Arte pede carona

Bárbara Freira
um dos ônibus que carregam obras de arte com o trabalho de maria josé batista
1
Roberta Carvalho · Belém, PA
22/1/2007 · 130 · 10
 

Trânsito lento, sinal vermelho ou engarrafamento. Impossível não olhar a traseira dos ônibus e observar a propaganda ocupando metade ou até mesmo toda a lataria e vidros do veículo. De repente, uma imagem apenas. Sem assinatura, sem explicação. Nada. Apenas uma imagem totalmente diferente do que sempre está lá. Um novo suporte para arte. É o que vai acontecer, em janeiro, em alguns ônibus de Belém. Os anúncios publicitários serão substituídos por obras de arte, que saltaram das galerias e vão percorrer rotas diferentes coladas em 26 ônibus. Terá início, então, a 2ª edição do projeto Itinerários, onde 13 artistas visuais paraenses levarão arte ao centro e à periferia.

Pelo segundo ano consecutivo, o projeto de arte pública Itinerários vai rodar a cidade nos ônibus e chegar mais perto das pessoas. Este ano, cada artista terá dois ônibus como suporte para suas criações e, então, estes farão seus percursos habituais pela cidade, oferecendo arte de graça a toda população. Com a dimensão de público ampliada, o grupo acredita contribuir para uma descentralização artística. “A arte não se faz apenas com o público que freqüenta as galerias. Nós estamos nos doando a um grande público e tentando ser democráticos. Não nos limitarmos a um espaço amplia os sentidos de cada obra através dos vários olhares”, afirma a fotógrafa Bárbara Freire. Ao lado dela, estarão os artistas Cláudio Assunção, Roberta Carvalho, Danielle Fonseca, Daniely Meireles, Flávio Araújo, Glauce Santos, João Cirilo, Keyla Sobral, Neuton Chagas e Paulo Cezar Simão, além dos convidados Maria José Batista e Acácio Sobral.

A exposição nas ruas da cidade começa a percorrer seus itinerários no dia 10 de janeiro de 2007 e será um presente à Belém, que comemora 391 anos dois dias depois. Ao final, Itinerários vai contar com o lançamento de um DVD com encarte impresso, para documentar a interação do público com as obras, suas opiniões, além dos depoimentos dos artistas e da curadora, Marisa Mokarzhel. “É um projeto que aproxima as pessoas da arte seja pela curiosidade, indagação, prazer ou indignação ao ver a imagem. O cotidiano é interrompido por algo que não é usual e gera uma quebra nesse olhar”, afirma Marisa. “É uma proposta frutífera e muito importante tanto para a população quanto para os artistas entre eles, que discutem arte e a forma de trabalho coletiva e individual”, completa.

As criações adesivadas nos ônibus não levarão a assinatura dos artistas, legendas, nem qualquer explicação sobre o novo formato. A proposta não é divulgar os artistas envolvidos, mas disseminar a arte e permitir o questionamento livre do público, deixando a obra aberta às mais variadas interpretações. “Não carregamos no projeto o rigor de nos fazermos entender. Cada um vai absorver a idéia da obra como lhe convir. O estranhamento do observador ao encontrar uma obra onde nunca existiu, para nós, já é uma quebra muito significativa”, afirma Roberta Carvalho.

Em sua 2ª edição, patrocinada pelo Banco da Amazônia, Itinerários mostra sinais de amadurecimento e sedimentação. Na edição anterior foram desenvolvidas obras livres. Com a percepção da importante variedade de público, que vai desde o centro da cidade, passa pela periferia e chega a cidades vizinhas, a questão centro-periferia foi eleita como eixo temático para nortear as criações. Além disso, o salto de 12 ônibus – da primeira edição - para 26 ônibus, nesta, foi significativo. A proposta é ampliar e chegar a mais ônibus e mais artistas, estabelecendo um calendário de arte pública na cidade. Texto de Annete Morhy

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Thiago Camelo
 

Oi Roberta, tudo bem? Adorei a história. Na verdade, vi - numa pesquisa rápida - que o texto já foi publicado em uma outra revista. Será que a autora, a Annete, tem o direito sobre o texto? E será que ela permite que o texto seja publicado no Overmundo? É fundamental lembrar que o Overmundo é um site colaborativo, e tudo o que é publicado por aqui ganha uma licença Creative Commons, que permite reprodução e modificação da obra, contanto que não se tenha lucro algum com essas atitudes. Seria muito importante ter a autorização de quem detém o diteito do texto para a reprodução aqui no Overmundo, Roberta. Grande abraço!

Thiago Camelo · Rio de Janeiro, RJ 19/1/2007 14:01
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Roberta Carvalho
 

Olá Thiago, tudo bem! boa observação a sua. Sem dúvida tenho a autorização da Annete para a publicação do texto. Ela é assessora de imprensa do projeto, daí está tudo certo, sim. Obrigada.

Roberta Carvalho · Belém, PA 22/1/2007 10:27
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Gregs
 

Em Belo Horizonte existe um projeto interessante. Chama Arte no Ônibus. Os quadros são espostos do lado de dentro do vidro traseiro. Todo início de ano abrem-se as inscrições paras as artes que serão exibidas durante todo o ano. Quando fui em Porto Alegre, também vi um projeto interessante. Eram colados nos vidros laterais, dos dois lados, diversas poesias de escritores nacionais. Dois projetos interessantes, também. Tentaram fazer esse projeto de poesia aqui em BH, nos ônibus, mas não foi para frente. Durou apenas alguns mêses e só na linha que ia para a Universidade Federal de Minas Gerais.

Gregs · Belo Horizonte, MG 22/1/2007 14:25
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Hermógenes
 

Eu já havia notado alguns ônibus com as obras, achei essa idéia incrível. torço para que futuramente tenhamos muros (tipo os das subestações da CELPA) com coisa similar. Se precisarem de apoio me procurem, sou de Belém também e muito entusiasta de arte.

Hermógenes · Belém, PA 5/2/2007 11:43
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberta Carvalho
 

Olá Hermógenes! que bom. Fico feliz por ter visto os ônibus. A idéia é esta mesmo. Abrir uma galeria no meio da cidade, espaços e tempos diferente. Ótimo, vamos trocar informações e parcerias são sempre bem-vindas.

Roberta Carvalho · Belém, PA 5/2/2007 12:36
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberta Carvalho
 

Caro Gregs, agradeço seu comentário. A idéia da poesia é bem legal. Um dos 13 artistas que estão no projeto Itinerários se utilizam da poesia visual. Até breve!

Roberta Carvalho · Belém, PA 5/2/2007 12:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
dudavalle
 

Olah Roberta, eu li algo sobre no canalcontemporaneo, e achei muito boa a iniciativa, a idéia eh abrir para artistas de outros estados ou o foco eh "soh" Belém ?

dudavalle · Rio de Janeiro, RJ 7/2/2007 18:18
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberta Carvalho
 

Olá Duda, a idéia é abrir a outros sim, em uma etapa futura do projeto. Esperamos que ano que vem já tenhamos este formato. Estamos trabalhando para isso. Em breve faremos o nosso site e vou postar essa notícia aqui. obrigada.

Roberta Carvalho · Belém, PA 7/2/2007 18:33
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberta Carvalho
 

Vejam a nota do Itinerários na Revista Bravo! de Fevereiro, na seção Primeira Fila. Abraços.

Roberta Carvalho · Belém, PA 7/2/2007 18:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

et pour se muove

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 22/7/2008 01:52
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados