião tribal contra a opressora civilização industrial.

Uau! Sempre achei genial o nome Rainha do Frango Assado, e super criativo tudo o que fazia o Vaullari.

Ótima receita.

Vasqs · São Paulo, SP 19/4/2011 18:39
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Cintia,
De prima! E gostei mesmo!! Depois passo uma segunda vista,

Abraço,

Zezito

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 20/4/2011 13:25
sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Que cidade gostosa, arteira, posso ouvir o som das cores do spray.

bjs

Claudia Almeida · Niterói, RJ 23/4/2011 10:02
sua opinião: subir
ayruman
 

Aqui apreciando. Tenha uma boa Páscoa e uma boa Semana!

Luz e Paz.
Quando puder faça-me uma visita. Sou Grato.

ayruman · Cuiabá, MT 24/4/2011 17:35
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Telefone, década de 1980 (grafitti sobre recorte em pvc zoom
Telefone, década de 1980 (grafitti sobre recorte em pvc
'GELADEIRA' DE ALEX VALLAURI zoom
'GELADEIRA' DE ALEX VALLAURI
zoom
'PANTERETA' DE ALEX VALLAURI zoom
'PANTERETA' DE ALEX VALLAURI
Alex Vallauri, Frango Assado, década de 1980 (grafitti sobre recorte em pvc) zoom
Alex Vallauri, Frango Assado, década de 1980 (grafitti sobre recorte em pvc)
EM NOVA YORK ARTE DE ALEX VALLAURI zoom
EM NOVA YORK ARTE DE ALEX VALLAURI

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter